Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Outubro, 2020

Xangô & Airá

Sango & AyráSango e Ayrá são dois Orixas muito confundidos aqui no Brasil, tanto que algumas pessoas pensavam que Ayrá é uma qualidade (caminho/versão) de Sango mas isso não é verdade.Vamos aproveitar essa minha arte para esmiuçar assim entender melhor essa situação? Vamos! Primeiro vamos entender que o nome real de Ayrá é ARA sem o Y e a forma mais comum de se referir a ele é “Ara-Gbona”., aqui no Brasil Airá. Ará se traduz como “raio”. Sango se traduz como “arrebentar/estourar”.Segundo ponto é entender que existe sim “Sango Arira” e que ele é uma divindade diferente de Ara-Gbona, provavelmente a semelhança entre Ará e Arira ajudou nessa confusão. Sobre as localidades:Sango é um Orisa que nasceu em Nupê (Empe), reinou em Koso mas sua fama se deu em Oyó e em toda região do império. Ara-Gbona é um Orisa que nasceu em Ibariba, ele foi muito famoso nas cidades de Itasa (Itile), Ilara, Iwere, Idiko, Save (Sabe) e Ketu. O culto de Ara-Gbona em Itasa/Itile é um dos que mais se mistura com o de Sango já que esta cidade foi fundada por Ilemola que era membro da família real de Oyó e fazia parte da linha de sucessão do trono. Assim como Sango é chamado Alaafin em Oyó, Ara-Gbona é chamado Ara Onitile (ou Intile) em Itasa, ambos os títulos dão referencia aos cargos de chefia das cidades.Ara-Gbona e Sango são sim parentes, os dois são descendentes de Oduduwa mas não se sabe precisar o grau de parentesco.Sango teve dezesseis esposas, mas as mais famosas são Oyá, Obá, Osun e Yemojí (Yemojí é diferente de Yemoja).Ara-Gbona foi marido de Orojafin, Amode, Obalá e Osun. Osun sendo esposa tanto de Sango quanto de Ara tem sua tradição similar com os dois sendo considerada uma esposa distante que não mora na mesma casa que o marido e não se submete a ele.Não se sabe dizer qual a ordem dos casamentos de Osun, mas tudo leva a crer que ela se casa com Ara após o fim do casamento com Sango.Sango é filho de Oranmiyan e Torosi.Os pais de Ará eu nunca soube quem são, a mãe dele é constantemente chamada de “Oloja”, mas isto não é um nome e sim um título que significa “dona do mercado”, e esse titulo é usado por dezenas de Orisa e assim fica difícil saber quem de fato sería ela.Sango tinha um ilustre irmão mais velho, Dadá Ajaka.Ara tinha um ilustre irmão mais velho, Obaji.Sango tem como amigos Orunmilá, Obaluaye e Orisa Oko.Ara tem como amigos Osoosi, Ogodo e Ogun.Sango come inhame e carneiro.Ara come inhame e carneiro. Os dois apreciam os mesmos ingredientes mas preparados de formas distintas. Sango se veste de muitas cores mas principalmente de roxo e vermelho.Ara se veste de muitas cores mas principalmente vermelho e branco.Em Itasa existe uma certa rivalidade entre Sango e Ara. Em Save (Sabe) Ara é casado com Sango (já que nesta região existe um culto onde Sango é uma divindade feminina).Porem há regiões que não conhecem qualquer relação de Sango com Ara.Os poderes de Ara e Sango são idênticos, fora eles também existe uma outra divindade do Raio chamada Oranfé que hora é relacionada a eles, ora não.Essa meu texto não é para criticar ou condenar quem cultua Ará e Sango como se fossem um só Orisa, afinal eu sou plenamente ciente da situação sofrível pela qual a cultura africana chegou no Brasil e isso justifica todas as misturas.Porem Ara na África é sim um Orisa totalmente separado de Sango.

Texto:Grupo Alákétu Ọdẹ.

Foto: Felipe Caprine

Read Full Post »

%d bloggers like this: