Feeds:
Artigos
Comentários

Perguntas e Respostas!

Criei este tópico para que seja mais fácil formular perguntas  sobre a cultura e tradição do Candomblé!

1.108 Respostas

  1. Mutumba, kolofe, abença.
    queria saber, se uma pessoa que tem apenas um obi , e planeja raspa, e prepara para o santo, esta pessoa pode assentar o exu dele antes disso. ou é necessario primeiro raspar e complir a obrigação de 3 anos para ter o exu assentado?
    sou de angola, neto do tombeci.


  2. Na angola, posso ser confirmado cambono de Oxagiã, como que é isso, quem seria ?


  3. Ola!!!!….gostaria de saber mais sobre a qualidade do Oxosse Dana-dana….e como entregar uma oferenda propria. Muitos dizem este oxosse tem fundamentos com bessen, outros com exu, ou com iansa…por isso a minha duvida…muito obrigado e muito axé.


  4. Querido Tata Euandilu;
    Olá, sou um iniciante nesse mundo maravilhoso que é o candomblé. Sou do RJ, tenho 33 anos e estou passando por algumas situações que ao entrar em contato com algumas pessoas feitas há mais de 7 anos, e explicar as coisas que me acontecem, todas falam que o que provavelmente estou passando, são as cobranças de meu santo por eu ainda não estar feito e ter lutado contra isso há muito tempo. Em 2 terreiros em que entrei, meu comportamento mudou e fui saudado como Oxalá Oxaguiã. Me sinto super bem ao usar minhas roupas brancas e meus apetrechos de prata e ouro branco. Tenho várias características de um filho de Oxalá Oxaguiã. Fiz três jogos com mães distintas, as quais não me conhecem e as duas primeiras confirmaram Oxaguiã, porém a 3ª durante o jogo me disse afirmando com seriedade que Oxalá estava se irritando com minha demora para me apresentar à ele, e que era para eu providenciar minha iniciação o mais breve possível pois as cobranças de Oxalá são muito sérias. Gostaria de uma ajuda quanto aos meus primeiros passos a serem tomados dentro de uma nação de Angola. pois é a que tenho afinidade e atração involuntária.
    Obrigado desde então.


  5. Vanildo o lugar para se saber de um òrìsá é dentro de uma casa de àse.
    Vc tem um post na barra lateral direita sobre Òsóòsi e outtro com Qualidades de Orixa, leia e pesquise, ok.

    Ireo.


  6. axé! caros amigos, gostaria de saber sobre oxossí mutalambo, que tipo de fundamento ele tem com exú, fui informado que esta qualidade de oxossí é a mais irmão de xoroquê, no caso de se fazer santo em keto, qual seria a qualidade?
    grato pela atenção e saravá a todos


  7. jeancbarbosa.
    Meu amigo o certo é vc fazer seu santo, quando isso ocorre, com certeza sua Mãe/Pai vai assentar o escravo de seu santo.
    Antes disso não aprovo.


  8. Lewoy.
    No Angola somos Kambondo e não cambono que é de umbanda.
    Tbm não temos Oxaguiãn no Angola, isso seria um Orixá cultuado em casas ketu.


  9. Junior,
    é muito dificil falar sobre isso, cada pessoa reage de uma forma dependendo da cobrança de seu santo.
    Vc vai saber a casa que seu santo escolheu, pois vc se sentirá diferente, e com plena convicção do que vai fazer.
    Boa sorte!


  10. Fábio.
    Não temos “Oxossi” Mutalambo no Angola nem tampouco “Xorokê”, infelizmente não posso te ajudar.
    Pergunte ao irmão Da Ilha que é Ketu.


  11. Fábio,

    Temos o Orixá Oxóssi no ketu, Mutalambo é Inkísse da Nação Angola e Xorokê é um Vodun das casas Jeje. Sua casa ou você estão misturando as entidades.

    Axé


  12. sim euandilu, pois então qual seria sincretizando a dividade de ketu Oxaguiãn na angola, pode me dizer ?


  13. Lewoy,

    Oxalá é orixá de Ketu, Na angola o Inkíse semelhante é Lembá ou Lembá Dilê/Lembadilê.

    Axé!


  14. Fábio,

    Você deve ter se confundido com os nomes, Não seria Oxossí Ibualamo?
    Por Que Mutalambo é Inkíse de Angola.

    Axé!


  15. Lewoy,
    Não existe sincretismo entre Orixas e Santos do Angola, o que pode existir são semelhanças, mas isso não quer dizer igualdade.
    Energias, Deuses ou Santos, são cultuadas diferentes, dependendo da cultura de cada povo e de cada tribo.
    Para vc ter uma idéia, Kaiala para nós Kongoleses é da parte da água doce e para os Angolanos e da água salgada. Isso dentro de uma mesma tradição religiosa que é a cultura Bantu, imagina com os Yorubanos e Fon…
    Oxaguiãn seria uma energia semelhante a Lembá dia Nganga para nós.
    Abçs.


  16. eu gostaria de saber se é normal as vezes o orixa nao responder ,sendo que vc ja recebe porque isso acontece?


  17. É normal sim Glaucia.
    Orixá, Nkisi ou Voduns, são energias e para elas se manifestarem em alguém, esta energia tem que vibrar, de acordo com o momento, cantiga, toque ou estado emocional e de espírito, ok.
    Não se preocupe com isso.
    Abçs


  18. em Março 26, 2012 às 8:48 pm vania fernandes da silva

    boa tarde a uns dias atras tive um aborrecimento com o zelador do meu orixá,desde a quarta feira de cinzas que não apreço no barracão,eu curiosa e questionadora que sou e curiosa tbm,acabei indo em um outro local pra jogar e a pessoa acabou me dizendo que meu orixá foi feito errado,e acreditei nesse senhor que abriu buzios pra mim ,qual seria a melhor forma de resolver está questão,sendo que tudo indica que fui raspada errada.


  19. Vania quem será que está correto?
    Seu coração já está magoado, influências externas nestas horas só servem para atrapalhar.
    Será que vc mentiu na hora que seu òrìsá ‘nasceu’?
    O que será que tomou posse de vc, um egun?
    A melhor coisa a se fazer nestas horas é ter calma, se o seu Ori rejeitar o que foi feito, ai minha menina a vaca vai pro brejo.
    Suuru (paciência).
    Exercite sua paciencia, tenha calma, reflita e tome uma decisão embasada em várias opiniões, não acredite no primeiro que aparecer.

    Ire o.


  20. em Março 26, 2012 às 10:05 pm vania fernandes da silva

    resposta para o senhor da ilha
    porque meu orixa não aparece em sonho pra confirmar tudo que vem acontecendo,na minha saida acredito que ele pegava minha cabeça e largava


  21. em Março 26, 2012 às 10:07 pm vania fernandes da silva

    outra pergunta pra ser yawo tem que ser rodante,lá no meu barracão tem uma irmã de ogunja que não vira isso é certo ou errado,senão passa não é rodante não estou certa


  22. Vania, o que vc está querendo é uma imposição ao òrìsá. Quanto mais vc se afastar da ponderação pior ficará a situação.
    Não se manipula uma faca com raiva. (ditado ioruba).
    Vc está se pressionando, deixe as coisas esfriarem.
    Tome banho frio, converse com a mãe das águas, aquela que nos limpa de dentro para fora. Osun é calma e paz nestas horas.
    Coloque sua cabeça no chão e peça sabedoria, compreensão e sensibilidade para entender o que está acontecendo com vc.
    Suuru, minha filha. (tenha paciencia).

    Ire o.


  23. Vania vc está completamente errada.
    Esqueça rodante e não rodante, pense em òrìsá, pense em energia, pense em forças da natureza.
    A vida do vizinho não nos interessa.
    Creio que vc deva limpar os vidros da sua janela, não é sua que está suja e a sua vidraça, entendeu?
    Ifá nos diz que todos viemos a este mundo para ter-mos uma vida prospera e tranquila, este trabalho começa com nosso Ori.
    Se vc não cuida de seu Ori, não haverá orisá que irá cuidar.
    Seu ori está impregnado de energias que estão tirando seu equilibrio. Nosso culto não este que vc imagian e vive.
    Nosso culto etá direcionado ai crescimento espiritual, a sabedoria, ao respeito ao ancião que é o dono do awo (segredo).
    Ao ìwá Pèlé (bom carater) leia materia clicando em minha foto.
    Òrìsá não é a base de nosso culto, a base de nosso culto chama-se Ori, sem consentimento dele, nem òrìsá vc inicia.
    Exercite sua paciencia, tire 1 hora por dia para meditação e reflexão.

    Ire o.


  24. Vãnia eu não acredito em santo feito errado.
    Na hora da feitura e consagração, o santo vem receber a obrigação, me diga como um Omolú, pode aceitar a obrigação dedicada a Xango?
    Não existe isso, ninguém é feito errado, mesmo que o Pai/Mãe de Santo não tenha conhecimento, sua cabeça é quem manda.
    Como bem falou o mano da Ilha, tenha calma, pense com cuidado a respeito de suas decisões, isso pode e muito te prejudicar.


  25. Makuiu,Kolofé e Motumba a todos os jipanji (irmãos),basiando nas respostas dos senhores a respeito das indagações da senhora vania eu gostaria de saber a opinião dos senhores(as) sobre o seguinte:ja ouvi falar de algumas pessoas que foram iniciadas para uma serta divindade e ao passar do tempo era colocado certamente em uma troca de casa uma outra divindade na cabeça deste(a)médium como é visto isso? Sabendo que cada Nkisi,Vodum e Orixá são independentes para cada nação,como os senhores vêem a mistura de divindades de nações diferentes?Ex:Ogum Xeroquê ja foi muito comentado neste blog que se trata da junção de um Orixa e um Vodum âmbas de nações diferentes e se são duas divindades distintas quem é que pega a cabeça deste(a)médium que roda nesta junção de duas divindades?será que quem o faz executa fundamentos de âmbas as nações? Iami tusakidila(meus agradecimentos)


  26. Tatá, vi esse video em outro comentário do blog, como eles se dizem Angola inclusive tumba Jussara, trouxe só a título de conhecimento.

    youtube.com/watch?v=VUSp-n6N07A


  27. Boa noite! Existe um livro com as lendas dos Inkíse , bem primario para eu ler?

    axé


  28. Boa noite,
    – Primeiramente qual a importancia e relevancia dada a interpretações de sonhos no candomble.
    – Se for possível, qual seria a interpretação de um sonho onde uma amiga de uma pessoa já falecida sonhar que esta em uma “especie” de sala onde existe a presença de varias pessoas cujo não são identificadas e o próprio falecido que seria o unico a ser reconhecido. Então ele vomita sangue… na falta de “lembrança” talvez antes do vomito ouve uma tentativa de se comunicar.
    Agradeceria muito se pudessem me ajudar a entender este sonho.

    Muito Axé e Luz à todos


  29. Axe luz, este sonho remete a ancestralidade ou a Egun (como são tratados os desencarnados), crio que vc deveria procurar um jogo.
    Este sonho não é normal e pode ser que haja uma reivindicação / aviso por parte do egun.
    A relevancia dos sonhos no Candomblé é que existe um òrìsá encarregado de decifrar os sonhos.
    Tem nome e liturgia própria.

    Ire o.


  30. Will, não consegui visualizar o vídeo, mas não se espante, pq o que tem de gente porai se dizendo ser o que não é, não está no gibi.


  31. Luis, eu não conheço nenhum livro sobre lendas de Nkisi pq não existem lendas sobre Nkisi.


  32. oi meu nome é juliana e gostaria de saber sobre o banho de abó para q serve e como deve ser feito fico grata desde ja


  33. juliana,

    O banho de abô é feito com ervas frescas e tem que ser prescrito por um zelador através do jogo de búzios. O banho tem inúmeras finalidades e saber escolher e ter entendimentos das ervas corretas para a masseração. A purificação é importantíssima, numa casa de candomblé todos tomam banho de ervas.

    Axé.


  34. Prezado Euandilu,

    Por várias vezes, nesse post, você destacou a diferença entre as nações e que cada Orixá, Nkisi ou Vodum deve ser estudado, cultuado e entendido como um ser à parte, ou seja, não há sincretismo e sim semelhanças.

    Em sua resposta ao Luis, você disse que não existem lendas sobre Nkisi´s. Agora você confundiu minha cabeça (hehehe). Se não existem lendas dos Nkisis, como compará-los e assemelhá-los a Orixás e Voduns?

    E também tenho a mesma dúvida do Luis: onde tomar referências sobre os Nkisis?


  35. Makuiu Tata Euandilu e a todos os jipanji, Tata sera que o senhor por favor poderia me explicar se for possivel o significado destes pedidos de benção? Pedido: Anunsí ou Enunsí resp: sendalá kunsamburiká e a outra é: kozandio ou kuzandio resp:Nzambi Utala.Desculpe se não escrevi serto mais fique a vontade para me corrigir,a única coisa que sei é que o primeiro é para os filhos do angana Nzazi e o segundo é para os filhos que são de jinkisi muhatu.


  36. Marcelo, diferentemente do Ketu, não temos lendas para explicar a existência de algum Nkisi.
    Nkisi nasceu Nkisi desde o começo do mundo.
    Vc pode ler várias histórias sobre Jesus Cristo, mas não lerá nenhuma a respeito de Deus, que é um ser supremo, só se sabe que ele criou o mundo, mas ninguém sabe como na verdade ele é, se tem a figura humana, é homem ou mulher e etc…
    O Povo Bantu acreditava nas forças da natureza e a agradavam para que suas colheitas, caça, pesca e etc, tivessem bom êxito.
    Agradavam a Nzazi para que um raio não matasse ou caisse em sua propriedade, a Mutakalombo para que tivesse uma boa caça, a Bambulusema para que as chuvas fossem brandas e assim por diante.
    Não temos heróis, reis ou rainhas em nosso panteão de Nkisi.
    Espero que tenha compreendido.


  37. Jeremias, as bençãos diferem nas casas de tradição Angolana.
    Ionosi, é uma abença do povo Kongo, ou seja do Bate Folha e seus descendentes.
    Kozandiô não é um pedido de abenção somente de Nkisi fêmea.
    Não sei o que é “angana Nzazi” como vc escreveu.
    Abçs


  38. euandilu o senhor que é de angola poderia me explicar um questionamento?

    Na nação angola, cada Nkisi tem seu escravo?


  39. Makuiu Tata Euandilu,neste cáso na íntegra a palavra kozandiô significa a (Bença)mesmo? E quando eu escrevi a frase (angana Nzaze)eu so estava prestando os meus respeitos a essa maravilhosa Divindade querendo diser (angana ou ngana)=Senhor (Nzaze)=Raio. Sakidila kiami.


  40. Makuiu tata Euandilu, então na íntegra a palavra kozandiô significa a bença? (angana ou ngana) entre outros também significa Senhor,ou seja eu quis me referir ao Nkisi Nzaze com o respeito que eu particulamente o dêvo. Jami sakidila.


  41. Ola gostaria de saber se os marinheiros/marujos vem no candomblé?
    nunca vi nem uma gira de marinheiro no candomblé,
    e me diseram que marinheiro nao vem no candomblé!

    ????????????


  42. juninho,

    Também nunca vi ou soube dessas entidades no candomblé de Orixá.

    Axé.


  43. Juninho,

    Isso é culto de Umbanda. E daquelas Umbandas de Raiz antiga.

    Axé!


  44. Motumbá, Bom dia á todos…
    Me chamo Junior e recentemente fui raspado, antes da feitura sentia alguns mal estares, formigamento nas mãos , tonturas, etc…
    Raspei e durante o preceito não senti nenhum desses sintomas, no dia posterior a queda do kelê e fim do preceito tudo isso voltou.
    Sempre vou ao médico e nada descobrem, e sempre pedia ao meu pai que jogasse pra saber se havia algo errado, ele sempre disse que estava tudo ok, nem saúde e nem problemas com santo. Resolvi consultar outro babá, e ele me disse que faltaram algumas coisas em minha feitura e que assentaram meu juntó erroneamente, me foi sugerido fazer um ebó branco (que já fiz inclusive) e alguns meses depois um novo bori, o que realmente posso fazer nesse caso, será que tenho que consultar um terceiro Babalorixá?
    Me ajudem não sei mais o que fazer…


  45. Junior Lopes,

    Coisas que faltam, ajuntó, etc, não são sintomas de que sua feitura esteja errada ou faltando algo e não explicam o que voce sente. Meu conselho é que troque de médico de não de zelador!

    Axé.


  46. AMIGO EUANDILU
    MINHA ESTREMA CURIOSIDADE EM RELAÇAO
    AOS CAMINHOS QUE ME EXPLIQUEM
    QUEM É BAGAM COMO É TRATADA NA ANGOLA

    ME AJUDE POR FAVOR….
    MIKUIU ZANZELU.


  47. Motumba Euandilu!

    Existe o conceito de “Jinkisi da Criação”? Algo similar ao conceito de Funfun dos Nagôs?


  48. Nós temos um Deus da Criação que é Nzambi Apungudezu.


  49. Zanzelu, eu não vejo nenhum Nkisi com alguma semelhança com o Orixá Bagan.
    E em casas tradicionais Angolanos, vc não verá esse tipo de interpretação de Orixá para Nkisi.
    Isso é muito complicado.
    Abçs


  50. muito obrigado euandilu.


  51. Muito Obrigado Euandilu!

    Mas, se me permite, gostaria de te pedir um pouco mais de informação sobre o conceito de Branco no culto Angolano!

    Um exemplo prático: Eu sou tataraneto de negros angolanos, mas tudo foi perdido com o passar das gerações. A família prosseguiu, miscigenou, e eis que eu acabei chegando ao culto afrobrasileiro, minha casa é Keto.

    Só que eu tenho uma entidade, um preto velho, que se identifica como Angolano. Essa entidade fala algumas coisas, na maior naturalidade, que exigem que eu estude um tanto para entender do que ele fala! Entenda, Ninguém da minha família é do Candomblé e eu mesmo tenho apenas alguns anos, acabo de fazer meu primeiro assentamento de santo!

    Muito jogo de búzios depois, foi me dito que eu tenho um Ori Meji, Oxalufã e Obaluaiê. Fiz feitura para esses dois santos. Tudo corre bem desde então e não tenho dúvida que meu ori foi feito direitinho, um grande trabalho da minha querida zeladora!

    Mas claro que fiquei com medo e pedi para meu povo me confirmar! Eis que numa gira, meu Preto Velho falou “Tá certo mesmo! Na minha terra, ele seria do ‘Cátu bêlã-gan-guê’ (fonéticamente), no keto é assim mesmo!”

    Sem saber absolutamente nada sobre o que ele falou, fui pesquisar e achei um Nkisi chamado Katubelanguanjê (a grafia mais próxima do termo que ele falou), que ora é citada como divindade do pantão da terra, ora do panteão do fogo, ora do panteão da criação; todas as fontes que achei falam que é uma divindade que veste branco e uma interessante afirmação: “Pessoa de Katubelanguanje (tipo Jagun) pode responder Obaluaiê ou Oxalá”, exatamente os meus Orixás!

    Ou seja, no culto angolano, como no nagô e no daomeano, o branco também é ligado a criação, a morte e a pureza? Um nkisi “que veste branco” tem ligação direta com Lemba? Existe o conceito de ‘carrego’? Ou seja, os jinkisi brancos teriam uns aos outros como “carrego”?

    Peço desculpas pelo texto longo e pela inevitável comparação Keto/Kongo-Angola, mas a ausência de lendas de jinkisi complica um pouco a interpretação de quem quer entender um pouco mais dessa maravilhosa nação!

    Motumbá! (isso também aprendi com meu preto velho! heheheh!)


  52. Bizziboy, parece que vc já me fez a pergunta com a resposta embaixo do braço para confrontar minhas idéias com as suas, sem problemas.

    Com certeza abosluta que com uma pesquisa acirrada vc encontrará muitos mais Jinkisi em terras Angolanas dos que foram “exportados” aqui para a gente, mas eu só (re)conheço o culto que veio para o Brasil, com seus santos preceitos e conceitos.

    Eu só posso falar sobre os Jinkisi que nós detenhamos o conhecimento, e o que vc postou eu não tenho o conhecimento.

    Adoro pesquisar, até pq amo história, mas pesquiso mais por curiosidade e não para preencher nenhuma lacuna que eu ache que esteja faltando.

    Peça abenção ao seu Preto Velho por mim, eles são muito sábios e nos ensinam bastante.

    Abçs


  53. motumbá, bom dia
    preciso de ajuda urgente sou filha de oxum com oxossi e iansa
    minha situação financeira é péssima
    o que posso fazer para ter um pouco de sorte, que seja bem simples.
    queria também algo bem simples ou uma reza
    para que minhas plantas cresçam rápido e viçosas
    ponho fertilizantes, solo é bom, ja troquei de marca de sementes
    mas não sei o que fazer
    semeio alface por exemplo nascem sem forças, quando vingam antes do transplante elas queimam as pontas, as couves ficaram todas amaraledas,
    tento fazer uma pequena horta para ter o que comer, uma variedade de alimentos à mesa.
    por favor é urgente
    Baba mi motumbá


  54. Bom dia meu nome é Vania sou iniciada a 4 anos em ketu, gostaria de saber apesar de ter ciência que orisás e nkisses não são iguais, mas existem semelhanças em ketu sou de Òsún ÒPará, Fui a um jogo de búzios numa casa de angola bate folha e fiquei com uma imensa dúvida, Em angola que qualidade de dandalunda eu seria então?, li bastante a respeito e encontrei uma qualidade dandará não como igual mas semelhante a Òpara, como seria isso? essa informação procede? muitas casas de angola não tem qualidade mas na que eu fui mesmo sendo bate folha tem, a casa é em xerém duque de caxias…


  55. vania,

    Oxun Opará é no ketu/nagô a “Senhora da Espada” guerreira indomável, não há Inkísse algum que posssamos compará-la. Na nação Angola e na nação Jeje não tem qualidades de suas divindades, somente o Ketu/nagô. Portanto, nunca encontrará nada que se assemelha com essa Iyabá,ela é Única e conhecida apena por Opará em África.

    Axé.


  56. em Maio 8, 2012 às 12:02 am Vanúzia dos Santos

    Olá, boa noite euandilu kolofé meus irmãos
    Gostaria de saber mas sobre katende e ossanhã,? ñ sei se a escrita está correta.Sei q katendê é um pequeno largato(sagrado) e ossanhã mago da floresta!
    agradeço a atenção e aguardo resposta.


  57. em Maio 8, 2012 às 6:57 pm juninho d'omulu

    Eu fui a uma gira de exu e a pombogira Maria Padilha me disse; que eu deveria fazer algo para minha coroa.
    o que seria q eu tenho que faze para minha coroa?


  58. juninho,

    Procure o seu zelador e informe com ele, naturalmente ela se refere a cuidar de sua cabeça, se iniciar.

    Axé.


  59. em Maio 11, 2012 às 12:04 am Vanúzia dos Santos

    kolofé meus irmãos
    Gostaria de saber mas sobre katende e ossanhã,? ñ sei se a escrita está correta.Sei q katendê é um pequeno largato(sagrado) e ossanhã mago da floresta!
    Axé


  60. Vanuza,

    Ossãe é o médico do candomblé, ele é o orixá das folhas sagradas. O Detentos do conhecimento da cura através das folhas.
    Ossãe é tão importante que está em todo ritual de acndomblé, Umbanda…
    Katendê é um Nkisi de Angola que equivale a Ossãe no Ketu/Nago.
    Neste blog tem boas informações, mas se quizer passar e conhecer mais… Vá até o Meu blog, seguindo O Link: Oriaxé.wordpress.com
    Lá tem outras informações, que podem ser uteis…

    Axé!


  61. em Maio 11, 2012 às 3:25 pm Vanúzia dos Santos

    Olá Jonathan,
    Grata pela informação viu..sou de uma casa, q é Ketu, mas lá meu pai tem um filho que é Katende mas nem por ele ser da angola meu pai deixou ele de lado,e nos dias q eu tava la, aconteceu uma festa no qual teve entidades como marinheiro,caboclos e etc.
    Ñ sei por q as pessoas as vezes coloca isso como uma coisa de outro mundo..se na ksa pode-se cultuar pessoas de outras de nações q assim o faço!mas se ñ tivesse fundamento p cultuar, q direcionasse p casa q o faça!
    essa é minha pura e humilde opnião


  62. Vanuza,

    Há uma particularidade no culto das divindades (Orixas), Katendê e Ossãe. Pra mim, se trata de uma mesma força com diferentes formas de manifestação, essa é minha opnião. Se esse Bàbá tem condiçoes de tratar CORRETAMENTE esse filho de Katendê, Eu LEIGAMENTE não vejo problemas!
    Pra mim seria como se um Padre Católico, não atendesse o pedido de ajuda de um evangélico… Afinal estamos todos juntos e misturados…
    Mas há quem nos chame de Doidos, por dizer isso! rsrsrs…
    O Respeito e a Preparação andam de mãos dadas. Viva o Espiritualismo!

    Axé!


  63. motumba,
    vi no site algumas rezas em que situações posso usar?
    tem alguma especifica para melhorar financeiramente?
    dofonitinha


  64. motombá
    o que posso fazer para ter sorte???
    sorte no jogo???
    a tia de uma amiga não sei o que ela tem,eu sei que muitas vezes ela só tinha um real, no bolso , toda a vez que queria pagar uma conta ia ao bingo e conseguia a o dinheiro para pagar a conta e compras da semana.
    com quem ela fez “acordo”??
    preciso sair desse buraco financeiro que me encontro e pior que toda gente se sente no direito de me humilhar porque eu não tenho um p…..o na carteira.
    uma luz?????????????????
    dofonitinha


  65. motombá
    sei que é tudo passageiro
    mas já estou nisso a seis anos…
    e tá cada vez pior, tenho dois filhos pequenos, 4 alugueis atrasados, preciso virar isso ao meu favor
    dinheiro não traz felicidade, mas ajuda comprar uma casa para mim e meus filhos, que são anjos que não devem e nem merecem sofrer
    dinheiro não traz saúde, mas compra os remédios, gasto 40 reais em medicação para mim
    desculpem meu desabafo
    o que eu posso fazer???
    para regularizar minhas contas

    Axé
    dofonitinha


  66. Dofonitinha,

    Se você fala das rezas dos orixás, elas são feitas para os momentos em que buscamos uma interação maior com o orixá, quando é pra agradecer ou pedir conselhos.

    Sorte é uma ilusão criada por alguns como meio de fugir dos fatos materiais da vida. Não é só com sorte que se arruma uma vida.

    As dificuldades sempre chegam, saber como lidar com elas é que faz a diferença. Agir sempre é a melhor saída.

    Candomblé não resolve a nossa vida em todos os setores, ele pode apontar um caminho ou outro, mas nunca a solução, pois somos donos de nossas escolhas. Não tenho muito a te aconselhar, minha irmã, a não ser que você veja com o seu zelador se o jogo dá algum caminho pra você agir e conseguir reverter esta situação e que você não esmoreça e fique apenas pedindo pras coisas se ajeitarem ou pra ter sorte, pois a gente consegue tudo com suor e luta. Você sabe disso.

    Axé e boa luta.


  67. fui em uma casa de candomblé e o zalador perguntou pra pomb-gira “que orixá lhe trousse ?” naum entendi o pq e o significado da pergunta


  68. sa,

    Pambagira e Orixá? também não entendi, pois uma coisa não tem nada a ver com a outra.

    Axé.


  69. boa noite eu gostaria de saber se a pessoa nao der buri e nem se raspou tem como oxossi orixá da pessoa ser pai e quando oxossi orixá vem pode anda com uma mao atras mas como eu tou falando a pessoa nem deu borí e nem se raspou alguem poderia responder essa pergunta eu agradeço agô pra vcs todos e axé


  70. Flávio se está acontecendo este tipo de ‘ato’ o zelador em quem deve dizer se está certo ou errado.
    Eu não julgo ninguém.

    Ire o.


  71. Boa Noite, Gostaria de saber onde eu acho as letras de xires cantigas no Keto. Pois na Net tá dificil, Gostaria muito de ter as letras junto com as musicas, meu muito obrigado e aguardando.

    Att: André


  72. Andréprocure o livro Cantando para os Orixas de Altair T”Ogun, algumas livrarias ainda tem este livro, (R$ 50,00), não é dificil de achar.
    Alguns sebos na net tbm vendem.

    Ire o


  73. em Maio 22, 2012 às 1:59 am anderson ti ogun

    gostaria de saber a tradução da dijina: murisilyalá é de um oga feito na nação angola e ele é de osala ele quer saber a tradução obrigado motumbá sou de keto…..


  74. meu pai está frequentando um centro, e não é a primeira vez que o faz. pude acompanha-lo algumas vezes quando pequeno, mas não entendo direito como funciona. me parece este novo centro o agradou. no entanto eu me sinto aflito com essa situação, uma vez que ele não gosta muito de falar no assunto. a questão é a seguinte: eu gostaria de saber se ele está no lugar certo, se está fazendo a coisa certa no lugar certo.


  75. alguem sabe se na terreiro do bate folha e no tumba junsara ambos em salvador há iniciação de homens.?


  76. Anderson a dijina que vc escreveu está muito confusa, Murisilyalá???
    Acho que foi escrita errada, infelizmente não posso ajudá-lo.


  77. João, pelo que sei, em qualquer tradição religiosa se iniciam homens.
    Abçs


  78. Frederico, vc tem que procurar saber, se a casa que seu pai está frequentando é uma casa de boa índole, de pessoas honestas e sábias.
    Mas com certeza quem decide a casa certa para uma pessoa frequentar é o santo dela.
    Abçs


  79. Frederico, quem poderá avalizar esta questão é o seu pai ou o oráculo.
    Se ele se sente bem, se ele está feliz, por que não se alegrar com ele.
    Qualquer religião tem que nos dar equilibrio, se este não existe, é por que vc está na religião errada.

    Ire o.


  80. boa noite eu gostaria de saber se a pessoa nao der buri e nem se raspou tem como oxossi orixá da pessoa ser pai e quando oxossi orixá vem pode anda com uma mao atras


  81. euandilu. há pouco tempo fiquei sabendo que em alguns terreiros tradicionais como a casa branca do engenho velho e o terreiro do bogum, não raspam homens. por isso a minha pergunta. valeu!!!


  82. Flávio vc já fez esta pergunta 10 vezes e já respondemos.
    Abian não tem incorporação completa.
    Deve estar havendo um choque entre o Orí e a energia do òrìsá.

    Ire o.


  83. Boa noite porfavor se voces souberem tire uma duvida minha porfavor : eu gostaria de saber se na nação angola a pessoa so raspa a cabeça apenas uma veis pois a maioria que eu preucurei so raspava a cabeça 1 veis na iniciação e depois acabava gostaria de saber se existe algum tipo de angola que raspa a pessoa mais de 1 veis se voces souberem me responda porfavor boa noite e muito obrigádo.


  84. em Maio 25, 2012 às 1:46 am anderson ti ogun

    oi euandilu o papel que ele me deu ele falou que foi escrito desse jeito a dijina: murisilyalá, eu falei que acho que esta misturada com ketu tipo murisi deve ser uma palavra angola e lyalá deve ser em keto eu não consigo traduzir ai falei vou enviar pro euandilu e o da ilha pra ver se conseguem dar alguma traduçao, mesmo tentando assim separando sera qual o significado que caiba pra tentarmos entender né, ele é de osalá ele está super aflito tentando saber algun significado obrigado e asé……estamos no aguardo….


  85. Anderson que está misturado,tá. Acho que houve derrapagem na história.
    Iyàla, seria a Mãe que cobre.
    O resto eu não sei.

    Ire o.


  86. Robson eu gostaria de entender sua pergunta…
    Raspar a cabeça mais de uma vez?
    Quando se é iniciado se raspa e em algumas tradições angolanas, quando se completa o ciclo de 7 anos, raspa-se novamente.
    Se é isso que vc queria saber, eu te respondi.


  87. sim era isso sim que eu queria saber muito obrigado por te tirado minha duvida.


  88. gostaria de saber mais sobre o orixa ode cassange…
    muito abrigado!


  89. breno,

    Odé é um Orixá ketu/nagô e kassange é um Inkísse da nação Angola. Cuidado com as misturas entre as nações que só descaracterizam.

    Axé.


  90. Makuiu jami jipanji!
    Eu gostaria de pedir a permissão de todos os irmãos moderadores deste blog para copiar e colar na minha pagina este texto que eu gosto muito do senhor Pierre Verger que ilustra a tela inicial deste blog.Desde ja eu os agradeço muito.
    Nzambi uá kuatesá.


  91. Kijobini,

    Mutunbá! Fique a vontade e de o crédito ao Pierre Verge.

    Olorun súre fún o.

    Àse.


  92. em Junho 1, 2012 às 12:49 pm Veronica Ciccone

    É errado virar no ajuntó? Por que isso tem sido tão comum nos dias de hoje com os new zeladores?
    Adupé:)


  93. Corrijindo o irmão Fernando D’Osogiyan, Kasanji não ´´e um Nkisi e sim uma tribo Bantu, originaria do norte de Angola.


  94. obrigado fernando , mais voce poderia me responder com qual orixa oxossi kassange tem fundamento? a qualidade do orixa ainda estar sendo cultuada aqui no brasil?


  95. Motumbá
    Falando de Ketu…
    Para uma pessoa vinda de Umbanda, ao se iniciar para Orixá no Candomblé, o seu Erê será o mesmo erê que recebia na Umbanda na linha de Ibeji ou este Erê chega junto com o Orixá, caminhando com o mesmo?
    Adupè o
    Asé


  96. Perfeito irmão!Os KASSANGES eram os principais representantes da nação Angola e falavam o Kiribum.

    àse.


  97. Fernando,

    kassange, como bem me corrigiu o Euandilu, não é um Inkísse.

    Os KASSANGES eram os principais representantes da nação Angola e falavam o Kiribum, tribo bantu do norte de Angola.

    Axé.


  98. Rafael,

    Não será porque na Umbanda não tem Erê, tem as crianças, espíritos de crianças desencarnadas. No candomblé ketu/nagô tem o Erê que é uma personificação infantil do Orixá interagindo com o ser humano. Não confundir crianças de umabanda que alguns chamam de ibejadas com Erê ligado ao Orixá e sua liturgia. Ibeji já é outra coisa, são Orixás Gemeos cultuados e importantíssimos dentro das casas de candomblé Ketu/Nagô.

    Axé.


  99. Verônica,

    É muito raro e quando isso acontece é bem esporádico e normalmente são com zeladores que tem grande carrego de Orixá.

    Axé.


  100. euandilu, pelo que soube vc é filho de mameto mabeji do bate folha rio, que até onde eu sei, descende do bate folha de salvador (ou tem alguma relação). então me diga uma coisa: nessa raiz tocam para caboclo ou só para inkisses? ainda é feito incisões nos corpos dos muzenzas?


  101. Sim Juli, sou filho de Mabeji e somos descendentes diretos do Bate Folha Salvador.
    Quanto a primeira pergunta: Como em qualquer nação, seja Angola, Ketu ou Gege, se faz incisões no corpo dos Muzenzas em sua iniciação e em determinadas obrigações.
    Quanto a segunda pergunta: Sim, nós louvamos Caboclo anualmente com uma festa.

    Abçs.


  102. obrigado pelos esclarecimentos euandilu, a minha duvida sobre as curas é pelo fato de que algumas casas atualmente só fazem a kura na cabeçae não nas demais partes do corpo, por isso eu fiquei curioso em saber ne na riaz bate foha ( casas trdicionais) se procede assim tambem. outra coisa euandilu: andei pesquisando e pelo que eu entendi, o terreiro do tombenci em salvador é angola, já a raiz bate folha é congo-angola (predominando o congo). qual a diferença entre as duas ?


  103. A grande diferença é que o Bate Folha foi fundado por Ampumandezu que foi iniciado por um Kongolês chamado Manoel Nkosi e o Tombeici foi fundado por uma Angolana de nome Maria Nenem.
    Esse é a principal difereça.


  104. então euanduilu , quer dizer que não existe diferença alguma quanto aos riuais em si?


  105. BOA TARDE EUANDILU SOU OGAN DO OGUM A MAIS OU MENOS 20 ANOS E ESTOU SEM CASA , SOU FEITO NA TUMBA JUSSARA MINHA MÃE DE SANTO E MEU AVÓ DE SANTO SÃO FALECIDOS, E ESTOU PROCURANDO UMA CASA SERIA PARA JOGAR E DAR MINHAS OBRIGAÇÕES QUE ESTÃO ATRASADAS SE VOCê PODERIA MIM INDICAR UM LOCAL SERIO. AXÉ


  106. MORO NO RIO DE JANEIRO


  107. Existem diferenças sim Juli, em rituais, obrigações, Jinkisi e tudo o mais.
    São tradições religiosas difereciadas pela sua fundação.
    Abçs


  108. euandilu, para se iniciar na nação angola, é obrigátorio bolar ou a mameto/tateto, pode verificar essa necessidade apenas através do jogo?
    ps: se for possível também gostaria que vc falasse algumas dessas diferenças rituais entre congo e angola. grata!!!!


  109. euandilu espero resposta boa noite


  110. Juli desculpa a demora para resposta, mas estava sem PC.

    A Mam’etu ou Tat’etu com certeza podem ver no jogo a necessidade de uma iniciação, mas sem dúvida nenhuma, para se raspar o santo é obrigatório bolar.
    Somente deste jeito é que um santo indica sua hora de iniciação, isso se chama tradição religiosa.


  111. Mauricio, como vc foi feito no Tumba Jusara, sujiro que vc procure um barracão desta nação.
    Posso te indicar a casa do Sajemi em Campo Grande, Tauamê em Bangú, Walter Nkosi que fica no Méier, Dandure na Pavuna.
    Essas casas são Tumba Junsara e muito sérias.
    Me ligue 7855-8820.
    Abçs


  112. amigo boa noite, eu fui feito na casa de meu avo de santo que já ,não esta ente nós ,juntamente como a minha mãe de santo que era filha dele ,e eu na epoca era casado com outra filha de santo dele , o nome dele era Amorodè e tinha uma casa em belforoxo, a minha mãe morreu antes de fundar acasa dela fui suspenso pelo ogum , entao sou ogan do ogum, estou a anos procurando uma casa para dar obrigações atrazadas , conto com tua ajuda , estou tentando entrar em contattom tentando


  113. EUANDILU BOA NOITE FUI SUSPENSO OGAN DO OGUM NA CASA DO MEU AVô DE SANTO CUJA ADIGINA ERA amorodé que já cofo, inclusive minha mãe de santo que tb já se foi, isso somando da mais o menos 23 anos de santo. Por isso estou com algumas obrigaçÔes devidas se o Senhor poder mim ajudar indicando sou tumba jussara minha digina é toboajÔ. ESTOU TENTANDO ENTRAR EM CONTATO COM VC MAIS NÃO CONSIGO SE VC ESTIVER OUTRO NUMERO DE TELEFONE ESSE NUMERO NÃO CONSIGO.


  114. olá. na nação angola quando da bori abre kuras?


  115. olá,gostaria de saber se um filho de oxalaguiã pode incorporar exu?


  116. adriana,

    Não pode, as energias são incompatíveis.

    Sei que existem vários filhos de Oxalá recebendo Exú (catiço)bebendo cachaça e comendo dendê que ewó de pessoas de Oxalá, daí a grande incompatiblidade de energias, certamente perderá a energia de Oxalá.

    Axé.


  117. Motumbá , asé ‘
    eu sonhei que estavam raspando a minha cabeça .
    o que isso significa ?
    Obrigado


  118. inaye,

    provavelmente você deve estar passando por questionamentos internos ou querendo passar a limpo a sua vida.

    Axé


  119. BOA NOITE
    Estou aqui e u meu nome e de amigos de diversas nações escuto alguns cometários do que ocorre em suas casas e fico em dúvida eles me perguntam e não propriedade ainda e nem conhecimento suficiente para respondê-los. Gostaria se fosse possível voces me esclaressem:

    Trabalho com um exú não sou feito, o exú da zeladora numa sessão me disse que não tenho tal exú. Eu não ligo e nem me importo que exú seja o meu o nome pois respeito e admiro todos, mas quando isso foi me dito eu senti algo horrível e um ódio uma ira e sou uma pessoa pacífica, gostaria de saber se isso é possível?
    para saber se um iniciante é rodante ou será um yao nao sei se é assim que se diz é apenas no búzio? porque em algumas casas as pessoas rodam os iniciantes nas sessões? é correto?
    o que vocês acham da grande mistura que ocorre: inkisis, orixas, exús, eres, caboclos, terreiros que fazem de tudo, pode-se em um mesmo templo ter sessões de várias várias nações em momentos separados? Vejo muito isso na umbanda com ocandomblé.
    grato perdao por tantas perguntas


  120. Almeida, dentro do estudo de Orí, vamos nos surpreender com estes sentimentos que existem dentro de nós e não temos o menor conhecimento de sua existencia.
    A questão é, vide post sobre Ajogun ver clicando em minha foto, o que será que existe dentro de mim, o que sou capaz de fazer?
    Estes sentimentos menores, não devem ser alimentados, pois eles retiram força do alimento que você lhe forneçe, entendeu?
    Os casos referentes a Elegun (rodante) e Oyè (Ogans e Ekedji), são esclarecidos pelo oráculo, não há outra forma de se saber com certeza, salvo casos de possessão por òrìsá.
    Cada casa tem uma forma de manipular certas energias, creio que incentivar uma posse deve ser muito bem encaminhada, restrita e com o acompanhamento do sacerdote, fora desta rota, creio ser temerário, pois Orí é manipulavel por Orí Ode e vaidade é um sentimento incrustado em todo ser humano e este momento não deveria ter platéia.
    Quantos as misturas e misturebas, creio que é o nascimento de uma forma sinuosa de se conduzir um culto.
    Ser um Olorisá de Ketu já é uma tarefa hercúlea, imagine, ser um sacerdote de Ketu, Djedje e Umbanda.
    Ou vai faltar tempo, ou vai faltar conhecimento ou vai “fartar” tudo.
    Olho vivo com este tipo de pessoa, estes desvios fazem nascer as anomalias sacerdotais que temos vistos na midia nos últimos tempos.

    Ire o.


  121. Olá, gostaria de saber algumas informaçoes sobre “Ngunzu” e “Wawa”

    Agradeço !


  122. HENRIQUE

    Ngunzu e Mutakalombo, falaremos sobre essas duas Divindades e não de outras Divindades semelhantes, pois as Divindades do panteão Bantu, diferem-se dos Orisá (Orixás) Nagô/Yorubá. Nossos Minkisi e Jinkisi não possuem raças nem qualidades, são únicos e independentes….. Como já foi dito na primeira postagem sobre Pambu Njila, lá em África Bantu, nossas Divindades eram cultuadas e louvadas por regiões, cada tribo cultuava uma única Divindade….. aqui no Brasil, por necessidade, nossas Divindades passaram a ser cultuadas em uma unica casa (INZO) e assim grupos familiares de Divindades parecidas, acabaram surgindo, pois foi necessário o culto das mesmas em uma mesma casa, em um mesmo espaço físico.
    Nesse grupo de Divindades semelhantes, existem Divindades que caçam em terra, que caçam em água, que pescam, que pastoreiam animais, que estão ligadas a agricultura, no plantio e também na colheita, assim sendo, são atribuidos a esses Deuses, o poder sobre ter ou não, os alimentos necessarios para o abastecimento das tribos…… são louvados e evocados para que a tribo sejá abençoada, com a fartura dos alimentos e também com a carne da caça!

    Cada uma dessas Divindades são únicas……Se diferem também em suas origens, pois temos Divindades oriundas do Kongo e outras Divindades oriundas de Angola.
    No caso da Hamba (Divindade) Ngunzu das tradições Bantu, essa Divindade é comparada erroneamente em alguns aspectos ao Orisá Oxossi dos Nagô Yorubá -Ketu.

    Por ser uma Divindade caçadora (Mukongo), abastece com fartura de carnes o povo de sua tribo…. “o mukongo (caçador) que se alimenta da própria Mutakalomba Xitu (carne de caça)”.
    Os nativos Bantu que tinham Ngunzu como seu Deus, antes de saírem para tentarem a sorte nas florestas em busca da caça, faziam louvações e ofertas a essa Divindade para que suas empreeitadas nas florestas fossem coroadas de êxito, e assim sendo poderiam abestecer toda tribo em abundância.

    Mahamba (Divindades) que habitam as florestas (Nfinda) e montanhas (Mulundu)….
    Divindades conhecidas entre os nativos Bantu, como os SENHORES DA ESCURIDÃO, pois seus reinos ficam no interior das densas florestas, onde, devido a intensa vegetação e árvores gigantescas, os raios do sol não penetram.

    Divindade hábil/astuto (Uarimuka). Quando toma seu filho em possessão, sua mukini (dança – bailado) se dá a impressão que está em plena caça.
    Ngunzu e Mutakalombo, estão ligados a força dos caçadores e caça, para a subsistência através da alimentação dos povos Bantu, através da carne.

    Divindade que atua na base da espinha, é nela que se situa a parte do equilíbrio.


  123. Makuiu jami jipanji!
    Menekenu makamba kiami(saudações meus amigos),Parabéns pelos maravilhosos Exclarecimentos e gostaria de aproveitar para perguntar se neste texto anterior também poderia encaixar o Hamba Mutalambô e quais são as Diferenças ou Semelhanças destes Minkisi?
    Nzambi uá kuatesá.


  124. As diferenças ou Semelhanças que eu quis dizer se houverem é entre os Mahamba Mutakalambô e Mutalambô.
    Sakidila.


  125. makuiu tat’etu euandilu!

    quais as diferenças entre as nações angola e omolokô?


  126. Motumbá, asé a todos.
    Não consigo encontrar nada sobre o exu quebra osso, poderiam me ajudar?? dando informações, historia, etc,.?
    Obrigada


  127. Zelia,

    Tente pesquisar em sites direcionados à Umbanda.

    Axé.


  128. Dayane
    Motumbá
    Já tentei, em tudo e não encontrei nada, podes me ajudar?
    Obrigada


  129. Bom dia,
    Me interesso muito por orixás e tudo mais, porém, infelizmente, sou leiga no assunto. Sonhei hoje que minha mãe falava que sou filha de Jansã, pesquisei e notei que o mais perto disso é Yansã, e no mesmo momento que a minha mãe me dava a notícia a ”recebia” em meu corpo.
    Gostaria muito de saber o que esse sonho pode ter de sentido com a realidade.

    Muito obrigada,
    Karina


  130. em Agosto 13, 2012 às 1:02 am adriana santos silva

    olá,gostaria de saber se tem possibilidade de uma pessoa ser filho de omulu com oxum.obrigado desde já.


  131. Adriana,

    Meu zelador era de Omolú com Oxun.

    Axé.


  132. bom dia srº euandilu, venho pesquisando sobre terreiros de candomblé em salvador, e dentre as muitas curiosidades que descobri uma me chamou a atenção. em salvador,tanto o terreiro da casa branca (nação ketu) quanto o terreiro do bogum, não oniciam homens (apenas como ogãs). o senhor sabe me informar se no lendário terreiro do bate folha tambem se procede dessa maneira? ou lá se inicia homens como rodantes também?


  133. Bom dia Mário,
    Com certeza se iniciam homens no Bate Folha, inclusive meu avô Lesenge que foi o primeiro a ser iniciado na casa era homem.

    Abçs


  134. em Agosto 14, 2012 às 1:51 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia, senhor Euandilu!

    Como é a escatologia do crentes nos inkisses? Como é a estrutura espiritual? Isto é, tem o ori, emi e o ara? Para onde vão após a morte? A vida é cíclica, como o povo yorubá?
    Um abraço


  135. Nós Bantus temos uma estrutura espiritual fantástica, e até que bem parecida dos Nagôs, a diferença é que oferecemos agrados aos espíritos para boas plantações, colheitas, caça, chuvas, bonanças, tranquilidade, paz e etc.
    Nossos “santos” são protetores de nossas vidas e desejos e não seres mágicos que nos fazem ricos ou imortais.
    Temos Ori lógico, o nome é “mutuê”.
    Nosso corpo é nosso templo, e nele que vive nosso Nkisi, ou seja, somos o próprio Nkisi, somos um elemento dele.
    A vida para nós não é cíclica, quando morremos perdemos a essência orgânica e passamos a ser energia pura.
    Não, nós não acreditamos no fim do mundo.
    Abçs


  136. em Agosto 15, 2012 às 4:40 pm Roberto Naliwaiko Filho

    Mokuiu Tata Euandilu, você tem MSN? ou e-mail para podermos conversar com mais frequencia? sou de curitiba, e no momento atual é quase impossivel achar um casa de ANGOLA mesmo aqui! existe muita mistura por aqui mas em fim, se tiver poderia me passar? meu e-mail é Naliwaiko@hotmail.com se possivel, entre em contato enviando uma resposta!

    gostaria muito de aprender mais sobre nossa nação com o senhor!

    Nzambi ua Kuatesa

    Mokuiu mais uma vez Tata


  137. em Agosto 17, 2012 às 2:46 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia, sr. Euandilu!

    Obrigado pela resposta, não vou parar de perguntar, pois quase nada se sabe sobre essa vertente, pois quando se refere às religiões afro-brasileiras, nas mentes das pessoas ficam estampadas as figuras de Yemanjá, orixás em geral… Como se não tivessem o culto aos voduns e nkisi, é por isso que faço uma outra pergunta.

    Na compreensão yorubá existe o orun, composto de nove compartimentos, com nomes e funçoes específicos.
    O sr. disse que ao morrer, os fieis dos nkisi acreditam que se transformam em energia pura, mas há algum espaço transcendental nominado em língua banto? E os espíritos obsessores, como são chamados? E ficam… vagando? Há algum ebó corretivo para esses obsessores? O termo certamente, não é ebó?!

    Desculpe-me se lhe bombardeei com inúmeras perguntas, mas além da carência de conhecimento, não podemos deixar passar uma oportunidade dessas, já que o sr. se dispõe à contribuir, sem falar de sua competência e simpatia.

    Um forte abraço.


  138. qual nikisse tem caracteristicas semelhantes ao orixá oxaguiã?


  139. Seu mukuiú, Euandilu. Faz uns anos atrás escutei na casa da mametu Kizaze em Guaíba una cantiga que achei belíssima e dizia algo assim como “Mametu Kaiangó”. O senhor poderia transcrever esta linda cantiga para darmos uma idéia do conteúdo dela? Muito obrigado, desde Uruguai.


  140. Osefunmi boa tarde, Makoiu Nzambi, Makoiu.
    Existem diversas cantigas de Kaiango com Mam’etu, assim fica difícil colocar aqui qual delas o seu amigo cantou.
    Seja mais específico por favor.
    abçs


  141. Mário, não existe Nkisi com semelhanças ao Orixá Oxaguiãn.
    O panteão Bantu de Jinkisi independe de semelhanças com os Orixás Nagôs.


  142. ok euandilu. tenho mais uma duvida: na nação angola/congo existe o costume de se abrir kuras quando se da um bori?


  143. Mário, não existe a tão falada Angola / Kongo.
    Existe o Kongo / Angola que é a casa do Bate Folha e seus descendentes e o Angola que são as demais casas, como Tombeisi, Tumba Junsara, Goméia, Calabetão, Berú e Viva Deus.

    As Kuras são abertas quando a pessoa dá sua obrgação,ok.
    Abçs


  144. Olá gostaria de saber se realmente existe ao fazer um calculo sobre nosso nome completo se temos equilibrio e como é feito esse tipo de trabalho? E possível que uma pessoa tenha mais um lado negativo que o outro? Pq. acontece isso? Obrigado pela atenção em ler se possível gostaria que me responde-se.


  145. Catia,

    Pelo seu comentário, você fala mais de numerologia e Candomblé não faz uso desta prática.

    Axé.


  146. Qual a diferença entre candomblé e espiritismo?


  147. Keila,

    Fazendo uma boa pesquisa dá para distinguir fácil os dois segmentos. Candomblé cultua orixá como energias divinas que tem elementos da natureza sob liturgia afro-brasileira. Espiritismo é uma doutrina desenvolvida por Alan Kardec e trata sobre evolução espiritual de espíritos de pessoas que já morreram.

    Mais detalhes o google te dá.

    Axé.


  148. euandilu, quando vc fala de obrigação vc esta se referindo a que mais especificamente? apenas a feitura?


  149. Na minha tradição religiosa, só se abre as “Kuras” na iniciação/feitura e nas demais onde se contam o tempo de iniciado.


  150. Olá, desculpa a postagem mais sei que poucos tem conhecimentos sobre que são nossos Inkisses, e o que nos propoe, não sou iniciado apenas frequento e pretendo fazer parte dessa linda religiao, convivo com pessoas preconceituosas , ou que acha que o nosso camdomblé é pra fazer o mal, outra pessoas ( futeis ) vão ate o centro para pedir homens e coisas negativas para outras pessoas, pelo amor de Nzambi camdomblé nao é isso, vcs leitores que admirão a religiao nao coloque isso na cabeça vcs nao, pq camdomblé é vida , é alegria é amor , respeito. É vc se doar ao proximo sem pedi nada em troca, nosso dom é de ajudar e nao de fazer o mal, agora ficam pessoas de baixo calão querendo denegri a imagem da religão afro, essa pessoas elas nao tem o minimo de conhecimento e muito menos o que significa ” poder da natureza ” ou ” energia da natureza ” , ainda mais alem, achão que os exus são escravos e obrigao a trabalhar pro mal , gente exu não é isso, eles são entidades que vem pregar o bem e o amor, mais se tornam mal por causa de nós seres humanos que nn sabemos o que pedimos. Alô vamos acorda, praticar e cutua nosso camdomblé de maneira certa, sei que poucos vão da ligança para o que escrevir aqui, mais serão esses poucos que farão a diferença.

    Muito obrigado, e agradeços a todos do blog a nos deixar expressar nosso ponto de vista.

    Axé a todos


  151. em Setembro 23, 2012 às 12:39 am Marcelo Nefilin

    Não entendo muito e procuro respostas sinceras, fui suspenso a ogan por dois orixás juntamente Oxossi e Iansã, sei que um cargo de responsabilidade, na verdade queria a manutenção dos meus caminhos pois minha vida está de pernas por ar nada da certo dinheiro entra numa mão e sai por outra, não sou feio nem má pessoa e estou sozinho além de ter pertido uma pessoa que amava muito e um erê disse que ela não me ama mais, queria saber por que fui suspenso e qual o objetivo disso tudo. Não entendo por que tudo isso de ruim e até hoje minha vida não melhorou já que todas entidades mostram um enorme carinho por mim, e eu estou sem entender nada….


  152. em Setembro 27, 2012 às 4:51 am rangelmouro@yahoo.com.br

    FUI RASPADO NO SANTO.GOSTARIA DE SABER SE TEM COMO EU AFASTAR O SANTO DA MINHA CABEÇA E COMO E FEITO ME EXPLICA POR FAVOR


  153. rangelmouro,

    Iniciação é um elo que só é desfeito aqui no aiyê(Terra) com a morte. Por isso, deve ser pensada e feita de forma consciente.

    Caso queira se afastar da religião, se afaste. Não tem problema. Mas a iniciação sempre existirá. Orixá é pra sempre.

    Axé.


  154. Gotaria de dizer que tem muitas pessoa do candomble que se aproveita da religiao para estorquir, pedir dinheiro . eu fui vitima disso na minha propria familia. uma tia dizia que tinha varios santo que incorporava pra ameaça a familia e fazia trabalho com coraçao, alfinete, mega de exu e muito mais. sofri demais com ela durante sete anos nao podia fazer nada, nao podia sair de casa que dizia que tinha um espirito mim perseguindo e a familia toda acreditava. sera que ela nunca vai ter ponicao por abusado e utilizado de entidade e utilizar de benefio pra ela. continua enganando muita gente.


  155. uma tia fez varios trabalho como: o do coração de boi com pimenta, bife de carne com sete tipos de pimenta,azoge. ovo de pato, sete tipos de folhas depois mandou que eu jogasse no escoto. fez trabalho de cemeterio com uma garrafa de cachaça colocou dentro milho azeite e nome da familia toda num papel dentro da garrafa e varios outros trabalho com pregos, alfinete, agulhas, carvao , sangue de galinha.pergunto com esse trabalho que fez pra minha pessoa o que eu posso fazer pra mim livra desse maleficio?


  156. Rebeca a terra é nossa maior testemunha e defensora.
    Molhe a terra com água e diga a ela que você não deseja nenhum mal a ninguém, que toda esta maldade a terra absorva e dissipe.

    Ire o.


  157. Rebeca como ela faz coisas sem base espiritual e você acreditam, quem tráz a energia negativa são vocês.
    Não dê linha nesta pipa.
    Como está a vida dela?
    Não somos deste mundo, as vezes as pessoas pensam que a reprimenda tem que vir de imediato, mas o òrun estará aguardando este tipo de pessoa.
    Pode ser que sua volta seja até antecipada…

    Ire o.


  158. em Outubro 8, 2012 às 1:12 am CIDINHA SANTOS

    MUTUMBA
    EUANDILU BOA NOITE , GOSTARIA DE SABER O SGNIFICADO DE MINHA DIGINA SOU FEITA NA ANGOLA , SEMPRE PERGUNTEI PARA MINHA MÃE MAIS ELA NUNCA ME DISSE ,A DIGINA É ALENDE SOU DE INHANSÃ COM OXOSSI. E GOSTARIA DE SABER SE ESTOU ERRADA EM TER ESCOLHIDO O NOME PARA MEU EMAIL TER POSTO MINHA DIGINA .DESDE JÁ LHE AGRADEÇO QUE INHANSÃ LHE DE AXÉ.


  159. Bom dia Cidinha, olha é muito chato esse negócio de dar significado a dijina das pessoas.
    Sua dijina me parece um nome composto ou seja uma junção de palavras que eu não consigo traduzir pelos meus dicionários Bantus.

    Sua mãe de santo deve ter te dado essa dijina pela dijina de seu santo que é uma prática bem natural de algumas casas de Angola.
    Infelizmente não tenho como ajudá-la neste caso, mas gostatira de saber quandos anos vc tem de iniciada?
    Se já tem o tempo certo, sua mãe tem por obrigação de dar o significado de sua dijina.


  160. em Outubro 8, 2012 às 4:32 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Boa tarde, senhor Euandilu!

    Gostaria que o senhor me respondesse as perguntas feitas por mim em 17 de agosto.
    Um abraço.


  161. Mário boa tarde, desculpe-me mas por vezes sou tão atarefado em meus trabalhos profissionais que fico sem tempo para postar no blog.

    1- Não conheço nenhuma publicação que fale sobre algo sobre “orun, composto de nove compartimentos, com nomes e funçoes”. Nós Bantu temos o Duílu que é o céu em comparação com o Orun.
    Veja bem Mário, para nós os Jinkisi (plural de Nkisi), são Deuses dos pastores, caçadores, agricultores e etc. Temos Deuses que são a própria essência da natureza como o Raio, Chuva, água e outros elementos da natureza. Não temos Deuses que foram guerreiros reis ou príncipes, eles são Deuses desde a concepção do mundo, então não temos um lugar especial para depois da morte, voltamos simplesmente a fazer parte da mesma energia que nossos Jinkisi, ou seja, somos uma essência deles.


  162. Continuando…
    Temos Nwumbi que são os espíritos, vamos dizer sem luz.

    Temos o ebó sim e um de seus nomes em nossa vasta língua é “Sakulu Mpemba”. Mas como temos diversos dialetos, esse nome pode variar dependendo da tradição religiosa de cada Ndaji diferente.

    Não se abre “Kuras” em qualquer Kudiá Mutuê mas somente em obrigações para cumprir as etapas da caminhada de cada Mona Nkisi.

    Abraços!


  163. em Outubro 9, 2012 às 11:24 am Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia!

    Obrigado pela atenção e a excelente resposta(as).

    Fraternalmente.


  164. em Outubro 14, 2012 às 5:19 pm Felipe Passos.

    Boa tarde

    Pretendo me iniciar e ja fiz consulta com um pai d santo e me foi mostrado pelo jogo o q preciso fazer e depois talvez me iniciar. Me senti bem com o Zelador e acredito q seja uma casa seria.

    A questão q me incomoda é a seguinte. Em varias passagens por este blog, sempre vejo irmãos de nações diferentes defenderem que orisa, nkisi e voduns são entidades distintas. E até sei que existem entidades que não se encontram semelhantes em outras nações.

    A pergunta é?

    Se eu for em uma casa de ketu e o zelador abrir o jogo e o dono d minha cabeça for um nkisi ele tera como ver isso???

    Uma vez q existem nkisis q nem possuem orisas semelhantes???

    Se puderem me ajudar ficarei grato..


  165. Olá Felipe Passos,
    Se você for numa casa de Ketu, apenas te vão falar de Orixás, e vão ver qual será o seu Orixá. Os Nkisi não são as entidades da nação Ketu.
    Esclareço que Nkisi/Mukisi são as divindades cultuadas nos candomblés de Angola/Congo. Estão no mesmo nível mitológico dos Orixás no candomblé Ketu, mas são entidades distintas e com cultos distintos, embora possam ter em alguns casos características semelhantes.
    Se o seu caminho está no candomblé Angola ou Congo, então deve ir em casas dessas nações para cultuar o seu Nkisi. Se o seu caminho estiver no candomblé Ketu, então é uma casa de Ketu que deve frequentar para cultuar o seu Orixá. Não devemos misturar nem confundir as coisas.
    Axé!


  166. em Outubro 15, 2012 às 1:50 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia,senhor Euandilu!

    O que é mona nkisi? Corresponde ao vodunsi e yaô?

    Um abraço.


  167. Mona Nkisi quer dizer “Filho de Santo”.
    Um iniciado no Angola chama-se “Muzenza”.
    Santo é Nkisi.

    Abrçs!


  168. em Outubro 16, 2012 às 6:44 pm Felipe Passos.

    Manuela obrigado pela resposta, mas é exatamente ai que esta a minha questão…
    Se eu não sou iniciado, como vou saber onde esta o meu caminho????
    Pelo que vc disse em uma casa de angola so veram nkisi ja numa de jeje so veram vodun e em ketu somente orixas.
    Então como vou saber o meu caminho pois como disse fui numa casa de ketu e me disseram um orixa. Mas seu o meu caminho estiver para um vodun??
    Eu não tenho como saber, o ideal seria que em todas as casas conseguissem ver se tenho vodun, nkisi ou orixa.

    Minha questão é me fazer em orixa e por exemplo meu ori ser de um vodun. Isso não me traria problemas????


  169. Olá, Nelson Souza e Manuela, gostei muito da página e já leio há algum tempo. Nunca havia visto uma festa de orixá e apos ter gostado muito fui confirmada como de Oxum em jogo de búzios, onde também foi dito que tenho cargo no Candomblé. Gostaria de saber se é possível saber a qualidade do meu orixá somente pelos búzios. Obrigada, abraços.


  170. Minha questão é me fazer em orixa e por exemplo meu ori ser de um vodun. Isso não me traria problemas????

    Com certeza isso lhe traria problemas, mas se o Pai/Mãe de Santo forem honestos, se vc for a uma casa de Angola jogar, o jogo vai dizer de que tradição religiosa vc pertence.
    Boa sorte na procura.


  171. jacqueline,

    A Qualidade de seu orixá será vista “somente” através dos búzios e quando você estiver se preparando para iniciação, antes desse tempo é especulação e pode incorrer em erro. Observamos alguns novos zeladores dando qualidade de |Orixá para consulente ou abiyan, isso é um absurdo enorme e sem cabimento algum.

    Axé.


  172. bom dia!! estou muito confusa,eu fui raspada em angola a qualidade da minha iansã bamburucema e agora vou tomar abrigação em outra casa que é ketu e deram iansã onira,eu não entendi pq essa tal mudança.por favor me ajude são os mesmos fundamentos elas são as mesmas só que em nação diferente ???


  173. Boa Tarde Lucia,

    Posso estar errado, Por favor me corrijam se eu escrever besteira, mas se não me engano, Bamburucema é um Nkissi que algumas pessoas do Keto dizem “ser Yansã”, assim como Matamba, outro Nkissi que dizem “ser Yansã no Keto”.

    Que eu saiba, não existe “Yansã Bamburucema”! Existe Yansã, Orixá do Keto, e existe Bamburucema, Nkisse de Kongo/Angola.

    Se você saiu do Angola e vai para o Keto refazer seus assentamentos, você verá no jogo qual Orixá aceitará seu Ori e vice versa, qual Orixá seu Ori aceita.

    No caso, seu zelador deu-lhe o axé de saber a qualidade dessa Yansã, Onirã. Particulamente não acho interessante revelar a qualidade do santo de frente no processo de iniciação, o próprio Iyaô acaba descobrindo com o tempo e seus estudos e a qualidade é apenas confirmada depois, mas cada um é cada um…

    Se no jogo deu essa Yansã, é ela que aceita seu Ori e que seu Ori aceita.

    Motumbá!


  174. te agradeço me ajudou muito.
    motumbá axe motumbá !!!


  175. Tenho uma duvida que quanto mais questiono iniciados ou não, mais me complica.

    Afinal os orixas, voduns e inkisis são energias da natureza ou seres desencarnados??????

    Pois colocam por exemplo sango e hevioso como sendo reis. Isto é uma lenda mitica para referencias tal energia?
    Ou sango realmente nasceu e teve uma vida aqui na terra?

    Grato.


  176. Felipe,

    São energias da naturaza, forças sobrenaturais ancestralizadas. Algumas divindades foram divinizadas, é o caso de alguns reis de Oyó, que inclusive deram nome aos cultos de Xangô como Aganjú que criou a confraria Ogboni só para homens, assim, em contra-ponto as sociedades femininas, desenvolveram feitiçarias, o culto Egungun, etc.

    Axé.


  177. em Outubro 31, 2012 às 11:58 am Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia, Felipe Passos!

    Embora a pergunta não tenha sido endereçada a mim, vou te responder, com a permissão dos coordenadores desse espaço.

    Para a compreensão dos que cultuam os orixás (energias da natureza), lá nas terras nigerianas, orixás numa tiveram forma física e segundo Juana Eibeim dos santos, autora do livro: Os Nagô e a morte, é bem evidente que para eles existe o culto aos orixás e aos eguns(espíritos), são cultos com caracterísitcas próprias e sacerdotes. Não tem como confundir.

    O que acontece é o seguinte, para o ser humano é muito difícil acreditar naquilo que não ver nem toca. Materializar situações ou seres transcendentais é próprio do ser humano, é só ver ao longo da história . Os deuses gregos, o próprio deus hebreu passaeava no jardim e perguntou a Adão: Onde estás?

    Religião é simbologia e assim sendo, tudo é simbolizado, a vida e a morte são temáticas recorrentes nas religiões, pois a iniciação no Candomblé é o momento em que vc. renasce, recebe um nome diferenciado do civil… no Cristianismo vc. é batizado, isto é, morre e renasce, tudo isso simbolicamente.
    Seria muito difícil de compreender que Ogun é um orixá da guerra, agricultura e ser apenas uma energia. Energia faz o quê? Manipula instrumentos?

    Então foram personalizados e inseridos numa história mítica, na qual esse tempo não está submetido às categorizações de presente, passado e futuro. Isso não é uma característica exclusiva do Candomblé, nas outras religiões e culturas ocorre o mesmo.

    Certa vez o senhor Euandilu postou que os nkisi não tinham uma vida física como os orixás. Eu já li, não me lembro do autor, que tratava os nkisi das mesma forma como fazem com os orixás, com tramas, genealogias e tudo, entretanto, eu nunca acreditei nessa realidade.

    Como pode Xangô, orixá do trovão, ter sido um ser humano que se tornou deidade(alia´s esse termo é inapropriado), se tornado orixá e antes o trovão não existia?

    Toda narração mítica, de qualquer religião, carrece de interpretação e a narrativa dos orixás não é diferente.

    Peço desculpas a Manuela e aos demais, por ter interferido sem a devida permissão formal.
    Um abraço a todos e todas.


  178. Bom, gostaria de salientar que Nkisi (que é assunto que tenho propriedade em falar), nunca teve vida terrena.
    Nasceu Deus e assim o será para sempre.
    Como nasceram Deuses, Thor, Odim, Netuno e todos os outros… Esses Deuses não precisam de uma explicação de vida humana para existirem, basta acreditar.


  179. Assim como os Nkisi, bem salientado pelo Euandilu, os Voduns Jejes tradiconais também não tiveram vida terrena, nasceram como Deuses também. No Ketu alguns Orixás foram divinados, alguns reis se auto-proclamavam descendentes diretos do Orixá.

    Axé.


  180. Bom como eu disse a questão é polemica…
    Sei que o irmão fernando e euandilu são mais experientes que eu mas vejamos o fernando colocou que alguns orixas foram divinizados…

    E que alguns reis se proclamavam descendentes direto do orixa….

    Mas para ser descendente do orixa o orixa ja existiria antes dele, não???

    Talvez algumas das chamadas qualidades sejam ligadas a algum rei ou sacerdote. Porém acredito que não faria sentido eu fazer um mortal se tornar orixa.

    Tipo, ja ouvi dizer que ogum, oxossi e xango eram homem que se tornaram orixas, mas se for assim um iniciado em oxossi não cultuaria um orixa e sim um baba egungun, coreto?

    Isso é um assunto demais comlpicado, pois como o fernando disse existe os voduns tradicionais, porem tambem existem os chamados voduns “reais” que seriam reis cultuados.

    Ai que fica a questão… Como podem assentar um ser humano como se fosse um vodun????

    Minha maior questão sobre o candomblé e o que me impede de me iniciar é que hora o vejo como um culto panteista, ancestral em relação a natureza. Outra hora percebo ele como culto necromante, onde se é acentado um egun e cuultuado como divindade.

    Isso me confunde, pois orixas, falando por todas as nações tem fundamentos, todo um ritual para serem manipulados.

    Agora de onde vem fundamento para acentar um egun no caso destes chamados orixas ou voduns divinizados???

    Como pode o jogo indicar como dono da cabeça de alguem um egun ao inves de um orixa???

    Grato desde ja aos irmãos que estão participando e respondendo


  181. Agô,

    Mas, historicamente, no caso dos clãs de Daomé de onde vem o culto vodun, o que prevaleceu foi o sistema de adoração de um antepassado divinizado que já foi humano, porém, por razões de classificação deles, suponho, são incluídos numa categoria diferente e nunca comparável aos espíritos de outros pertencentes ao clã que virem a morrer. Uma pessoa pertencente ao mesmo clã que morresse receberia os cuidados como espírito, mas de forma totalmente diferente do ancestral divinizado daquele clã, apesar de ambos terem sido “pessoas vivas”.

    Veja, eu estou exemplificando o caso dos clãs de Daomé, mas se a gente for analisar os clãs yorubás terão diferenças nas concepções, assim como nos clãs de onde vieram os inkises. No Candomblé houve interação sim entre as nações, houve troca sim entre as nações, mas cada uma é uma, cada uma tem uma concepção divindade, de espírito, do que pode ser considerado “egun” e do que não pode. Além disso, os cultos desses clãs de Daomé, por exemplo, podem pertencer a raíz da nação jeje aqui, mas não são propriamente os mesmos cultos, pois o Candomblé ganhou uma nova roupagem e algumas concepções com certeza mudaram. Nós temos raízes na África, mas o nosso culto é brasileiro (isso pode dar um nó na cabeça, mas me traz um certo alívio).

    Também envolto a estas histórias (muitas comprovadas “academicamente”) estão os mitos, as simbologias, como o Mário aí acima falou, toda uma mitologia que servia pra dar respostas aos infinitos “por quês” dos seres humanos, para explicar o “inexplicável”, para esclarecer o que precedeu a ordem então existente. E isso foi muito usado como “estratégia de dominação” entre reinos e seus povos.

    Conhecer a mitologia que precede a nossa religião é importante e nos faz construir algumas ligações nos assuntos que já conhecemos, mas não se faz Candomblé com lendas, não se explica e nem se justifica Candomblé somente com lendas.

    Orixá, em Candomblé, é energia divina que está presente nos domínios de Olorun aqui na terra, embora não seja o próprio elemento natural, e sim os elementos naturais que representam a sua energia. Um exemplo clássico que eu aprendi é que nós cultuamos Xangô e não o raio.

    Axé.


  182. Felipe,

    Exatamente, os reis até hoje em algumas cidades se julgam da linhagem do Orixá que cultuam. Já os Jejes tradicionais cultuam os elementos da natureza, é o raio, o trovão, o vento, o animal, etc, é muito comum nas casas tradicionais Jeje, quando de um trovão se ajoelharem e rezarem ao Vodun Sogbo, é impressionante a devoção e o respeito.

    Axé.


  183. rsrs agradeço aos irmãos que responderam, mas minha duvida permanece, pois o que eu queria saber é se o culto é a energias ou a mortos????
    Cultuar reis é um culto a mortos e cultuar o mar, o raio, os ventos é cultuar a natureza.

    Desta forma continua minha questão prq até onde sabia o culto a eguns era distinto do culto a orixas ou voduns, porém agora se fala q determinado vodun ou orixa foi um ser humano e que por seus feitos é divinizado.

    Não compreendo como um ser humano possa adiquirir fundamentos para ser cultuado como orixa.

    E tem uma clara contradição no que dayane disse para o fernando, pois ela diz cultuar xango e naum o raio, ja o fernando disse que quando se ouve um trovam louva-se a sogbo.

    Afinal orixas e voduns são ou não as forças da natureza???

    Existe entre os chamados orixas eguns que são tidos como orixas????

    E dayane a definição de Egun é unica creio eu, pois se trata de um ancestral, que nasceu teve uma passagem na terra e desencarnou… ou seja um homem como eu e voce.

    fernando é muita complicação, prq assim se no jogo quem responde são os orixas… como um rei morto pode aparecer como dono do ori de um individuo e se iniciar essa pessoa para este rei????

    Se torna algo dificil de aceitar prq não faz sentido…

    Desta forma muitos orixas caem para a consição de eguns reais, como oxossi, ogum, xango, até obaluaye, pois alguns mitos o colocam como rei.

    Até Esu como rei de ketu…

    Então será que existe resposta para essa questão???

    se torna uma questão complexa por demais pois vejamos enquanto esta de preceito um iniciado naum pode dar exu e nem ir a festa de exu, correto.

    Então como se explica se ele for iniciado para um orixa que seria um rei divinizado? Ele não ja estaria sendo feito para um exu ancestral????


  184. Meu caro Felipe,
    A compreensão de Nkisi e Mukixi é que eles são Deuses que dominam as forças da natureza ou são a própria natureza, veja bem..
    Nzazi é na sua compreensão o próprio raio, pois a palavra quer dizer isso, então compreendemos que Nzazi é o Deus da energia do raio.
    Antigamente na África as pessoas eram devotas dos Deuses das forças da natureza e eram seus guardiões, por exemplo.
    Existia o guardião da casa de Nzazi, onde ali se faziam oferendas para que o Deus não amaldiçoasse suas terras e nem os seus semelhantes, mandando seus raios, então se faziam as oferendas para que a ira de Nzazi não se abatesse sobre eles, assim tbm era feito com os Deuses da colheita, agricultura, guerra e etc…
    Adradavam os reis pedindo abundãncia, fertilidade, felicidade e que lhes livrassem do mal.
    No Brasil, as coisas mudaram e o candomblé virou uma religião de resolutismo.


  185. euandilu, entendo o que vc coloca.

    Deixei uma outra postagem mas naum sei se excluiram ou se esta em processo ainda.

    Mas então como fica hj no BRASIL, a questão de iniciados para os chamados voduns ou orixas “divinizados” uma vez q estes não são energias e sim mortos.

    Quero saber exatamente o seguinte. Quem é iniciado pra xango por exemplo cultua o raio ou um rei antigo???

    Se a resposta for um rei antigo, qual a base de fundamentos para se cultuar um individuo?? O proprio rei determinou como deveria ser cultuado???
    E como podem ser iniciado varias pessoas para um mesmo egun???

    Por isso entendo naum fazer sentido um homem divinizado ser tratado como orixa… Pois como exus de umbanda cada exu embora possa carregar uma roupagem generica como por exemplo, tranca ruas, lodo, tiriri e etc. Cada tranca ruas é unico e assim com todos os exus. Da mesma forma com os egunguns.

    Então como um antigo rei africano pode ser iniciado em varias cabeças???
    E como este poderia ser tratado como orixa? Com fundamentos, quizilas, oros e tudo mais?

    Grato pela atenção.


  186. Felipe,

    Você tem que saber distinguir as coisas. Xangô não é Sogbo. Eu falei de Xangô, o pai Fernando falou dos jeje, portanto não falamos sobre as mesmas coisas.

    Sobre a definição de Egun ser única, eu acredito que ela é única dentro do segmento que ela surgiu. Se o culto surgiu em Oyó com as definições das tribos que lá viviam o conceito servirá para a vivência dentro destes grupos e dentro dos segmentos derivados destes, no caso os cultos nagô aqui no Brasil. Nem no próprio culto Egungun qualquer egun (eu ou você depois de mortos nas atuais circunstâncias, por exemplo) recebe culto e atenção como os espíritos que tiveram uma vida longa e produtiva para a sua família. E eles não são considerados divindades! Tem que se saber a diferença do que é um egun no sentido de espírito de alguém que morreu e de Egun(Babá-Egun, Egungun, Babá) no sentido de ancestralidade, ancestre respeitado. São duas coisas totalmente diferentes. Assim como é diferente essa relação de egun e Egun e de orixá. É inconcebível chamar orixá de egun, pois dentro da própria vivência de religião sabemos que essas energias até interagem, mas num limite bastante específico. São cultos que não se misturam.

    O culto de Egun serve pra nos mostrar que existe continuidade aqui na terra, mas orixá não, pois orixá não “volta”. Uma vez o elegun morto a energia do orixá que existia nele sai e não vai ficar retornando no corpo de outra pessoa ou em roupas.

    Eu não posso falar sobre os voduns do jeje aqui, não posso falar sobre os inkisses de Angola. O que eu posso falar um pouco é sobre orixá, pois é o que eu cultuo e o que eu procuro conhecer, e por mais que alguns tentem reduzir as energias a “mesma coisa”, eu insisto em discordar. Orixá, dentro do que eu aprendi Candomblé, é o último parágrafo que eu escrevi no meu último comentário e não é egun por razões óbvias, talvez mais práticas do que teóricas.

    Axé.


  187. Felipe vc está equivocado quando diz que Tranca Ruas é único, pelo que conheço de Umbanda, existem linhas e Tranca Ruas pode ser, das almas, de embaré ou da encruzilhada, quem sabe não é o mesmo se desdobrando?
    Mas na concepção de feitura, vc é unico, vc nasceu com a sua energia dentro de vc, então existe a energia da silva, dos santos, alves e etc. Deu para entender?
    Cada um ser é único e exclusivo, eu faço parte da energia de Nzazi ou do clã desse Nkisi, então sou Euandilu de Nzazi, como vc poderia ser Felipe de Nzazi, somos da mesma família espiritual mas com suas diferenças por nascença.
    É a explicação mais considerada.


  188. euandilu, quando disse que tranca ruas é unico não considerei os desdobramentos como colocado, na verdade até lembrei deste detalhe mas pra naum perder o raciocinio quando escrevia eu segui.
    Quero dizer é que existem varios eguns que retornam sobre a roupagem de tranca rua das almas, e outros varios sobre a roupagem de tranca rua de embaré.

    Agora o que naum faz sentido pra mim é por exemplo.

    Vamos colocar o Brasil e o Rei Luis ignacio, o Lula morre e é reverenciado por toda a nação…

    Se depois de um tempo alguem manifesta um Exu (umbanda) e este se apresenta como marabo como dizem ser da linha de xango e este é o orixa de lula e com um tempo percebemos que aquele exu marabo é o ex presidente lula.

    Então temos mais uma pessoa com exu marabo, porem o egun que usa a roupagem de marabo é unico e naum o mesmo de outro medium que recebe marabo tambem.

    Agora no caso de o lula ter feitos fantasticos e ser considerado apos sua morte um ser divinizado e receber cultos.

    Não faz sentido para mim ter após alguns anos termos filhos e mais filhos do orixa lula por exemplo.

    pois este naum é uma energia mais sim um egun.

    Não estou colocando em questão o culto a eguns e sim a condição que se aceita onde alguns eguns são tratados como orixas e mais onde alguns orixas recebem historiciade de eguns, isto é, como se fossem pessoas e não divindades.

    Pois por mais que eu creia que alguns orixas tiveram passagem na terra nunca foram homens e portanto naum se tornaram divindades simplesmente assumiram forma fisica por um periodo de tempo.


  189. dayane,

    Desculpa mas depois entendi o que vc colocou quando disse que cultua xango e não o raio, embora eu considere a mesma coisa.

    Mas vc disse é que xango é o autor do fenomeno raio certo.

    Condordo plenamente.

    E sobre voduns, orixas e nkisis, acredito que a unica coisa que os fazem distintos é a egrégora em torno de seu culto. Pois como se muda a região, o idioma e a cultura tambem muda-se a atmosfera e a energia assume uma outra postura, afinal os deuses respondem ao culto correto ????

    Agora sobre Eguns entendo que somente as figuras ilustres recebiam tal culto como um baba egungun dentro da aldeia em que pertencia…

    Quando vc diz que o orixa de um elegun naum volta para incorporar em outra pessoa. Eu concordo cmo vc pois foi assim que aprendi tambem .

    Mas então como por exemplo temos varios iniciados em uma determinada qualidade de orixa??? Temos por exemplo Oxum Opara e temos varias pessoa iniciadas para este orixa.

    O que exatamente é o orixa do Elegun, seria uma despertar da divindade do elegun ou a energia parcial do orixa???

    Porq o orixa da um nome??? Quando o orixa esta manifestado no elegun quem esta ali??? O orixa ou um egun como sugere o nome “elegun”???

    Ou o egun que da o nome ja é o proprio Yao que no momento de feitura morre para dar inicio a uma vida divinizada?????

    Depois d todas essas questões quero dizer assim como falei ao irmão euandilu que a questão principal que levanto é a de que alguns sacerdotes e estudantes da religião colocam alguns orixas como sendo figurs humanas que por algum motivo se “tornaram” orixas…. E isto não faz sentido algum prq estes seriam Babas e naum orixas… Concorda????

    É somente isto, vamos facilitar… Como vc compreende a mitologia de Oxossi por exemplo, onde se tem passagens, feitos, onde ele é colocado como um heroi, caçador e até mesmo um grande rei. e depois de matar a cobra sagrada (oxumaré) este se torna um orixa?

    Será possivel se tornar orixa???

    Assim antes de oxossi, quem estava no controle da provisão, da abundancia de vida preparado pelas aguas de oxum, a procriação o crescimento das colheitas e tudo mais.

    O nó é este pois se vc disser que oxossi foi um ser humano então temos que dizer ve-lo como um baba egungun e não como um orixa?

    E se ele for um baba egungun. Como sacerdotes possuem fundamentos e feituras para oxossi?

    Desculpem estar dando continuidade ao assunto, mas amo muito o candomblé e procuro entender a religião.

    Estou me relacionando com alguns Pais de santos em casas q estou observando a seriedade, mas este blog possui sacerdotes e irmão com competencia para esclarecer e com seriedade para auxiliar.

    Obrigado pelo naum sei se fica bem a palavra “debate” pois naum a uma discução aqui rsrs e sim pela troca de ideias.

    Um Abraço


  190. em Novembro 3, 2012 às 3:22 am Yan D' Logun Edé

    Uma dúvida que tenho, joguei buzios e sou filho de Logun Edé com muito orgulho mas tenho 15 anos queria saber se com tempo mudaria o meu orixá ? Obs: Um amigo meu disse que poderia mudar de orixá enquanto o tempo passe.


  191. Olá Felipe,

    Se me permite, você está com uma bela confusão nas mãos! Está confundindo Itans com a história dos povos africanos responsáveis pelos cuntos aos Orixás, Jinkisse e Voduns, está desconsiderando a tradição oral de um culto milenar (o culto ao trovão, que hoje chamamos de Xangô, é anterior ao personágem histórico tido como Xangô), está querendo encontrar um fio de lógica, quando na verdade essa lógica é uma trama complexa como um tecido. Afinal, por exemplo, Oxalá é casado com Yemowo, Yemanjá ou Nanã?? Mas ele é tido como o Orixá que só teve uma esposa… Yemowo é Yemanjá?? E aonde entra Nanã nessa história? E o personagem histórico Oxalá/Obatalá, que lutou com Oduduwa e foi expulso de seu reino? Oxalá é Obatalá?

    Você quer respostas? Então pare de pensar em linearidade e na lógica “ocidentalizada” à qual somos sujeitados no Brasil (acredite, sou de família de Judeus… pensamento “ocidentalizado” eu posso compreender!) e busque o exercício de tentar compreender o culto resultado de dezenas de milhares de anos de desenvolvimento e evolução (por que desenvolvimento é progresso, evolução é adaptação, desenvolvimento é dinâmico, evolução é estratificação, nõ são sinônimos, basta ler Darwin).

    Muitas das respostas que você pedem são dadas no dia a dia das roças, são reservadas aos inciados, outras são decorrentes de estudos e reflexão. Você é iniciado ou está a caminho? Você já leu a lteratura básica de orixás que existe por aí, como Pierre Verger, Juana Elben dos Santos, José Beniste, Reginaldo Prandi, dentre outros?

    Sua pergunta é até meio difícil de entender por que sua resposta vai de encontro com os princípios primordiais e básicos do culto aos Orixás. Te recomendaria ler mais para entender melhor a complexidade, e não buscar ser simplista.

    Motumbá


  192. bizziboy,

    Não se se vc frenquenta este blog ou se apareceu pra deixar este comentario e vai desaparecer…

    Acontece que eu naum desconsiderei em momento algum a tradição oral nem tão pouco estou sendo simplista…

    Agora se me permite uma coisa que eu naum dispenso nem em religião nem mesmo na fé é a lógica, pois sem logica naum existem fundamento e o candomblé é baseado em fundamentos, ou naum é mais???

    Se é dito que tal coisa pode ou não isto tem um porque correto?

    E não esta dificil de entender não….

    Eu apenas estou colocando em confronto a questão de se tratar orixas falando de modo generico, como sendo figuras historicas e isso naum faz sentido…

    Como vc mesmo colocou o culto ao trovão é mais antigo que o personagem Xango.

    E é exatamente isto que eu estou colocando em pauta…

    A energia do trovão, isto é, Xango. Não é o personagem Xango.

    Este personagem pode ter sido um grande sacerdote de Xango, porem não era o Trovão.

    Porq da forma como se conta parece que após a morte do xango historico que passou a existir o culto ao trovão e obviamente o trovão.

    A tradição oral não te prende a uma algema onde não é permitido se adaptar.
    Porem quando recebemos algo pela oralidade temos sim que ter um filtro logico prq muitos assim creem nos itans e nos mitos como sendo verdades absolutas…

    Não querendo ser polemico, mas como tem religiosos que acreditam na criação do mundo em 6 dias literais e muitas outras alegorias simbolicas.

    A qustão é simples Xango é energia existente desde sempre ou é um homem com grandes feitos e cultuado após sua morte???

    Ou melhor falando Xango é Orixa ou Egun???

    Sobre a pergunta que vc fez… Eu naum sou iniciado mas estou a caminho porem acredito que ninguem deve primeiro se iniciar e depois tirar duvidas.

    Ou vc acha que eu devo me submeter a reclusão, curas passar pelos preceitos, passar por toda a feitura para depois descobrir que tudo que eu pensava sobre o candomblé é exatamente o contrario.

    Existem até então para mim 2 cultos dentro das religiões com raiz africana que é o culto aos mortos (kardecismo e umbanda) e o culto as energias que é o candomblé, onde pode se ter cultos onde tambem são cultuados os mortos seja este culto o culto de egungun, yamin, ou mesmo o candomblé de caboclo.

    Acontece que amado que por pensar e agir desta forma como vc coloca é que existem muitos fulanos de lucifer, ou pai seila das quantas do diabo, pai sezinho da pomba gira e muitas outras bizarrices…

    Agora imagina se eu absorvo toda oralidade e sem questionar procurando aprender tudo na roça. Entrego meu ori na mão de um pai destes da vida…

    Vc se responssabiliza por estas vidas nas mão de pessoas como estas???

    Então se puder responder fico grato amado agora se naum puder ou não souber nem precisa postar.

    Porq ja li sim muitos livros e assisti muitos documentarios feito por pessoas da religião. Mas como é tradição oral cada um fala o que quer…

    Até hj se discute se existe as qualidades do ketu….

    Ou se uma pessoa tem 1, 2 ou 3 orixas…

    Então por favor naum faça como exatamente as religiões ocidentais e não reprima o conhecimento, pois se existe uma coisa muito rica no candomblé é o conhecimento sobre varias questões e todo esse conhecimento é repleto de sentido e lógica.

    Mas de qualquer forma obrigado por responder…


  193. Yan,

    Só podemos ter a absoluta certeza do nosso Orixá quando a pessoa está no caminho para iniciação, consequentemente frequentando uma boa casa, sendo um bom abiyan.

    Axé.


  194. Bizziboy, palmas a vc!
    Não se pode pensar lógicamente quando se fala em espíritos ou Deuses espiritualizados.
    Eu faço parte da energia de Nzazi, nasci sobre a regência desse Deus então sou único.
    Felipe, no dia que vc conhecer o culto aos ancestrais ou eguns, sua concepção de culto irá mudar radicalmente.
    O povo oriental como Japoneses, Chineses e Indianos fazem o mesmo que nós mas, de maneira diferente.
    Cultuam seus “eguns” com altares e oferendas, iguaizinhos ao candomblé.


  195. Bizziboy,

    Se tivesse onde clicar pra “curtir”, eu curtiria o seu comentário.😉

    Candomblé é pra ser pensado e discutido sim (não é à toa que este blog existe), mas com uso de muita percepção e o mínimo de etnocentrismo.

    Axé.


  196. Bizzy, pegando o ‘rumo’.
    Toda esta bela discussão me lembrou uma palavra que nos remete aos primórdios dos tempos.
    São os Ìjáró, nossas histórias sagradas, que contem nossas escrituras, os Èsè Ifá, que está dissociada dos Alò ìràntàn (lendas populares) que são por demais prestativas, ao informarem/explicarem ao grande publico nossa cosmogonia, nossas divindades, nossa filosofia e etc.
    Esta confusão surge quando as lendas, Alò ìràntàn, se tornam “a verdade” do jeito que elas foram contadas, creio que uma reflexão se faz necessária pois acreditar que rezar pedindo morte traz vida, que a influencia de um òrìsà mudará seu gosto sexual e etc. É um pouco demais para quem se põe a refletir.
    Creio que o ideal seria sair da caixinha, deixar de usar o Alò Ìràntàn, A Lenda, que mais lhe agrada ou a que foi mais repetida, neste caso, tornando-se ‘a mais pura verdade’.
    Creio que a duvida do rapaz seria sanada com mais facilidade, se os ensinamentos fossem sérios e corretos dentro deste imenso Brasil.
    Que na Nigéria é cultural a divinização de um personagem pelo seu povo e este personagem passa a ser um Esà e não um òrìsà ou Irùnmolè.
    Que Ògún quando decapta todos em uma cidade por ficarem mudos, é apenas uma metáfora que nos remete a um tabu serissimo que é ignorar a sua presença seja no ìgbà ou no ojubó, mesmo para os leigos, seria de uma extrema falta de bom senso aceitar a tese de um òrìsà sem um minimo de inteligencia, saindo por ai arrancando cabeças.
    Vale lembrar que o culto de Esà (personagem que foi divinizado por seu povo aldeia/cidade/país) passa muito longe do culto de Egúngún.

    O Áwo nos diz:
    Ìjárò
    Os estudiosos do folclore muitas vezes fazem uma distinção entre contos populares (Alò ìràntàn) e história sagradas (ìjárò).
    Em geral um conto popular é uma história que está preservada em uma cultura que define aspectos de valores comuns. A história sagrada é geralmente uma narrativa épica que usa uma linguagem simbólica para gravar um evento histórico. A função que a linguagem simbólica exerce da história sagrada é a de revelar algum aspecto do elemento místico nos assuntos humanos. A dificuldade com essas definições é que o folclore muitas vezes inclui elementos da história sagrada e história sagrada pode ser expressa através de meios que lembram o folclore.
    O ìjárò, ou história sagrada de Ifá, é usado para expressar os sagrados mistérios associados com as forças da natureza, que são conhecidos como òrìsà.
    História sagrada, é a base de qualquer cultura, é com base nessas histórias lendárias que se define a percepção da própria comunidade e do mundo. Dentro da cultura yorùbá as lendas (ìjárò) de Ifá representam os dramas baseados em festivais anuais em que honramos os antepassados.
    Para todas as culturas, história sagrada tem a função de revelar as dimensões invisíveis que sustentam os ideais transcendentes. Sem história sagrada, o Eu não estaria relacionado com a família, a família não teria nenhuma relação com a comunidade, a comunidade não teria relação com o mundo e o mundo não teria nenhuma relação com a Criação.
    A substância, que interliga cada uma dessas esferas do ser, não tem realidade física que possa ser medida em termos objetivos. No entanto, esses domínios têm perímetros subjetivos que podem ser medidos em termos humanos que invocam emoções e comportamentos que os inspiram.
    Historicamente, as culturas têm usado a história sagrada para preservar a sua compreensão dessas relações que levam a uma maior alegria. Em termos espirituais, isto é o que Joseph Campbell chamou de: “Perseguir a sua própria bênção”.
    Em Ifá, o conceito de perseguir sua própria bênção, leva à consciência ao Ìponrí (Eu Superior). Isso sugere que a história sagrada de Ifá é um mapa que pode ser usado para orientar a consciência a níveis mais profundos de auto descoberta e do próprio mundo.

    Ire o.


  197. Olá Bizziboy!

    Pretendo fazer uma pergunta que tange esse assunto acima, mas vejo essa necessidade. Pois ao ler seu comentário tive uma dúvida. se puder responder ficarei grato.

    “anos de desenvolvimento e evolução (por que desenvolvimento é progresso, evolução é adaptação, desenvolvimento é dinâmico, evolução é estratificação, nõ são sinônimos, basta ler Darwin).”

    Darwin elaborou estudos voltados as questões sociais e culturais? Acredito que não, creio q seus estudos eram focados nas origem das espécies.

    Talvez vc quiz se referiu ao “Darwinismo social”, criado na década de 40, pelo historiador norte-americano Hofstader, com o intuito de descrever o pensamento elaborado nos séc. XIX e XX com base em Malthus e Spencer, que beberam das noções de “evolução” e “sobrevivência dos mais aptos” adaptando para às sociedades e nações. Contudo há críticas em que essa adaptação é excêntrica a tese de Darwin.

    Eu achei interessante seu comentário, de fato acredito que as sociedades são dinâmica, mas o uso do Darwin, senti q foi inadequado.

    Modupé.


  198. em Novembro 3, 2012 às 8:30 pm Yan D' Logun Edé

    Fernando D’Osogiyan, Obrigado pela atenção, se não for incomodo gostaria que me add no face( Yan Garcia * Cidade Cáceres * ) pra podemos conversar mas e se puder esclarecer algumas duvidas mihas


  199. Felipe,

    O culto em África aos deuses, forças sobrenaturais que regem toda a natureza, é por cada povo, cidade ou aldeia, unilateral. As cidades cultuam seus Deuses e tudo mais pertence ao seu Deus. Muitos desses cultos se expandiu por várias regiões africanas e em cada local que se estabeleceu agregou-se a cultura local também e ao que se tinha para adequar a liturgia, de acordo com o desenvolvimento de cada cidade. Poderemos ver como disse o Bizziboy, o culto a Obatalá e Yemowo, (yemowo é um Orixá feminino, tido como par de Obatalá), em Ilê Ifé o culto a Babá Igbô antecede a Oduduwá que usa esse pseudônimo pois veio fugido de Meca e funda Ilê Ifé e se intitula fundador do povo Negro, ele nem negro era. Poderia me estender em muitas histórias de Deuses africanos, o culto aos Deus do Trovão, chamado de Xangô que teve na cidade de Oyó toda sua dinastia, as Iyás que mantiveram intactas a liturgia ao Deus do Trovão, perpetuando seus orikís, seu ápice cultural,as leis rígidas de um grande estado/nação, a influência dos Babalawos com política interna junto a corte, as confrarias ogboni, até o domínio ingles destronando o seu último Obá. Nesse contexto, muitos desses Reis ao lóbulo de sua loucura se intitulavam filhos diretos do Deus do Trovão, divinizando-se e tendo apoio de sua corte com o único objetivo de não perder o poder, perpetuando-se somente a verdade que lhes interessavam criando mitos, lendas e estórrias.

    A verdade não está em acreditar nos que nos contam ou lemos, a verdade está em cultuar e sentir a energia dos Deuses, participar numa viagem fantástica ao mundo sobrenatural.

    Converse com um Doté ou uma Doné do Jêje tradiconal, pergunte-o sobre o Deus do Trovão Sogbô, observará a mais pura reverência em toda sua essência e devoção ao seu Deus.

    Observe e releia as palavras do Euandilu e sinta nelas a presença de seu Deus e assim comigo agora, sou afinado com meu Orixá, com que ele representa, com sua essência e com meu ancestral.

    Axé.


  200. Iyan,

    Infelizmente não posso abrir mais um canal de comunicação, por isso, disponibilizamos o blog. Estamos sempre por aqui para tirar suas dúvidas e ajudá-lo no que for possível.

    Axé.


  201. em Novembro 4, 2012 às 2:18 pm Yan D' Logun Edé

    Fernando D’Osogiyan, sem problemas então minha duvida é o seguinte, não sou raspado e nem burizado e ( nunca virei em nada na casa onde eu frequento) mas tenho fundamentos e gostaria de saber se funcionaria mesmo eu não sendo raspado e nem burizado. desde já obrigado ^^


  202. Yan,

    Que tipos de fundamentos? Saiba que ninguém nasce feito, nem mesmo os Abiaxés.

    Axé.


  203. Euandilu,

    Vamos ancurtar o assunto, prq acontece que como as coisas no candomblé hoje esta uma bagunça (digo isto por zeladores irresponssaveis), o assunto fica perdido.

    Entendo sim a idéia de culto aos eguns, ancestrais ou seja la como for chamado.
    E sei que muitas culturas o fazem exatamente igual, mudando algumas coias porem o mesmo culto.

    Agora a questão que levantei naum foi nada disso…

    Apenas questionei se um orixa teve nascimento, vida terrena e morte???
    Pois desta forma ele não seria um Orixa e sim um egun.
    E não adianta dizer que nosso amigo bizziboy foi fantastico no comentario prq sem logica não existem nada.

    Dizer que um homem se tornou orixa não faz sentido, porq simplesmente como ja usado no exemplo de xango, o trovão sempre existiu e portanto um homem não poderia ter se tornado orixa.

    Essas histórias sobre o rei xango são lendas assim como as historias de Jesus Cristo, um homem que nunca existiu mas tem suas historias como uma grande parabola…

    Vc mesmo como de angola afirmou q nkisis sempre foram divindade e nunca tiveram vida humana.

    Nossa religião depois de toda perseguição e toda metamorfose que sofreu com a chegada as americas ficou diferente sim, porem mais forte.

    Só naum entendo como alguns ainda insistem em velar e dimunuir os orixas na figuras de homens pois estes não são…

    Coloquei algumas questões e como previ, ninguem respondeu não sei se por se tratar de assuntos secretos ou por algum outro motivo.

    Aprendo muita coisa aqui agradeço a todos


  204. em Novembro 4, 2012 às 6:50 pm Yan D' Logun Edé

    Fernando D’Osogiyan, apenas os basicos, mas eai funcionaria ?


  205. Felipe,

    Suas questões foram respondidas sim. Creio que faltou um pouco de “perspicácia religiosa” da sua parte, sobrou essa mania de ocidentalizar tudo e lhe faltou também interpretação.

    Todos abrimos, cada qual ao seu aprendizado, suas visões religiosas (e não científicas) e falamos o que dá pra expor em palavras tentando interpretar o que é vivência, o que aprendemos com a energia. Felizmente não dá pra passar tudo apenas pelos teclados, apenas ao falar, pois a gente aprende na oralidade e confirma, fortalece, entende o sentido de tudo isso vivendo. Quando falo aqui que Candomblé é sentir, não é pra causar impacto ou emocionar e sim pra transpor que Candomblé pega todos os livros, todo esse blog aqui, todos os textos e todas as teses, dissertações, trabalhos de campo que tentam desvendá-lo e põe tudo isso no bolso porque orixá, inkisse, vodun chegam e tocam.

    Você que não entendeu a sacada ainda.😉

    Axé.


  206. Fernando e da ilha….

    Obrigado por lerem meus comentarios com calma…

    Pois é exatamente essa a questão que eu levanto, pois sempre senti a presença de minha divindade e hoje que estou a caminho de minha iniciação fico indignado com tantos absurdos que vejo e ouço vindo de pessoas do candomblé.

    Tem um tempo assisti um video sobre uma egbomi e ela falou que deviamos parar de tratar osala como ancestral… algo proximo a isso.

    E essas palavras não saem de minha cabeça…

    E hoje eu fico furstado ao ouvir assuntos tão senssiveis como estes sendo tratados como pau e pedra.

    As lendas populares estão engolindo nossa religião… Assim como em todas as religiões…

    O candomblé é simples e não adianta papagaiar… Prq ele continuara sendo simples…

    É culto a energias e isso nunca mudará…

    Podemos cultuar e tratar ancestrais, sim mas isso não é culto a orixa.

    Acho errado dizer q o candomblé de angola cultua caboclos. Porq o que o candomblé de angola faz é agregar o culto de umbanda, so isso.

    Como foi citado. Não faz sentido e é depreciativo pelo menos ao meu ver a historia onde Ogum mata todos na aldeia por estarem em silencio e considerar isto uma ofença… E ainda a lenda continua dizendo que após isso Ogum se transforma em Orixa…

    Agora para e pensa se esta historia não for colocada como um “historia”, se torna absurdo uma figura ser divinizada e cultuada após ato mas absurdo como esse. Será que Ogum é burro que não saberia que ali não estavam lhe faltando com respeito e será que depois de tal ato estupido ele ainda se tornaria um orixa??? E quem foi que propagou seu culto? A tribo foi dizimada e sendo ele um homem não acredito que com tal fato ele tenha se elevado para se tornar orixa.

    Esta questão se equipara ao misterio do culto a baba egungun onde se dizem não haver nada por debaixo dos panos…

    Será verdade???

    Aproveitando o que disse dayane…

    Existem uma pasasgem nas escrituras judaico-cristã que diz: “Vós sois deuses, pois sois filhos do Altissimo…”

    Então fica claro que qualquer um que se liga a sua divindade interna se torna por concequencia lógica, um ser divino, ou seja, um deus…

    Agora, temos que separar o homem que atingiu um grau divinizado do Deus propriamente dito.

    Entendo eu que o Ketu fez uma associação entre os Orixas e seus ilustres portadores, isto é, seus filhos divinizados. Acontece que não estão tomando o cuidado de limitar a mitologia da verdade sagrada.


  207. Felipe,

    Você ainda não se iniciou, é normal que tenha dúvidas, tem muita coisa pra você aprender dentro de uma casa de candomblé que vai ocupar seu tempo por alguns anos, antes de se indignar com tantas bobagens que falam por aí. Não importa se foi divinizado ou não, a questão em sí é não muda a liturgia, na verdade apenas são homenagens de certa a forma a uma grande energia.

    Axé.


  208. Yan,

    Ainda não sei o que são fundamentos básicos, e mesmo que sejam lá qualquer coisa, o ritual é igual para todo mundo, não tem discriminação.

    Axé.


  209. Não um deus, Felipe. Mas tenho sim uma parte de uma grande energia totalmente ligada a mim.

    Òya tótó hun!

    Axé!


  210. em Novembro 4, 2012 às 8:38 pm Yan D' Logun Edé

    Isso rituais (acender velhas e etc…)


  211. Amado Fernando,

    É exatamente isso q me confunde, pois veja o que vc disse:

    “Não importa se foi divinizado ou não, a questão em sí é não muda a liturgia, na verdade apenas são homenagens de certa a forma a uma grande energia.”

    Então vamos com calma, com isso vc me diz que um ancestral divnizado, pode responder no jogo de buzios e então teremos um iniciado para tal ancestral. É isso?

    Minha questão é simples prq ninguem responde…


  212. Certo dayane,

    Agora me responde.

    Esta quande energia ligada a vc é a energia de um ser guardião de uma força da natureza ou de algum ancestral que teve vida terrena como eu e vc?

    Poxa sabe o q acontece eu sempre frequentei este site e vejo muitas pessoas tirando duvidas e certa vez perguntei algo numa postagem de jeje mahi e ninguem falou nada e agora ficam rodiando e parece que sou eu q naum me faço entender.

    Quero saber se no candomblé existe a iniciação como filho de santo para Eguns somente isso.?

    Se alguns dos orixas são na verdade eguns?

    Não é isso q acontece na umbanda a pessoa recebe seu exu, preto velho ou caboclo que é um egun?

    Somente quero saber isso.

    Se alguem puder responder d forma clara com sim ou não.
    Mas ai vem um e diz que o fato de ser ou naum egun naum diz nada e que egun depende do ponto de vista.

    Egun é Egun, nasceu e morreu viveu aqui na terra é um Egun

    Agora se falamos de seres que não fazem parte deste plano e que não nasceram como todos nós estamos falando de orixa.

    Se eu estiver errado me corrijam mas corrijam prq até agora ninguem me falou nada.

    Não vou ficar pertubando ninguem, se não quizerem responder eu entendo.


  213. Olá Tata eaundilu .
    Gostaria de saber um pouco mais sobre gingangula. O significado ? Sua “faixa de vibração” (ponto de energia) e etc…

    Não sou iniciado . Apenas simpatizante e em uma festa uma amiga “virou” no “ere” e disse que já tava na hora de eu confirmar pois meu pai gingangula quer que eu seja tata poco (?).

    Sobre confirmar . Só com jogo pra saber mas fiquei curioso sobre esse nkisi . Se puder me informar um pouco sobre ele ficarei grato.


  214. Felipe,

    Ai Felipe vai depender do caminho de cada um e sua liturgia local de cada deidade. Existem várias classificações, você vai seguir a do seu axé e sua casa, Xangô por exemplo é um Ebora, ele não está classificado como um Orixá propriamente dito, faz parte de um segundo esclação dentro do panteão. Não tente entender tudo de uma vez, de tempo ao seu Orí, aos poucos as pequenas perguntas terão respostas e para isso é preciso se iniciar nos mistérios da liturgia e rituais dos Deuses Africanos, pra depois navegar no conhecimento no tempo certo.

    Axé.


  215. Jefferson antes de falar contigo a respeito de Njingangula, gostaria de saber (por curiosidade), onde foi o terreiro em que um erê te falou sobre esse Nkisi, digo, que axé e em qual cidade, se possível, me diga o nome do Pai/ Mãe de santo de lá, depois de sua resposta eu te explico o porque da pergunta.
    Abçs


  216. Felipe, todos já lhe demos ensinamentos.
    Ninguém aqui está brincando com coisas serias, foram várias respostas e você continua se fazendo de desentendido.
    Já lhe demos conhecimento, sabedoria e alguns fundamentos, você se fechou dentro de seu casulo e não consegue enxergar mais nada.
    Òrìsà não é humano, não tem experiência em corpo de humano.
    Não fez xixi, côco, não vomitou e nem se sentou a mesa para se banquetear com sua corte.
    Òrìsà é a força viva da natureza, água, terra, fogo e ar.
    Èsà, já expliquei sobre, foram os seres divinizados por seu povo, dentro da Nigéria temos vários exemplos e isto é cultural, é deles e é um òrìsà local.
    Seu conceito sobre Égún é completamente falho, você não entende nada sobre o assunto, estude Òsétúrá e veja a viagem dos imortais, o primeiro Ojúbo aberto na floresta foi de Egúngún, nossa ancestralidade está ligada a nós enyan (seres humanos) como os mais importantes na cadeia mística dos òrìsà.
    Saia da sua caixinha, nós não estamos rodeando nada, o que você quer tanto saber eu lhe respondi acima.
    Você se prende ao culto de Sàngó como se fosse à porta de entrada no culto, não vamos lhe dizer nada sobre este culto, ele é cercado de muitos mistérios e não é para branco, ou seja, não iniciado nos mistérios de Sàngó.
    Estude a dinastia de Òyó, começe por Oduduwà.
    Desfaça seu conceito de Égún, está furado, não menospreze a força e a importancia da ancestralidade.
    Por fim vou lhe dar mais ensinamento, estude esta parte de nossa escritura sagrada e reflita sobre.
    Se você não encontrar respostas neste texto, para e reflita para saber se realmente você está adentrando à religião que encaixa com seu modo/pensamento de vida.

    Odù Òfún’kánrán

    Ao amanhecer Olókánrán não colocou sua coroa.
    Não colocou em seu pescoço seu ilèké Nlá(grande colar) que revela sua realeza.
    Não vestiu roupas especiais e ide.
    É com nobreza que se trata o nobre.
    É com sabedoria que se trata o sábio.
    Quando o mais velho parte fica o mais novo em seu lugar.
    É com prosperidade que se cresce na vida.
    Orí que será coroado não precisa ser grande.
    O pescoço que ostentará o colar da nobreza não precisa ser grande nem cumprido.
    O corpo que vestirá o vestido com roupa e ide não precisa ser grande.
    Foram eles que fizeram um jogo divinatório para Orí no dia em que ele estava vindo do òrun para o ayé.
    Orí perdeu-se e foi consultar Egúngún.
    Orí perdeu-se e foi consultar Oró.
    Orí perdeu-se e foi consultar Ifá, que é quem indica o caminho do ser.
    Orí, o destino, indica ao ser um bom lugar.
    Aquele que vem para o mundo e deseja ter sorte na vida deve perguntar à Ifá.
    O ser que vem ao mundo e quer ser importante deve deixar espaços para fazer perguntas.
    Não respeitar os conselhos dos outros, não respeitar as pessoas que podem orientar deixar de perguntar pelo caminho é o que faz o homem se perder.
    Orí o grande teimoso.
    Òrìsà chamou Orí.
    Ele diz que Orí não tem sabedoria.
    Você não sabe que Òsó é o líder dos feiticeiros?
    Você não sabe que Àjè é a líder das feiticeiras?
    O ser é quem dá Origem ao ser.
    O animal é que dá origem ao animal.
    Orí, você não sabe que a mosca, antes de vir ao mundo, consultou Ifá?
    E que quando o pássaro vem ao mundo, antes de vir, consulta Ifá?
    Você sabe que as árvores que estão na floresta não vieram ao mundo sem antes consultar Ifá?
    E que as folhas também não vieram ao mundo sem antes consultar Ifá?
    Sàngó diz que quando você fala em sabedoria a uma pessoa e ela não entende, pode ser chamada de ko si (não sabe – ignorante).
    Orí se cansou.
    Orí pensou muito e ficou cansado com seus problemas.
    Ele não sabia o que falar.
    Não sabia o que fazer.
    Quem não pergunta por vossos problemas não saberá de vossos problemas.
    Ògún chamou Orí:
    Aquele para quem você se esforça para transmitir sabedoria e não chega a ser sábio (não aprende) é como uma árvore que não responde aquele que você se esforça para transmitir conhecimentos e não chega a ter conhecimento é como uma palmeira em uma floresta, aquele cuja sensibilidade você estimula e não chega a ser sensível é como uma árvore na qual se esbarra aquele a quem você indica o caminho e não reconhece o caminho é como uma árvore a quem se prestasse um favor.
    Ògún ainda diz para Orí:
    Já te dei sabedoria.
    Agora procure mais sabedoria e junte à que já te dei.
    Já te dei conhecimentos.
    Agora procure mais conhecimentos e junte aos que já te dei.
    Aquele para quem você se esforça para transmitir sabedoria e não chega a ser sábio (não aprende) é como uma árvore que não responde.
    Aquele que você se esforça para transmitir conhecimentos e não chega a ter conhecimento é como uma palmeira em uma floresta.
    Aquele cuja sensibilidade você estimula e não chega a ser sensível é como uma árvore na qual se esbarra.
    Aquele a quem você indica o caminho e não reconhece o caminho é como uma árvore a quem prestasse um favor.
    Ògún ainda diz para Orí:
    Já te dei sabedoria.
    Agora procure mais sabedoria e junte à que já te dei.
    Já te dei conhecimentos.
    Agora procure mais conhecimentos e junte aos que já te dei.
    Etc, etc e etc…

    Abraços.


  217. Felipe, meu irmão, é o seguinte:

    Tem muito “mimimi” nesse meio. Eu, o pai Fernando, o Euandilu e os outros falamos praticamente a mesma coisa: orixá não é Egun! Quando eu falo que a Oyá é a minha ancestralidade, estou dizendo que, por ser iniciada para ela, também tenho ligação espiritual com a “matriz” da energia dela. Ela é minha ancestral DIVINA por causa disso, entendeu?

    Parta do pressuposto que Egun não é divinizado.

    O restante você só entenderá vivendo seu tempo numa casa de axé.

    Axé.


  218. Felipe, o candomblé está uma bagunça pq pessoas despreparadas senten-se preparadas para abrir uma casa e ser um zelador de santo.
    Falta conhecimento, descernimento e educação.
    Ninguém quer ser pequeno, todo mundo quer ser grande, existe no candomblé uma hierarquia, e etapas a serem cumpridas, por isso a contagem do tempo pelas obrigações dadas.
    Vc quer saber coisas que não pode saber sem ser iniciado no culto, estamos todos aqui te dando uma atenção sobre suas dúvidas, e por vezes falando o que não é permitido falar na internet.
    Candomblé não se aprende em livros, cd, internete, e sim com vivência na roça de santo com os mais velhos, vendo, escutando e participando das obrigações e cultos.
    Como já lhe foi respondido por mim, Nkisi não teve vida terrena, portanto não nasceu na concepção humana e sim divina.
    Nossa religião é primordialmente louvação a nossos ancestrais divinizados.
    Temos por consciência que tbm somos divinos, somos provenientes da força da energia de nossos Jinkisi, e quando morremos, voltamos a a energia principal.
    Espero que encontre um caminho verdadeiro e se satisfaça com sua escolha.

    Nzambi beká muvó! (Deus traga felicidades!)


  219. vou dizer q toda essa discussão me deixou ….um tanto azuadaa..misericóóóórdiaa.rsrs


  220. Motumbá
    e bote bagunça nisso Euandilu eu conheço pessoas que abriram casa de axé comprando essas apostila e dvd’s que vende na internet ‘COMO RASPAR PINTAR E CATULAR UM YAÔ’. Nossa religião esta quebrando muitos preconceito mas tbm ta perdendo o encanto aqui em Salvador Bahia pouco vou a casas de axé pq so tem loucura coisas que nunca existiram dentro do candomblé. hoje preservo o que aprendi dentro do candomblé e so ensino pra quem realmente merece e quer alguma coisa seria na religião.


  221. Olá Tata eaundilu .

    Pior que não foi em terreiro , foi na casa dela mesmo, festa de uma criança mesmo , sobrinho dela carnal. Eu sei que ela é de angola mas o terreiro dela eu nao sei. Eu vou muito em Umbanda , mas ja me falaram varias vezes que meu caminho é no candomble. e agora me falaram isso … acho que ta na hora de caminhar mesmo… e tenho sonhado com minha bisavó paterna ultimamente que segundo meu pai era “mae de santo” no ES. sera um aviso? eu nao falei com minha amiga ainda pois estou com receio evim pesquisar na internet.


  222. Olá, pode ser idiota, mas sou nova na religião, o que é um Inkísse? Gostaria de saber, pois no meu jogo deu que sou filha de Iemanjá Caiaia (tem gente que chama Caiala) e me disseram que ela é de angola e que não trás fundamento. Mas também já me disseram que ela na verdade é fundamentada em Oxum…


  223. Lily, que pergunta ruim de responder para quem não conhece a religião mas vamos lá.
    Nkisi são Deuses que regem as energias da natureza, ou o ato de alguma ação. Como os Deuses dos caçadores, Guerreiros, da agricultura ou dos ferreiros, entre outros. É um universo muito rico e extenso.
    Quando vc foi a um jogo e lhe disseram que vc é de Yemanjá Kaiaia ou Kaiala, misturaram duas tradições religiosas ai: Uma é a tradição Yorubana ou Nagô com seus Orixás e a outra é a tradição Bantu com seus Jinkisi (plural de Nkisi).
    Kaiala na tradição Angolana é da parte da água salgada e na tradição Kongolesa é da parte da água doce.
    Confuso para um leigo.
    Abçs e boa sorte.


  224. Jefferson, acho até estranho um “Ere” falar de um Nkisi Kongo como Njingangula, que é um Nkisi extremamente difícil de aparecer e muito mais dificil de se fazer, tem que ter conhecimento e apuramento sobre isso. Certifíque-se de quem te falou é uma pessoa séria e com raízes fincadas na religião, ou se é mais um aventureiro(a) leitor de livros ou de internet.


  225. Fernando, Dayane e Euandilu.

    Obrigado, pois agora me falaram o que eu esperava ouvir.
    Se os orixas, voduns ou nkisis tiveram ou não vida terrena.

    Sei que muitas coisas só são ditas a iniciados e mesmo assim são veladas apenas pasa os iniciados.

    Ja tiha ouvido do Euandilu que nkisis são deuses desde o principio e a mesma afirmação por parte do Fernando sobre os voduns…

    Queria uma afirmação ou negação por parte de alguem de Ketu.

    Obrigado dayane, por isso…

    Como disseram eu não me fechei em casulo nenhum e nem estou ignorando o que voces escrevem. Acontece que minha unica duvida era sobre o sicretismo que se fazem com os mitos e lendas como se os orixas tivessem realmente vida.

    Ninguem chegou e disse: Sim eles tiveram vida sim. ou Não estes são apenas mitos para explicaar fundamentos.

    Mas entendi a questão. Obrigado pela atenção e paciencia.


  226. Felipe,

    Vá se acostumando! rs

    Axé.


  227. Querido Da Ilha,

    Eu não ignorei nada apenas não me foi dito com clareza direta o que perguntei.

    Agora vc colocou de forma bem simples e objetiva

    “Òrìsà não é humano, não tem experiência em corpo de humano.
    Não fez xixi, côco, não vomitou e nem se sentou a mesa para se banquetear com sua corte.”

    Esta é uma resposta direta como eu pedi.

    Não estou me trancando em nada.

    Apenas por ser o candomblé uma religião de tradição oral e graça a Olorun por isso. Não me vejo obrigado a engolir nada como me é dito ou passado e por isso pergunto.

    Afinal este blog fantastico serve para isso..

    Muitas divergencias existem e ainda surgiram dentro da religião pois afinal oxumare e ogum se fazem ativos e mudanças e evoluções acontecem.

    Vou ler sua indicações mas me desculpe sobre minha visão sobre Eguns, mas eu vejo clara distinção entre uma energia que é criação direta de Olorun e de uma energia que encarnou passou por todas as dificuldades aqui na terra e desencarnou.

    Talvez por sofrer tudo isso tenha se divinizado mas não chegara ao nivel de um Osala por exemplo.

    Por isso que questiono se existe iniciação como filho de santo para homens divinizados.

    Acho isso meio estranho…

    Embora sei que exista dentro sa sociedade egungun a iniciação e assentmento para os ancestrais daquele grupo. Porem não faz parte do culto a orixas, ou não deveria. Minha simples opinião…

    Obrigado pelo esclarecimento.


  228. Day,

    Se acostumando com q?

    rsrs


  229. Felipe fico feliz que tenha entendido.
    O entendimento maior virá com o tempo, vivencia e iniciação dentro dos mistérios.

    Ire o.


  230. Com os aprendizados “subliminares” e com a ausência de respostas fechadas.😉

    Axé.


  231. euandilu

    Sim, realmente sei que é complicado… rsrsrsrs Mas mesmo assim obrigada pela atenção ;D


  232. Boa tarde Euandilu,

    Gostaria de saber se há um registro geral, em nível estadual ou do Brasil, onde se encontra todas as diginas de yaôs e makotas, feitos no candomble de angola.

    Obrigada.

    Cida


  233. olá euandilu. estou procurando uma casa para me cuidar. moro em aracaju se. e aqui tem um terreiro muito antigo chamado abassa sao jorge. conhecido como terreiro de nanã de aracaju raiz manadeuí. vc sabe algo sobre essa ríz ou já ouviu falar? é q como não conhece, seria muito bom saber alguma informação, pois para mim cuidar da divindade é algo muito sério e que deve ser feito por alguem relmente competente. grato!!


  234. João bom dia, conheço tanto a casa como a raiz Manadeuí que é muito antiga e respeitada.
    Tenho amizade com um Ogãn de lá que se chama Pablo Vazques e vc pode encontrá-lo no meu Facebook, diga que me conhece que ele te atenderá e lhe dará informações sobre a casa dele.
    Abraços e boa sorte.


  235. Em Tempo:
    O meu facebook é Ricardo Tenório Euandilu.


  236. por favor me orientem. há mais ou menos um ano e meio tive muitos problemas em meu casamento devido a macumba (perdoe meu linguajar) meu marido e eu passamos por ebo e tudo melhorou, a casa de axe que procurei é composta só amigas minhas que me incentivaram a entrar para religião e eu entrei dando meu primeiro buri em outubro do ano passado de lá para cá ja frenquentei arduamente e ja relaxei tambem nem me lembro a ultima vez q estive la nao sinto uma ligacao forte com meu santo (ossain), nao entendo muitas coisas e nao aprovo outras tantas nunca rodei apesar de ser rodante e agora estou com meu segundo buri atrasado por uma serie de imprevistos sendo principalmente por dinheiro da minha parte e de outras que entrariam juntas porem minha mae de santo agora marcou a data e nem tinha me avisado eu liguei para saber como andavam as coisas e dizer que ainda tinha dinheiro e ela me comunicou a data que eu tenho que entrar caso contrario ela desmontaria minhas coisas e me avisou que se as coisas estao ruins irao pior se eu quiser que espere ate melhorar, não sei o que fazer porque nao sinto ligacao nenhuma com meu santo nao tenho vontade de frequentar a casa estou chateada pela decisao tomada sem me avisar mas tenho medo do que pode acontecer mas na acho certo fazer so por medo por favor me ajudem estou muito confusa e preocupada


  237. ah! e ainda tenho uma amiga da umbanda que diz ter quas certeza que não sou de ossain e sim de ogun e pelo que já pesquisei das caracteristicas de ossain e seus filho quase nada se encaixa comigo


  238. Motumbá
    gostaria de saber quais orixas que vão reger 2013, o quais cuidados devemos ter no geral e pra filhos de Oxum quais perspectivas 2013. Obrigada Boas Festas a todos
    Axé


  239. zelia,

    Alguns olhadores dizem que são Ogun e Oxalá.

    Axé.


  240. Mukuiu…
    Gostaria de tirar uma grande dúvida que tenho, pois sou feita na Angola – Tumba Junsara para o Nkisi Kaiango, aí começam as minhas dúvidas sobre o tal… Alguem poderia me esclarecer mais sobre esse nkisi ?? E se eu fosse para uma outra nação de qual orixá eu seria?? De oya?? em questão das qualidades, seriam umas das que vestem branco?? Qual delas??
    Obrigada


  241. Vivian bom dia,
    Kaiango é uma divindade feminina que está ligada a caça e a guerra, sua vestimenta é de cor vermelha fechada e não usa branco, e na minha visão e opnião, ninguém deveria sair da nação a qual foi iniciada e ir para outra, não existe igualdade entre Orixás / Nkisi / Vodun.
    Cada um tem seus elementos próprios e sua tradição de tratamento dependendo de sua nação.
    Kaiango não é Oyá ou Yansã ou vice e versa.
    Quando se é iniciado em Nkisi, nós temos nossoss preceitos, rezas, folhas e tudo o mais próprio de nossa tradição religiosa, e como pode a pessoa e seu Nkisi passar por tudo isso depois ir para outra nação e ele que foi feito em sua cabeça, reconhecer Oriki em vez de Ngoloxi???
    Cada um no seu quadrado.

    Makoiu Nzambi.


  242. em Dezembro 13, 2012 às 2:55 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Sr. Euandilu, bom dia!

    Por gentileza, o que é ngoloxi?

    Um abraço.


  243. Ngoloxi quer dizer entardecer, mas por força do uso da palavra, ela aqui no Brasil tem a tradução de rezar, vou te explicar o pq.
    No Angola a maioria das rezas só é feita ao entardecer por volta das 18hrs, então por termos esse costume de dizer “está na hora do Ngoloxi” e se fazer as rezas a essa hora, a palavra tomou esse sentido.

    Mas na verdade ela quer dizer entardecer.


  244. em Dezembro 13, 2012 às 8:17 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Há tá!, mas o Ngoloxi corresponde ao que já ouvi dizer: ingorossi?
    Um abraço e obrigado!


  245. Sim, a palavra correta é Ngoloxi, mas as pessoas dizem Ingorossí.


  246. Kelli bom dia, faltou vc dezer se é feita ou não, pq oborí não é feitura e comida a cabeça, e essa coisa de segundo obori atrasado tá me soando muito estranho.
    Kelli, religião é entrega, comprometimento e acima de tudo fé. Vc tem que acreditar no seu santo e pedir que ele te conceda saúde, melhores dias, e etc.
    O Candomblé não é uma religião resolutista e sim de merecimento, vc pede e recebe aquilo que lhe é de direito, não existe mágica dentro da religião como muitos pensam, por isso é que existe tanto evangélico porai, são ex-macumbeiros desiludidos com a “mágica” prometida a eles por algum charlatão.
    Quanto a vc ser de um santo ou de outro, isso vc só terá certeza quando for feita, ai sim seu santo vai mostrar a cara, mas tem gente aqui mais capacitada para falar disso como o mano Fernando.

    Sem querer desmerecer, mas Umbanda não conhece Orixá, quanto mais Ossain.


  247. olá, não sou feita apenas dei obori que segundo minha mae de santo nao poderia passar de 1 ano sem dar outro, porque como nao sinto a ligação com meu santo nao posso ir para feitura com duvidas. desculpe mas nao entendi muito bem o que quis dizer com não é uma religião resolutista e sim de merecimento, porque minha preocupação é o fato dela ter me avisado que se desmontar minhas coisas minha vida ficará mais dificil muitas coisas dariam errado ou seria muito mais complicada minha vida por um tempo que não sei o quanto. Penso que se não cumpri com essa obrigação mereco ajuda mas atrapalhar é o correto? Obrigada


  248. Kelli quando digo que o candomblé ou espiritismo em geral não é uma religião resolutista, é porque não existe mágica para que as coisas aconteçam do jeito que a gente quer, se fosse assim eu já teria feito a minha para ganhar sozinho na Mega Sena.

    O candomblé é uma religião de merecimento como todas as outras, vc faz seu agrado/pedido a seu Deus, e se vc tiver o merecimento para receber a sua graça vc a receberá ,se não…. não.

    Quanto a sua feitura, vc não especificou que feitura é, se é para rodante ou para ekede.

    Quando se é rodante, só existe um jeito dele manifestar o desejo de vc ser feita, dizendo “Está na hora”, é bolando.

    Realmente sua mãe está certa, se vc energizou um assentamento de um santo e deu vida a ele, certamente se o desmontar e jogar fora, com certeza as coisas não lhe serão favoráveis.

    Boa Sorte!


  249. Já ia esquecendo…. Feliz Natal e próspero 2013 à todos.


  250. ola fernando obrigado por me responder qual o end da sua casa que fica em guapimirim essa região não fica muito longe da minha casa se puder me da o end e o tel fico grata obrigado !


  251. Oi Camila,

    Lhe enviarei por email particular.

    Axé.


  252. Bença aos meus mais velhos, e todos os irmãos..
    Gostaria de saber qual Orixá que regerá o ano de 2013, se já souberem é claro, eu li as previsões do Babalorixá Mauro de Oxum do Ilé Alákétú Ásé Òsún Iyámi Ypondá, que será Oxum e Xango, mas confesso que tive um pouco de medo, pois ele fala de muitas mortes, catástrofes naturais, doenças…gostaria de saber de vocês, como será 2013.. obrigada.

    Axé..


  253. BOM DIA EU GOSTARIA DE ESCLARECER UMA DUVIDA DANADA POIS EU SOU NOVATO , O PAI DE SANTO ME LEVOU PARA FAZER O BORI E DEPOIS ME PERGUNTOU SE EU VI O MEU SANTO POREM EU NAO O VI , MIAS ACABEI MENTINDO PARA ELE DIZENDO QUE EU VI. SERÁ QUE ISSO PODE ME GERAR ALGUM PROBLEMA?.
    OUTRA DUVIDA TB E QUE EU JA VIREI 4 VEZES , VOU FAZER A MINHA INICIAÇAO EM JANEIRO , O ORIXA SO VIRA DURANTE O BANHO OU QUANDO ESTAMOS NO TERREIRO?
    POIS O MEU ORIXA OXAGUIA VIROU NO BANHEIRO, MAR, E NO TERREIRO. PODERIA ME ESCLARECEREM A MINHA DUVIDA?
    AXÉ.


  254. Kevim, em nosso culto a mentira é muito mal vista. Eu no seu lugar voltaria ao sacerdote e contaria a verdade, pelo menos vc ficaria em paz com sua consciência.
    Todo abian quando está prestes a se inicar tem um contato maior com a energiado òrìsà e isto ‘pode’ acarretar uma pequena possessão por parte da energia.
    Tenha calma e tudo irá se arrumar na hora certa.
    Não existe lugar para a energia tomar posse de você, porém, esta conexão se dá muito mais dentro do Ilè Àse.

    Ire o.


  255. assim obrigado pela resposta tb percebi quando estamos bolando no santo sentimos tipo uma possessão mesmo, pq os olhos querem abrir porem nao conseguimos ne .


  256. joão,

    Isso que você descreve não é bolar no santo, é sim a presença momentânea do santo.

    Axé.


  257. mukuiu sr euandilu , sou adian e irei me iniciar agora em 2013 , sou de cassange , me tire uma duvida!
    seram 3 ode , 1 oxossi , 2 yansa , a duvida que nao cala os 6 yawos sao : quem sera o dofono?
    a yalorixa nao fala a ninguem por motivos de ciumes , eu nao ligo p essas paradas de dofono , dofonitinho , etc… eu quero entrar e sair feito , mais agora tou curioso !
    tenho medo de ser o dofono , pois fui o ultimo a entrar na casa , e tenho medo que os mais velhos fiqquem com pikuinhas p o meu lado !

    leio algumas coisas e vejo que a angola veio primeiro que o ketu , ai penso sera que serei o primeiro por isso ?
    me ajude toou quase ficando possuido ! estou muito curioso! vou mandar um convite no p o seu face


  258. em Janeiro 2, 2013 às 2:25 am Igor do Oxaguian

    Meu pai-de-santo diz que sou filho de Oxaguian, mas um dos guias do meu pai de santo falou que sou filho de Obaluae.
    O que fazer estou com muita dúvida, pois em Abril irei fazer minha 1ª Obrigação.
    Obrigado.


  259. igor,

    Quando chegar próximo de sua obrigação, peça ao zelador para confirmar seu Orixá em mais tres casas, assim não ficarás com dúvida alguma. Guias não devem se comprometerem nessas questões, deve-se manter a hierarquia do Orixá da casa.

    Axé.


  260. Makoiu Nzambi.
    Adian geralmente o Hianga / Dofono (lê-se RIANGA) de um barco é o mais velho ou quem bolou primeiro, mas tbm depende do Nkisi/Orixá do barco, só não entendi uma coisa vc diz que serão 3 Odés e 1 Oxossi, qual a difereça?
    Mande o convite, se puder irei com certeza.
    Boa Sorte!


  261. Cida

    Boa tarde Euandilu,

    Gostaria de saber se há um registro geral, em nível estadual ou do Brasil, onde se encontra todas as diginas de yaôs e makotas, feitos no candomble de angola.

    Obrigada.

    Cida


  262. em Janeiro 3, 2013 às 12:27 am luis carlos jacintho

    gostaria de saber se o fato de uma chave entortar sem mais nem menos no chaveiro em um momento de estresse tem a haver com o espiritual ou algo parecido alguém pode ajudar na minha dúvida se e bom ou ruim isso


  263. Bom dia Cida, infelizmente o candomblé ainda não é organizado desse jeito, pelo que sei, somente na Bahia existe um registro de casas e seus filhos. E lá funciona pois se vc for ludibriado por algum xarlatão, vc pode denunciá-lo na federação Bahiana que eles tomam providências a respeito, no resto do Brasil não existe, infelizmente.
    Aqui no Rio de Janeiro e em São Paulo se existisse uma federação que funcionasse verdadeiramente como instituição religiosa com regulamentos e tudo o mais, 50% das casas de santo seriam fechadas, porque muita gente descredenciada e despreparada se intitulam Pais e Mães de Santo e só fazem besteiras por ai.
    Porisso se vc está a procura de alguma casa para se iniciar, dê preferência a casas de tradição ou descendentes dela, com zeladores(as) conhecidos e respeitados, só assim vc garantirá uma melhor lisura no que se vai ser feito.

    Abraços


  264. gostaria da explicação da palavra MUKUIU e seu significado ?
    Grato, pois achei muito bom esse blog !


  265. Antonio a palavra correta é MAKOIU e não MUKUIU.
    MUKUIU, tem significaco ruim para os bantos é uma louvação aos maus espíritos.
    MAKOIU, significa: “a ti entrego minhas mãos” ou “minhas mãos estão aos seus serviços” no qual se responde “MAKOIU NZAMBI OU MAKOIU IA NZAMBI” ou seja, “suas mãos estão a serviço de Deus”.
    Os pedidos de abençã geralmente são de um significado de entrega ou préstimos, esse é um dos motivos de se pedir abenção aos nossos mais velhos, dizendo a eles que estamos ao seu dispor,,, é bem porai!


  266. em Janeiro 3, 2013 às 6:16 pm Cássio Paulo

    Boa tarde!
    Senhores, peço um conselho de voces, pretendo me iniciar na feitura de santo no candomble de nação angola, já frequento umbanda a mais de 5 anos como desenvolvente e tambem tenho frequentado o candomble, acontece que meu coração que fazer o santo, então tomei a decisão, a coragem e a iniciativa de raspar, vou me recolher agora em janeiro, fui ao jogo de buzios de outro zelador e demonstrou que sou filho de Xango aganju e Oxum apará. Gosto de minha mãe de santo da umbanda, como se fosse minha mãe, mas optei por de fato fazer o santo. O zelador eu conheco já algum tempo e é conhecido de minha familia. Eu trabalho, e faço faculdade, mas acontece que terei uma folga no mes de janeiro (férias) e terei tempo suficiente de ficar recolhido e ter a iniciação, mas depois terei que voltar a trabalhar e continuar a faculdade. o meu zelado de santo disse que não tem problema, posso continuar a cumpir as obrigações que devo cumprir e que no caso de trabalho e faculdade, será pedido ao meu santo autorização para, se eu não me engano, “quebra de quelê” somente para eu ir trabalhar de onibus e no meu local de trabalho poder sentar e usar roupa de outra cor, autorização tambem para eu poder fazer a faculdade, enfim, quero fazer o santo (raspar) mas não posso prejudicar a minha vida aqui fora, pois sou casado, tenho 25 anos e minha esposa tambem, e tenho 02 filhos ( um de 06 anos e outro de 1 ano de idade). Quero um conselho e saber se isso vai gerar algum problema para minha feitura. Pois quero muito fazer. Alem disse que ressaltar que nessa casa, os filhos tambem viram no caboclo, preto velho, exu, baiano, boiadeiro, …) eu sei que desde os tempos de meus avós, existe ligação com umbanda, candomble, enfim espiritismo. Apenas quero ser feliz nessa minha decisão e ter tranquilidade de saber se terei alguma dificuldade na vida aqui fora, sei das responsabilidades, mas quero tambem continuar estudando, faço Direito e quero ser Juiz e cuidar das pessoas que tenho em minha volta. Por favor me respondam quem puder me aconselhar. Desde já obrigado!


  267. Boa noite Cassio, vc tem certeza que fará santo em uma casa de Angola???
    Na tradição Angolana ou Kongolêsa, não existem Xango Aganjú e nem Oxum Apará, veja bem onde e com quem vc vai se iniciar, isso pode te trazer grandes problemas no futuro.
    Quanto a sua “quebra de Kelê” eu sou totalmente contra, ou vc entra e faz o santo respeitando todos os preceitos ou não faz, isso é uma tradição religiosa que não se pode mudar, será uma obrigação incompleta e ao meu ver falha.


  268. euandilu… bom dia!

    Eu me esqueci de informar que quando joguei buzios, foi em uma casa de Nação Jeje, desculpe, mas pretendo me iniciar em casa de Nação Angola. Em relação a quebra de Kelê, não sei se o correto é quebra de kele, mas o zelador disse que o Santo autoriza e me permite usar roupas normais para trabalhar, andar de onibus coletivo e tambem autorizaria eu ir a faculdade para estudar (sentar par assistir as aulas), e todo o resto, o resguardo, deitar-me na esteira, comer com com as mãos ou sem talheres, vestir-me ranco nas demais horas dos pés a cabeça, não ter relação com minha esposa, enfim, se isso de fato não é possível, então terei que adiar a minha iniciação, pois se eu não me iniciar agora, apenas teria tempo daqui a 05 anos. Por favor me fale mais sobre essa situação e me aconselhe se devo ou não me iniciar nessas condições… obrigado pelo retorno….


  269. Euandilu,

    Muito obrigada pelas suas explicações.
    Realmente, se existisse um registro de todos os terreiros e zeladores de santo, bem como seus filhos, aí sim, a coisa seria diferente.

    Obrigada.


  270. Cássio, mano Gege tbm não tem Orixás, eles cultuam Voduns, lá tbm não tem Aganjú nem Opará, é genge se dizendo pertencer a uma bandeira (sem conhecimento de tal), e praticanto o Ketu que é vamos dizer mais fácil a assimilação.
    Quem dá as ordens em sua vida é seu santo sem dúvida nenhuma, mas a iniciação é sua, os sacrifícios para ser iniciado são seus, os preceitos que vc vai passar, são obrigatórios para um iniciado.
    Na minha opnião, visão e conhecimento, eu não concordo com meio resguardo para “favorecer” o iniciado, se é que vc me entende.
    Tudo tem seu tempo, e com certeza se vc não puder cumprir seu preceito na íntegra, seu santo lhe arrumará o tempo necessário para que vc o faça.
    Não tenha pressa de nada, tudo vai acontecer naturalmente.
    Grande abraço!


  271. euandilu, entendi…. agora fiquei na dúvida, se espero daqui a alguns anos… ou se me recolho agora no dia 14/01/2013… enfim, minha preocupação é não ter problemas para minha familia no futuro, pois tenho 02 filhos…vamos deixar meu coração e o tempo de hoje até o dia 13/01/2013 me mostrar se devo ou não me iniciar agora, confesso que tenho vontade, mas tenho medo de não estar a fazer do jeito que o “figurino manda”, respeito muito as divindades, mas minha cabeça quer que eu faça e ao mesmo tempo quero fazer, mas sem causar prblemas de ser punido pelo santo depois… que coisa heim.. tá tão dificial escolher entre sim e o não… de qualquer sorte… muito obrigado pelo conselho e opinião que foi de extrema importancia pra mim.. abraço.


  272. Boa tarde, no final do ano de 2012 eu fiz meu obi, minha mãe de santo disse que essa foi minha “iniciação” tanto que já sou chamada de filha de santo, sou de Obaluaiê, fiz por motivos de doença (meus cabelos estavam caindo, apareceram feridas pelo meu corpo, tive um desmaio na rua e etc.) Tudo ocorreu muito rapidamente, porém recentemente ela me disse que terei que fazer um bori. Pois normalmente um obi dura pouco, a uma semana mais ou menos, eu venho me sentindo muito sonolenta, desanimada, com dores de cabeça, falta de apetite e etc. Gostaria de saber se isso é algum indício. Obrigada!


  273. E esqueci de acrescentar que algumas dessas feridas reabriram e uma “alergia” se poder ser chamada assim, voltou. Tenho essa “alergia” desda infância e minha mãe de santo disse que isso desde sempre foi de santo. Obrigada novamente!


  274. Victoria, um Obi não inicia ninguém no santo, é só para refrescar a cabeça, uma iniciação é muito mais do que isso é bem mais complexa com preceitos que duram 21 dias.
    Realmente suas doenças podem estar ligada a energia que habita em vc que precisa de ser iniciada, veja bem onde vc vai se iniciar para que posteriormente vc não se arrependa pelo que foi feito.
    Boa Sorte!


  275. Obrigada, só mais uma pergunta, então essa pessoa pode estar me enganando? E eu não sou filha de santo coisa nenhuma?


  276. Absolutamente Victória ela não está te enganando, é uma forma carinhosa de chamar vc de filha, vc até é, mas não totalmente, entendeu?


  277. A sim, pois eu já tenho um carinho muito grande por ela, e não gostaria de me decepcionar. Mas na sua visão, com bem mais experiência na religião, essas situações que ocorreram comigo, podem ser um motivo para um iniciação?


  278. Sim Victória, com certeza essa é uma das maneiras do seu santo manifestar o desejo de vc se iniciar, no seu caso como diz que é de Obaluaê que é da parte das doenças e chagas esse é um jeito do Santo demonstrar seu desejo.;


  279. Compreendi, muito obrigada, mesmo!


  280. Boa Noite!!

    Sou apenas um simpatizante dessa maravilhosa religião e gostaria de saber a respeito de Lúcifer… onde ele se encaixa ? Divindade? entidade? catiço? egun? , é possivel alguem “recebe-lo”? São todas as nações que “cultuam” tal ?…

    Gostaria de alguns esclarecimentos , pois sou meio receioso a “esse nome” e esse receio que me segura à adentrar na religião.


  281. Wagner,

    lúcifer é apenas um pseudônimo que foi sincretizado ligado a satanás da religião católica. O culto a esse catiço não se desenvolveu e se perdeu.

    Axé.


  282. Wagner,

    Lúcifer não passa de umm pseudônimo que foi sincretizado pelo pessoal da umbanda.


  283. Boa Noite!

    Estou falando de Lúcifer , o portador da Luz , não de “Exu Lúcifer”… ou no candomblé nao existe Lúcifer?


  284. wagner

    No candomblé nâo existe Lúcifer, a única referência é com o catolicismo, o anjo mal ligado a satanás.

    Axé.


  285. em Janeiro 8, 2013 às 12:28 pm adriana santos

    BOM DIA!GOSTARIA DE SABER QUAIS SÃO OS ORIXÁS QUE ESTÃO REINANDO ESSE ANO DE 2013,OBRIGADO SE PUDER ME FALAR!


  286. adriana,

    leia o post “Orixá regente” que vai lhe esclarecer sobre esse assunto.

    Axé.


  287. Boa Tarde …

    Nkulu é a mesma coisa que babaegun ?


  288. Boa Noite Euandilu, Estou comecando a conhecer o Candomble e gostaria de saber se em casas de Angola se cultuam Cablocos ,marujos etc e em caso afirmativo como e o culto? Grata


  289. Olá Bom dia! Parabéns pelo trabalho de vocês no blog!
    Me desculpem me perdi… Fiz uma pergunta e pensei que estivesse aqui nesse post mas pelo visto não foi. Gostaria de saber primeiramente do Tata Euandilu se conhece casas serias e de confiança do senhor ou de algum outro “professor” aqui do blog. Aqui em Campinas interior de SP?
    Obrigado.
    Ramon


  290. Boa noite ,,Inicie na umbanda com 15 ano de idade as 20 ano fui conhecer o candomble gostei de acabei raspado o santo ja tenho 3 ano de santo.feito..Mais eu não consigo acabo indo na umbanda algumas vezes pra recebe os baiano preto velho …sera que isso pode me atrapalha na minha vida ..frequentado umbanda e candomble ….sou filho de xango com oxum


  291. temistoclis,

    De forma alguma, sabendo ponderar e cultuá-los separadamente em dias específicos.

    Axé.


  292. UMA EKEDJI PODE SER MADRINHA EM UMA SERIMONIA DE SAÍDA DE UM ORIXÁ


  293. Jacqueline, qualquer pessoa iniciada pode apadrinhar um santo na sua saída, se for rodante lógico que tem que ter mais de 7 anos de feito.


  294. Perola em Janeiro 8, 2013 ás 11:51 pm
    Boa Noite Euandilu, Estou comecando a conhecer o Candomble e gostaria de saber se em casas de Angola se cultuam Cablocos ,marujos etc e em caso afirmativo como e o culto? Grata


  295. Boa tarde!sou filho de xangó com Oxum nação ketu..e frequento umbanda, faz algum meses que não vou na casa de candomblé acerdé vela por meu santo , sô estou indo na umbanda, estou sentindo que as coisa não estão dando certo prami estou desempregado ja faz um bom tempo não consigo nada. Ja faz agum dia que estou na cabeça que meu santo esta me cobrando alguma coisa, estava pensando em ficar so frequentado o candomblé e deixa de lado a umbanda não sei que mais (sera que frequenta umbanda e candomblé ao mesmo tempo esta me atrapalhando ate pq tem banho na umbanda que no candomble não posso tomar por causa do meu santo, um exemplo e gira de exu na umbanda dia de sexta feira , ja no candomblé sexta e sagrado dia de oxala


  296. Temistoclis,

    Eu acho que você mesmo se responde no seu comentário. Procure seu zelador ou sua zeladora.

    Axé.


  297. Ir ao fazer um santo e ter muita responsabilidade, quando começei a frequentar o camdoble dentro da minha familia nao gostei levei sete anos que minha vida nao anda para frente hoje nao viajo mais nao quero saber de camdoble, porque gostei muito dinheiro em trabalho de limpeza e muito trabalho era pra entregar meia-noiteou meio-dia ficava em pro comdoble nao tinha vida propria nao podia sair de casa para nada dizia que espiritos ruim estavam sobre mim. So cair na realidade que minha tia dava santo de mentiras e usufruiu do meu dinheiro. estou revoltada mais nao posso fazer nada e isso mesmo por isso nao acredito em camdoble nao frequento nenhuma casa.


  298. Meus Estimados irmãos eu gostaria de saber a opinião dos Senhores(as) a Respeito dos filhos(as) de Santo(Azenza plural de Muzenza,Yaôs…etc) filhos que o Oráculo de cada Nação de Kandomble Revelou que nasceu para Virar(Dar Santo,Rodar ou Entrar em Transe) mas porem estas Divindades não Deram o ar da Graça(visivelmente) SERA QUE NO JOGO DE IFA O SANTO RESPONDEU Q NESSA CASA EU NÃO VIRO E O BABALORIXA QUIS FAZER O SANTO MESMO ASIM MAIS O FILHO IR EM OUTRA CASA E O ORIXA ACEITA A QUELA CASA ELE IRA RESPONDE
    eu mesmo tenho conhecidos que foram iniciados(Raspados,Pintados e etc) com todos os Requintes exigidos de um kandomble mas completamente concientes(acordados) qual a Posicão dos Senhores quanto a este Fato?Meus Agradecimentos e Respeito a todos.
    Kandandu.


  299. Alesandra,
    Só existe um jeito de se fazer santo é bolando, não conheço ninguém que tenha se iniciado ser ter bolado, essa é a única maneira de se entrar para o bakisi para ser feito, existe até uma cerimônia chamada bolonã que se faz para o santo manifestar seu desejo de ser iniciado.
    Não se faz santo acordado, até pq existem fundamentos na iniciação que só se pode fazer com o santo virado então…. se não for assim não é válido.
    Desconheço, gente feita de santo do jeito que vc descreveu.
    Se vc é de Nkisi ele só irá conhecer o Angola, se é de Orixá o ketu e se é de Vodun o Gege.
    Fique tranquila, que seu Nkisi/ Orixá ou Vodun irá lhe apontar a casa certa na hora certa, não se apresse para não fazer besteira e se arrepender mais tarde, pois a única prejudicada será vc.
    Não manche sua vida espiritual, faça do jeito certo na casa certa com a pessoa certa.
    Abraços e boa sorte!


  300. Boa tarde á todas as pessoas irmãos que participam do site. Meu nome é Simone e acabei de me cadastrar no site, achei maravilhoso, apesar de começar a estudar e a entender agora. Ja fiz bori e aconteceu várias coisas…gostaria de saber aonde fica a casa, pois sou de guarulhos epreciso muito de ajuda..Agradeço desde ja..Simone


  301. Querida Simone, aqui no blog existem pessoas de casas diferentes e tradições religiosas diferentes, estamos unidos no blog para ajudar as pessoas que nos procuram para algum entendimento ou explicação.
    Aqui tem gente de Angola, de Ketu e de Gege.
    Abraços


  302. Obrigada por responder euandilu, mas é que há 7 anos atras eu pertencia a uma casa que nao obtive conhecimento algum..entrei e fiz bori…e hj tenho Sindrome do Panico e quero ter a cura e sei que tem haver com minha espiritualidade o que vc me indica?


  303. Rebeca não foi o Candomblé, foi o caráter de sua tia que desviou você da religião.
    Pessoas serias e comprometidas com a verdade não trabalham com este intuito, lesar pessoas.
    Dê um tempo para sua cabeça e seus pensamentos voltarem a se acalmar.
    Ninguém foge de seu destino.

    Ire o.


  304. Olá, me tirem uma duvida por gentileza.
    Então, uma pessoa está frequentando o candomblé, na assistência, mais pretende futuramente se iniciar naquela casa q está frequentando, essa pessoa na assistência sente em determinados momentos a presença de seu orixá como se fosse bolar, seu orixá já foi visto através dos búzios, em determinado candomblé esse orixá virado em uma ebomy, de repente para seu rum e vai até a pessoa na assistência e a abraça e começa a acariciar sua cabeça e seu rosto, e só faz isso com essa pessoa, mais ninguém….li num livro no google que o orixá quando faz isso só com uma pessoa e na frente de todos, está dizendo que aquela pessoa o pertence e ele deseja que a pessoa se inicie, mais sei lá né é um livro q diz isso, por isso estou aqui recorrendo a vcs q são de confiança, para saber se isso pode ser verdade? isso aconteceu comigo, e resolvi procurar saber, pois senti como se o orixá quisesse dizer algo…


  305. Andreia essa demonstração de carinho de um Orixá por alguém, para mim é um dos momentos mais emocionantes da religião.
    O Orixá demonstrar afeto por alguém pode significar muita coisa, mas tbm que ele é seu ou de alguém próximo como sua mãe ou parente próximo.
    Da próxima vez que o Orixá fizer isso, pergunte a ele se é seu Pai/Mãe, fica mais fácil isso.
    Abçs


  306. Boa tarde Euandilu,

    A qual nação você pertence?


  307. Bom dia Cida, pertenço a nação de Kongo / Angola, sou filho de Mam’etu Mabeji do Kupapa Unsaba, descendemos do Bate Folha de Salvador.


  308. Boa tarde,

    Obrigada pela resposta.

    Gostaria de saber também se, para a confirmação de makota no candomblé de angola é necessário que se raspe toda a cabeça?
    Obrigada.


  309. como o candomble explica uma tragédia, como do RSul na boate Kiss, porque tantos jovens, tamanho horror.


  310. euandilu,boa noite e motumba.ja fui iniciado no santo.tomei meus sete anos.
    sou de oya balle a ty omulum,e gostaria de saber quanto vc cobra para da axe..desde ja obrigado..motumba.


  311. Cida, não conheço nenhuma casa de Angola que raspe a cabeça de uma Kota para ser iniciada, até pq não teria o porque.
    Kota / Ekede, são as damas de companhia de um Nkisi / Orixá, ela é a responsável em vestir e dançar com eles.
    Kota, não tem mão de faca nem de obéxirê, não corta para santo e nem inicia ninguém, por todos esses motivos não existe a necessidade de se raspar uma ekede.
    Abraços.


  312. Pérola, desculpa a demora em responder…
    Caboclo e Marujo não são exclusivos de nenhuma nação, é mitologia brasileira portanto, qualquer uma que conheça o culto, pode fazê-lo sem problemas nenhum, seja Angola, Ketu ou Gege.
    Abçs


  313. Wellinghton bom dia, meu amigo eu sou Kamdonbo. O que posso fazer é dar de comer ao seu santo, se dar axé é dar obrigação, eu não tenho esse direito.
    Se estiver no Rio me fale que te dou meu tel.
    Abraços


  314. Sou ogan confirmado, mas não sou feito. Tenho que abaixar na roda??


  315. Lucas se você não é um iniciado, você é um abian.
    Abaixar na roda representa respeito ao òrìsà, ou será que devemos dar outra conotação a este gesto?

    Ire o.


  316. Motumba
    Fiz um bori a 4 anos atraz e o pai de santo disse que era um bori calçado uma 1/2 feitura, sai desse barracão a uns 2 anos no maximo por que fechou pretendo fazer o santo mais em outra casa com outro pai de santo , só que o pai de santo que fez meu bori me ameaça dizendo que se eu quiser tirar a mão dele da minha cabeça vou ter que pagar 21 mil, pelo conhecimento que vçs tem , isso que ele diz é uma mentira ou só o fato de eu ter feito bori pode me acarretar esse castigo de ter que fazer o santo com uma pessoa que eu não sinto vontade?


  317. Lucas eu não entendi patavinas o que vc escreveu…
    Vc é Ogan confirmado mas não é feito, como assim?
    A confirmação é uma feitura. E se vc é confirmado vc não deve se abaixar em roda nenhuma, até pq vc tem outras coisas a fazer em um candomblé, e entrar em uma roda não é coisa de Ogan.


  318. Mariana, isto não existe em nossa religião.
    É o famoso PDS que tem filhos pela opressão e pelo medo.
    Um odiado que nunca será amado.
    Siga sua vida e peça que a luz de Osalá seja testemhunha dos atos dele.

    Ire o.


  319. Mariana, denuncie este charlatão a polícia, por extorsão e ameaça.
    Bori não é feitura, é comida a cabeça.
    Fique traquila e continue sua vida espiritual com uma pessoa honesta.
    Boa sorte!


  320. Amados,

    Estou eu aqui novamente. E se puderem me auxiliar com minha questão fico grato.

    Gostaria de saber se Oxossi Ibo (ibu, igbo) é o mesmo Oxossi ibualamo…

    E gostaria de saber se o vestir um orixa, tem da vontade do iniciado ou não.

    Ja agradeço a atenção…


  321. Felipe,

    É o mesmo Odé Ibualamo. Não vestimos um Orixá simplesmente pela nossa vontade, temos que respeitar nosso axé e seguir as tradições, pois todo cuidado é pouco para não descaracterizar sua vestimenta.

    Axé.


  322. em Fevereiro 15, 2013 às 4:29 pm Cláudio Miguel

    TATA Evandilu.
    boa tarde. gostaria muito que dentro do possivel me fornece-se endereços de terreiros de angola em bangú ou campo grande. pois, sou morador de bangu.
    e procuro conhecer uma casa séria e de raiz. para poder me aprofundar nessa fantástica cultura religiosa. mande para o meu email. claudiobpc@gmail.com

    desde de já agradeço.


  323. Euandilu, boa tarde.
    Gostaria de saber o que são as entidades pukangila, ingila, mavila.
    Muito obrigado pela resposta.
    Abraços
    Lucia


  324. muzenza é o nome atribuído ao iniciado nos cultos de tradição Bantu, enquanto está no período de iniciação (recolhimento), após esse período o muzenza passa a se chamar MANGANZA


  325. Lúcia, Njila é um Nkisi dos caminhos como seu próprio nome diz “Pambu Njila” ou “Senhor dos Camihos”, equivalente ao Exú do povo Nagô e Elegbara do povo Fon.
    Mavile é uma derivação do Nkisi Njila.
    Quanto a pukanjila eu desconheço.
    Abçs!


  326. Caro Fernando, a palavra” Muzenza” significa “iniciado” e esse nome ele carrega até completar seu ciclo de iniciação ou seja, tomar sua obrigação de 7 anos.
    Não se atribui o nome “Maganza” a uma pessoa depois de sua iniciação até porque a tradução desta palavra significa “fetiche, fetichismo”.
    Abraços!


  327. Tatetu Euandilu, Qual a qualidade de Lembá Dile que tem enredo com Dandalunda Kissimbe e Kaviungo? Ntondele,

    André Araújo. Mukuiu.


  328. Tata KAMBONDO Euandilu, sei que é muito prático em suas respostas, dentro daquilo que o senhor pode dizer em relação à certas perguntas que possam lhe fazer… O Inkisse só reconhece Angola, certo? Que diria o senhor de pessoas raspadas em Angola ao visitarem casa de Ketu, por exemplo que viram no santo e às vezes o santo dança. Um exemplo, Lembá Dile dançando o ritmo das cantigas de Osogyian? Isso reforçaria a idéia de que Inkisse e Orisà são uma unica e só deidade e essencia ou é equívoco para não dizer outra coisa o santo dançar em qualquer nação que seja…. Falo de pessoas raspadas em casa de angola respeitáveis, este fato acontecer com seu santo.

    Mukuiu, ntondele….


  329. Olá.
    Sou médium iniciante na Umbanda.E na gira de desenvolvimento ,dependendo dos orixás e entidades meu corpo se balançava.Principalmente o quadril,senti arrepios,quando tocou pra Ogum senti dor de cabeça.
    Afinal,porque essas mesmas sensações para entidades e orixás distintos ?
    Obrigada
    Oxalá os ilumine !


  330. André bom dia, vou responder aqui as suas duas dúvidas ok?
    1 – Bom a princípio Nkisi não tem qualidades, nós qualificamos como Mahamba que vem a ser “família”. Lembá Ndilê tem uma estreita relação com Kisimbe por este ser um Nkisi ligado as raízes, agora eu desconheço Kavungo com relações com Lembá Ndilê.

    2 – Quanto a Nkisi reconhecer outra nação isso é muito natural, Nkisi é vibração de energia, se os sons (seja de qualquer nação),dos atabaques junto com as palavras das cantigas alcançam determinada vibração da energia, é natural que essa energia se manifeste ainda mais de santo novo de feitura recente quando a energia está mais ativa e presente ao corpo, é igual vc ligar uma lâmpada, é só unir o neutro com o positivo.
    André, quando ensaiamos um Muzenza, nós não ensaiamos com o santo virado e sim a pessoa, a metéria, somos nós que temos que aprender os costumes, danças e atos de nossos santos, e não o contrário.

    Já dei muito hum em santo de keto com cantigas e angola, agora, vai da responsabilidade do Kambondo / Ogãn, se souber lógico, reconhecer a diferença entre Nkisi, Vodum e Orixá, vc pode até ofender um santo cantando coisas que ele não conhece, e que está dançando simplesmente pela melodia do toque e cantigas.
    Abraços


  331. Mari, a manifestação da presença de um santo em seu corpo pode se dar por vários sentidos, isso é muito natural, quanto as dores de cabeça, pode ser uma manifestação da necessidade de vc ser iniciada para ele.
    Minha Opnião, procure uma casa de santo honesta e com um Pai/Mãe de Santo que tenha conhecimento para te ajudar.
    Boa sorte!


  332. Boa noite.
    Perguntas e respostas . Rsrsrs

    Makuiu ou mukuiu ?
    Angoleiro ou angolense?
    Ngoloxi ou ingorossi?
    Kota ou makota?
    Qual o plural de kambondo?

    Desde já , obrigado.


  333. Olá!
    Sempre tive curiosidade sobre a umbanda, mas nunca tive coragem de ir em um centro, porque não sei como funciona. Pelo que li, parece que não se pode frequentar qualquer sessão se vc não for de fato integrante daquele centro. Vi que as sessões abertas são para passe, mas eu tenho interesse em conhecer e entender a religião, e não apenas em tomar passe. Eu gostaria de saber mais detalhes sobre isso, se vc puder me esclarecer. Como funciona um terreiro? O que eu devo fazer pra frequentar um, e como saber se ele é honesto?
    Além disso, eu não entendo muito bem a diferença entre uma mãe de santo de terreiro e as que costumam atender fazendo consultas e tal. Comumente, parece que essas últimas não têm tanta credibilidade. Sabe me dizer por quê?
    Me desculpe se essas perguntas parecerem estúpidas, e obrigada pela resposta.


  334. Wagner não entendi o seu rsrs sobre o perguntas e respostas, mas vou tentar livrar-lhe da sua dúvida.

    Makuiu, mukuiu, Mokoiu e Makoiu… Depende muito, tem tradição religiosa que usa o Makuiu e o mokoiu sem muita explicação pois é tradição destas casas como Tumba Junsara, Tombeisi e Goméia, mas a pronúncia exata seria Makoiu, pois o significado deste pedido de abenção e para o mais novo dizer que está aos préstimos de seu mais velho.
    Mako = mão
    iu = a palavra não tem uma tradução exata mas é uma expressão de espalmar oferecer…
    então Makoiu quer dizer que minhas mãos estão aos seus préstimos, ao qual a pessoa responde “Makoiu Nzambi” ou seja, “suas mãos estão a serviço de Deus”

    Mukuiu é uma palavra que significa “espirito ruim” “alma penada”, em outra região de Angola se não me engano na terra dos Tchokwe, essa palavra tbm significa “menstruação” ou “sangue ruim” o que sai da mulher.

    A palavra Kota é um adjetivo que tem vários significados o mais popular é “mais velha(o), superior, nobre” e a palavra “MA” significa “ele ou ela”, então MAKOTA quer dizer “a mais velha(o)”.

    O plural da palavra “kambondo” é “Tumbondo”, tbm se usa o prefixo “JI” para determinar o plural de uma palavra, exemplo: Nkisi (singular) Jinkisi (plural), mas essa regra não se aplica a palavra Kambondo.

    Abraços!


  335. Bom dia euandilu.

    O “rsrsrs” não foi deboche não , nao me entenda mal. É pq o tópico é perguntas e respostas sobre a sua Ndanji. E o tópico acabou um pouco desvirtuado. Enfim…

    sou fascinado pela tradição bantu Kongo/angola , e sou curioso , por isso as perguntas que surgiram após diversas pesquisas na internet e nada melhor que perguntar a alguém que pertence a uma Ndanji tradicional e referencial a muitas outras Ndanji.

    Ainda faltam duas respostas hein se for possível responder. rs
    E mais uma pergunta se me permite.

    Hoxi / nkosi , um é Kongo e o outro é angola? Ou é a mesma divindade.

    Desde já , obrigado.


  336. Hoxi quer dizer Leão em Kimbundo e Nkosi, Leão em Kikongo e são a mesma divindade,
    Se me permite dizer, antes de minha Mãe Mabeji lançar o cd Cantigas de Angola, toda casa cantava Hoxi Mokumbe, mas como vc mesmo diz que somos referências para muitas casas, depois do cd todo mundo canta Nkosi, sem se preocuparem com suas próprias tradições, igual “Kukuana”, ninguém fazia e ninguém conhecia, e essa cerimônia pertence a minha casa e Ndanji, mas agora com a popularização do Kupapa Unsaba, todo mundo quer fazer porque é chique.
    Já fui a muito Olubajé em casas de Angola,,, mas isso é outro assunto.

    A única raiz Kongo somos nós, as outras são Angola com derivações em Kongo.

    abçs!


  337. Camila o caráter não está ligado a uma pessoa que tem ou não tem uma casa (terreiro).
    Se você não conheçe uma boa casa, pergunte aos seus amigos, vizinhos.
    Ao chegar a uma casa, peça para falar com o responsavel, explique e marque uma conversa sem nenhum compromisso.
    Não assuma nada sem antes saber se você realmente deseja seguir adiante.
    Retorne após este primeiro passo e tentaremos lhe ajudar.
    Não existe pergunta estupida, existe a forma correta de perguntar qualquer coisa.

    Ire o.


  338. Oiiii….mais algumas perguntinhas …vocês podem me ajudar ?
    Joguei búzios e meus orixás foram o seguinte…nessa ordem…Oxossi,Xangô,Oxalá,Ogum e juntó Oxum.
    Quero saber o que siginifica cada um…Se eu for dizer meus pais de cabeça são eles: Oxossi e Oxum ???E os outros são o que ??
    E mais uma perguntinha: O médium só encorpora os Orixás de cabeça ?
    Esses 5 que tenho são os que futuramente irei receber ?
    Obrigada


  339. Mari,

    Quando se vai fazer um jogo de búzios, os Orixás que sairam para você lhe trouxeram algum recado, isto não significa dizer que ele, no caso Oxóssi, seja seu orixá principal, muitos “olhadores” cometem esse erro. Quando frequentamos uma boa casa de candomblé e passamos pelos rituais até nos prepararmos para iniciar, será nesse momento que o zelador começará a preparar o filho para iniciação e é nesse momento também que se vai apurar o Orixá e todo seu enredo, quando a energia do seu Orixá prepondera dando total segurança ao zelador em afirmar qual seja seu Orixá.

    Axé.


  340. oi, sou espiritualista e estou fazendo um trabalho pra faculdade de ética na clonagem, e queria saber o que o candomblé pensa a respeito.
    abrigado.


  341. Daniel,

    O Candomblé simplesmente não pensa sobre isso, pois não busca criar concepções religiosas para todos os assuntos existentes no meio humana da atualidade.

    Axé.


  342. Gostaria de tirar uma dúvida.
    Todas as casas que fui o jogo informa que sou rodante.
    Fiz minha iniciação e o orixá não me pegou no bori, nas. Curas e nem no rum.
    O zelador disse que é normal e que a medida em que me dedico ao culto o orixá vira.

    Será que tem algo errado? Ele diz que meu orixá xangô aira intile é um santo envocado.

    To desesperado e perdendo a fé. me ajudem.


  343. Fabio,

    Muita gente chega aqui dizendo que “foi iniciado” quando na verdade tomou só um bori e pronto. Você passou pelo processo de iniciação sendo raspado, recolhido etc.? Se sim, é estranho isso, pois na hora da iniciação é imprescindível a presença do orixá. Não vejo como a liturgia num rodante ir adiante sem nenhuma manifestação de orixá. Caso não tenha passado pelo processo de iniciação mesmo, não se preocupe, pois as coisas caminham assim mesmo.

    Obs.: orixá não precisa chegar no bori, pois o bori é um ritual para a cabeça, para o Ori e não para os outros orixás.

    Axé.


  344. queria saber se é possível fazer bori no período da quaresma cristã??


  345. rofer,

    Claro que pode sem problema algum, como você mesmo disse, a quaresta é cristã. Somos candomblecistas, cultuamos os Orixá.

    Axé.


  346. Bom Dia Fernando,

    Gostaria de saber o que é possível de ser feito quando uma pessoa tem problema com espíritos de ancestrais em sua vida.

    Axé!


  347. Hamilton,

    Apurar este caminho (odù) da vida da pessoa, para depois providenciar os ebós necessários, muitos chamam esses espíritos de eguns e que não passam de falsos espíritos de ancestrias.

    Obs: Egun pode se disfarçar do que quizer, até mesmo se passar por um Orixá.

    Axé.


  348. boa tarde gotaria de saber o que é oro?


  349. Tata Euandilu conhece casas serias e de confiança do senhor ou de algum outro “professor” aqui do blog. Aqui em Campinas interior de SP?
    Obrigado.
    Ramon


  350. Ana Oro = cultuar.
    Hoje faremos Oro Òya, ou seja, vamos cultuar Òya.
    Orò é uma outra história e esta ligado a Egungun e Sociedade Ogboni.

    Ire o.


  351. Boa Tarde Fernando

    Estou para fazer um ‘bori’ e tenho dúvida a respeito do preceito em termos de prazo e restrições. Tenho frequentado um terreiro de Umbanda, ainda em desenvolvimento de mediunidade, mas gostei muito de três saídas de ‘decá’ que assisti, e uma festa para oxóssi, quando tive também fortes vibrações, motivo este de fazer o ‘bori’. Assim, quanto tempo é o afastamento de outras casas e o que não se deve fazer durante o preceito?

    Axé


  352. Hamilton,

    Isto quem vai definir é o zelador da casa onde você irá tomar o Borí, lembrando que Borí é uma oferenda para a cabeça (Orí) e não para o seu Orixá.

    Boa sorte!

    Axé.


  353. Boa tarde Tata euandilu , se me permite chamá-lo assim.

    Dessa vez não quero tirar uma dúvida é sim gostaria de uma indicação de algum livro para que eu possa abrir um pouco mais a minha mente , em qualquer religião o aprendizado só vem através da vivência mas ler sobre ela ajuda a entender um pouco o seu ” significado”.

    Obrigado.


  354. eu sou medium e não preciso raspa a cabeça sou feita ja encorporei e tudo mais mais queria saber o pq o pai que me benze me chama de abre cum queria saber o porq sou medium e o pq disso aguardo a resposta de vcs bjjs


  355. nadine,

    Como você é feita se não se iniciou? Ninguém nasce feito dentro do candomblé! Mediun todo ser humano é, uns são mais latentes que os outros. A palavra certa é Abikú, e mesmo assim a maioria dos abikús são iniciados dentro dos seus rituais.

    Axé.


  356. Pedi uma leitura de búzios para saber o meu santo de cabeça. Foi-me dito que há uma guerra entre dois santos pela minha cabeça: Logun Edé e Xangô. Disseram-me que, com isso, há uma contenda também de Yemanjá (pelo lado de Logun Edé) e de Iansã (pelo lado de Xangô). Orientaram-me a fazer um agrado a todos eles (por via das dúvidas) porquanto não há como saber quem vai ganhar… Desde o início, falaram-me para firmar o Exu de um deles… Enfim, fiquei muito confuso… Poderiam me dar uma orientação?


  357. minha familia é toda do cadomblé desde quando eu era bebe e desde a barriga minha mae ja rodava e etc. mais
    nunca deixaram ninguem tocar na minha cabeça porque desde menina eu já sentia vibrações e a mae de santo da minha vó sempre falava minha guerrerinha se salvou 2 vez , eu sou gemeas e na hora do meu parto minha irmã morreu quando completei 2 pra 3 anos sofri um acidente gravissimo poriço ela me chamava assim de Guerreirinha . mais voltando ao assunto quando desceu em mim eu chorava muito de retorcia demais ,é oque me falaram pq eu nao lembro . ai dps de uns tempo eu acordei na madrugada e tinha um homem com um bebê no colo me olhando ,e nao era sonho , e dps dali eu sonhei com varias coisas absurda :s


  358. eu nunca quis me aprofundar porq antes tinha medo mais depois fui tentando entender e isso faz parte de mim eu ja tive intuição sobre muitas coisas sobre o nascimento do filho da minha colega na hora que ela sentiu a dor do parto eu senti um arrepio liguei pra ela e foi batata o namorado dela que atendeu e falo ela entro pra ganha agora :s Sobre estar em um local sair e quando eu sai acontecer algo sempre sinto um arrepio de me tremer dos pes a cabeça e algo sempre dentro de mim falando sai dai, não sou louca nao fernando D’ Osogiyan mais todo mundo fica com medo de mim quando eu falo alguma coisa e dps logo em seguida acontece :s SOU MEIA DOIDINHA MESMO NO JEITO DE FALAR MAIS ESSE É MEU JEITO SOU ASSIM DESCULPA QQER COISA BJÃO

    Axé


  359. Marco,

    Muito confuso esse seu jogo, aconselho a procurar um outro jogo e fazer comparações. Orixá não entra em guerra, isso é uma força de expressão. Estes Orixás respondem no jogo para você, isso não quer dizer que um deles seja seu Orixá de cabeça. Só se confirma um orixá de cabeça quando se está no caminho de iniciação, antes disso é prematuro.

    Axé.


  360. nadine,

    Procure uma boa casa de raiz e axé para se cuidar, e receber orientações corretas para sua vida espiuritual.

    Boa sorte!

    Axé.


  361. Wagner, desculpa pela demora em te responder mas estava fora,
    Bom, eu não gosto muito de indicar livros que falem de Angola pq existem muitas tradições diferentes como Bate Folha, Tombeici, Tumba Junsara, Goméia, Calabetão ou Paketan, e cada uma tem uma tradição diferenciada da outra, mas se vc quer ler algo razoável leia os livros de Nei Lopes.
    Abraços


  362. Caro Fernando,
    Muito obrigado por sua atenção. Achei tudo muito estranho também. Foi-me pedido o montante de R$ 10.000,00 para a iniciação. Isso é comum? Desculpe abordar isso, mas é que estamos em meio a muitos problemas inclusive financeiros e, de fato, mais estranheza ainda me veio…


  363. Marco,

    Para pensar em se iniciar no mínimo você tem que frequentar a casa, conhecer as normas, as pessoas, o ambiente, ser um abiyan por pelo menos 1 ano, para poder se organizar e entender a necessidade da iniciação com o decorrer do tempo, caso o contrário parece comércio e não religião. Escolha uma boa casa de raiz com boas referências e boa sorte.

    Axé.


  364. Boa noite,
    Fui numa saida de muzenza(Dandalunda) em que a mesma so recolheu duas semanas e nao raspou a cabeca, ao questionar me foi dito que a mae dela fez obrigacao de sete anos gravida de sete meses e por esse motivo ela nao precisou catular.Gostaria de saber se este tipo de procedimento e comum e em caso afirmativo qual seria a justificativa.
    Grata,


  365. Sonhos
    O lha eu gostaria de sabe são coisas boas ou ruim se tem como eu mesmo saber se o sonho e bom ou ruim as veses. Tem um siginificado
    exenplo o sonho e um sonho ruim mais precinto que e um sonho bom e posivel d?


  366. Leonardo isto pode ter um cunho muito pessoal. Tem gente que consegue decifrar seus sonhos e estão acostumados a isto.
    Existem sonhos que são decifrados por pessoas que tem este dom e estudam sonhos.
    E existe o oráculo que pode desvendar com certeza o seu sonho.
    Portanto…

    Ire o.


  367. Kolofé!
    Gostaria de saber após ser recolhido para o roncol, antes de se começar os rituais da feitura a primeira coisa é dar comida a exú e assentar, antes do orixá, e esse ritual é feito com a presença do futuro iao. Pois fiz meu santo e não me lembro de ter assentado meu exú.


  368. Dandara, com certeza o primeiro a comer é Exú, mas se ele vai ser assentado ou não isso depende muito das diferentes tradições ou axés.


  369. Não Pérola, esse procedimento não é comum nas casas de Candomblé. Na minha casas por exemplo isso não acontece, sua mãe poderia estar grávida de vc quando da feitura dela, mas isso não quer dizer que vc nasceu feita, mas sim, nasceu de axé, isso quer dizer que vc nasceu dentro dos preceitos da religião e, por isso tem a obrigação de ser iniciada e seguir a religião, Ok.


  370. Boa Dia Fernando
    A Nação Efon estuda e trata com maior profundidade a influência de Odu na vida das pessoas do que o Ketu?
    Grato


  371. Hamilton, Odù é a base de tudo. Odù vem antes de òrìsà, vem antes de Orí.
    Todos os sacerdotes devem aprofundar seus conhecimentos e práticas sobre Odù.
    Odù se estuda a vida inteira e troca-se informação constantemente.
    Òrúnmìlá diz que o Orí que sai pela manhã, não deve ser o mesmo Orí que retorna a tarde.
    Portanto, a cada dia mais e mais devemos estar aprendendo e fornecendo conhecimento.

    Ire o.


  372. BÀBÁ DA ILHA COMO FICA UMA PESSOA QUE TEM O ORÍ MEJI EM RELAÇÃO AO SEU ODÚ PÓS INICIAÇÃO!ADUPÉ!


  373. Nei o òrìsà que você receber será o responsável juntamente com o seu segundo.
    Porém, somente ele vai responder (possessão) em sua cabeça, veja bem, estamos falando de Candomblé.
    O seu Odù será revelado na esteira, após sua iniciação.
    Este Odù será o Odù de seu renascimento.
    Pois o seu Odù original (o que chamam de Odù de placenta) somente será revelado caso você se inicie no culto de Òrúnmìlá e isto é visto dentro do Igbòdu.
    Este Odù também pode ser revelado por um Babalawo no terceiro dia do nascimento de uma criança.
    Fora isto, dentro do Culto Tradicional conforme nos foi ensinado por Òrúnmìlá, não há outra resposta.

    Ire o.


  374. olá.. não entendo muito de ketu, nagô… enfim.. gostaria de saber se é normal se iniciar e o orixá não virar ao fim da feitura. na minha casa dizem que nós é quem iniciamos, não o orixá.. que ele escolhe quando virar e que é normal se não virar ao fim da feitura.. alguem me orienta? grata. Regina


  375. Regina dentro do Candomblé isto não parece ser normal, porém, para mim e minha casa é normal sim.
    Òrìsà não inicia, nós nos reiniciamos, nascemos para a vida espiritual.
    Um zelador sabe o que realmente está acontecendo dentro de uma iniciação, o problema é que poucos tem peito de colocar o iniciado dentro do salão de olho aberto, que por sinal eu acho muito mais honesto.
    Òrìsà quando é invocado, pode ou não tomar posse de seu Elégun, pois muita coisa depende do Orí desta pessoa.

    Ire o.


  376. muito obrigado pela resposta… isso estava me deixando muito insegura, embora confie muito no meu babalaô, mas como vim de angola, me pareceu estranho e várias pessoas q consulto me dizem que nunca viram isso.. poderia me informar onde consigo mais informações sobre o assunto e tb sobre cargo de cuidadora de babáegumgum?


  377. Regina não existe literatura para isto, vale a tradição oral dentro do culto.
    Sobre o Cargo de Ojé, creio que a pessoa mais importante neste momento é o seu Akapo.
    Ele com certeza lhe ´mostrará este caminho e lhe dirá que no culto de Egúngún, a participação das mulheres é muito pequena, porém, elas participam e tem cargo dentro do Ilè Egúngún.

    Ire o.


  378. sou um amante dos orixas e queria saber oq fazer pra seber qual é meu santo


  379. João Paulo, somente procurando alguém que possa consultar os búzios para você.

    Ire o.


  380. Boa tarde, gostaria de informações ou indicação de literatura a respeito de Oxum Okê, será que alguém poderia me indicar? Axé a todos.


  381. Mari existe alguns livros bons sobre o Candomblé, temos um post sobre literatura indicada.
    Boa leitura.
    Quanto a este òrìsà acho difícil você uma livro que fale especificamente dela.

    Ire o


  382. em Março 26, 2013 às 1:09 pm rodrigo D' Osalufan

    bom dia Da Ilha…

    Mais uma vez venho solicitar seus conhecimentos, que sempre são de grande valia.

    Gostaria de saber se um yao, ou qualquer que seja o cargo de rodante, pode virar em mais de um orixá, no caso, 02 orixas. Apesar de saber que ha um orixa como ajuntó ou sendo Ori Meji, isso é comum?

    Grato.


  383. Rodrigo no Keto isto não existe.
    O Djedje incorpora outra energia depois de muito tempo e obrigações pagas.
    No culto Tradicional é normal você iniciar para mais de um òrìsà é ter possessão por parte deles.
    Orí meji dentro do Candomblé, conforme explicado por Baba Fernando, é uma energia que se divide em dois caminhos.
    Dois Ògun, duas Osun e etc.
    Portanto, quando você incorporar um òrìsà você não dará espaço para alternância, ok.

    Ire o.


  384. em Março 26, 2013 às 2:28 pm rodrigo D' Osalufan

    Da Ilha

    Obrigado pela atenção…
    É exatamente por isso que pergunto, pelo que foi ensinado a mim realmente isso no Keto (minha nação) não se dá, mas vejo em outras nações, principalmente Bate Folha, isso acontecer. Por isso minha dúvida!
    Alias, vou te solicitar esclarecimentos novamente, na verdade vossa opinião!
    Aprendi com meu zelador que quando a pessoa fecha os olhos e vira no santo… respeite… mesmo que voce desconfie se é mesmo orixá, pois oxalá é testemunha de nossas atitudes e que paga somos nos mesmos!
    E fiquei muito incomodado quando presenciei duas mulheres que não tem oque fazer, reparar nas pessoas que estao no xire, falando que fulano não ta com o santo, beltrano não sabe dançar, …
    Fique muito triste, em ver essas idiotas, pra não falar outra coisa, ficarem desrespeitando os outros… e o pior não faziam parte nem da casa!!!
    Pergunta: é possivel a pessoa saber se alguem ta virado ou não? ou somente o zelador é possui essa visão, se é que possui?

    asé


  385. Nação Batefolha ?


  386. em Março 26, 2013 às 4:03 pm Rodrigo d Osalufan

    Raiz Bate Folha. As três principais nações são: Jeje, Ketu e angola. Quando falamos raiz queremos dizer da origem de onde descende o Asé. ex: ile ase xxx tem raiz de Goméia, ile ase xxx tem raiz no Gantois, ile asé xxx tem raiz no Opo Afonja… etc… isso segundo meus conhecimentos. Me corrijão se eu estiver errado.

    asé


  387. Desculpe se eu interpretei de forma errada mas perguntei após ter lido o seu ultimo post no qual voce dizia: “É exatamente por isso que pergunto, pelo que foi ensinado a mim realmente isso no Keto (minha nação) não se dá, mas vejo em outras nações, principalmente Bate Folha, isso acontecer.” E também achei estranho comparar nações , pois no meu entender se fossem iguais existiria uma nação única. Me desculpe mais uma vez se interpretei de forma errada a sua colocação.


  388. Boa tarde Tata Euandilu.

    Um Tata Kambondo pode “arriar comida” para nkisi e dar “ebo” sem a presença de sua Mam’etu?


  389. Rodrigo, me desculpe mas gostaria de saber quais casas do Bate Folha vc frequenta para dar esse informação.
    Pertenço a esta Ndanji. Sou filho de Mam’etu Mabeji.

    Agora quanto a sua dúvida, na minha casa se incorpora com o segundo santo sim, dificil, mas isso acontece geralmente em obrigações, mas isso não é exclusividade do Bate Folha, e sim de todas as descêndências de Angola que eu conheço quanto as casas de Ketu e de Gege que eu vou aqui no Rio de Janeiro.

    É muito raro isso não acontecer em uma casa de Candomblé.


  390. em Março 26, 2013 às 4:49 pm Rodrigo d Osalufan

    Wagner…
    De forma alguma, eu é que peço desculpas por ter me expressado mal ou imcompletamente. Sabe como é as vezes tenho que escrever rapido, pois o tem po é escasso.

    Asé


  391. em Março 26, 2013 às 4:57 pm Rodrigo d Osalufan

    euandilu

    Ai vc me pegou.. não sei exatamente, pois não sou filho da casa, minha casa é de Ketu… Esta casa que citei é de um conhecido e so vou lá em festas e para visitar. Não tenho conhecimentos mais profundos sobre as raizes.


  392. E mano mas tem muita gente se dizendo Bate Folha e não é, tem que ver isso direitinho Rodrigo.


  393. Wagner, não vejo problema em um Kambondo dar comigo a santo e dar ebó, nós somos preparados para isso, e lá em casa quem faz isso tudo somos nós.
    A mãe dá as ordens e nós executamos.


  394. Frequento uma casa em SP de candomblé e estou prestes a me iniciar em junho, mas estou com medo porque ouvi alguns detalhes e não posso contar a Mae de Santo para não prejudicar meu irmão Egbomi. Quando perguntei detalhes da iniciação (após muito insistir) tipo se ele percorreu os caminhos do yawo, se a Mãe assentou o Bara e se foi tirado o Odu do renascimento dele. Pelo que ele me contou estes procedimentos não foram feitos e que também não fez juramento, ele disse que isso seja feito nos 7 anos. Houve o Oró, banhos e outras coisas, mas estas etapas não.
    PERGUNTA: Podemos considerar isto uma feitura ou não? Ele mesmo disse que na dúvida faria tudo de novo, mas muitas casas de candomblé não raspam de novo… O que poderia ser feito no caso dele e no meu?

    Que Olodumare abençoe as pessoas do blog, abiãs e yawos!! Axé


  395. em Abril 4, 2013 às 5:09 am Thuanny Carvalho

    Mukuiu Irmãos
    Estou com uma dúvida relacionada à qualidade do meu Inkissi.
    Gostaria de saber, se na nação de angola (a qual pertenço) não existe mesmo qualidade de Santo?
    Pois, tenho uma amiga de Oxum que depois de feita jogou com outro Tateto e lhe informou que ela é de Oxum Opará. Portanto, teria que ter raspado metade de sua cabeça para Kissímbè e a outra metade para Matamba.

    Estou muito intrigada com essa novidade, inclusive ate pensei em sair do abassá que frequento. Ajudem-me, por favor. Frequento este abassá há 04 anos e será muito difícil deixar minha Mameto, sou muzenza há 01 ano e dois meses, mona de N’Zazi Luango com Matamba.
    Abraços,
    Axé


  396. Thuanny sua postagem está muito confusa, mas vou tentar ajudá-la embora acho que este assunto vc teria que resolver com sua mãe ainda mais sendo uma iniciada a tão pouco tempo.
    Nkisi é único, não existem qualidades e sim “mahamba” ou forças que regem determinada parte da natureza ou fenômenos ou patronos.
    Existe a força do raio (N’zazi), a do trovão (kiluminu) e etc.
    Não existem igualidades entre Orixás e Nkisi.
    Oxum Opará é um orixá e não um N’kisi, e se Opará é feita do jeito que vc está descrevendo, o que eu sinceramente acho um absurdo e tenho minhas dúvidas quanto a isso, certamente ela não é feita com Kisimbe que nada tem haver com Matamba, esses Jinkisi não se copletam.
    Agora vc tem que decidir se é de Nzazi ou de Luango, que são Jinkisi distintos.
    Onde vc mora e onde foi feita?


  397. Olá euandilu. Gostaria que me esclarecesse uma duvida se possivel: ´pelo que eu sei, na tradição bate folha e seus descendentes, até hoje são feitas as kuras no corpo dos muzenzas na iniciação e em outras obrigações. Vc sabe me dizer se a raiz tumba junçara tambem são feitas essas incisões nos dias de hj? Eu pergunto pq apesar de parecidos o bate folha é kongo e o TB é angola, então imagino que sejam diferentes em algumas coisas. Até mais!!


  398. Julio, embora o Bate Folha seja fundamentado em Kongo e o Tumba Junsara em Angola, somos parecidos em alguns fundamentos, e a “kura” é uma delas, aliás, em todas as tradições religiosas que conheço são feitas as kuras, Ketu e Gege tbm fazem em seus iniciados.

    Kura virou um verbo ” vou fazer minhas kuras”, mas na verdade ela é uma palavra derivada de “Kuriá” que significa “comer”.

    Elas não são marcas de tribos como alguns pensam que seja, seu significado é de dar de comer ao corpo nos “chacaras” determinados.

    Abçs


  399. Boa Tarde Tata euandilu

    Estou aqui mais uma vez pra “pertubar” , rs

    Estava debatendo com um amigo sobre dialeto , algo que eu não tenho muito conhecimento e como sempre uso a Ndanji Kupapa Unsaba como “fonte”.

    Qual a forma correta de se ” pedir licença” ?:

    Kubana jila
    Tumbanda gira
    Bana Jila
    Bonagira
    Kunbanda gira


  400. em Abril 4, 2013 às 8:43 pm Thuanny Carvalho

    Eu moro em São Paulo, e sou feita de aqui na zona leste… Sou de N’Zazi, e só gostaria de esclarecimentos pois em cima do que lhe disse, minha Mameto normalmente não joga para confirmar absolutamente nada, quem joga para os filhos de santo dela, é a minha avó de santo que é de Ketu! Eu não sei o que fazer sinceramente! Mas mesmo assim agradeço!


  401. Thuanny realmente é bastante complicado.
    Como uma pessoa de Ketu pode ver um Nkisi em um jogo de Odús? No Angola não existem Odús, ai é que complica pois ela vê Xangô e fala que é Nzazi…. Bastante complicado mesmo.


  402. Wagner o pedido de licença é: Tu Mbanda Njila e a resposta é Njila eh!


  403. Boa tarde Tata euandilu.

    Mas uma dúvida em um bate papo com uma amiga.

    Ela disse que o namorado dela foi “suspenso” pelo segundo” santo” de uma zeladora. E que ele seria confirmado pelo mesmo.

    Isso é possível?


  404. Boa tarde,

    Comecei o meu caminho no Candomblé Ketu agora, participei de um corte onde todos os filhos da casa viraram no Erê, na antiga casa onde frequentava (Umbanda) comentaram que só vira de Erê o filho que está sendo iniciado, gostaria de saber se isso é verdade ?
    Bom já visitei muitos barracões e sempre vi filhos que não foram iniciados virados no Erê, fiquei em dúvida em relação a isso.


  405. Ana eu não posso afirmar nada.
    Existe ritos, dogmas e etc.
    Eu não gosto de dogmas, dogma lembra amarra.
    Posso lhe dizer que o Ere sempre vem (nasce) depois do òrìsà, se agora vem na frente…
    Sua duvida não pode ser estendida.
    Se tentarmos encontrar resposta para tudo morreremos de cansaço antes de achar a segunda resposta.

    Ire o.


  406. em Abril 17, 2013 às 4:02 pm Mário Carmelo

    Boa tarde, senhor Euandilu!

    Tire-me uma dúvida. Tu Mbanda Njila, se pronuncia assim: Tu umbanda umdjila? E corresponde ao Agô yorubá? E Njila eh! se pronuncia: undjla er! Ou e? E significa: Não há de que!Por nada!
    Um abraço.


  407. em Abril 17, 2013 às 4:09 pm Mário Carmelo

    Sr. Euandilu, boa tarde!

    Agora estou confuso, pois sempre ouvi dizer que kuras são incisões feitas no corpo, marcas identitárias. O sr. disse que esse verbete deriva de um verbo e significa comer. Então esse vocábulo vem da língua bantu? Lá ele siginifica comer, ou comida, é isso? E as incisões no corpo como se chamam, na nação Angola?


  408. Mário as curas são incisões feitas no corpo para que ele coma determinado fundamento, o nome virou curas pq foi confundido com o verbo Kuriá (comer) entendeu?
    Como te disse anteriormente, as marcas tribais são feitas no rosto da pessoa.


  409. Mário Tu Mbanda Njila se pronuncia: “Tumbanda jira”, que corresponde ao agô do dialeto yorubá sim, e sua resposta é: Njila êh que se pronuncia “jiraê”.
    A pronúncia as vezes difere da escrita, isso em toda língua.


  410. em Abril 18, 2013 às 2:42 pm Mário Carmelo

    Bom dia, sr. Euandilu!

    Obrigado, mas aí surgiu outra pergunta, a partir de sua resposta.
    Certa vez o senhor disse que O N e o M antepostos às palavras nos indicaria uma prosódia anasalada, mas aí nessa situação parece que isso não aconteceu. Peço-lhe desculpas por ser muito detalhista, e se o senhor não dissera algo correspondente à nasalização, eu me confundi! Peço-lhe desculpas também.
    Um abraço.


  411. Makuiú meu mais velho porfavor o senhor pode me tira uma duvida deitei pro santo tem 6anos fiquei 3meses de quele 6meses de contra egun é ai quando tirei o contra egun meu exu não virou minha mãe de santo falou que eu não viro no exu por que sou de oxalufã grata desde ja obrigada


  412. Greice o que você precisa saber?

    Ire o


  413. gostaria se é normal isso aconte com pessoas de oxala pois conheço algumas de oxala que viran no santo é por que isso aconte seria um quisila com exu e se isso pode me prejudica ou oxala esta me protegendo desde já grata sua bença


  414. Greice é normal este tipo de comportamento da energia.
    Leia sobre os mitos de Osala e Èsù e você entenderá melhor tudo isto, tudo começa na cosmogonia yorùbá.

    Ire o.


  415. em Abril 27, 2013 às 1:15 pm Francys oliveira

    Gostaria de saber, quais dos dois orixás ogum ou oxossi tem possibilidades de ser juntó de oxum opará,desde já Olorum Modumpé


  416. Francys qualquer um dos dois.

    Ire o.


  417. em Abril 27, 2013 às 4:55 pm Francys oliveira

    O motivo da minha pergunta foi pq sempre no jogo aparecia muito oxossi, chegou a incorporar e tudo mas quase uma semana antes de puxar o juntó, ogum deu as caras e a roupa que fiz para oxossi parecia até que estava adivinhando que ele não iria usar,porque ficou perfeita p/ ogum fiquei muito confusa com isso ,tenho duvida também se a qualidade desse ogum é a mesma que oxum opará tem caminhos´Olorum Modumpé


  418. Francys minha filha, dentro do Keto junto (adjunto) não ‘vira’ na cabeça do iniciado.
    Não existe ritual para trazer o segundo òrìsà, não existe vestir o segundo òrìsà.
    O que será que esta acontecendo na sua casa?
    Não se deixe enganar por ninguém e nem pelo seu Orí.

    Ire o.


  419. Boa Noite

    Não sei como começar… mas enfim vamos lá

    ” Parabéns pelo autores e pela vossas respostas. Todas muito bem explanadas. Não pertenço a religião porém sou um jovem (24 anos) admirador da mesma.

    Consulto-me regularmente com uma “Mãe de Santo” no qual auxilia-me.

    Sou totalmente leigo sobre o assunto, mas ultimamente sinto como se algo direcionasse a fazer parte da religião, a participar, a conhecer-me, pesquisar.

    Sendo assim faço a pergunta mais básica e simplória (em comparação das realizadas): ” Como faço para iniciar na religão?

    Thanks😉


  420. em Maio 1, 2013 às 9:14 pm Nadson jesus de oliveira

    Boa noite Sr. Euandilu, estou prestes a fazer o meu bori para que possa fazer a minha feitura. Conheci um pai de santo chamado Matambele, de nação Angola, me disse que é neto de Joãozinho da Goméia. Moro em Guarulhos SP, gostaria de saber se o conhece, e se também poderia falar um pouco de Joãozinho da Goméia. Aguardo sua resposta, muito obrigado.


  421. Del esta mesma pessoa que faz ao consulta ao oráculo para você pode lhe encaminhar.
    Não mistério nenhum, ela conhece os caminhos com certeza.
    Jogar, fazer os ebo, adentrar a casa e receber seu fio de conta.

    Ire o.


  422. Bom dia Nadson, não entendi bem sua colocação, “Vc vai fazer um bori, para poder se iniciar” como assim?
    Não conheço esse Pai de Santo que vc mencionou.
    Nadson acho melhor vc repensar a respeito de sua iniciação com esse Sr.
    Joãozinho da Goméi, foi o Pai de santo mais famoso em sua época, tinha como filhos políticos, delegados, consulezas e etc… Propagou a religião, mas o grande equívoco dele foi misturar Candomblé de várias vertentes, como o candomblé de caboclo e a umbanda, ao Angola.
    Procure bem uma casa boa para se iniciar, para não se arrepender.
    Preste atenção no que acontece na casa e como agem seus dirigentes. Existem casas boas em São Paulo, olhe melhor.


  423. em Maio 2, 2013 às 3:00 pm Nadson jesus de oliveira

    Bom dia Sr. Euandilu, o meu Orixa Xango queria fazer a feitura, mas por falta de condições no momento, no jogo de búzios foi diti que aceitaria um bori para mais pra frente eu fazer a feitura. Isso confere? Obrigado


  424. Confere sim Nadson, nem sempre é necessário ser iniciado no santo.


  425. em Maio 2, 2013 às 5:15 pm Nadson jesus de oliveira

    Muito obrigado Sr. Euandilu.


  426. Nadson leia sobre Bori clicando na foto de Baba Fernando, Bori é cerimonia de louvor ao seu Orí, não tem nada a ver com Sàngó ou outro òrìsà.
    Será que não ouve erro de comunicação?
    Quem sabe você não ouviu dizer:Dar um ebo para Sàngó enquanto você não consegue compras suas coisas.
    Um conselho, comece a guardar dinheiro, com certeza você terá o que precisa muito antes do que você está prevendo, Sàngó proverá.

    Ire o.


  427. em Maio 2, 2013 às 8:13 pm Nadson jesus de oliveira

    Sr. Da Ilha obrigado pelas suas palavras, oque acontece é que tenho medo que demore pra juntar o dinheiro, e que o orixá comece a me cobrar, e tudo que está dando certo na minha vida comece a virar.


  428. Nadson este seu pensamento pode fazer tudo retroceder, pense positivo, pense que você irá conseguir seu objetivo e Sàngo vai lhe ajudar.
    A caminhada começa com o primeiro passo.

    Ire o.


  429. em Maio 2, 2013 às 9:24 pm Nadson jesus de oliveira

    Que assim seja, eu tenho fé q vai da tudo certo. Obrigado mais uma vez!


  430. em Maio 8, 2013 às 1:35 pm Florametista

    Bom dia! Sou filha de Oyá Fakarebó; o sr. poderia me falar sobre essa Iansã? Grata!


  431. Florametista,

    Procure o post sob o título Qualidades do Orixá Oyá/Iansã.

    Axé.


  432. Manuela, Boa tarde
    gostaria que tu me explica-se porque os orixas se afastam quando a gente mais precisa, por alguns motivos k não convem me afastei da casa k frequentava, não consegui encontrar nenhuma casa k me senti-se bem, me afastei de vez, minha vida como podes imaginar foi de mal a pior em todos os aspectos, pk na hora k mais preciso de conselhos, apoio dos orixas eles se afastaram????


  433. Zelia òrìsà não se afasta, ele fica onde sempre ficou, solto no ár, na água, na terra e no fogo.
    Nós temos que ir até ele, sempre. Se não vamos, ele não nos reconhece.
    Rio que esquece a fonte seca. Não podemos colocar a culpa em cima do òrìsà e dizer que fomos abandonados.
    Nossa religião é presencial, se não vamos a ele, não adianta ficar pedindo de dentro de casa.
    Reveja seus conceitos e atitudes, com certeza ele irá olhar para você depois da mudança.
    Que você tenha muita sorte em seus caminhos.

    Ire o.


  434. em Maio 23, 2013 às 1:02 am Odessy Serena

    Mutumbá.
    Gostaria de saber se há diferença (e qual) entre digina, oruncó e ilá? Obrigada.


  435. Odessy Serena.
    Digina é o nome do iniciado dentro da Angola, ele é chamado por este nome sempre que está na sua casa de àse.
    Orunkó é nome que o òrìsà traz depois da iniciação do Elégun, o Candomblé de Keto tem por norma não divulgar este nome, é segredo, ele é revelado somente na saída do iyawo.
    Ilá é o brado, o grito de guerra do òrìsà.

    Ire o.


  436. ola mukuiu , meu nome é ROnaldo!
    gostaria de saber um significado de um nome que me apareceu em sonho !
    dizia assim!
    orikisi orikicongo!
    obrigado


  437. Ronaldo não poderei lhe ajudar.
    São palavras sem nenhuma função e há uma mistura de yorùbá com Angola.

    Ire o.


  438. Ronaldo realmente uma mistura grande ai…veja bem.
    Ori palavra Yorubana que significa cabeça
    Kikongo, uma das línguas bantu .
    Compliacado.


  439. olá gostaria de saber com quantos anos de idade pode se fazer uma feitura de santo


  440. Jordson quem decide por uma criança é o oráculo e seus pais.
    Não há idade especifica, existe sim a sua vontade, a autorização e a necessidade.

    Ire o.


  441. em Junho 2, 2013 às 11:24 pm Odessy Serena

    Da Ilha, obrigada pelos esclarecimentos. O que poderia me dizer sobre o orixá Oxosse, especificamente de Ibualamo?


  442. Boa noite.
    Gostaria de saber os métodos para identificação do nosso orixá. Existe algum além do jogo de búzios? E, seria possível errar?
    Desde já agradeço.


  443. Yasmim, o oráculo sagrado de Ifá é composto de òpèlè Ifá e Ikin Ifá.
    Òpélè é uma corrente composta de o meias sementes da árvore que lhe empresta o nome.
    Os Ikin são as sementes do dendezeiro, um tipo de palmeira especial é utilizada para fornecer os frutos.
    Os jogo búzios não é um jogo (propriamente dito) de Ifá, chama-se meerindilogun e foi dado a Osun por Òrúnmìlá (òrìsà que criou o oráculo sagrado).
    Estes dois primeiros sistemas de divinação são usados pelo Babalawo, os búzios são usados pelos sacerdotes de òrìsà, um Babalawo iniciado em òrìsà pode manipular o meerindilogun.
    O erro é possível e existe aos montes, pois precisamos de uma serie de predicados inerentes a função ocupada, uma das mais importantes é a retidão e o caráter do sacerdote/Babalawo.
    Sendo o ser humano passível de erros e faltas graves, ele pode errar (falhar) ou pode usar de má fé.
    Todos estes erros são olhados, vigiados e cobrados por quem de direito, Ìwòrì/Ejilaseborá, estará olhando constantemente estas pessoas.

    Ire o.


  444. Odessy veja post sobre Erinlé e vários comentários que lhe trarão várias informações sobre este òrìsà.
    Que por sinal é o òrìsà que me foi consagrado.

    Ire o.


  445. em Junho 5, 2013 às 6:23 pm Odessy Serena

    Mutumbá, Da Ilha. Esse é o meu orixá também. Tenho muito a aprender sobre ele. Obrigada pela dica.


  446. em Junho 8, 2013 às 6:02 am Thainá Borges Santos

    Oi Gente!
    Voltei a chatear….
    Estou indo num terreiro faz uns 3 meses gosto muito de lá e o pessoal parece ser boa gente,são fechados e tals mas acredito mais nessas pessoas que não ficam de sorriso de orelha a orelha.Pois bem tô com muitas dificuldades financeiras e quando cheguei lá o caboclo me disse pra fazer um trabalho pra oxóssi e Ossaim na mata que eu iria ver resultado.Gente tô num limite que nessa semana pensei até em suícidio porque me sinto muito sozinha.Vi que isso não era normal e decidir me consultar,como já falei aqui sendo ekédi ou não quero assentar meus orixás(por exemplo:neste momento que escrevo sinto uma forte dor de cabeça mas precisamente no centro da cabeça) sinto que lá é um lugar bacana..Mas quero pra saber o nome dos meus orixás…como devo cuidar não desjo ser filha de santo..Aí pensei minha primeira consulta nos búzios foi frustrante pq eu queria saber a qualidade deles o pai de santo não me falou..Consegui o dinheiro com minha avó Aí a questão é:O que vcs me aconselham:Jogo de Búzios,cartas,o próprio médium,ou a entidade jogando?
    O que vcs acham?
    Obrigada!Axé!


  447. Thainá nossos igbà (assentamentos) não são bibelôs (me desculpe). Mas ninguém irá lhe arrumar òrìsà para lever para casa/deixar no Ilè àse e lhe ensinar a se cuidar se você não é iniciada. Não se profana segredo, não se dá o que a pessoa não pode receber.
    Se você deseja todas estas coisas então se inicie, é o caminho correto e mais curto para aprender a cuidar da energia de òrìsà.
    Qualidade de òrìsà é coisa para depois da iniciação.
    Se você quer ser simpatizante (suplicante) não há problema nenhum, vá, consulte e faça seus ebo.
    Para falar de òrìsà o ideal seriam os búzios.

    Ire o.


  448. em Junho 9, 2013 às 6:17 am Thainá Borges Santos

    Ok Da Ilha OBrigada!


  449. em Junho 9, 2013 às 6:29 am Thainá Borges Santos

    Bom Obrigada!!
    Vou continuar a ser suplicante sim,e iniciada mas nem de graça rsrsrrsrs
    Axé!


  450. Thainá eu postei um artigo sobre o poder das palavras.
    Hoje pensamos de um jeito e amanhã poderemos mudar completamente nosso destino.
    Pense em suas palavras e pense que elas tem muito poder.
    Mesmo brincando, as palavras provocam reações.
    Pense neste ensinamento e leia o texto.

    Ire o.


  451. em Junho 10, 2013 às 5:16 am Thainá Borges Santos

    Não achei,depois me passa o link.
    Obrigada!


  452. em Junho 11, 2013 às 6:55 pm FERNANDO CESAR GONÇALVES DA SILVA

    quem e de OXAGUIAN e obrigatório assentar o orixá OGUM.


  453. OLÁ! ME INTERESSO MUITO PELA CULTURA. UM AMIGO ACHA QUE SOU DE IANSÃ. GOSTARIA DE SABER SE MESMO NÃO SENDO INICIADA, RECEBO A PROTEÇÃO DELA.
    OBRIGADA!


  454. Bom dia Glenia, com certeza vc recebe proteção desse santo.
    Nós nascemos com nossos Orixás, ninguém precisa ser iniciado na religião para ser protegido e abençoado por eles, somos iniciados para sim fazermos parte da tradição religiosa ao qual pertencem nossos santos, lógico que uma iniciação é uma aproximação e com certeza se vc tiver a necessidade de ser iniciada, o seu Orixá fará sua vontade.
    Abraços e boa sorte.


  455. Glenia somente o jogo poderá lhe responder esta pergunta.
    Não se deixe levar por opiniões que não retratam a realidade da divindade.

    ire o.


  456. em Junho 15, 2013 às 4:39 pm Chateadacomaspessoas

    Boa Tarde, sou nova na religião, e acabei de passar por uma situação e perguntei algumas pessoas… e queria ter mais opiniões sobre o assunto:
    uma pessoa com 7 anos pago, de omolu com yansã, ketu,pode receber outros orixás… tipo yemanja, xango, oxumare, logun e oxalá ( isso que eu estou lembrando agora)….fora isso pode receber a pomba gira da sua ekedji …. por favor…. me digam com toda sinceridade o que essa pessoa é….
    Obrigada…..


  457. Chateada eu não sei o que esta pessoa é.
    Orí é perigoso demais, faz você receber uma coisa que tem nome de tudo, menos de òrìsà.
    Porém, nós não temos cabeça de oratório, no Candomblé de Keto o òrìsà que você inicia é o seu Olorisá e ponto final.
    O que vier depois disto em matéria de òrìsà é miragem.
    Quanto a Pombo-Gira eu prefiro não opinar, afinal de contas, se for a mesma pessoa em questão, a coisa fica meio complicada.

    Ire o.


  458. em Junho 16, 2013 às 5:35 am Chateadacomaspessoas

    Obrigada por responder Da ILha…. a questão da pomba gira foi a mesma pessoa…. é isso que não consigo entender…. e o que seria essa miragem…. ele estaria inventando… mentindo…. fica tão complicado conhecer e confiar em alguém…..


  459. Chateada, releia meu comentário e ponha um pouquinho de pimenta.
    Se você não entender…
    Creio que não preciso ser mais claro.
    Tem muita invenção e miragem neste episódio.

    Ire o.


  460. em Junho 19, 2013 às 6:42 pm Thaina Borges Santos

    Oi Gente!
    Finalmente descobri que os meus pais de Orí.tô muito feliz!!
    Fiquei muito feliz com o jogo de búzios que eu fiz..Iansã não me confirmou como ekédi,ou seja, sou uma abiã.Desculpe a insistência das perguntas.Agora vou sossegar meu facho rsrsrrssrrsr..Descobri também que tenho uma missão muito importante dentro da nação e isso me preocupou um pouco.A Yalorixá me convidou pra participar da casa dela,mas tenho um pouco de receio.Mas sei que minha missão é essa.Bom agora é só trabalhar pra cuidar deles direitinho!!!Um grande beijo a todos os adms e qualquer dúvida eu volto aqui tá..AXÈ!!!!!!!


  461. Gostaria de saber se Kafunge é um Nkisi ?


  462. É sim Tiago, Kafunge é um Nkisi, mas o nome certo é Kavungo.


  463. Mutumbá, boa tarde gostaria de tirar uma dúvida, a pessoa q. é raspada nos orixas encantados. ossaim, logun edé, oxumaré e onira, podem ser zeladora(o). no ketô. axé


  464. Omisande pode sim.

    Ire o.


  465. Mutumbá, agradeço pela resposta e desculpe pela a insistência, e q. aprendi q. o orixa q. nunca foi pai ou mãe poderia ser zelador e q. tb. eles ñ são juntô de ninguem. seria certo gostaria de maiores esclarecimentos se for possivll
    axe


  466. Omisande quem decide se você será um sacerdote é você mesma, antes de vir a este mundo nós delineamos nosso destino, este destino deve ser perseguido, custe o que custar, para que ele não se torne Ayanmó (aquilo que carregamos de outras vidas). Se você escolhe ser um sacerdote, você deve descobrir esta informação via oráculo e se preparar a função.
    Se a sua vida particular deve ser ajudada pela energia de um destes òrìsà que você citou (que o Candomblé chama de Pai/mãe), eles não poderão ser mudados e provavelmente (isto dentro do culto tradicional) você devera se iniciar para outro ou outros òrìsà.
    Conheço sacerdotes de Òsúmàrè de Logun Èdè e não deixam nada a dever e não tem suas vidas embaralhadas por isso.
    Eu não vou bater de frente com ninguém, sigo o meu culto tradicional e os ensinamentos de Òrúnmìlá, se não pode exercer a função de sacerdote por ser regido por este òrìsà, tem que me dizer qual foi o Odù que trouxe a mensagem e qual o verso (Èsè) que consta a informação.

    Ire o.


  467. em Junho 24, 2013 às 3:17 pm Filha das águas

    Olá
    É verdade que as filhas de Iemanjá não se dão bem no relacionamento amoroso com filhos de xangô por serem mãe e filho no candomblé ou isso não existe ? Obrigada,


  468. Filha das águas.
    Pura lenda urbana.
    Não se ligue neste tipo de informação, o amor rompe qualquer barreira ou qualquer tipo de comentário tendencioso.

    Ire o.


  469. a pessoa foi raspada, então a mesma decide abandonar os orixas dela , e vai para uma nova religião, no caso a pessoa vira evangelica , o orixa abandona o seu filho?


  470. Silva òrìsà não abando na ninguém, ele ficará onde sempre esteve. Nós o procuramos através da iniciação, nós o buscamos para adquirir forças e energia. ELe é como uma tomada, se você quer energia, vai até lá e pluga seu aparelho.
    Òrìsà não tá nem ai se você foi embora ou ficou com ele.
    Para ser duro, mas, é a pura verdade.

    Ire o.


  471. Boa noite tata euandilu!
    Em primeiro lugar parabens pelo blog. Em segundo eu queria sugestoes de onde encontrar mais informações sobre uma raiz de angola chamada angola paketan. De onde foram originados e se ainda existem terreiros dessa raiz? A unica informação que tive de um kambondo amigo meu que essa raiz louvava dandalunda nos mares. Aguardo sua resposta e desde já agradeço.


  472. Boa noite João, obrigado pelos elogios ao Blog, eu sou só mais um que tento ajudar com os irmãos do blog a tirar as dúvidas de quem as tem.
    Bom João Angola Paketan ou Paquetão é uma vertente do Angola que temos como Bate Folha, Tombeici, Tumba Junsara, Beirú e Npaketan… Mas ela não cultua Ndandalunda dos mares até porque essa divindade não existe.
    Abraços


  473. Obrigado pelo retorno tata. Acho que houve uma confusao, eu nao falei ndandalunda “dos mares”, mas nos mares (risos) uma inkisse cultuada no mar não nas aguas doces como em outras raizes. E inclusive pelo pouco que encontrei dessa vertente eles chamam de dandalunga (nao sei se há diferença da ndandalunda). Só gostaria de saber mais dessa vertente pois soube que tem origem na Bahia tambem. (endereço ou blog de alguma cassa dessa raiz). Desde já agradeço mais uma vez.


  474. No caso existem varias qualidades de oxum, e algumas sao guerreiras. Que cantiga eh apropiada para relatar esse guerra. Pois eu nao conheço a cantiga certa para essa.. Obrigada..’


  475. João, eu tbm não conheço nenhum Nkisi ou Mukixi chamado Ndandalunga, deve ser algum erro de grafia de quem escreveu.
    Se vc colocar na busca do google sobre Angola Paketan vai aparecer o blog de uma casa na Bahia e até uns vídeos de run dos santos. Ok!


  476. Euandilu, será que vc pode falar um pouco sobre os nkisses bamburucema e nkasute lembá (inclusive as caracteristicas de seus filhos)? Outra coisa: vc sabe algo sobre kimbanda malei? Conheci um sacerdote do rio grande do sul que inicia pessoas neste culto.


  477. Natalya procure o livro Cantando para os Orixás de Altair de Ogun.
    Existe em algumas livrarias e sebos, nele você irá encontrar uma gama de cantigas, com leitura fonética, leitura original e tradução.

    Ire o.


  478. João Paulo, Mbambulusema é o Nkisi ligado a chuva, ela é a transformação da lagarta em borboleta, sua cor é o vermelho vivo.
    Nkasuté Lembá é um Nkisi cultuado no Tumba Junsara e Beirú,
    É um dos Lembás mais velhos que veste branco total e é ligado a natureza da alma do espírito.
    Quando a Kimbanda Malei, existe um cara chamado Muloji, Asa sete e etc (ele adota vários nomes), que se diz sacerdote desse negócio ai que para mim foi criado por ele.
    A palavra Kimbanda tem tanso significados que vou te contar, alguns deles são: adivinho, médico, doutor, curandeiro, boticário, cirurgião, clínico, farmacêutico. exorcista. feiticeiro. bruxo…
    Mas não existe nenhum relato histórico desta denominação religiosa.
    Cuidado! Abraços João


  479. Euandilu, obrigado pelos esclarecimentos. Realmente o rapaz que falei é esse muloji; e pode deixar q eu vou tomar cuidado , eu tambem nunca tinha ouvido falar de kimbanda malei. Só mais duas perguntas: na minha cidade existe um candomblé bem conhecido chamado raiz manadeui ou terreiro de nanã. Vc sabe informar se esse axé é descendente do bate folha ou TJ? Ainda existe o terreiro do beiru (qual a sua localização)? Desde já agradeço!


  480. ???


  481. Porque da interrogação???


  482. É que vc esqueceu de responder minha pergunta logo acima. Perguntei se vc sabe informar se a raiz manadeuí é descendente do bate folha ou do TJ e se ainda existe o terreiro do beiro e caso afirmativo, onde está localizado. Grato!!!


  483. desculpa é que o negocio ta meio confuso aqui. eu faço a pergunta pelo celular e não ta apacendo aqui. mas vou repetir. o rapaz que eu falei é justamente esse muloji. eu tambem não conhecia kimbanda malei nem um oraculo chamado nkobo que ele joga, fiquei com um pé meio atrás. eu queria saber se voçe sabe dizer se a raiz manadeui é descendente do bate folha ou tumba junsara. e se um homem pode ser iniciado para o nkisse banbulusema.


  484. João Paulo, pelo que sei a raiz Manadeuí não tem nada com o Bate Folha, nem com o Tumba Junsara, é uma raiz própria. .
    Um homem pode sim ser iniciado por Bambulusema, sem problema nenhum.
    Esse Muloji é um inventor de moda, não acredite em nada que ele fala.
    Nkobo é um jogo de Angola que não veio para Brasil


  485. o que é , quebra de ossos ???


  486. Thayane eu já ouvi este nome em referencia a um Povo das Ruas (Exú Quebra Ossos).

    Ire o.


  487. Olá, acompanho o Candomblé há mais de 30 anos, pois tenho familiar e amigos já com idade de santo. Sempre observei que nas casas de santo de Angola é feito da mesma forma, não que eu tenha assistido, mas via separado o material a ser usado. Por essa razão pergunto: é usado bucha vegetal para fazer ossé? Nunca tinha visto isso até agora. Muito obrigada, de alguém que lhe admira pelas “colocações” sempre muito corretas e seu amor pelo candomblé. Abraço,


  488. Claudia, osé quer dizer limpeza, então quanto o fazemos em um ibá de santo é para limpá-lo mesmo, tirar a sujeira. Santo, gosta de limpeza.
    Osé pode ser dado sim com bucha vegetal e na minha casa, se faz com essa bucha amarela e verde que vende em mercado e com um bom sabão de coco sem problemas nenhum.
    Existe gente que o faz com palha da costa enrolada e sabão da costa, mas isso não tem nada a ver, e os santos que não pegam palha da costa como xangô, como vc vai limpá-lo?
    Como disse acima, OSÉ É LIMPEZA.
    Vc limpa o ibá para que ele da próxima vez receba o axé que precisa.

    Abraços e obrigado pelo elogio.


  489. Ola eu tenho uma duvida … porq toda casa de candomblé no centro tem um piso que sempre eh diferente…e uma vez eu fui em uma casa de candomble em dia que nao era de festa e percebi que tinha umas formigas perto desse centro do salao eu fiquei curioso oq eh que tem ali ?


  490. boa tarde… eu gostaria de saber oque é dofono..dofonotinho esses nomes que as pessoas recebem oq quer dizer isso ?


  491. Lucas o que tem ali, somente o sacerdote da casa e quem participou desta ‘colocação’ sabe o que tem.
    Trata-se de um dos fundamentos do àse.

    Ire o.


  492. Caique procure post sobre Cargos no Candomblé.

    Ire o.


  493. em Julho 19, 2013 às 10:51 pm Conceiçaõ Acelina dos Santos ( cncyá )

    Legal sou sua adimiradora


  494. euandilu, vc poderia falar sobre o inkisse lembá e seus filhos?


  495. Olá, saudações em paz!
    Gostaria muito de esclarecer uma dúvida. Não sou iniciado, não tenho familiares de santo e nunca fui em um terreiro ou barracão. Contudo, por uma longa série de fatores pessoais e externos tenho sentido um chamado muito forte para me aproximar dos orixás. Gostaria de começar minha jornada de conhecimento e de visitar uma casa. No entanto, uma dúvida persiste e gostaria de partilhá-la. Devido a meu trabalho, estou sempre mudando de país. Não moro no Brasil e com alguma frequência mudo de endereço no estrangeiro. A boa notícia é que há casas e comunidades de candomblé ou de mina em quase todos os países que vou, já que há uma presença internacional cada vez mais forte das mesmas. No entanto, antes de dar meu primeiro passo sinto a necessidade de ter uma questão esclarecida – e que no meu caso se revela de grande importância: posso, ao longo da vida, frequentar diferentes terreiros e familiares de santos? Ou isso consistiria num empecilho sério para a prática da espiritualidade? Como alguém pode honrar e viver os orixás quando muda de localidade? É compatível? É possível? É tranquilo?
    Penso, por exemplo, em nossos irmãos católicos: em qualquer país ou cidade do mundo à qual forem poderão entrar na igreja católica que lá existir, independente do rito ser o mesmo ou não da sua igreja natal, e viver a sua espiritualidade católica. Não há nenhum problema nisso. E para os candomblecistas? Como eles fazem quando se mudam? Meu questionamento tem sentido ou estou confuso quanto a essa questão? Por favor, entenda que meu estilo meio “nômade” de vida me impõe essa preocupação.
    Afinal, posso ir agora, no país onde temporariamente me encontro, iniciar-me num terreiro e depois, à medida que vou viajando e fixando residência em novos países, passar a me encontrar em outros?
    Todo esclarecimento ou observação são bem-vindos!
    Desde já, minha gratidão!
    Axé


  496. Lucas sua situação é singular porém, não é tão complexa.
    Òrúnmìlá tem resposta para todas as perguntas e solução para todos os problemas. Uma pessoa desprovida de interesses matérias (sentimento que existe me qualquer religião) poderia lhe dar as informações corretas, o que o oráculo lhe apresentaria como solução.
    Um verso de Ifá fala de um homem que saiu de sua cidade e foi informado a manter seu trabalho que tudo correria bem na sua vida, porém, ele não deveria se envolver com a religião, bastaria fazer seus ebo e Bori periodicamente. Pois o tal homem resolveu se envolver com a religião, seu fim não foi nada calmo.
    Portanto, as entrelinhas do verso nos diz que devemos manter nosso caminho longe das aventuras inconsequentes.
    procure alguém para lhe orientar, você irá encontrar a solução para suas indagações.

    Ire o.


  497. Obrigado, amigo, pela sua resposta. Peço apenas e humildemente que guarde em mente que não sou iniciado, nunca tive contato direto com o meio do candomblé e que não conheço pessoalmente ninguém que dele faça parte. Ou seja, sou um verdadeiro leigo da teoria (ainda que o espírito sinta diferente…). Assim, se apresento todo esse questionamento, é por um motivo claro: pela preocupação em separar o trigo do joio. Estou face a algo que, oficialmente, não conheço. Daí tantas perguntas. E julgava que minha situação (vida “nômade”) complicava as coisas um pouco mais.
    Fico feliz por logo de cara você dizer que minha situação “é singular, porém não é complexa”. Traz alento ao meu coração ouvir essas palavras. Ainda assim quero compreender melhor. Quero tomar os passos certos.
    Se entendi direito, você sugere que eu consulte um oráculo e que ele me transmitiria uma resposta para minha questão. De fato, adoraria encontrar alguém para me orientar, mas espero que entenda que não sei quem procurar. Você mesmo me recorda que deve ser alguém desprovido de interesses materiais e com informações corretas. Entendo bem, mas como vou saber, leigo que sou, se estou em face de ajuda espiritual genuína, ou de charlatanismo, de interesse pessoal, de bons intencionados sem preparo etc?
    Será que poderia me dar uma dica neste âmbito? Aceito a ajuda dos orixás/voduns neste meu primeiríssimo passo – até acho que é um belo presságio – mas quero saber que estou aproximando-me corretamente deles, preparando meu caminho…
    Obrigado por tudo.
    PS: se outros irmãos e irmãs quiserem opinar e ajudar serão bem-vindos.


  498. Ah e um acréscimo: se interpretei bem a parábola de Ifá que você contou, então trata-se de um alerta para que eu não me meta em qualquer lugar que acene com religião, ou isso pode causar tribulações. Entendo bem essa preocupação, e é por isso que pergunto o que pergunto. Por essa interpretação, o conto traduz exatamente meus anseios. Exatamente como foi dito, não quero aventuras inconsequentes. Quero seguir um caminho verdadeiro, bom, sério e genuíno.
    Abraços


  499. Lucas que a sabedoria de Òrúnmìlá lhe acompanhe.

    Ire o.


  500. ouvi dizer que defumar casa com pó de café é bom… isso é verdade ?


  501. Manoelle tudo tem um por que o café pertence a Egungun, qual a finalidade de se colocar o po no defumador?
    Temos que ter respostas para estas pergunta antes de utilizarmos certos elementos.

    Ire o.


  502. Boa Tarde, frequento a religião há uns 6 anos mais o menos … mais comecei a frequentar frequentimente as festas e tals e se aprofundar a uns 2 anos, de um ano pra ca ja venho com a vontade de me iniciar na religiao, mais nunca pude por condições financeiras, até que minha mae conseguiu tirar uma graninha, que vai tirar em breve e ela disse que ia pagar pra fazer meu santo que ia da tranquilo, eu iria ficar muito feliz mais pra falar a verdade eu nao acreditei muito nisso, ai esta noite tive um sonho muito estranho, que eu estava na casa do babalorisa que eu conheço mais nao era a casa dele de verdade , era outra casa, e nela estava meu pai minha mae e ele e umas pessoas que nao lembro, e eu estinha me iniciado e eu era filho de yansã, sendo que na realidade sou filho (oxossi, mas ja caiu como logun varias vezes), e meu pai trazia uma cesta com varios acarajes mais ele nao eh da religiao e falava pra mim voce tem que se mecher se nao o orixa nao te pega, e eu via muita gente muito feliz no meu sonho tbm.. sera que tem alguma coisa relacionada ? oque sera que quer dizer esse sonho ?


  503. em Julho 25, 2013 às 5:20 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Boa tarde, senhor Euandilu!

    Por que Xangô não leva palha da costa, e quais são os outros orixás?
    Na sua tradição, a palha também é elemento sagrado?
    Um abraço.


  504. Mario Euandilu não trata de òrìsà.
    A pergunta deve ser refeita, não que ele não saiba, mas o que vai acontecer é uma enorme confusão, pois Sangó não é divindade de Angola.

    Ire o.


  505. Obrigado Da Ilha!


  506. em Julho 26, 2013 às 2:55 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia, sr. Euandilu!

    Na sua tradição religiosa se usa a palha como simbologia do sagrado?
    Um abraço.


  507. em Julho 27, 2013 às 3:28 am Helder Thorne

    Ola. boa noite, sou novo no candomble e tenho uam duvida. Eu frequentava uma casa de santo na qual estou saindo …comecei assentando o escravo mas nao fiz bori nem assentei meu santo. Entretanto eu fiz um processo la mesmo pelo qual meu ex-pai de santo chamou meu orixa para que ele viesse para dar o ilá dele e confirmar mesmo se era ele. mas ele nao foi acentado…nem nada…! Ou seja esta errado eu ter assentado o escravo primeiro? Sou Ketu e sou filho de Logunedé aqui em Salvador! Obrigado! Ps: Meu escravo ja me pega…entretanto nao em cheio fico as vezes em mente qurendo flar e nao consigo!


  508. Helder o melhor a fazer é se livrar se pessoas que não sabem conduzir um processo iniciatico.
    Procure pessoas sérias para cuidar de você.
    Òrìsà/irunmolè não tem escravo, tire esta palavra de sua boca.

    Ire o.


  509. em Julho 30, 2013 às 8:17 pm Helder Thorne

    Obrigado por me responder. Realmente eu tenho esse vicio de falar escravo porque foi assim que foi me passado…eu realmente nao gosto mais nao sabia como me reportar aqui! Estou realmente mudando de asé e sinto que nesta casa posso ter a iniciação que deveria ter sido feita! Obrigado da Ilha! Obrigado mesmo!


  510. Gostaria de saber se alguém tem um desenho, uma imagem… do Exú 7 Cachoeiras?


  511. Simone eu não tenho, quem sabe alguém do blog pode lhe ajudar.

    Ire o.


  512. em Agosto 25, 2013 às 4:15 am Fernando Ferreira

    Ola gostaria de saber se uma pessoa foi iniciada, mas nao levou o adoxo, kele , kuras, sasanha …ficou 21 dias preso no ronco , teve so o labe e a saida do orisa e considerada feita ? Era de uma casa q a feitura era praticamente so o labe …. grato desde ja…


  513. Fernando sem adosù, sem iniciação.
    Não sei o nome disso, mas para mim não passa de uma forma de enganar as pessoas.
    Quem sabe o que um farì, sabe que a iniciação não foi feita.

    Ire o.


  514. em Agosto 25, 2013 às 4:42 am Fernando Ferreira

    Concordo…. pra mim e como receita de bolo , cada um faz de um jeito porem tem aqueles ingredientes que nao podem faltar ….
    Agora se puder tirar mais uma duvida minha, quem e iniciado em angola e visita um barracao de ketu vira com santo ?


  515. Fernando o tambor é universal. Temos diferenças de energias, Omoloko, Umbanda e outras parecidas.
    Porem a energia de Nkise e Voodo e Òrìsà são muito semelhantes e podem vibrar nesta sintonia.
    Afinal de contas, Èsù o tradutor universal irá desvendar tudo que está sendo dito e cantado.

    Ire o.


  516. Boa noite Tata euandilu.

    Venho aqui mais uma vez em busca de conhecimento.

    Gostaria de saber um pouco sobre o nkisi Kaiala. Cores da vestimenta, contas, área da natureza em que atua e etc…?


  517. Eu gostaria de saber se na oferenda de um Boi ao orixá se é obrigado a calçar o mesmo com Bodes


  518. euandilu, o qué é amaci? para que serve?


  519. Amaci é uma palavra Fongbê que significa banho de ervas, e serve para se tomar banhos de purificação.
    A Umbanda usa este nome como se fosse uma feitura.


  520. Mário desculpe a demora da resposta.
    Sim, nós usamos a palha da costa como vestimenta ou como simbolo do sagrado sim como nossas cô-irmãs.
    Esse uso é comum e usual em todas as casas de candomblé de matriz africana.


  521. João Paulo, Lembá é o Nkisi ligado ao coração e aos sentimentos humanos.
    Não gosto muito dessa coisa de definir arquétipos de pessoas de acordo com seu santo, acho que o caráter é próprio,
    Abçs


  522. Estava sentindo sua falta Euandilu.. some mais não em! rs Abraço


  523. Oi Maria Lúcia, foi por mal não. são os afazeres da vida mesmo!
    obrigado e um grande abraço!!!


  524. Dj eu não poderei lhe informar.
    Na minha Tradição não existe calçar.

    Ire o.


  525. Olá.
    Postei uma dúvida e não estou conseguindo achar a resposta e nem mesmo a dúvida que postei. Quando escrevi eu estava na pág fios de contas.
    Att.
    Cristina


  526. Cristina eu lhe respondi.
    Veja resposta:

    Da Ilha

    Crstina nosso moderador Euandilu é um grande conhecedor de Angola.
    Ele com certeza poderá lhe dar maiores explicações.
    Cole esta pergunta em um post denominado perguntas e respostas.
    Clike na foto dele e você encontrará rapidamente.

    Ire o.


  527. Passei mal na hora q canto pra ogum ontem, no candomblé ketu,,
    perdi o sentido fiz varios movimentos, pulei, agitei as mãos
    escutei de longe o pai de santo dizer acorda ele,
    dae depois de algum sacrifio me acordaram
    e eu estava palido e meio tonto
    que significa isso? Tenho algo com ogum? O candoble inteiro foi normal só voltei a querer virar na hora que o pai de santo jogo pipoca em mim, era um olubage… e senti uma pequena ausencia de sentidos qd cantaram pra Iemanjá.

    Minha duvida é maior porque outros iniciantes não costumam setir coisas tão fortes assim..

    me ajudem por favor


  528. Cristina
    Boa noite a todos!
    Após ler várias postagens, me atrevi a escrever. Fiz um bori recentemente no Candomblé de Angola e antes de fazer, foi cortado um frango e uma galinha para Tranca Rua e Maria Padilha. Depois dos procedimentos adequados cortou uma galinha que acredito ter sido para Iansã. após a noite no rancô saí pela manhã, mas, antes perguntei a zeladora qual era a Iansã e ela me falou que não podia me dizer mas, falou-me que a minha vestia branco, rosa e outra cor que não lembro. No retorno a minha casa, ela veio junto com o Ogam para sacudir e assentar as quartinhas. A pergunta é a seguinte: esses dois exús foram assentados? pq para casa ela trouxe uma quartinha de Tranca Rua e uma para Iansã. Outra coisa que me preocupa, é que todas as casa que frequentei, disseram que eu era de Oxum-Opará e lá na hora do bori ela falou que era Iansã e que trazia na mão um assessório de Oxum, contudo ela não jogou os búzios na minha frente. Ela disse que sabia e eu confiei plenamente, mais agora, estou com receio de não ser esse orixá maravilhoso que já aprendi a amar. Ah! esqueci de dizer que ela fez os pequenos cortes no meu corpo e na língua. Gostaria de sua opinião. Desde já agradeço pela atenção e felicito pelo belíssimo trabalho que desenvolvem aqui, e desejo muito axé para todos

    em Agosto 30, 2013 às 1:39 amCristina
    Esqueci de mencionar que aos 15 anos eu bolei em uma casa à qual nem existe mais e depois disso frequentei por um bom tempo a Umbanda mais me mudei de cidade e não fui mais em lugar algum. Antes de ir nessa casa, estava indo na casa de um Zelador que trabalha com Boiadeiro mas, ele é de Oxalá, só que em São Pedro ele bebeu demais e me expulsou de sua casa. O tempo que passei lá quase eu me manifesto por duas vezes. Mais na hora do bori nenhuma entidade apareceu. O que pode ser isso? e o fio que estou usando é feito de três contas que acho ser vermelha ( tenho dificuldades com as cores) e três de amarelo, que acredito, representa Iansã.


  529. Bruno quem vivenciou tudo isto foi o sacerdote da casa. A pessoa mais próxima para lhe dizer o que aconteceu.
    Pelo seu relato você recebeu a energia de um òrìsà, não necessariamente Ògún, ok.

    Ire o.


  530. Bruno com certeza vc deve ser filho de Ogun, o santo manifesta-se quando é evocado ou por cânticos ou rezas, então naturalmente seu santo se manifestou na hora que evocaram ele. Será iniciado com certeza!
    Abraços e boa sorte!


  531. Eandiliu o pai de santo disse q eu ia bolar se mão me acordassem na hora e o mais estranho é que o jogo de busios me da iemanjá, com oxossi e iança…nem tenho ogum la linha segundo os busios… já uns busios anteriores, em otro terreiro, me davam oxagiam, que é um santo proximo de ogum né..

    Abraço

    .


  532. Bruno se vc quer uma opnião, faça uns 7 jogos com pessoas diferentes e desconhecidas para vc ter a certeza de que santo vc é.
    Vá em casas tradicionais, não vá em beco, ou seja, procure pessoas que tem tradição para vc ser bem feito, pergunte, não faça nada com dúvidas, mas tenha certeza de uma coisa, quando chegar a hora certa, seu santo se mostrará.
    Fique tranquilo, Abraços


  533. Boa tarde!
    Não conheço muito sobre Candomble, por isso preciso de ajuda. Minha sogra me falou que mandou fazer “trabalhos” ( não sei que tipo) para afastar do meu marido alguns amigos dele que ela achava que não deveriam conviver com ele. Não sei se foi só isso que ala fez, pois nossa vida não vai pra frente,
    Os amigos realmente sumiram, e tambem não temos novos amigos. Há 4 anos ele perdeu um ótimo emprego e até hoje não conseguiu nada fixo, só alguns bicos. Ele é alcoolatra (mas não está bebendo desde fevereiro pois fez um tratamento) e väria vezes tentei me separar dele por causa da bebida e não consegui, não sei porque. A avó dele que é da Umbanda disse que ela fez com que ele me conhecesse.
    Não sei o que pode ser, parece que nossa vida está amarrada, até nossa casa que está a venda a quase 3 anos não conseguimos vender.
    O que pode ser e o que eu posso fazer para abrir os caminhos?
    Moro em Campinas-SP
    Obrigada


  534. Michele se fizeram vários tipos de trabalhos espirituais envolvendo vocês e as coisas não estão bem, com certeza você tem que investigar o que está acontecendo.
    O jogo é o mais viável e correto.
    Procure pessoas sérias e de sua confiança.

    Ire o.


  535. em Setembro 2, 2013 às 5:14 pm Sandra Rodrigues

    Olá, sou uma admiradora dos cultos africanos, sou simpatizante do candomblé e venho estudando a um certo tempo, já fui em terreiros umbandistas e me sinto bem ao culto aos orixás, porém não frequento nenhuma casa ou terreiro, quero me sentir a vontade e me livrar de dogmas ou doutrinas, quero entrar de cabeça livre de qualquer vestígio de uma outra religião até porque ainda não encontrei um lugar que me trouxesse paz interior, o equilibrio. Mas dias atras senti algo do qual nunca havia sentido, estava ouvindo uma batucada, toques de tambores, cantos de gira em video em um site famoso, porque gosto. Sem mais nem menos me arrepiei toda, até aí normal porque quando algo me toca intimamente o arrepio é uma forma de expressão, mas senti uma vontade incontrolável de dançar e sem muito controle do meu corpo, me vi tomada de uma energia diferente, uma sensação extremamente inovadora, revigorante e me soltei deixei dançar de uma forma que nunca havia feito antes, era como se eu estivesse no meu lugar de raíz. Ao fim do video me sentei no sofá de casa e não entendi absolutamente nada, mas meu dia e minha noite naquele dia foi simplesmente maravilhoso, me senti feliz sem nada em especial, não estava dormindo e nem fora de mim, mas é relevante dizer que eu de certa forma não estava ali, nunca havia sentido algo tão forte assim, não sou uma pessoa influenciavel e muito menos de encucar com as coisas que me acontecem, mas não sei explicar isso que me aconteceu, tentei descrever da melhor maneira o que houve comigo naquele dia, mas nem de perto as palavras que usei descrevem a imensidão dos sentimentos que afloraram em mim. Li um post de um membro do blog do qual ela narra de maneira encantadora os sinais que a levaram de encontro ao orixá dela ao encontro do candomblé…isso que senti pode ser, digamos que um ”chamado”…obrigada pela atenção e parabéns pelo site,ele inteiramente é muito esclarecedor.


  536. Sandra o chamado vem de dentro de você.
    Se você foi tocada pela energia do òrìsà, não importa se foi em casa, no computador, na televisão ou no rádio.
    O importante é você ter sido tocada e querer dar continuidade a este episódio.

    Ire o.


  537. em Setembro 2, 2013 às 5:37 pm Sandra Rodrigues

    Da Ilha…

    Obrigada! E com toda certeza quero sim dar continuidade e da melhor forma possivel… pois essa energia é maravilhosa, foi algo que jamais senti, foi intensa, vibrante, emocionante, tomara que eu encontre o caminho mais acertivo…Algum conselho a me dar, se o tiver ficaria agradecida pois uma palavra de alguém com tamanha sabedoria da sua é de grande estima e utilidade.

    Axé.


  538. Obrigada por responder,
    Saberia indicar algum lugar de confiança em Campinas ou proximo, como valinhos, vinhedo..?
    Obrigada.
    Michele


  539. Sandra obrigado pelas palavras, mas para sábio, faltaaaaaaaaaaa…..muito.
    Eu não sei qual caminho você vai seguir, Umbanda ou Candomblé.
    O bom mesmo é ser sincero, cientificar o sacerdote de suas intenções, manter um tempo de observação, ouvir muito, falar pouco e ver se a casa serve aos seus propósitos e ver se você serve aos propósitos da casa.
    Deixar a vaidade longe de você e não se deixar levar pelas palavras dos outros, siga sempre seu sacerdote.

    Ire o.


  540. Michele eu não tenho contatos em S. Paulo ou na sua região.

    Ire o.


  541. Da ilha, boa noite.
    Eu tentei fazer como explicou e não acertei e terminei postando aqui mesmo, como vi que nessa página ele responde várias questões, será que ele não pode responder por aqui mesmo?
    Muito Axé para todos


  542. em Setembro 3, 2013 às 8:27 pm Sandra Rodrigues

    Da Ilha,

    obrigada novamente, pode faltar muito para ser um sábio, mas com certeza sabe muito e o melhor não retém isso para si, nos oferta com esclarecimentos.O que não é comum, sempre somos instruídos a ouvir mais do que falar, pois possuímos dois ouvidos e apenas uma boca e pra bom entendedor meia palavra basta. Mas o que desejo mesmo é encontrar o meu caminho seja ela no Candomblé ou na Umbanda e segui-lo da melhor forma possível.


  543. Àse Sandra.

    Erinlé gbe wá ooooooooooo


  544. Eu era de Umbanda ae me deram Oxum e Ogum , fiquei mt em trigada que na umbanda nao joga búzios e la viu isso no búzios, mas segui enfrente, fui nas giras, recebi meus guias, estava mt feliz sou muito dedicada em relação ao santo…
    Fui viaja e voltei com minha mãe me chamando pra ir num de candomblé, fui com coração aberto , chega la no jogo de búzios todos os santos respondia falando que era meu de cabeça, tomei uma sequencia de banho, no dia que voltei la tomei um com clara de ovo e baunilha, e fui enrolada numa toalha com roupas brancas joga o buzios, ai me falo que sou de logun ede, fiquei feliz mas confusa sabe, eu so apaixonada pela oxum e ogum, e tenho que me acostuma com a ideia de logun. Enfim, na minha cidade não tem muito candomblé de verdade sabe,esse que eu fui e ums dos poucos to com duvidas em relação a ficar la, li que so pode ter 1 iniciado na casa de logun e ja tem um iniciado la…
    com toda essa historia, vcs tem algum conselho ?
    Eu era tão dedicada, tão apaixonada, agr to bem desleixada eu nao entendo o pq.
    Obrigado


  545. Ariele a primeira coisa que você deve saber é que na Umbanda não se joga búzios para se saber nada. Umbanda não tem búzios.
    Eu acho meio difícil você em um jogo apenas saber que seu òrìsà é Logun.
    E como você vai em uma casa pela primeira vez, já vai tomando banho de folhas, fazendo isso e aquilo sem saber onde está pisando, quem é o sacerdote e etc.
    Minha filha tome cuidado, você está mexendo com a sua vida, com o seu destino.
    Agora está cabisbaixa, desanimada e quase entrando em quadro de depressão pelo seu relato.
    Dê um tempo para sua cabeça, dê um espaço, reflita, pense no que você quer fazer da sua vida.
    Se na sua cidade é difícil encontrar uma casa, imagina encontrar uma boa casa.
    Por isso observe, ouça e aprenda.
    Converse com as pessoas, como está a vida delas, melhorou/piorou?
    Não se atire nos braços do primeiro que passar, tenha calma e analise todos os fatos.

    Ire o


  546. Muito triste que existam pessoas de má fé em toda religião, por pessoas assim é que o Candomblé e a Umbanda ainda é vista pelos menos informados como rituais de magia negra e tudo de ruim que podem dizer ou melhor difamar. Mas o preconceito ainda impera no nosso mundo tão involuído. Mas uma coisa me chamou a atenção na resposta, porque na Umbanda não existe o jogo de búzios já que é por ele que nos é dada tantas respostas.


  547. Minha mãe estava frequentando la, e fiz oque falou, mesmo assim mt obrigado, vou ter mais atenção


  548. Sandra o jogo de búzios é milenar, pertence a Osun, foi-lhe ofertado por Òrúnmìlá e sancionado por Olódùmarè.
    A Umbanda nasce de uma mistura de culto indígena, miscigenação e culto a ancestralidade.
    O que chamamos de orixá na Umbanda não tem nada a ver com o òrìsà cultuado no Candomblé.
    São energias completamente diferentes, com rituais diferentes e muitas outras coisas que não são usuais, nem lá e nem cá.
    As respostas estão em vários tipos de oráculo, eyin eyo (jogo de 4 búzios), meerindilogun (16 búzios), Òpèlè Ifá (corrente com oito sementes) que é consultado por um Babalawo, Ikin Ifá (sementes de dendezeiro, que chamamos de igi opè, a palmeira sagrada), o Obí e orogbo usado pelos babalorisá e outros mais.
    Todos milenares, a Umbanda nasceu sem beber desta fonte, as informações colhidas dentro de um jogo vem através dos Odù, energias compartimentadas que arquivam toda a história do Universo, desde sua criação, quando a Umbanda foi criada o jogador de búzios não teve autorização de Deus para abrir um canal de interlocução entre os egun e os búzios.
    Portanto, um sacerdote de Umbanda não tem autorização para manipular os búzios e se ele for Babalorisa ele saberá que não poderá ‘alar’ com estes espíritos, caboclos, pretos-velho, beijada e etc., através dos búzios.

    Ire o.


  549. Pessoas dizem que Oxum Opará, não faz atos. Isso é verdade?


  550. Eleny o que seria um òrìsà fazendo atos?
    Juro que eu não entendi.
    Traduz, por favor.

    Ire o.


  551. oi, preciso de ajuda num assunto mto rapido mas ja nao sei onde procurar ajuda. acho que algo esta errado na minha casa, certas coisas acontecem comigo, assim que chego a casa fico sem energia para fazer seja o que for, tenho notado que fruta e verduras estragam muito rapido, e mesmo a minha prima comentou que o pao estraga rapido na minha casa. Sera que tenho algo negativo na minha casa?


  552. Cristina nós e o universo somos movidos por energia. Dentro de nossa cosmogonia, o mundo é fartamente habitado pelas energias positivas e negativas, isto provoca o equilíbrio do mundo. Quando há um desequilíbrio, algo irá sobrepor e aparecer mais forte.
    Se há um desequilíbrio, devemos fortalecer o lado mais fraco. Neste caso seria você, ou será que mais alguém vem passando pelo mesmo problema.
    Basta uma consulta oracular, identificar o negativo e providenciar o ritual apropriado.

    Ire o.


  553. em Setembro 18, 2013 às 2:34 pm Victória Martins

    Mutumba, gostaria de saber se é correto levar um ibá ori de uma casa de santo para outra, desde já agradeço!


  554. Victoria o ìgba Ori eh o assentamento mais importante.
    Ele vai onde você for.

    Ire o.


  555. Da Ilha e a todos os moderadores do blog quero pedir licença para postar aqui um documentário maravilhoso, feito na cidade linda e tão receptiva chamada Bahia sobre o Candomblé. Ele retrata o significado e um pouco mais da participação das mulheres nesse universo.

    Tem duração de 1 hora e pouquinho mas é tão rico em informações que ao assistir tem-se a impressão de que durou apenas uns minutos.

    Tenho lido, pesquisado e tentado entender cada dia mais um pouco sobre essa religião que me encanta e me surpreende a cada dia,sinto algo forte que me emociona e me faz arrepiar, talvez seja o AXÉ que me invade de tal forma que me faz perder o ar e me emociona profundamente.Cada dia mais apaixonada pelo Candomblé.

    Se puder postar aqui o link do documentário ficaria feliz em dividir com outros leitores, desde já agradeço.

    Axé.


  556. Sandra nosso espaço é democrático.
    Você pode postar o endereço e mais. Nós lhe agradecemos.

    Ire o.


  557. Ahhh obrigada!

    segue o link:
    youtube.com/watch?v=1sw0SsJgRT8&hd=1

    Vale muito a pena ver.


  558. Fui jogar numa casa de Angola e foi me pedido um bori e um assentamento para Lembá Dilê, que estava cobrando e respondendo negativo no jogo, mas ainda não foi me confirmado se ele é meu inkisse, a mãe de santo disse que tenho enredo com Danda luna tbm. Foi me dito tbm que carrego um boiadeiro de nação o Sr Navizala. O Srs podem me dizer algo sobre o boiadeiro, não encontrei quase nada na net.


  559. Rafael bom dia, bom em primeiro lugar Nkisi Lembá não responde negativo para ninguém, ele é positivo, o que pode estar acontecendo é vc ter que fazer alguma obrigação para ele te dar equilíbrio.
    Quando ao Boiadeiro Navizala, a moça que jogou para vc está muito enganada, não existem Caboclos ou Catiços nosso panteão de Deuses, isso é coisa do Brasil e da Umbanda.
    Boa sorte!!


  560. Olá,sou evangélico atualmente,(desde 2004),mas fui do candomblé,iniciado por Stella de Odé do Ile Ase Opo Afonja,que fez Ibualamo.Pelo que sei,no Ketu não existe necessidade de virar para ser raspado como disse euandilu,eu mesmo fui raspado acordado,no Jeje e no Angola não sei porque existe esta condição.


  561. Gostaria de deixar aqui uma observação.Conheci o bate-folha na Bahia,e o pai Dudu já jogou búzios em consulta pra mim.Acontece que ele é ogã.Todo mundo sabe que quem faz os fundamentos na casa é a guanguasense.Ele como ogã pode jogar búzios,fazer consulta,etc?


  562. Marcelo esta questão não é tão subjetiva e nem primordial.
    Naturalmente que a resposta eu não vou dar, mas não posso falar por Angola, Keto ou Jeje.
    O que se passa dentro do IlÈ Ikú, fica lá dentro.
    Você sendo iniciado sabe que nosso awo, deve ser guardado.

    Ire o.


  563. Caro Da Ilha,obrigado pela atenção.Ora,o que eu falei não é nenhum “segredo”,tanto na África como no Brasil não existe no Ketu a obrigação de estar virado para se raspar.O que vai determinar é a necessidade (saúde por exemplo) e o caminho.

    Na época questionei Mãe Stella se eu não poderia ser confirmado para ogã,ela disse que não,já que meu caminho era de omo orisa,e se fosse confirmado poderia manifestar no barracão tocando atabaque durante uma festa,e aí?Tanto é que 1 ano e 4 meses depois durante uma festa houve a manifestação.Ela mesmo brincava dizendo que ninguém raspa santo para ficar pulando no barracão ou dando show,mas sim por necessidade,ele pode ou não se manifestar quando quiser,mas a manifestação era uma consequência e não um fim em si mesmo.A iniciação de uma pessoa virada ou acordada é exatamente a mesma.Aliás ninguém “faz santo”,o que se faz é preparar a pessoa para que ela se torne um “templo vivo” para receber a entidade,afastando tudo que representa ewo para o “santo” e fazendo aquilo que agrada procurando assim se aproximar da entidade.Segundo a visão nagô,cada pessoa possui dentro de si uma partícula do orisa que precisa ser trabalhada.

    Outro mito é de que todas as pessoas manifestadas ficam inconscientes,isso não é verdade,existem pessoas conscientes e semi-conscientes.Eu mesmo era consciente,só perdia a coordenação motora.E conheci várias pessoas que não eram inconscientes,a questão é que por constrangimento muita gente não fala.


  564. Marcelo com todo respeito que você merece.
    Esta conversa é para chegar onde?
    Se as pessoas raspam acordadas ou em estado de possessão, creio, não interessa a curiosos, neófitos, pesquisadores, antropólogos.
    Interessa a quem está sentado no banquinho.
    Quanto a se iniciar por necessidade eu discordo completamente.
    Pois se as pessoas conhecerem nossa cosmogonia e Ori, saberiam de Akunleyan, Akunlemgba e Ayanmó.
    Iniciamos por nossa própria vontade, livre arbítrio, sem este aval, sem iniciação. E mais: A autorização é dada pelo oráculo, pois, somente Òrúnmìlá poderá testemunhar nossa escolha em se iniciar ou não, com ou sem cargo. Escolhas estas que foram feitas no òrun por nós mesmos enquanto espirito.
    Não acho que seja mito esconder a consciência dentro da incorporação, eu mesmo já me referi a ela várias vezes aqui no blog e não acredito em apagão, dormi, buraco escuro, outra dimensão e etc.
    Voltando, nossa conversa vai chegar onde? (com todo respeito).

    Ire o.


  565. Caro Da Ilha,só quis acabar com o mito de que a pessoa só pode ser raspada se houver manifestação como muitos pensam.Você pode ter este conhecimento,mas outras pessoas não.

    Quando disse “necessidade”,quis dizer que a maioria raspa “santo” porque está com problema de saúde,financeiro,sentimental,etc.


  566. Marcelo eu não gosto de sugestionar Orí. Coisa reveladas aqui neste blog pautam a vida de muitos religiosos.
    e falamos que durante determinado fundamento acontece isto e aquilo e o Elegun poderá ficar em transe ou não, estaremos induzindo a pessoa.E a pior coisa do mundo é Abian que chega dizendo tudo sobre seu orisa e qualidades caminhos. Com quem come, com quem sai, com quem vai ao cinema a praia, a feira e etc.
    Nada acontece por nossa vontade, tratar das coisas ocultas e ter certeza de que você não tem certeza de nada.
    E este detalhe não acrescenta, pois eu já vi gente acordada e com posse nesta hora, vai entender…
    Por isso minha pergunta: Aonde nossa conversa chegaria, entendeu?
    Abraços (não briguei com você) o papel não exprime nosso verdadeiro sentimento.

    Ire o


  567. Marcelo isto é assunto da porta para dentro do runkó.
    Portanto não falamos sobre…

    Ire o.


  568. Marcelo tem muito Ogan jogando búzios.
    Eu não vou recriminar em A e nem B.
    Se a autorização foi dada e ele recebeu o jogo dentro da lei…

    Ire o.


  569. Antigamente Ogan jogando búzios era chamado de “marmotagem”,mas hoje não só joga búzios como raspa,dá obrigação,etc,basta ver o caso do Domi do bate-folhinha.

    Não vejo “vantagem” em se dizer raiz do bate-folha hoje em dia,até poque quem está à frente do bate-folha é um ogã (que joga búzios muito mal,diga-se de passagem),mas na hora “H” quem faz tudo é dona olga.

    Porque não colocaram um raspado à frente da casa?Vai saber…


  570. Marcelo quem sou eu para julgar…

    Ire o.


  571. Boa tarde, gostaria apenas de esclarecer uma situação ocorrida e tirar dúvidas com relação a esta situação. Como desconheço totalmente diferença entre candomblé, umbanda e nação, ontem em uma sessão que participei, houve um “pedido de presente” que me deixou bastante preocupada.

    Fui convidada por uma amiga para ir a uma terreira tomar um passe. No momento em que os exus e pombagiras estavam incorporados, a dona da casa, pomba-gira cigana me chamou me pedindo se eu lhe daria um “presente”. Como não sei o que isso significa acabei dizendo que sim e ela virou-se para a cambona e disse que queria em um tabuleiro, ovos cozidos, bolinho de carne, bife de gado, batatas inglesas, milho, pipoca, farofa, dendê, champagne, cachaça, cigarrilhas, charutos, 1 vela vermelha de 7 dias. Que este tabuleiro fosse entregue por mim, antes da iniciação(obrigação de corte) dos filhos da casa.

    Gostaria de saber se este tabuleiro tem por finalidade agradecimento ou forma de pedido por algo em relação a minha vida, ou se esse tabuleiro tem a ver com alguma forma de iniciação da minha pessoa, atrelando me a casa, a terreira.


  572. Andrea eu não posso dizer que está certo ou errado, vai ver será um banquete ou um jantar de confraternização.
    Não tem nada a ver com iniciação ou coisa do gênero.
    Não irá atrelar você a nada.
    É apenas um presente, que cabe a você dizer que sim ou não (você já respondeu a ela).
    Na próxima vez, certifique-se do presente e decida de acordo com seu coração, pois, entregar qualquer coisa por obrigação não tem valor nenhum no reino dos espíritos, ok.
    Mas atenção com suas doações.

    Ire o.


  573. Saudações á todos gostaria de saber se é verdade que para se prender uma pomba gira apenas deve tratar dela ou precisa fazer algum fuxico específico. Obrigado Motumbá.


  574. Rodrigo estas coisas não são revelados.

    Ire o


  575. Motumba
    Boa tarde estou a iniciar a minha vida espiritual com uma mãe de santo que conheci e que em quem confio muito,.A minha mae viu no jogo de búzios que o meu pai de cabeça era Ogum e o meu avo de santo confirmou que era filha de Ogum virante. A primeira festa a que fui foi a de Yemanja e adorei senti me em casa e muito feliz. Momentos antes das festa ouvi uns comentários que me deixaram muito triste : uma das filhas de santo do meu avo a dizer que não era possível uma filha de Ogum virante.Comentei com a minha mae que me disse para eu não me preocupar porque de facto não e comum mas existem filhas de ogum virantes.Esta e a minha duvida existe filhas de Ogum virantes? Eu confio na minha mãe ate porque vou fazr a minha obrigação brevemente mas estes comentários que ouvi no terreiro deixaram me muito triste .Agradeço se conseguirem me dar uma resposta
    Obrigado
    Axe a todos


  576. Elvira, você está começando mal.
    Não se deve deixar a língua ingrata ser mais forte que você.
    Se sua mãe jogou e lhe deu uma resposta e foi confirmado em outro jogo, quem tem mais conhecimento e força?
    O oráculo ou alguém que não sabe nada a respeito deste culto de òrìsà.
    Minha amiga, não dê ouvidos a pessoas que estão na religião apenas para cuidar da vida dos outros.
    Pergunte como está a vida dela. Provavelmente a resposta não será muito boa.
    Aprenda uma coisa, agora, bem no seu inicio.
    Você vai iniciar a sua história, o seu destino espiritual, isto tem que ser perseguido e cumprido com todas as suas forças.
    Você vai deixar muita gente chorando na rua e vai seguir em frente, se você cuidar da sua vida espiritual.
    Agora o que vale é a individualidade, você tem que estar bem e muito forte para poder ajudar uma pessoa.
    Enquanto isto não acontece, continue batalhando para se espiritualizar, lapidar sua fé e deixar seu Ori bem forte.

    ire


  577. Motumba
    Obrigada pelas suas palavras. Vou continuar firme na minha fé e ignorar comentários triste de pessoas assim.Como diz a minha mãe este é um caminho longo e com muitas pedras.Tenho fé no meu orixa e acredito que ele esta sempre a meu lado dando me força para ultrapassar todos os obstáculos.
    Mais uma vez o meu sincero obrigada pelas palavras
    Axe


  578. em Novembro 2, 2013 às 8:07 pm Sandra Rodrigues

    Olá olha eu aqui de novo, bom hoje gostaria de saber sobre os sonhos.
    Pois é, todos os nossos sonhos são reveladores, tem verdadeiros significados, porque eu costumo ter em meus sonhos uma espécie de vidência, não sei explicar e lógico não são todos, mas um ou outro me deixa bem perturbada, o problema é que não consigo discernir o que é apenas coisas que ficam em meu subconsciente ou algo que pode ser uma revelação, sou muito intuítiva em tudo, mas os sonhos me deixam extremamente angustiada. Me digam o que pode ser isso,fruto de uma mente completamente atribulada ou uma forma de mediunidade…


  579. em Novembro 4, 2013 às 5:05 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Boa tarde, senhor Euandilu!
    Tenho consciência de que esse espaço objetiva informar sobre o sagrado das religiões afro-brasileiras, entretanto tenho uma pergunda que foge um pouco. Como no passado o profano, praticamente, não existia, até os dias da semana e meses do ano, em geral, eram dedicados aos deuses. Na cultura Banto, o senhor tem esse conhecimento? Pois, quando se diz sunday, na realidade é dia do sol e não, segunda-feira, como afirmam os professores de inglês.
    Seria assim, na cultura Banto, esses nomes terem significados próprios?
    Um abraço.


  580. Boa Tarde Mário,
    Bom, fiz uma pesquisa a respeito deste assunto uma vez e li que a semana africana na verdade era composta por 4 dias, não existiam dias nomeados como o calendário romano, e a dedicação aos Deuses eram feitas de acordo com a aproximação das estações do ano,
    Abçs


  581. em Novembro 4, 2013 às 11:28 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Obrigado, amigo!

    Cada cultura, ou culturas possuem suas realidades.
    Uma braço


  582. Olá Mário,

    Tem um texto do Fernando Campos que, confesso, só passei os olhos, que fala sobre a contagem de tempo dos povos da região de Angola, dê uma lida, talvez elucide alguma coisa:

    http://www.casadasafricas.org.br/wp/wp-content/uploads/2011/08/Modos-de-calendarizacao-entre-os-povos-de-Angola.pdf

    Motumbá


  583. Sandra este tipo de pessoa, que tem sonhos e premonições estão descritas nas escrituras sagradas de Ifá, se chamam Adahunsè.
    Pode ser incentivado por Ifá, como pode ser apenas arquivos de seu sub consciente, porém, não se deve menosprezar estes avisos.
    Nossos antepassados se comunicam com a gente através de sonhos…

    Ire


  584. em Novembro 9, 2013 às 8:48 pm Sandra Rodrigues

    Da Ilha,

    mas porque é tão conflitante as vezes até me perco e me confundo algumas vezes no que foi sonho e no que é a realidade…mas pelo que você disse posso me considerar uma pessoa privilegiada pois isso é um dom? Ou todos nós temos isso, basta querermos desenvolver.


  585. Euandilu, gostaria de saber mais sobre a Kayaya, no meu jogo de búzios ela se apresentou como minha mãe. Sempre pesquiso, porém nunca acho nada a respeito! Já achei algo falando sobre Kayala, mas não sei se é o mesmo que Kayaya. Gostaria de saber se ela tem alguma coisa que a difere da Iemonjá, se tem algum fundamento, suas cores, suas ferramentas. Se possível, claro!

    Agradecida


  586. Ligia “Kayaya” é o mesmo que “Kayala” que é o Nkisi do encontro das águas salgada e doce, tipo a pororoca. Se fosse no Ketu seria Yemanjá Sobá.
    Ela veste o branco com prata e vem com um abebé que é um espelho.
    Abraços!!!


  587. Muito obrigada pela atenção e pelo esclarecimento! E mais um dúvida, a Sobá tem algum fundamento certo? Ouvi falar que ela é fundamentada com Iansã…


  588. Como Sobá é o encontro da água doce com a água salgada, ela naturalmente tem ligações e fundamentações com Oxum.
    Ok?


  589. Muito obrigada! Axé!


  590. Preto-velho pode ter ogã confirmado?


  591. Marcelo o cargo de Ogan está incluso na hierarquia do Candomblé e não na da Umbanda.
    Quem tem Ogan é orisa.

    Ire


  592. Mas tem um pai de santo de candomblé Angola que conheço,tateto nepanji,cujo preto-velho dele tem um ogã confirmado.


  593. Marcelo isto não existe, talvez, você tenha entendido errado.
    Ajudante de Preto Velho se chama Cambono.
    Quem sabe não é apenas uma confusão de nome.

    Ire


  594. seu eu bolar e necessario raspar na hora ou n pq pessoa tem que raspar qndo bola.


  595. Beatriz o ato de bolar nada mais é que:
    Receber uma carga de energia muito grande do orisa e desfalecer.
    Depois disto, levantamos o neófito e vida que segue.
    Cabe a ele decidir se quer ou não se inicar, mas, nada é na hora ou para ontem.
    Salvo casos de morte iminente.

    Ire


  596. Bom dia o santo me pegou veio em terra, depois não me pegou mais e sou iniciante não dei bori, e nem fui raspado eu gostaria de saber se é possível eu ser ogam fico muito grato se responder a minha pergunta axé e bença todos os pai de santo deste site.


  597. Flávio dentro da ‘lei’ do Candomblé se você rodou, não pode ser Ogan.

    Ire


  598. O candomblé bantu foi criado no Brasil?Pergunto isso porque diferente do culto nagô e Jeje,nunca vi um registro em vídeo,foto ou texto de culto de inkice e/ou bacuro na Africa


  599. Meu amigo Luis, o “Candomblé” é Brasileiro, seja ele Bantu, Nagô ou Fon. Vc não vai encontrar registro de candomblé nenhum feito na África, vai sim encontrar registro de cultos tribais restritos somente a um santo.
    O culto Africano é tribal, por clã familiar a seus antepassados. Cada tribo cultua somente um ancestral, existem as tribos que cultuam Jinkisi da água, da caça, da guerra, da agricultura e etc…. Mas só um, este ajuntamento de Orixás, Jinkisi, ou Voduns, é coisa nossa!
    Abraços


  600. da ilha mas eu ainda não fui confirmado, não desconcordando de você posso sim ser rodante, como também posso ser ogam vai também depender da resposta do ifá e também do meu orixá, o que você acha a respeito disso?


  601. Flávio dentro do Candomblé: Se rodou não é Ogan e ponto final.
    O jogo vai confirmar, qualquer entidade vai confirmar. Nossa vontade fica muito longe disso.
    Não queira impor o que você quer ser, seja o que você escolheu antes de vir a este mundo.

    Ire


  602. olá. tenho umas questões que me intrigam, e gostaria, se possivel, que os mais velhos ou quem tem esse conhecimento, comentassem e colocasse em pauta esssas questões.
    no brasil, o candomblé tem três naçôes, ioruba, jeje, bantu, que tambem se desmembra em outras, como ketu, nago egba, jeje nago, angola, congo, xangô, jeje mahi, jeje savalu tambor de mina etc. mas a questão que me intriga é. na tradição ioruba – se cultua orixás, na tradição jeje/ fon – se cultua voduns e na tradição bantu – se cultua inkises. orixás/ voduns/ inkices, são divindades que representam os elementos da natureza, ou melhor, divindades não mas os próprios elementos da natureza. já ouvi muito de varios candomblecistas, que essas forças da natureza podem ser semelhantes,mas não são a mesmas. exemplo. xango/ sogbo/ nzazi – são semelhantes, porém não iguais. e assim com os outros. nós nascemos e possuimos uma centelha dessa energia/força da natureza dentro de nós, e isso nos faz uma particula dessa força, o que chamamos de filho do orixá/vodun/inkice. se cada uma dessas forças não são iguais, apesar das semelhanças e o força/energia que cada um possui é unica e ligada a somente uma dessas forças/energias da natureza. quando se vai jogar buzios, o olhador não teria que dizer para pessoa de qual força somos. mesmo que se jogue com um babalorixá de ketu, este não ve que a energia se for de um vodun, dizer a pessoa sobre isso. ou mesmo de um inkice ou se o olhador é de nação angola e ver que se possui orixá, tambem dizer isso. pq nunca vi isso acontecer, se de ketu o olhador diz ser de xango, se de angola, diz ser nzazi, e se de jeje diz ser de sogbo. então, na verdade essas energias são iguais, e o que difere é exatamente a lingua e a forma de culto. xango nzazi e sogbo, são a mesma força, cultuada por povos diferentes, por isso os diferentes nomes? eu entendo ser dessa forma, uma mesma força cultuada de diferentes formas, de acordo com a cultura de cada povo, mas gostaria muito que os mais velhos e babas esclarece essas duvidas, que com certeza muitos outros como eu possui. já me desculpo por não estar tão coerente o texto, não sou bom com as palavras. rsrsrs
    axé


  603. Jefferson sua exposição não está confusa e é muito coerente.
    Se tomarmos Ifá (A palavra de Deus) como base de religiões que estão espalhadas pelo mundo, vamos encontrar semelhanças e coerências em diversas partes do mundo. Não somente nas religiões de matriz africana, mas, pelo oriente médio, pelo oriente e pelo ocidente. A cultura milenar (algo em torno de 20.000 anos) de Ifá e sua oralidade foi espalhada pelo mundo, vemos Ifá dentro do Benin com nome de Fá e assim sucessivamente mundo afora.
    O Áwo Medahochick O. Zartno (Mogbakimo Faratisumi), documentou Ifá em várias línguas e seu sistema oracular advindo do sistema base nigeriano.
    Ifá é a base de todo o entendimento, tudo está na filosofia de Ifá, educação familiar, matrimonial, social e financeira. Culto ao òrìsà e energias cósmicas.
    Rezas, encantações, pequenos louvores, louvores, lamentos e etc.
    Não vamos direcionar tudo para Ifá e dizer que tudo vem e é provido por este capitulo.
    Mas o entendimento está na filosofia mais antiga e sua disseminação, pois, Ifá como o dinheiro não ficaram restrito ao òrun ou Ilé Ifé (nossa capital espiritual) eles se expandiram e frutificaram.
    Tais energias citadas por você fazem parte do panteão celestial, a cosmogonia e a cultura dos povos criaram as variações, incluindo Deus, eu acredito na essência da energia, na partícula do átomo, no movimento e encadeamento das moléculas que nos fornecem os elementos essências a sobrevivência espiritual e material.
    Dizer que o òrìsà mora dentro de nós é algo que soa estranho, então não seria necessária a iniciação.
    Trazer este assunto a luz da discussão é da maior relevância, porém, eu fico com a essência, água, terra, fogo e ar.
    Os òrìsà foram criados a partir de Obàtálá (O sol), deveriam, todos sem exceção, ter o elemento fogo como sua energia característica e isto não é fato.
    Portanto, isto é o áwo (segredo).
    Não vai fazer diferença você ser um adorador de Nkise, òrìsà ou Voodo, você vai adorar a energia que ele contem e que está contida nele.
    Assim viveremos, até o fim do mundo, afinal de contas estamos falando óticas diferentes e formas litúrgicas idem de cuidar destas divindades.
    Umas com um número mais extenso, outras com um numero menor, porém, todas se curvando e enaltecendo o valor delas.

    Ire Baba


  604. o brigado da ilha. sempre nos esclarecendo duvidas e dividindo seu conhecimento. o meu entendimento quanto a isso era esse mesmo, porém sempre nos vem a duvida, e nada como ter alguem com conhecimento para,vamos dizer assim, nos clarear o pensamento.
    então, cada pessoa tem dentro de si, espiritual e material, uma ligação maior com um elemento da natureza (terra, fogo, agua, ar, metal, vegetal), e é essa energia que dependendo da nação a cultuamos como orixá, vodun ou nkice. exemplo: sou filho de ogun, então, tenho o o metal/ferro e a terra como elementos predominantes em mim e dependendo da nação esses elemnetos/ energia será chamado, oude ogun – yoruba ou gu – fon ou nkosi – bantu.
    vc também citou que o culto de energias/ elementos da natureza não se restringe aafrica mas em todo mundo e diversas culturas tambem se faz. e posso citar o xintoismo, religião japonesa, que cultua os elementos da natureza, não sei a fundo como é a religião, mas a sua essencia é o culto a natureza e aos ancestrais.
    e só colocando mais um senão, isso também explica que pessoas que não descendem dos africanos, serem filhos de orixás/voduns/ nkices, ppois todos os seres humanos possuem esses elementos dentro de si. caso contrario, somente pessoas de origem africana poderiam ser filho de orixá/vodun/nkice.
    mais uma vez agradeço
    axé


  605. Obrigado pela resposta Euandilu.

    Gostaria de saber se na tradição Angola quem tem cargo pode ter vício de cigarro ou bebida.


  606. Luiz nenhuma religião permite vícios, seja ele qual for.
    Todo bom caráter está desligado deste tipo de atitude.

    Ire


  607. Desde os 8 anos vejo e sinto algo perto de mim, nunca consegui saber o certo o que era, fui em alguns lugares que me disseram ser coisas boas e ruins. Fiz limpezas diversas mas nada funcionou. Enfim a uns dois anos fiz um jogo de Nkombo, não sei se quem fez era sério, mas a verdade é que eu não consigo me relacionar com ninguém, sou uma bela moça, que atrai facilmente homens, porém quando começamos algo em pouco tempo eles se vão, me disseram que é um espirito que tenho que faz isso, a pessoa me olha, mas vê este espirito e acaba se afastando. Isso pode ser verdade? minha vida não anda, não consigo me relacionar com ninguém e sofro muito por isso.


  608. Bella isto tem que ser visto em um jogo por pessoa séria.
    Se você não conhece ninguém sério, não se arrisque com aventureiros.
    Aguarde é ore por ajuda, com certeza ela vai aparecer.

    Ire


  609. Bella vc fala de qual cidade/estado?!


  610. Quero mais uma vez parabenizar o site, e se possível que me tirem mais uma duvida.
    Depois que perturbei bastante vcs, fiz um jogo num barracão aqui proximo de casa. Lá me foi dito que sou de Odé Ibo, queria saber se esse Odé é o mesmo Ibualama?
    A casa que fiz o jogo é Ketu, e eu me senti muito bem com o pai de santo.

    Porém, eu sinto uma atração muito grande com a forma de culto Jeje. Se eu tiver errado me corrijam, mas eu acho que é uma energia mais rústica e um culto mais antigo. A forma como se veste os voduns, enfim.

    Estes dias conversando com alguem de jeje (porém feita em Ketu para iemanja). Me disse que o Jeje seria um grau acima em seus fundamentos.

    Eu amo a religião, e amo o conhecimento. E depois que ela me disse isso eu fiquei pensativo, pois fui bem recebido e senti confiança na casa de Ketu que fiz o jogo, e agora 1 ano depois eu ouço isso sobre o Jeje e embora ela foi bem clara e repetiu por varias vezes que eu não me iniciasse na religião, que eu frequentasse mas não me iniciasse pois segundo ela é algo muito sofrido, pois as coisas não acontecem como deveriam… Digo isso pois a principio pensei que ela disse tais coisas para me levar para o jeje, mas ela foi bem clara que esta afastada por estes motivos e que não aconselha ninguém a entrar.

    Mas eu quero e na hora certa farei minha iniciação, na casa certa.

    E ela me falou sobre alguns detalhes sobre o Jeje como o fato do vodunsi não ser adoxado e de a mão de vumbi ser retirada com o zelador ainda vivo.

    Acredito que sobre tais assuntos não poderão me esclarecer, mas gostaria de saber se realmente o Jeje tem um grau iniciático mais elevado que as outras nações.

    Desde já agradeço a todos…


  611. Eu sou de São Paulo


  612. em Dezembro 29, 2013 às 2:37 pm .. -Yawô Nathalya ty Ósún..

    Eparrei .


  613. Boa tarde, hoje pela manha eu deixei uma duvida sobre oxossi ibo se é o mesmo ibualama???

    E sobre o grau iniciatico do candomblé jeje ser mais elevado…

    Mas deletaram ou se perdeu, caso n cabe o assunto em aberto podem excluir, mas me respondam algo por favor…

    Obrigado.


  614. Felipe Odé ibo, ou seja igbò (floresta), é a mesma coisa que Ibualama, que é a mesma coisa que Erìnlé.
    É um orisa Odé (caçador) que está inserido no no culto de Òsóòsì, nada mais do que isso.
    Eu não posso responder sobre Jeje, orimeiro não é minha praia, segundo por que suas perguntas devem ser respondidas dentro de uma casa de orisa.
    Não existe grau iniciatico mais elevado ou menos elevado.
    O que existe é a iniciação, tanto no culto de orisa como no culto de Vodoo a coisa é pesada, é ‘pra macho e pra mulher’.
    Filho chora e mãe não vê.
    Mas isto nós não vemos dentro do Candomblé, é até onde vou chegar.

    Ire


  615. Felipe está respondida, não deletamos nenhuma pergunta.

    Ire


  616. Bella,eu tbm sou de SP,vou deixar meu e-mail,acho que posso te indicar marcelokertley@hotmail.com


  617. Ok, te mando um email e falamos por lá…..obrigada


  618. Boa noite, de diante mão quero pedir desculpas, pois a pergunta não tem nada haver o que estão debatendo. Preciso fazer um Padê para exu só que tenho duvidas na farinha, pois eu compre farinha de mandioca amarela e e as que pedir sempre é farinha de minho amarela, será que poso fazer com a farinha de mandioca amarela e os charutos que são 3 acendo todos e ponho junto com o padê e se poso também colocar uma vela preta e vermelha e quantas poso colocar e se pode ser no local escampado tipo um campo grande de barro. O meu e-mail é binhosanto07@gmail.com se for possível responder pelo e-mail ficarei agradecido. Desde já agradeço atenção de todos e que tenho um ano de 2014 cheio de alegria e sucesso para todos e que exu nos proteja diante das demandas e dos inimigos.


  619. Da Ilha

    Obrigado meu querido, e somente n compreendi a sua ultima frase: “Mas isto nós não vemos no candomblé…”.
    Esta se referindo que as coisas em África são mais pesadas que no Brasil?

    E desculpa qualquer coisa…


  620. Bella,seu e-mail por algum motivo não chegou,deixe o seu que entro em contato,abs.


  621. Felipe são muito mais fortes.

    Ire


  622. Fabio use farinha crua de mandioca.
    E um feliz ano novo para vc também

    Ire


  623. Tem algum problema fazer bori na cabeça de uma pessoa que é gêmea e ñ fazer na outra irmã gêmea?,acontece alguma coisa com a que ñ fez?


  624. Thayná Orí é individual.
    Não vamos criar fundamentos onde não existe.
    Se as duas tem que tomar Bori pode ser que as duas estejam precisando tomar Bori.
    Mas as duas não estão ligadas da forma que estão colocando.
    Chega de invenção.

    Ire


  625. em Janeiro 16, 2014 às 3:14 pm Flávio do Ogun

    Olá, Euandilu!

    Estive conversando com um amigo que me deixou com uma grande dúvida. Sou iniciado há 6 anos em uma casa de ketu e ele já tem seu 15 ou mais e é angola. Bem, conversamos sobre diversos assuntos e duas coisas que me deixaram curioso foram o seguinte. Disse brincando que tinha muito receio de ir a um jogo e descobrir q estou sendo traído, por causa do meu temperamento explosivo e tudo mais. O que ele disse é que nunca passaria por isso e que se me dissessem tal coisa que me levantasse e fosse embora, pois o jogo de búzios é um oráculo divinatório e não adivinhatório e inkisse ou orixá nenhum se faz presente em um jogo para questões como essas,me explicou q antigamente o jogo era usado para se saber a melhor hora de se plantar, pescar, ir para guerra e etc, não para esse tipo de coisa. Disse a ele que minha própria mãe de santo já jogou pra mim sobre essas questões e que meu santo havia dito que não tinha nada. Então, ele só respondeu que não conhecia dos rituais nagô que talvez na minha cultura isso fosse possível. Então, existe diferença entre um jogo de ketu e de angola, os inkisses não respondem a essas perguntas e os orixás sim, ou isso é coisas de pds e mds para atrair clientes? Outra coisa que me deixou com dúvida é que diversas pessoas diziam q o orixá Exu é semelhante ao inkisse unjira e outras até afirmam q é a mesma coisa, q só muda a forma de cultuar. Ai durante essa conversa ele me disse que é uma colocação errada, inclusive falamos da confusão que é feita entre esse inkisse e o exu catiço, foi quando ele disse q Ungira nem é o mensageiro no culto angola. O que é ungira então, qual o mensageiro de vocês, ou não existe isso como aprendi que se dá comida a Exu/Bara, antes de dar a qualquer orixá?


  626. Flavio esta conotação de que Exú é o mensageiro dos Orixás é Nagô ou seja Ketu, nós os Bantus não temos mensageiros mas sim guardiões.
    Pambu Njila ou Njila é o caminho, a encruzilhada e ele é o princípio do caminhar. Todo Nkisi tem seu ´guardião próprio, seja do caminho ou de sua porta.
    O jogo de búzios é universal e toda cultura o usa, seja Gege, Ketu ou Angola, mas cada um faz do seu jeito.
    Concordo com seu amigo que o jogo de búzios é para ver o que a pessoa precisa na “vida espiritual” não material, a não ser que a material esteja atrapalhando a vida espiritual, entendeu?
    Exus catiços pertencem a Umbanda mas infelizmente foi incorporado no Candomblé, por aqueles que saíram da Umbanda para fazer seus santos nas casas de candomblé, agora meu questionamento, se a pessoa saiu, saiu por algum motivo, e se saiu é porque aquilo já não lhe cabia mais, então porque continuar usando o que é da Umbanda?
    Abraços


  627. Olá Da Ilha, aconteceu de eu virar no santo, porém não sou iniciado, e me falaram que abian não vira de santo, apenas bola.. é isso mesmo?


  628. em Janeiro 17, 2014 às 10:58 am Flávio do Ogun

    Meu caro, Euandilu, agora ficou bem clara a explicação e a diferença entre as culturas, quanta confusão eu fazia! Sempre bom aprender um pouco mais! Um grande abraço. Obrigado!


  629. Bom dia, gostaria de sanar uma dúvida..
    Como contei outra vez eu sinto e vejo algumas pessoas próximas a mim..
    Fiz um jogo e me disseram que sou de oxum, como não desenvolvi pode ser que isso esteja me atrapalhando, tipo uma cobrança?
    Quanto aos trabalhos feito para Exu 7, quando ele diz “..em tantos dias isso irá acontecer, isso se cumpre?
    Obrigada!!


  630. Bom dia amigos, gostaria de saber porque usa a palavra Alah, nas musicas pra oxalá, seria alguma alguma reminicencia ao contato que os iorubás e bantos tiveram com muçulmanos na africa?


  631. Bom dia,

    Estive na Bahia,no Bate-Folha,quem me atendeu foi o pai Dudu que dirige o terreiro,etc,mas ao que tudo indica ele é uma espécie de Ogan.Ele seria uma espécie de babalawo ou oluwo na nação Angola?Que nome se dá?.


  632. Euandilu ogo l’oná.
    Nesta frase:
    Concordo com seu amigo que o jogo de búzios é para ver o que a pessoa precisa na “vida espiritual” não material, a não ser que a material esteja atrapalhando a vida espiritual, entendeu?

    Eu posso lhe dizer que diversos Odù e Amulu (ómó Odù) falam em traição conjugal, para exemplificar temos Ogbè’Òsá e Ogbè’Òsé, como outros mais que falam dos mais variados assuntos materiais e alinhamento do destino.
    No culto Tradicional fazemos um ritual no terceiro dia de nascimento de uma criança onde Òrúnmìlá desvenda seu Odù e tudo que está envolvido no destino da pessoa e ela tem sua criação direcionada para estas informações (respeitando o seu livre arbítrio após sua emancipação).
    Após a iniciação seja Adosù ou Itelodu (Bàbáláwo) o Odù revelado vai direcionar a vida material e espiritual desta pessoa e todas as informações virão a tona, inclusive casos de traição (não apenas a traição conjugal, mas a traição como um todo), que difere muito das perguntas idiotas que temos que ouvir de pessoa que procuram o oráculo apenas para satisfazer uma curiosidade.
    Os maiores ire (sorte) que um ser humano pode conquistar dentro da filosofia yorùbá são: Vida longa, boa saúde, esposa, filhos e dinheiro.
    Até aqui não falamos sobre òrìsà dentro destes ire, portanto o oráculo está no mundo deixado por Òrúnmìlá para que tudo seja investigado e solucionado.
    Quando ele partiu deste mundo o Odù Éjì Ogbè (Éjìonilé) testemunhou suas palavras:
    Ele diz:

    …Em um mundo sem Òrúnmìlá.
    Qualquer coisa poderia dar errado
    E deu errado imediatamente.
    Por isso as pessoas reuniram-se
    E foram até a palmeira que tem 16 folhas
    E imploravam para Òrúnmìlá voltar para casa.
    “Por favor, venha para casa, Ifá”, rogaram-lhe.
    Você é o chefe supremo de Ira,
    Cidadão honrado de Ijero
    Príncipe de toda a gente
    Por favor, venha para casa.
    A vida sem você é impossível
    Você é o espírito mágico e gigantesco
    Que faz mover o elefante
    Por favor, venha para casa.
    Òrúnmìlá disse que era tarde demais.
    Não havia como voltar atrás ou retornar
    Depois de ter subido a palma de dezesseis frondes.
    Vocês são todos livres agora
    E quem quiser agora pode chamar seu pai.
    Todos os seus pedidos caíram em seu ouvido surdo.
    Finalmente, ele teve pena deles.
    Ele lhes deu dezesseis sementes de palma,
    E disse-lhes:
    Este é a quem perguntar
    Quando você chegar a casa
    Quando você quiser ser rico
    Este é a quem perguntar.
    Quando você chegar a casa
    Quando você quiser ter filhos
    Este é a quem perguntar.
    Quando você chegar a casa
    Quando você quiser riqueza
    Este é a quem perguntar.
    Quando você chegar a casa
    Quando você quiser poder
    Este é a quem perguntar.
    Quando você chegar a casa
    Quando quiser conhecimento
    Este é a quem perguntar.
    Quando você chegar a casa
    Quando você quiser alguma coisa
    Este é a quem perguntar.
    Quando você quiser alguma coisa
    Este é a quem você deve perguntar.
    Òrúnmìlá subiu a palmeira de dezesseis folhas
    Na montanha alta de Igeti
    E se recusou a voltar para casa.
    Ele disse que quem quiser
    Que pode considerá-lo como um pai…

    Ire aláàfià Bàbá.


  633. Abian é quase isto.
    O Abian tem um contato com a energia do òrìsà e isto não é possessão (virar no santo).
    O ‘bolar” nada mais é que uma carga muito forte de energia que você recebe e pode desmaiar. Passada a fase, a pessoa volta ao seu estado normal.
    Sendo que a energia pode ficar por dias/horas na pessoa, para trazê-la de volta temos que fazer algumas coisinhas.

    Ire


  634. Bela se você é de Umbanda pode ser que o desenvolvimento lhe dê mais segurança.
    No Candomblé não tem desenvolvimento.
    Quanto ao prazo que o Povo de Rua ou o sacerdote lhe deram, eles devem cumprir com o trato.
    Se falou que é em 7 dias, que ele cumpra ou vai perder a palavra.

    Ire


  635. Rafael o Alá nada mais é que uma referencia de que todos, eu disse todos, vivem e estão permanentemente sob ele.
    A metáfora do Alá é esta e nos mostra a cor de Osalá o branco, que é a soma de todas as cores do Universo.
    O muçulmano pela nossa cosmogonia está ligado a nós pelo trabalho desenvolvido pelo Odù Òtúrá méjì que fez trabalhos espirituais e muitos curas no oriente, mais precisamente em Meca.
    Visite meu blog:
    http://www.orisaifá.blogspot. com
    E procure pelas histórias deste Odù.

    Ire


  636. Amigo..eu bolei 2 vezes, e numa outra vez em datas diferentes eu nao bolei mas parece que ele veio.. Entendeu?


  637. Abian eu estou te entendendo, porém, parece que você não está entendendo o que é incorporação e sentir a energia do òrìsà.
    Possessão é uma coisa muito forte, é sentir o òrìsà em sua plenitude, somente quem já passou por isso, entende o que estou falando.
    Tenha calma, se inicie e você sentirá este prazer.

    Ire


  638. como identifico se o pai de santo está mesmo incorporado?


  639. Bella difícil de explicar.
    Difícil de identificar.
    Tem que estar junto, no convívio, é uma coisa muito sutil.
    Para ele, para mim e para qualquer um.

    Ire


  640. Qual a explicação o candomblé tem para a homossexualidade?Porque no ketu tem muito mais homossexuais do que Angola?


  641. Existe o cargo de babalawo ou oluwo no Angola?E se existe como chama?


  642. Luiz estes cargos estão inclusos dentro da Tradição Yorùbá de Ifá/òrìsà.
    Eu não conheço correlato dentro de outra cultura.

    Ire


  643. Celo o Candomblé de Keto é mais numeroso, portanto tem mais homossexuais, uma questão de proporção.
    Quanto a primeira pergunta, diremos para você que somos a religião que não tem preconceitos, nossa porta está sempre aberta, qualquer ser humano pode adentrar e cultuar nossas energias/òrìsà/irunmolè.
    Não vamos rotular nada, pois Olódùmarè não nos rotulou.

    Ire


  644. Obrigado pela resposta Da Ilha,mas tipo assim,existe uma explicação espiritual para a homossexualidade?Ou seja,a pessoa escolhe isso antes de nascer como destino ou lhe é imputado?Eu li que na Africa a cultura nagô tem um certo repúdio à homossexualidade e homossexual não se inicia por exemplo em culto de Ifá.


  645. Celo a Nigéria por ser um pais de maioria muçulmana tem sérias restrições ao homossexualismo, como é em todos os países que seguem esta orientação.
    É cultura, é o jeito deles encararem a formação de sua sociedade.
    Realmente existe este repudio, mas está se diluindo. Muitos tem ido a Nigéria e se iniciado.
    A vinda do homossexual tem uma explicação espiritual, mas não vou passar deste ponto (lembre-se eu disse a vinda).

    Ire


  646. olá, me disseram que candomblé de Angola não cultua folhas e sim tronco de árvores , eu não entendi muito bem , mas acho que foi isso… gostaria de saber , o que vocês podem falar a respeito


  647. Olha Lucas eu não sei de onde as pessoas arrancam tanta besteira para falar,,,
    Todo candomblé, sendo ele Bantu, Nagõ ou Fon, cultuam folhas, aliás a folha é uma das matérias primas do candomblé, sem ela, não existe feitura.
    Agora, existem alguns Jinkisi, (plural de Nkisi), que são cultuados ao pé da árvore, como Kitembo, Hongolo e Katende.
    Abraços!


  648. Luiz Oluwo e Bàbálawo são cargos que estão dentro do culto de Ifá na Tradição nigeriana.
    Nenhuma outra nação tem este cargo, o que não impede de um sacerdote de Angola, ser um Bàbáláwo/Oluwo, porém, ele usará este cargo dentro do culto de Ifá.
    Eu não conheço o nome do cargo que uma pessoa recebe, em Angola, quando se torna uma sacerdote do oráculo.

    Ire


  649. Boa tarde. Gostaria de sanar uma dúvida muito grande…
    Sou médium em desenvolvimento na Umbanda há algum tempo. Minha Mãe de Santo, porém, é feita no Candomblé e deu uma opção a alguns médiuns da casa para fazermos um buri (que neste caso seria similar à chamada “feitura”), visando a confirmação e as obrigações para os nossos Pais de Cabeça e, consequentemente, um melhor desenvolvimento mediúnico.

    Me foi dado Obatalá como o Orixá regente da minha coroa, mas nas qualidades de Oxalá vejo sempre médiuns sendo feitos em Oxaguiã ou Oxalufã. Existe a “feitura” para Obatalá? Se sim, ela difere em algo das demais? E as paramentas deste Orixá?

    Desde já, agradeço muito pela atenção.


  650. Da Ilha,existe alguma coisa que se possa fazer no candomblé para tirar a pessoa da condição de homossexual?


  651. Da Ilha,se apenas o Ketu trabalha com Odú,como as outras nações conseguem fazer a leitura dos búzios?Será que por isso por exemplo o Angola é chamado de umbanda melhorada,por não ter muito fundamento?


  652. Celo isto é casca de banana ou você é Evangelico?
    Tem capiciosidade nesta pergunta?
    Nossa religião não deixa ninguém gay, lesbica ou faz o caminho inverso.
    Isto é sacanagem com uma parcela da população que encontrou uma religião que não descrimina e nem rotula.
    Cada um nasce do jeito que pediu para nascer.

    Ire


  653. Luis a cultura Fon, do Benin tem sua divindade do oráculo, se chama Fá e seus Odù tem praticamente o mesmo nome, salvo alguns desvios na ortografia, via Ifismo de Bàbáláwo Osamoro.
    Os países que fazem fronteira com a Nigéria, antes da colonização Inglesa e Francesa não tinham este formato geográfico.
    Dentro da própria Nigéria temos oráculos derivados do oráculo de Ifá, no oriente médio temos oráculos derivados de Ifá e no próprio oriente temos oráculos derivados de Ifá. Portanto não existe esta coisa que a verdade oracular está na mão do nigeriano, Ifá apenas relata que nas questões religiosas nigerianos, o oraculo de Ifá, obrigatoriamente deve ser consultado.
    Não insulte a religião alheia.
    Umbanda melhorada foi uma expressão de muito mal gosto.
    Quando se fala mal de uma religião é por que não se conhece ela.

    Ire


  654. Eu sou homossexual Da Ilha,mas não gosto desta minha condição,me sinto frustrado,gostaria de constituir família,etc.A cultura yoruba fala que prosperidade é saúde,dinheiro,vida longa,filhos e esposa.

    Não adianta dizer que homossexualismo é algo natural,pois não é,até do ponto de vista anatômico o homem foi feito pra mulher,a natureza mostra isso.

    No candomblé existe ebó,trabalho,folha pra tudo,será que não tem folha pra mudar a situação de uma pessoa que se encontra numa posição infeliz?Assim como existem trabalhos para alcoolismo e tabaco,porque não pode existir algo para mudar esta situação?.

    Vc disse que a vinda do homossexual tem uma explicação espiritual,e sei que muitas coisas do destino podem ser mudadas ou melhoradas,pra mim a homossexualidade é um castigo e conheço vários homossexuais que se sentem conformados porém frustrados.


  655. Se é opção como dizem agente podia poder mudar e e contar com a força dos orixas né Celo.


  656. Celo as escolhas são feitas no òrun (céu).
    São escolhas pessoais, não é karma, não é castigo, nada disso.
    São escolhas e eças foram feitas por você enquanto espírito.
    O que suas escolhas estão causando em você, somente o oráculo poderá responder o por que deste sofrimento.
    Procure alguém que lhe ajude a responder suas perguntas.

    Ire


  657. Makuiu Tata euandilu!

    Uma dúvida simples:

    É possível alguém ser “suspenso” por um nkisi e na hora do “bolonã” ,bolar?


  658. Wagner eu acho que esse ‘apontamento’ não foi muito firme.
    Orí trai qualquer um, mesmo que a pessoa ache que está incorporado.
    Orí o melhor e pior inimigo que alguém pode ter.

    Ire


  659. 1)Pela tradição nagô,ogan pode jogar búzios ou pelo menos o jogo de 4 búzios?

    2)Qual a diferença de babalawo para oluwo?

    3)Babalawo e oluwo não seriam uma espécie de ogan?

    4)Na tradição nagô existe a concepção da reencarnação?


  660. wagner,conheço uma pessoa de Angola que foi suspenso e depois bolou e raspou.


  661. 5)Gostaria de saber tbm se bori teria que ser feito apenas no ketu,pois pelo que li é a única nação que cultua ori?

    6)Se no Angola não se cultua odu,como o angoleiro olha o jogo?Procurei por jogo de Angola mas não encontrei nada,alguém poderia explicar como o olhador joga no Angola,qual método,etc?

    7)Quais são as principais comidas e bebidas dos inkices,alguém poderia me informar?

    Não quis ofender nação alguma Da Ilha,apenas repeti uma frase que uma vez ouvi.


  662. Luiz eu não vejo problema em um Ogan jogar búzios, pois isto não está escrito em nenhum Odù, não há nada que impeça ele de jogar.
    Um Bàbáláwo é um sacerdote do culto de Ifá/Òrúnmìlá. O Oluwo é o seu sacerdote, esta acima dele e somente ele e o Àràbà seu chefe imediato, podem iniciar uma pessoa como Bàbáláwo.
    Bàbáláwo e Oluwo estão a margem do culto de òrìsà, eles interagem bastante mas não são cargos no culto de òrìsà.
    Um Ogan seria um correlato do Onilú (o sacerdote de Ayan).
    Nós não chamamos de reencarnação chamaos de Atunwá (ir e vir) para correção de nosso caráter e cumprimento do nosso destino.
    Clik em minha foto e você verá post sobre Atunwá.
    O Candomblé não tem uma opinião fechada, é muito pessoal e cristianizada.

    Ire


  663. Boa tarde,

    Sou nova na religião e estou com uma duvida sobre a hierarquia do Xire quando recebemos visita no caso os cargos da casa são respeitado e após os anos de santo, no caso de uma visita que tenha um cargo maior do que os que temos na casa, como que podemos acertar essa hierarquia?

    Desde já agradeço a atenção.


  664. Debora as pessoas que tem cargo, Oyè, tem cargo dentro da religião, não importa onde estejam.
    Colocamos a cabeça no chão como sinal de respeito a sua ancestralidade, este é o motivo real de colocar a cabeça no chão para um mais velho ou sacerdote.
    Se na sua casa seu sacerdote coloca estas pessoas (com cargo) na frete da fila é sinal de respeito, conhecimento e camaradagem.
    E as boas regras da etiqueta dizem que é tabu não receber uma visita dignamente pois ela pode estar ligada a nossa prosperidade.
    Um verso do Odù Òyèkú méjì revela:

    Depois de ter feito tudo isso, Òrúnmìlá partiu para a casa de Olokun, para ler Ifá, onde permaneceu por um total de 16 anos.
    Em sua viagem de volta para casa, o primeiro filho que ele visitou foi Guerra, que recebeu seu pai com alimentos e bebidas.
    Então Òrúnmìlá desejava aliviar suas entranhas,
    Guerra disse que ninguém poderia aliviar suas entranhas na casa de Guerra.
    Òrúnmìlá visitou o segundo que era Mercado que recebeu seu pai com alimentos e bebidas.
    Então Òrúnmìlá desejou aliviar suas entranhas,
    Mercado, mas disse que ninguém poderia aliviar suas entranhas na casa de Mercado.
    O terceiro filho foi visitado por Òrúnmìlá foi Fazenda que recebeu seu pai com alimentos e bebidas.
    Então Òrúnmìlá desejou aliviar suas entranhas,
    Fazenda disse que ninguém poderia aliviar suas entranhas na casa da Fazenda.
    O quarto filho visitado por Òrúnmìlá foi Estrada, que recebeu de seu pai com alimentos e bebidas.
    Então Òrúnmìlá desejava aliviar suas entranhas, mas Estrada disse que ninguém poderia aliviar suas entranhas na casa de Estrada.
    O último filho que Òrúnmìlá visitou foi seu filho mais novo, Casa, que assim que viu seu pai, abateu um bode, cozinharam grandes quantidades de alimento, delicioso purê de inhame e convidou todos seus amigos, para entreter seu pai que retornava.
    Quando Òrúnmìlá comeu e bebeu à sua satisfação, ele quis aliviar suas entranhas e Casa abriu uma sala e disse:
    Minha casa é sua. Meu pai pode aliviar suas entranhas em qualquer lugar que ele quiser nesta sala.
    Depois que Òrúnmìlá aliviou suas entranhas ele fechou a porta do quarto atrás dele.
    De novo não muito mais tarde Òrúnmìlá queria aliviar suas entranhas e Casa abriu outro quarto para Òrúnmìlá, após ter aliviado as suas entranhas, também fechou a porta novamente.
    Então Òrúnmìlá disse a Casa para abrir e limpar o primeiro quarto e quando entrou Casa encontrou a sala cheia de dinheiro.
    Então Casa abriu o segundo quarto e o encontrou lotado de pérolas valiosas.
    Então Òrúnmìlá diante de todos falou que os lucros feitos por Fazenda, Mercado Estrada e Guerra, seriam em benefício de Casa.
    Ifá diz que se um visitante venha a nos visitar; devemos cuidar desse bem visitante, assim sua bondade e favor não vai passar por nós, para que este visitante nos traga abundância.

    Portanto sempre que temos visita em nossa casa cuidamos para que sejam bem atendidas, entretidas e alimentadas.
    Independente de ser o Ilè Àse ou a residência.
    Esta atitude tem fundamentos que você nem imagina.
    Guarde esta com carinho.

    Ire


  665. Luis todas as casas e matrizes afro descentes do Brasil fazem o ritual do Bori.
    O jogo está dentro da religião independente de ser Angola, Jeje ou Keto, Òrúnmìlá fala em todos os tipos de oráculo.
    O jogo de adivinhação é obra dele, está visão está dentro de nossa cosmogonia.
    As principais comidas e bebidas você encontrará em pesquisas ou através da iniciação onde a sua escola será seu Ilè Àse.

    Ire


  666. Boa Tarde Euandilu!

    Uma Dúvida:

    Estava conversando com um amigo pelo facebook e na conversa eu citei um nkisi , Terekompensu , Ele me perguntou : “Tere o que?,, conheço Telekompensu”.

    E foi aquela discussão sobre escrita x pronuncia.

    Qual é o correto? ou os dois estão?


  667. Wagner se vc quer saber os antigos nem citavam este Nkisi.

    Para te dar um exemplo no Tumba Junsara se cantava para Teleku Mpenso no hum de Ndandalunda, mas os agora “novos sábios” citam este Nkisi como se fosse sempre assim, e não é, quem era desse santo era feito de Kongobilo.

    Lá em casa no Bate Folha nós sempre louvamos este santo, e finado Zé Milagre era de Teleku Mpensu.

    O certo é escrever Teleku Mpenso, mas pode escrever sem medo Telekompensu, Terekompensu que tá tudo certo, afinal, não somos africanos, e não somos obrigados a saber o dialeto como se fossêmos nativos de lá.

    Abraços!


  668. Da llha como fasso para bolar alguem de Ndandalunda?


  669. Da llha como fasso para bolar alguem de Ndndalunda e pq eu esqueci?


  670. Diogo, nós não falamos de fundamentos neste espaço.

    Ire


  671. ta bom


  672. Da Ilha minha prima ela tem um bori ela quer saber se ela pode pode virar e dançar com o santo


  673. Diogo o Bori não credencia ninguém a virar com òrìsà.
    Òrìsà é coisa séria.
    Ter contato com a energia dentro de um Sirè, não quer dizer que a pessoa virou com o òrìsà.
    Existe um tempo de adaptação, até mesmo para os iniciados.

    Ire


  674. Estou decepcionado com Candomblé, a religião hoje está a beira de extinção devido a muitas pessoas desinformadas, há muitos charlatões e enganadores que se dizem pais e mães de santo e que o objetivo somente é comer grana. A essência já se foi, os mais velhos morreram e os novos transformaram a religião e o barracão em casa de turismo e carnaval. Muita vaidade e pouca caridade, muito pano caro e pouca liturgia. As casas estão fechando muitas pessoas estão migrando para a igreja evangélica que é um outro comercio, a cultura está se perdendo, zeladores não gostam de preparar pessoas para perpetuar a cultura afro, a moda agora é Africanizar tudo, tudo é eventos e mais eventos e nada de ensinar os mais novos o verdadeiro axé. Misturam umbanda com candomblé ,magia negra, esoterismo é uma patacuada sem eira e nem beira, chega depois de 35 anos de santo esse é o meu desabafo, o ritual se perdeu, esse é o fim. Será que falei de mais? se falei olhem as filmagens das saídas de santo, não sabem nada, é só roupa cara e mais nada…saudades dos zeladores antigos, Valdomiro, João da Gomeia, Francisco de Yemanja , Paulo da Pavuna, Luiz de Jagun, bamboche, mãe menininha, hoje é só brilhos.


  675. Thiago eu entendo sua decepção e tbm acho que o candomblé está acabando pelo luxúria exacerbada e a falta de fé nos santos e na religião, mas graças a Nzambi ainda existem casas que preservam a humildade e o pé no chão como a minha casa o Bate Folha que é dirigido por minha Mam’etu Mabeji, e casas como o Opo Afonjá de Yá Regina Lúcia, a casa de Meninazinha de Oxum, Mãe Palmira, Mãe Beata, a Casa Branca de Oxum de finada Mãe Yara, Pai Bira de Ogodô, Mejitó Marcos e outras bem menos conhecidas mas que cultivam a tradição religiosa ao pé da letra.
    Ainda dá para acreditar nestas casas.


  676. Euandilu

    Bate folha é tudo de bom, sei que tem casas que ainda preservam a cultura do candomblé, eu é que não estou mais animado para nada, amo os orixás mas certas casas prefiro nem botar os pés. Acho que foi tanto sofrimento que passei que não dá mais, peço desculpas a todos pelo desabafo, mais não dá pra ficar quieto. Boa sorte, um abraço.


  677. Olá boa noite. Gostaria de tirar uma dúvida.. Venho da umbanda,estou conhecendo o candomble agora e me encontrei. No ilê que estou frequentando,o zelador da casa jogou os búzios e disse que eu devo trabalhar(começando como abiã),assentar meus orixás quando eu tiver certeza e confiança(Mãe e Pai de coroa juntos) e que não precisarei raspar o cabelo na feitura,pois meus orixás não permitiram(ele disse que viu isso nos búzios,e ainda completou que não pode mexer em um fio de cabelo meu). Minha dúvida é se eu terei o mesmo axé de uma pessoa raspada e se isto é correto mesmo,até porque no momento não poderei fazer raspagem por motivos pessoais,se eu tivesse que raspar ia ter que ser depois de muitos anos. Sou filha de Yansa com Oxossi. A nação é Angola. Obs: eu tenho muita confiança no zelador desta casa,pois desde o início tive a aprovação de meus orixás e desde que começei a frequantar o ilê dele começei a ter permissões para ver os orixás em sonhos coisa que não aconteciam antes. Além de eu ter melhorado muito do período obscuro que eu vim de uma casa errada que quase acabou com a minha vida e sem trabalhar.Além de meu zelador ter uma coisa que preso muito,humildade.


  678. Andressa esta pergunta foi respondida duas vezes por mim no período de uma semana.

    Ire


  679. Da Ilha

    Andressa clike na foto do Euandilu e veja um post chamado Perguntas e respostas.
    Faça esta pergunta diretamente a ele.
    Ele é de Angola e poderá jogar luz sobre este assunto.

    Ire … Sr. Da Ilha,essa foi a resposta que me foi dada apenas uma vez,e segui as instruções que o Sr. me forneceu que foi vir fazer a mesma pergunta neste tópico. Acho que o Sr. está confundindo as pessoas .. Se não conseguirem me dar uma luz sobre isto não há problemas,procuro outra forma de tirar esta dúvida.. Obrigada e muito axé.


  680. Sou Kambondo Suspenso sou do nkisi lemba tenho 2 anos de suspenso já e queria saber se um Kambondo pode ser do Nkisi Teleku Mpensu dentro da nação angola ? Obrigado e axé.


  681. Andressa òrìsà tomar posse de um médium é prerrogativa de um iniciado nos mistérios do òrìsà.
    Não é qualquer um que pode ter posse por òrìsà, a ‘coisa’ não é tão simples e muitos se enganam entre sentir a energia do òrìsà e ter posse por òrìsà.
    Isto leva muitas pessoas a se sentirem culpados durantes as incorporações, no dia da saída e etc., pois veem e sentem tudo como se nada estivesse acoplado ao Ori deles.
    Nesta pegada vem as queixas, vem a incerteza, as palavras mal colocadas por terceiros malhando o sacerdote, a pessoa visita outros jogos e aparecem informações desencontradas, enfim, tudo começa a desandar.
    O ideal é entrar para uma casa, cumprir seu tempo de abian (1 ano no mínimo), dar tempo para o sacerdote ir observando, jogando, fazendo o que tem que ser feito e etc., neste tempo você perceberá se a casa atende seus anseios e se você atende aos anseios da casa.
    Quanto a iniciar alguém e não irar o cabelo (um dos pré requisitos básicos de uma iniciação) eu não vou julgar nenhum sacerdote, mas, o fundamento do cabelo existe, é sério e deve ser cumprido.

    Ire


  682. Claro que sim, Teleku Mpensu é um Nkisi com a mesma amplitude de todos os demais.


  683. gostaria de que explicassem oque é ori meji, fui iniciada á pouco tempo,antes de me deitar na esteira,era de opara,mas devido a vários acontecimentos,meu pai de santo jogou para saber meu juntó,e iansã se mostrou forte. Sou raspada e adoxada como filha de Oxum tendo Iansã como minha segunda mãe.


  684. Boa Tarde Tata euandilu!

    Quando uma pessoa entra em uma casa de nação nBantu ela “ganha” a Denominação de Ndumbe, correto?

    E quando ela é “suspensa” qual a denominação? e qual o termo para suspenso?


  685. Josy de acordo com os ensinamentos de Baba Fernando Orí méjì configura um òrìsà com duas qualidades.

    Ire


  686. Eu tive um sonho q ta mim intrigando .sonhei com um homem que nunca o vi em um terreiro de candomble com a cabeca raspada.o que isso quer dizer?


  687. Lene eu não sei.
    Para se ter certeza deve-se consultar o oráculo.

    Ire


  688. Exu é um orixá?


  689. Mukuiu! Sera que o sr. poderia me ajudar me passando o endereco e telefone da Inzo do Tatetu Sajemi, desde ja , grata pela atenção.


  690. Caique Èsù é òrìsà.

    Ire


  691. Boa noite. Primeiramente parabéns pelo conteúdo do site e pela atenção que prestam ao internautas.
    Bem, sempre fui uma grande simpatizante da religião espirita e a pouco tempo conheci o candomblé através de um terreiro em minha cidade. Digo simpatizante pois nunca levei a fundo o conhecimento da religião.
    Há anos consulto as cartas com um amigo, mas ele não pertence a nenhum centro, mesmo assim sempre tive um grande retorno em minhas consultas. Confio nele. (retorno a esse assunto em seguida)
    Ano passado foi um ano bastante difícil emocionalmente falando e no final do ano quando fui comprar ervas para banho fui abordada por um babalorixá que me descreveu em detalhes, minha personalidade e meus problemas e minhas dores. Ele sugeriu uma consulta aos búzios e eu topei. Disse que dou filha de Iansã e ela esta de costas pra mim, por isso que muito da minha vida é atrapalhada. disse também que havia um trabalho que estava atrapalhando meus relacionamentos. Disse que todos os meus problemas de saúde são de cunho espiritual. Até que me ofereceu um trabalho de entrega de ebó e claro, me cobraria u valor significativo. Não voltei.
    Na epoca fiz uma consulta de cartas com meu amigo cartomante e ele também falou sobre trabalho. Na epoca me passou um banho para Oxalá. Apos o Banho fiquei de cama, com dores fortes na barriga (colica). Repetimos o banho dois dias depois e as dores passaram. Me senti melhor por alguns dias.
    Se 2013 estava difícil, o inicio deste ano está mais. A depressão, que eu já vinha tratando se acentuou. Tonturas, cólica, dores em geral sem diagnostico que justifique. Choro com facilidade quase diariamente, não quero mais sair de casa, sinto-me fraca sem forças pra vencer obstáculos. Literalmente estou me entregando.
    Estive com meu amigo esta semana e ele diz não querer acreditar que tenha trabalho mas foi o que o baralho acusou.
    Ontem fiz a oração a S. Miguel Arcanjo e pedi que se houvesse algo errado me mandasse um sinal. Tive um pesadelo com varias cobras em meu quarto e meu quintal e dois conhecidos me ajudavam a afasta-las.
    Estou sem saber o que fazer, não sei se procuro o babalorixa e pago o que me pediu, não entendo por que alguém possa querer meu mal desta forma.
    Resumindo, como saber se a pessoa não é um oportunista? Em nossa cidade não há muitos terreiros e não conheço ninguém que possa me orientar.
    Desde já obrigada.


  692. empre soube que uma das funções de Exu é ser guardião dos templos; tanto é que geralmente nos terreiros, exu fica assentado na entrada e em alguns, na entrada e no fundo.
    mas então pq ocorre invasões, depredações, roubos e tc nos terreiros? onde está Exu nessas horas?


  693. Paula ele está deixando que coisas aconteçam para que o livre arbítrio se manifeste.
    Você é responsável por suas ações, por seus atos e por suas atitudes e tudo na vida tem consequência.
    Não misture forças negativas e perturbadoras com seres humanos desprovidos de caráter.
    Èsù e outros eborá (Guerreiros) tem a função de proteger a casa, porém, o sacerdote tem o dever de usar seu conhecimento para fazer sua magia e acrescentar poderes a energia.
    Nunca haverá uma forma de conter uma mente doentia, porém, podemos nos defender através de trabalhos que sabemos fazer.
    Quanto a estes que fazem este tipo de coisa, pergunte a ele: Como vai sua via?

    Ire


  694. Carol a minha resposta é muito parecida com a sua.
    Como saber se não é um charlatão?
    Nós não ficamos abordando pessoas na rua, alias, as pessoas que abordam não costumam usar de muita ética.
    Esta é a minha visão e comportamento.
    Se você começou a se abrir, contar sua vida e dando pistas dos seus problemas, para uma pessoa que está acostumada a lidar com o dia a dia dos problemas das pessoas, fica fácil adivinhar o nome do filme, a história e o final.
    Você decide.

    Ire


  695. Por favor , sonhei que vinha um tornado ou furacão , então pedi que meus dois filhos entrassem logo, mas não me atenderam,. Quando o vento forte chegou o mais velho entrou correndo e fechou a porta, então abri pro outro entrar correndo e consegui fechar.. Sou abiã desde fev 2014, fiz o ebo war. antes do carnaval, o que significa?


  696. Simone eu não interpreto sonhos, as pessoas que fazem isto são pessoas especiais, que nasceram com este dom.
    Não é por que uma pessoa é sacerdote que ela poderá interpretar um sonho obrigatoriamente.
    Para saber o que significa você deve consultar o oráculo.
    Se você for do Rio ou S. Paulo podemos lhe indicar pessoas de confiança e conhecimento.

    Ire


  697. em Março 16, 2014 às 9:55 pm Peterson Rocha

    Olá meu nome Peterson , sou de Logun-Edé
    Não sei quem es minha mãe sinto uma
    Ligação muito forte por Iansã , mais me
    Disseram que e impossível Iansã pergar
    Cabeça com Logun-Edé gostaria de saber
    Se realmente não es possivel por favor
    Respondam-me


  698. Peterson eu não acredito que um abian saiba com certeza que é ‘filho’ de Logun ou qualquer outro òrìsà.
    A experiência diz que nenhum òrìsà é confirmado antes da iniciação.
    Viver na ilusão é pior do que não conhecer seu òrìsà.
    Pois de qualquer jeito você estará sempre amparado por um deles.
    Portanto é melhor saber que você está amparado, do que saber lá na frente que você se enganou por 10, 20 ou 30 anos.
    Não se precipite e nem se jogue de cabeça em uma informação que não está confirmada.
    Logun é um òrìsà que se esconde muito e aparece, Òya, Sàngó, Òsóòsì e Òsún.
    Portanto….

    Ire


  699. Da Ilha , obrigado por responder, já estava agoniada, mas vou pelo que me disse, vou consultar o oráculo onde estou como abiã , lá eu confio, só não sabia o que fazer. O sonho me assustou !!


  700. em Março 17, 2014 às 2:51 pm Peterson Rocha

    Me desculpe Da Ilha
    Mais sou comfirmado Logun-Edé
    Mais minha mãe não se revelou
    Gostaria de saber sê es possivel
    Iansã ser dona do meu Ori com
    Meu Belo Orixá Logun-Edé


  701. Peterson o que seria confirmado?
    Um Ogan?
    Um jogo de búzios ou outra forma de confirmação?
    Eu não estou lhe dando nenhum caminho de mudança, estou lhe mostrando a verdade como ela é.
    Orisa confirmado somente depois de raspado.
    O que seria sua mãe se revelar?
    Confirmar no jogo?
    Eu diria a mesma coisa que disse acima.
    Eu posso estar errado, porém, não dou falsas esperanças a ninguém.

    Ire


  702. Obrigada pelo retorno!


  703. Oi, sou abian.. Já me disseram e ja virei de exu marabô(catiço), só que meu pai de santo diz que sou de oxaguian, ai fomos ver meu exu ele disse que esse exu nao respondia.. Nao foi ele que disse que era marabo.

    Tem como esse exu vir por oxaguian? Tem como ele ser meu segundo exu ou ter dado o nome errado?


  704. Olá. Primeiramente gostaria de dizer que sou muito, mas muito fã mesmo desde blog. E tambeém Gostaria qe me me esclarecesse uma duvida. Teve uma enqete no facebook, qe perguntavam se as yagbas nanã, obá e iyewá rodavam em ori masculino. Foram muitas as discuçoes, mas nenhuma concreta.. qual é a verdade?


  705. Math,

    Inicialmente catiço não se relaciona com Orixá em Candomblé. Mas aí temos mais duas questões: você deve estar começando a virar agora e no início as entidades demoram pra dar nomes; segundo, você parece que ainda não é feito pra Oxalá, não é?

    Tem como ele ser seu Exu sim, assim como não. Tem como ele só ter aparecido de passagem ou vir pra ficar. Isso só com o desenvolvimento que vocês saberão.

    Axé.


  706. boa trade eu queria sabe uma coisa eu tenho um primo que fala que a digina dele e iajanju sendo que ele e de yansa bagan oque e iavanju baba


  707. e teria uma dijina certa para ele sendo que ele e filho de bagan qual
    seria


  708. Natallya muita gente diz que faz e acontece. Aqui no Brasil é fácil dizer, difícil mesmo é colocar na sala raspado, adosado e dando nome.
    Isto eu acho que não acontece (:=().
    Pouco pano, muita baiana para ser custurada e ninguém diz ou afirma qualquer coisa.
    Na Nigéria temos vários homens iniciados em Nàná e participam de rituais e festivais anuais.
    Aqui eu nunca vi, podem falar de pessoas da antiga e etc., que eu ouvi falar e muito bem por sinal.
    Mas é a velha história, falar todo mundo fala, mas na hora, raspam o segundo òrìsà e vamos em frente.
    Portanto se me perguntar eu digo que aqui no Brasil ninguém raspa.

    Ire


  709. Douglas eu tenho comigo que o nome da pessoa vem através de Òrúnmìlá.
    Sobre o que significa o nome dele, com certeza ele e o sacerdote devem saber.
    O Candomblé tem por norma esconder o Orukò, então é melhor não bulir com isso, concorda?
    No culto Tradicional o nome da pessoa é divulgado e falado o tempo todo, pois, quanto mais se fala o nome mais impregnada de àse a pessoa fica.

    Ire


  710. Douglas eu não sei.
    Quem sabe é Òrúnmìlá.

    Ire


  711. em Março 18, 2014 às 7:21 pm Peterson Rocha

    Da Ilha
    Mê Desculpes
    Mais ja fiz o jogo
    de jogo de terra
    so perguntei
    Se Iansã poderia
    dividir meu Ori
    com Logun por que
    sinto uma ligação com
    ela . gostaria que a resposta correspondece com a pergunta


  712. em Março 18, 2014 às 7:24 pm Peterson Rocha

    me desculpe gosto muito do site
    mais voce Da Iha ñ saber quem e Òrúnmìlá
    ach o incapacidade de responder varias perguntas
    sou novato mais procuro estudar minha religiao


  713. Peterson acho que não vale a pena te responder.
    A página foi eu que postei.


  714. – obrigada pela resposta anteriormente dita. Também gostaria de saber se há iniciaçao sem raspagem, e tbm se esses fundamentos de ibá d orisá estao certos, nao sei se devo citar, e peço aki a permissão?


  715. Nathalya não falamos sobre o que tem dentro de um igbà de òrìsà, é segredo.
    Podem existir alguns casos, muito raros.

    Ire


  716. – sr Da Ilha. Gostaria de saber quais seriam essas exeções e por quais motivos.
    Também gostaria de saber exatamente oque é bolar no santo, quais motivos e causas da pessoa bolar, e quais os procedimentos certos quando a pessoa bola, e tambem porque é preciso recolher esta pessoa quando ela bola. Também queria lhe agradecer muito, todas as suas resposta vao além das perspectivas, sou muito sua fã. e acompanho o blog sempre q poço. sou d umbanda, mas quero me aprofundar num culto mais tradicional. Qe dicas me daria? Muito obrigada.


  717. bom dia , queria tirar uma duvida, sou de yemonjá ogunté, ja fiz jogo em muitas casas,e as mesmas me falaram q sou rodante, mas q eu vou ser yawo acordada, nao entendo pq meu orixa n me pega se sou rodante, queria uma explicaçao. se poder me ajudar com essa questao ficarei mto feliz.


  718. Nathallya calma.
    Bolar é receber uma carga de energia do òrìsà muito forte que você vem a desfalecer. O motivo é você conseguir entrar em sintonia com ele, este você pode ser o Eu interior ou o Eu Superior, pois os dois estão ligados.
    O procedimento para uma pessoa que bola é esperar ela retornar da ‘viagem’, fazer um jogo e saber o que está acontecendo.
    Recolhemos para que ela tenha um momento de encontro com a energia celestial do òrìsà, porém, já muita gente gente neste estado dentro do salão, deitada na esteira. O templo, Ilè Àse, é um lugar sagrado, podemos deixar a pessoa em qualquer lugar.
    O Culto tradicional pode ser encontrado em vários locais no Brasil, com mais incidência de casas no Rio e em S. Paulo.
    A dica é entrar devagar, saber quem é, de que família o sacerdote procede na Nigéria, a maior parte das famílias está na net e etc.

    Ire


  719. Ana eu não conheço esta nova modalidade chamada IYAWO ACORDADO (tá ficando difícil).
    Se você é iniciada se acalme e peça para seu sacerdote lhe ensinar sobre jejum, reza e alimentação antes dos dias de cultos, seu òrìsà irá chegar com certeza.
    Se ele não souber este fundamento, ai vai ficar difícil.

    Ire


  720. Da Ilha uma boa tarde…
    Mais uma vez ,venho solicitar seus conhecimentos para esclarecer uma dúvida …
    Como faço para ter acesso a maiores informações sobre Orìsa Latopà ?
    Grato pela atenção aguardo breve retorno.


  721. obriga pelo conselho , eu sai ate da casa que a por conta disso, a zeladora do ile nao me explica, nao fazia nada sobre isso, so me dizia, A FLOR SO DA NO SEU TEMPO. estou a procura de um terreiro q possa cuidar de mim e do meu orixa tive um filho tem dois meses e parei de ir as festas, moro em salvador se o senhor poder me aconselhar uma casa por aki. agradecida pela ajuda


  722. Prezados,

    Primeiro gostaria de agradecer pela disponibilidade em mostrar o que é o candomblé sobretudo pra quem está de fora como eu. Tenho vontade de conhecer mais a religião. Conversei sobre isso com uma amiga que é de axé e ela me disse o seguinte: “Acho que vc está em um tempo de reorganização interna e não tem que dar estes moles com ENERGIAS. Acho muita responsabilidade e se vc vai só por curiosidade deixe pra outro tempo, pois uma visita pode mudar o rumo das “coisas” pq é muita força. Mas se quiser ir antes de sair converse com SUAS ENERGIAS, SEUS ANJOS, SANTOS. SE PONHA NO PRUMO. Vc é muito aberta às coisas e a vida e isso pode ser bom, mas tb pode nao ser tão bom! Conheço gente que se “perdeu” de si, também conheço gente que se encontrou, conheço gente que virou dependente dos “santos”. Conheço gente que desaprendeu as coisas…. Sou da politica que quem está fora e bem não tem que procurar responsabilidade.”

    Realmente eu estou passando por uma fase de muitas mudanças. Recentemente tive uma doença bastante grave que mudou minha vida tanto fisicamente quanto no sentido de me transformar e ter que abandonar pessoas, hábitos, etc. Me considero bem no momento.

    Gostaria de saber o que vcs acham desse comentário. Esse mistério todo me intrigou.

    Grande abraço e obrigada,

    Maria


  723. Jorge não falamos òrìsà Latopá, falamos òrìsà Èsù, Latopá é apenas um dos nomes de louvor dele. Este nome demostra que ele é o fiscal/policial do universo.

    Ire


  724. Ana o Àse Oxumare, veja página na net, pode ser um destes endereços.
    Não os conheço, porém, sei que Baba PC (sacerdote da casa) é uma pessoa muito respeitada pela seriedade, conhecimento e trato com o sagrado.

    Ire


  725. Maria tudo isto está ligado a sua evolução espiritual (evolução do espirito é crescer em seus valores positivos).
    Não pulamos no rio se não sabemos nadar.
    Se você não está pronta, se você acha que é muita responsabilidade e etc., você está muito correta em seus pensamentos e ações.
    Se um dia você for tocada e sentir que chegou a sua hora, vá e não olhe para traz, vá ao encontra do seu Eu interior e seu Eu superior.
    O òrìsà vai lhe ajudar nesta caminhada, nossa religião respeita o livre arbítrio, pois, Orí (você) é soberano em tudo e você é e sempre será responsável pelas suas atitudes. Não perdoamos, vemos os erros buscamos corrigir o ser humano e esperamos que ele aprenda a lição e evolua para nunca mais cometer o mesmo erro.
    É assim que que a humanidade deveria se comportar.

    Ire


  726. em Março 25, 2014 às 9:05 pm Felipe Rodrigues

    Boa noite a todos os moderadores dessa pagina unica…

    Estou eu aqui novamente e se possivel gostaria que me tirassem uma duvida sobre orixas e eboras.

    Orixas seriam somente masculinos (geradores) e eboras somente femininos (gestantes)???

    Aqui no site na descrição de Ogum, ele é descrito como sendo um Igba Imole. Mas as Igbas não seriam Imoles femininos???

    Se puderem me esclarecer fico grato.


  727. Felipe todo irunmólè é um eborá, conforme descrição do culto Tradicional.
    Òrìsà é uma outra história que caiu no vocábulo popular como sinônimo de energia da natureza.
    Imolè, irunmólè, imalè, são nomes para designar os não òrìsà.
    Dentro do culto Tradicional, igba imolè são as energias da esquerda e imolè são os da direita, como uma referencia para o equilíbrio do universo que é a grande preocupação de Olódùmarè.
    Ògún é um irunmólè e eborá (guerreiro).
    Não se prenda a nomenclatura, pois, em muitos lugares, mesmo na Nigéria, estes nomes são completamente distorcidos.
    acredite naquilo que você tem como verdade.

    Ire


  728. em Março 26, 2014 às 4:59 am Felipe Rodrigues

    Obrigado Da Ilha,

    Mas Orixas tbm não são imoles??
    Pelo que entendi orixas seriam somente os funfuns, ou seja, somente o clã de oxala, mas todo ser criado diretamente por olodumare seria um imole, certo?

    O que me deixou confuso é que eu entendo irunmole como sendo da direita e igbamole como sendo da esquerda. E os imoles da direita seriam masculinos e os da direita seriam femininos.

    E vc colocou como Ogum sendo um irunmole, mas na descrição aqui no site diz que ele é um igbamole.

    E só pra ver se entendi. Todo ser que não seja funfun é um ebora, é isso??

    Existe algum livro ou texto que separe as divindades por Orixas, eboras, imoles, omodes?

    Obrigado desde já.


  729. Felipe esqueça o gênero.
    O que nós temos dentro de nossa religião de òrìsà que você e eu nunca ouvimos falar é absurdamente extenso.
    Òrìsà não é conhecido como eborá dentro do Culto Tradicional temos irunmólè que vestem branco e são eborá.
    É muito complexo este jeito de enxergar a energia.
    Já li citações de gente renomada dizendo que reconhece apenas 5 irunmólè como eborá.
    Entendeu a confusão?
    Mas, eles não são divididos por masculinos e femininos (igbà imolè e imolè).
    Existem textos que falam sobre este assunto, porém estão em inglês, eu os traduzi, porém, não posso divulgar por ser uma atitude nefasta aos meus princípios, podem chamar de apropriação indébita, mesmo com citação de autor e etc.

    Ire


  730. Boa Tarde a todos..
    Vi um pai de santo informar ao cliente ter exito no trabalho amoroso ele precisaria “deitar” com o pai de santo..como já li um relato desse também na internet, gostaria da opinião de vocês quanto a isso..procede?
    Desde já meu muito obrigada pelo aprendizado.


  731. Os trabalhos feitos com exu das sete encruzilhadas pode ter interferencia de oxum?
    Exemplo, caso eu tenha feito trabalho com exu, pode não ter dado resultado por que oxum está vibrando negativo?
    Obrigada.


  732. em Março 26, 2014 às 8:34 pm Felipe Rodrigues

    Mais uma vez obrigado Da Ilha,

    Mas se não for pedir demais, você poderia me dar a SUA definição para estes generos, ou seja, o que você entende por:

    ORIXA
    EBORA
    IRUMOLE
    IGBAMOLE
    OMODES


  733. Felipe dentro do meu conceito e aprendizagem òrìsà é Obàtálá.
    Ebora, irumole e igbà imole eu já escrevi na resposta anterior, omodè é uma criança.

    Ire


  734. Bella esta energia (Sete encruzilhada) pertence a Umbanda, Òsún não se envolve nesta parte do espiritismo.

    Ire


  735. Bela o nome disso é p…, deixa prá lá.
    Chama a polícia.

    Ire


  736. em Março 27, 2014 às 1:20 pm Felipe Rodrigues

    Obrigado Da Ilha,

    Mas o que esta me causando duvidas é o significado das palavras mesmo.
    Pois eu tinha o entendimento de que alguns “orixas”, seriam seres estruturais e outros seriam ancestrais divinizados. E até gerou até uma polemica aqui já.

    E se Ebora como tenho estudado significa realmente deuses e imoles ancestrais, minha duvida estaria um tanto sanada.

    Digo um pouco pois ainda esta confuso em minha cabeça a questão de igbas e iriwos imoles.

    Estou lendo o livro “O cajado do Camaleão”, e tenho tido um entendimento sobre o livro que acho que não cabe explanar aqui, sobre algumas divindades quando chamadas de funfun, uma vez que significa branco.

    Mas obrigado mais uma vez


  737. Felipe temos vários exemplos de òrìsà (que a Nigéria chama de menores) divinizados por seu povo.
    Òrìsà e irunmólè andaram por esta terra desde os primórdios e conviveram com os seres humanos em um tempo em que a Morte não havia tido contato com eles por ainda não ter ’embarcado’ para o nosso mundo.
    São muitas as vertentes e tentativas de explicações sobre o assunto, existe muitos versos dentro de Ifá que explicam estes fenômenos, porém, não são divulgados, temos conhecimento por alto (muito alto) sobre algumas questões fundamentais. Os anciãos não abrem estes segredos pois fazem parte da iniciação dos Àràbà e isto é fechado a 21 chaves, eles são detentores dos grandes segredos do mundo, dentro da visão cosmogônica de nossa religião.
    Tente entender a energia pela sua essência e não pela nomenclatura, você vai se libertar deste estigma. O abstrato não tem explicação.
    Veja o que um renomado Bàbáláwo diz sobre o assunto:

    Nas Américas as pessoas estão sempre discutindo sobre quem sabe mais sobre Ifá / òrìsà.
    Ninguém, inclusive eu, sabe o suficiente para liderar o debate sobre a Tradição do povo yorùbá.
    Somos todos muito ignorantes, a fim de participar desta discussão.
    É um argumento sem sentido.

    Áwo Fatunmbi


  738. em Março 28, 2014 às 3:49 pm Felipe Rodrigues

    Da ilha, muito obrigado pela atenção e paciência.

    Não me vejo estigmatizado, mas gosto de conhecer. Leio muito.
    E alguns textos se utilizam destas nomenclaturas, ai fico um pouco perdido em saber o que o autor quer dizer.

    Eu particularmente tenho meu entendimento sobre a religião.
    Mas não vejo meus questionamentos como um debate ou querer saber mais que alguém … Até porque não estou debatendo e sim absorvendo um pouco do seu conhecimento que me esta sendo compartilhado. rsrs

    Mas acredito que o candomblé embora utilize do abstrato, ele pode e é muito racional e explicável, talvez confuso em conceitos e velado em segredos, mas plenamente explicável.

    O mito de eshu yangi, onde o coloca como uma bolha surgida da lama e estabilizada pelo sopro de Olorum e tendo eshu como o terceira cabaça, explica de forma clara a “energia” dinâmica, primordial e presente em tudo, que é Eshu, onde a palavra eshu traz significado de esféra.

    Cientificamente sabemos que existe uma energia dinamica (elétron) e que sem o mover dela tudo estaria parado.

    Ou seja, o mito praticamente define o conceito atômico.

    Eu acho fantastico o conhecimento alquimico das religiões primitivas, pois esse conhecimento é cientifico e não se limita onde a dita “ciencia” se limita.

    Acho mágico o culto, o transe, os atos…


  739. Felipe você ainda não se deu conta de que Ifá está inserido e tudo está inserido em Ifá.

    Um pq presente para suas divagações:

    A estruturação do Odù.

    Ifá usa uma escritura oral para preservar a sabedoria dos antepassados.
    Esta escritura oral é essencialmente um poema estendido com 256 seções chamadas Odù e cada Odù têm entre quatro e cem versos.
    Os versos são usados como uma ferramenta de resolução de problemas dando ideias sobre as polaridades de causa e efeito de formação de uma ampla gama de situações.
    Em linguagem teológica ocidental os versos são histórias míticas preservando princípios transcendentes que podem ser aplicados para resolver qualquer confusão interior, interpessoal ou outros conflitos.
    Quando essas histórias são agrupadas em várias sequências, elas podem ser usadas como um mapa para guiar a consciência através de áreas específicas de desenvolvimento pessoal.
    Elas se referem a questões que podem ser resolvidas em uma base diária, bem como questões que surgem durante longos períodos de desenvolvimento pessoal.
    Elas marcam a transição de feto a bebê, da criança a adulto, do adulto para a mãe / pai, para avós e dos avôs para os ancestrais.
    A jornada do herói é uma sequência particular que leva a consciência através do ciclo transcendente de transformação e renascimento.
    O herói é chamado à aventura (Òsétúrá) e entra em ação corajosamente em uma jornada através do deserto (Òkànràn Meji), descobre a sagrada medicina (Òkànràn Òtúúrúpòn) e retorna ao mundo mundano com a poção mágica recém-descoberta (Òfún Ògúndá).
    Este ciclo se aplica à pesquisa interna e a coragem necessária para homens e mulheres a abraçar o desafio do desenvolvimento pessoal apropriado para cada fase de crescimento da pessoa.
    É baseado na crença yorùbá que qualquer problema que você fixar em sua própria vida torna-se inspiração para alguém.
    Todo mundo é mentor para aqueles que são mais jovens e todos são orientados por aqueles que são mais velhos. Esta fórmula simples mantém a sabedoria dos antepassados em uma memória viva. Isto significa que cada nova geração não tem que reinventar a roda.
    O ciclo da jornada do herói se aplica ao rito de passagem que transforma crianças em adultos e reaparece em cada fase do desenvolvimento pessoal. Este ciclo não pode começar até que o indivíduo se torne consciente de si mesmo.
    Nesta fase da jornada do herói é descrito no Odù Ifá chamado Ògúndá Méjì como transcrito pelo Chefe Wande Abimbola.

    Ògúndá Méjì

    Òrúnmìlá diz que ao entrar em uma sala com uma porta baixa,
    Nós automaticamente nos curvamos.
    Ifá diz que a pergunta é:
    “Quem dentre as divindades acompanharia seus seguidores até o fim da viagem sem nunca retornar”.
    Sàngó respondeu que ele acompanharia seus seguidores em cada viagem sem volta. Eles perguntaram-lhe: Mas e se após uma longa viagem, andando e andando, você chegar a Koso, a casa de seus pais e eles cozinhassem sopa de feijão e fazer pudim de inhame e darem-lhe cola e um galo?
    Sàngó disse:
    Depois desta satisfação eu volto para casa.
    Então Sàngó teria dito que ele não conseguia acompanhar seus seguidores em uma longa viagem sem volta.
    O Odù descreve circunstâncias semelhantes para cada um dos Òrìşà (Forças da Natureza) e todos eles admitiram que não acompanhasse o devoto durante toda a sua vida.
    O versículo conclui respondendo à pergunta Original.
    Ifá disse:
    Somente Orí acompanharia seus seguidores na viagem, sem nunca voltar.
    Orí é a palavra yorùbá para a cabeça. A partir da perspectiva da tradição espiritual de Ifá, Orí refere-se a todo o espectro da consciência humana, é a integração de ambos os pensamentos e emoções.
    Para criar um estado de saúde mental (Orí ire), Ifá ensina a importância de colocar a cabeça e o coração em perfeito alinhamento.
    Os versos dos Odù prescrevem rituais pessoais para diminuir qualquer conflito entre o que uma pessoa pensa e o que ela sente.
    A prática espiritual de Ifá é baseada na ideia de que se a consciência se expande atrai boa sorte.
    De acordo com a cosmologia de Ifá o Orí é o árbitro final de qualquer influência externa humana da Orientação dos pais, aos espíritos ancestrais que facilitam a comunicação com as forças da Natureza (Òrìşà).
    Isto é baseado na ideia de que quando toda a comunidade apoia o crescimento, os benefícios são da comunidade inteira.
    Orí é também o primeiro Espírito, em um esforço para resolver os problemas que enfrentamos no decorrer do dia.
    Há uma advertência em Ifá que diz, não pergunte ao oráculo o que a cabeça já sabe.
    Baba Wande Abimbola diz:
    Adivinhação não é um substituto para o pensamento.
    Crescimento e desenvolvimento estão enraizados na nossa capacidade de confiar em nossos próprios recursos internos e na nossa capacidade de tomar decisões éticas que expressam nossa bondade intrínseca.
    Um dia eu estava andando com meu Àràbà de Ode Remo (Adesanya).
    Queríamos atravessar a ponte, um cão rosnando bloqueou o nosso caminho. O Àràbà pegou um punhado de terra e marcou um símbolo no chão. Ele recitou um encantamento na sua mão e depois jogou a sujeira no rosto do cão.
    O cão saiu correndo, atravessamos a ponte. O Àràbà identificou o problema, ele sabia a solução e ele tomou as medidas apropriadas. Nem adivinhação era necessário. Em todas as culturas tradicionais da Terra, isso é chamado de sabedoria (Orí ire) e aqueles anciãos que demonstram ação sábia são considerados modelos para o desenvolvimento pessoal da próxima geração. Na cultura ocidental tornou-se popular negar a responsabilidade como um modelo. Na cultura yorùbá tradicional a expectativa comum de ser um bom modelo é o alicerce para preservar o conceito comum de bom caráter.
    Ifá ensina a autossuficiência, a capacidade de integrar a cabeça e o coração para facilitar o pensamento claro.
    De acordo com um provérbio ioruba:
    “O comportamento adequado cria boa sorte.”
    Você chega na hora certa, você anda bem, você sabe por onde andar com os dois pés e logo sua riqueza se espalha no chão que você chegou, para reivindicá-la como sua.
    Ifá ensina o conceito de Àtúnwá, que significa que cada Orí passa por ciclos de renascimento.
    Antes de cada renascimento o Orí escolhe um destino e é nossa responsabilidade descobrir o destino e trazê-lo para sua manifestação.
    Na cultura yorùbá tradicional o destino de um indivíduo é identificado no terceiro dia após o seu nascimento em uma cerimônia de nomeação chamado Esentaye.
    Adivinhação neste ritual dá Orientação aos pais, à família alargada e toda a aldeia sobre como apoiar o destino de uma criança em particular.
    Cada Orí organiza as informações com base em sua percepção de si mesmo e do mundo.
    Percepção é uma visão da realidade infinita.
    Esta percepção é sempre sujeita a alterações. O mundo dos nossos pais não é o mundo dos nossos filhos.
    Ifá diz que vivemos em uma realidade de consenso em que as nossas ideias sobre o que vemos são moldados por aqueles que nos rodeiam.
    Se a nossa família reforça a ideia de que somos uma pessoa boa e abençoada com um potencial ilimitado realmente é o que vamos ser.
    Se aqueles que nos rodeiam denigre-nos de qualquer maneira o feitiço se manifesta como uma maldição familiar.
    Como as crianças de nossas famílias que são dependentes de nossa Orientação, proteção, sensação de segurança e o incentivo que as leva ao desenvolvimento da autoestima positiva.
    Chega um momento quando aprendemos as habilidades necessárias para nos separar de nossos pais e começar uma família própria. Essa mudança de responsabilidade comum traz consigo uma mudança na consciência. A forma como essa mudança é feita torna-se um componente importante do processo de mudança para nós, como adultos.
    Essa mudança é o primeiro passo para Akin l’ónà (Òsétúrá), a jornada do herói que é associado com Esu que detém as chaves para abrir a porta onde se inicia esta jornada.

    Odù como ciclos de vida.

    Apesar do uso da literatura religiosa diferente, o significado metafísico dos símbolos permanece consistente através das culturas.
    Os quatro primeiros Odù simbolizam a criação do universo, momentos após o que a ciência chama de Big Bang e o que Ifá chama da manifestação de Oyigioyigi, ou seja, a Pedra Eterna da Criação.
    Ogbè é o símbolo da vida, Òyèkú é o símbolo da morte, Ìwòrì é o símbolo da transformação e Òdí é o símbolo do renascimento.
    De acordo com a ciência ocidental, na primeira fração de segundo da Criação o Universo inteiro explodiu em uma bola de luz que esfriou, transformou-se e recriou-se com base nas leis da física em evolução.
    No momento que a vida, transformação, morte e renascimento estabeleceram os limites fundamentais de tempo e espaço.
    Tempo é marcado pela criação e destruição da matéria e o espaço é marcado pela expansão e contração da matéria em relação à justaposição relativa de um ponto fixo.
    Ogbè, Òyèkú, Ìwòrì e Òdí criaram à dinâmica e forma, que permitem a manifestação do tempo e espaço.
    Os doze Odù restantes são recriações dos quatro primeiros em diferentes níveis de evolução.
    Ogbè pode ser traduzido como o Espírito de toda a consciência ou a Fonte da vida.

    Òyèkú é uma elisão, Yèyé ikú, cujo significado é o Espirito da Mãe da morte.
    Isso nem sempre é a morte física do espírito humano, mas representa e fim de um ciclo na evolução da matéria, por exemplo, a morte de uma estrela em colapso em um buraco negro.

    Ìwòrì vem da elisão awo Orí, ou seja, eu sou o Mistério da Consciência, ele é o símbolo de Ifá para a transformação.
    Orí ou consciência é descrito por Ifá como um fenômeno em constante evolução.

    Um provérbio yorùbá diz que:
    “O Orí que deixa a casa na parte da manhã não é o Orí que chega à casa de noite.”

    Òdí é a palavra yorùbá que os hindus chamam de Chakra.
    É o símbolo do renascimento, o símbolo da estrela.
    Quando uma estrela simples, feita de átomos de hidrogênio cai em um buraco negro, o buraco negro entra em colapso sobre si mesmo até que se torne uma supernova feita de todos os elementos encontrados no Universo.
    Este ciclo é baseado no princípio fundamental de que nada no Universo é criado ou destruído, ele simplesmente passa pelo processo de vida, morte, transformação e renascimento.
    Os primeiros quatro Odù refletem como eles mudam durante o desenrolar da evolução.

    Irosun é a palavra yorùbá para o sangue menstrual, que representa o nascimento com base na herança genética, o surgimento e desaparecimento de formas de vida diferentes.
    Ìrosùn é a ideia de vida (Ogbè) que resulta do renascimento, da reencarnação e da evolução dos elementos primordiais da criação.

    Òwónrín é o elemento do caos do universo.
    Nem toda evolução é suave e eficaz.
    Em Òwónrín temos a possibilidade de mutação estável e instável.
    Owonrin representa o fim de uma linhagem particular como resultado de mudanças internas, é a morte (Oyekú) na forma de extinção.

    Òbàrà é a transformação enraizada nas mutações.
    Em Òbàrà a mudança interna provoca uma mudança da interação externa.
    Por exemplo, a mutação das barbatanas do peixe em pés, representa uma mudança interna que criou uma mudança significativa externa com interação externa.

    Òkànràn é um novo começo, uma forma de renascimento (Òdí), com base na necessidade de se adaptar a um novo ambiente.
    Em Òkànràn nós temos uma ascensão do àse ou poder espiritual do reino invisível para o Reino Visível.
    Isto marca o ponto da virada, o àse do espírito torna-se consciente e procura a reconciliação e a união com a Fonte.

    Ògúndá é a nova vida dos seres autoconscientes que são capazes de criar cultura, história, registro, poderem imaginar a natureza essencial e a sua relação com a criação.
    Em Ifá Ògúndá é o guardião da verdade, o protetor que define quem somos e para onde estamos indo. Em Ògúndá, a vida (Ogbè) assume a forma de cidades e comunidades maiores engajadas em formas de cooperação para lidar com questões de sobrevivência.

    A destruição da civilização é geralmente o resultado de desastres naturais em Òsá, às forças destrutivas da natureza trazem a morte (Òyèkú), são métodos antigos e normalmente ineficazes de organização social.

    Em Ìká a um reajuste, após as catástrofes naturais.
    Ìká consiste na adaptação do que sobreviveram as forças destrutivas da natureza como bàse para uma futura transformação (Ìwòrì).
    O renascer acompanha a construção da imunidade a problemas do passado.

    Òtúúrúpòn é o renascimento (Òdí) após a limpeza física que ocorre na sequência de uma epidemia.
    Em Òtúúrúpòn as águas curativas de Nàná limpam o contágio causado por Omolu, o espírito de doenças infecciosas.

    Os últimos quatro Odù representam a vida, a morte, a transformação e renascimento da visão mística.
    Uma cultura que sobrevive as forças da destruição natural, precisa de uma visão de futuro para orientar o esforço coletivo da reconstrução.

    Òtúrá é a fonte da visão mística, a vida (Ogbè), um novo paradigma de Orientação para a comunidade, para se tiver uma maior conexão com o espírito.

    Ìretè representa a morte (Òyèkú) da antiga visão e a determinação de trazer o novo.

    Ose é a transformação (Ìwòrì) que ocorre como resultado do esforço comum através da oração para se religar a fonte.
    Partilha de uma visão comum sobre o futuro em que Ifé constitui o princípio Oríentador que gera a força espiritual necessária para que nossas orações sejam ouvidas pelos imortais

    Em Òfún nós experimentamos o renascimento que ocorre como resultado dos Imortais responderem às nossas orações. É o renascimento (Òdí) de toda a comunidade, levando à recriação da vida como Originalmente expressa em Ogbè tornando o Odù uma fonte inesgotável de vida, morte, transformação e renascimento.
    Um estudo sobre Odù é um dos princípios fundamentais que criam e sustentam a vida.

    Os próximos quatro Odù são os princípios da vida, da morte, da transformação e renascimento, como elas existem no processo da evolução.

    Irosun Òwónrín Obara Òkànràn
    Irosun é a vida como herança genética.
    Òwónrín é a perturbação que pode ser entendida como a morte através de mutação.
    Obara é a transformação do ego.
    Òkànràn é o auto renascimento através da humanidade e a conclusão da jornada do herói.

    Irosun significa o sangue menstrual que traz vida a cada nova geração.

    Òwónrín é uma referência à perturbação causada pelas mãos.
    É a possibilidade da mutação que resulta na morte e extinção de uma espécie.

    Obara é o espírito dos pais, que representa a transformação do ego.

    Òkànràn é o espírito do coração, significa as emoções que nos permitem renascer.

    Neste momento a progressão do àse completa sua jornada no Ìkòlé òrun para Ìkòlé ayè e o àse intrinsecamente deseja retornar ao ponto de Origem para uma narração da conexão e conclusão.
    Ògúndá Òsá Ìká Òtúrúpon

    Ògúndá é o princípio que dá Origem à civilização.

    Òsá o princípio de desastres naturais é a causa mais frequente de morte e destruição de cidades e culturas.

    Ìká é a transformação que ocorre quando temos acesso a danos causados à vida na terra através da força destrutiva de Òsá.
    É o primeiro passo no processo de reconstrução, transformar os escombros em uma nova civilização.

    Òtúúrúpòn é a Origem de uma doença infecciosa que leva o àse para curar tanto o corpo, como a Terra.
    A vida e a morte das cidades e culturas podem torná-lo imune a erros do passado.
    Esta imunidade é a base para o renascimento coletivo.

    Ògúndá significa espírito do Ferro significando a Força para a sobrevivência. Dá vida a novas formas de organização social.

    Òsá em yorùbá e reconhecido como a força da destruição.
    Traz a morte para a antiga civilização e estabelece as bases para a transformação e melhoria.

    Ìká significa literalmente elaboração do poder.
    É a transformação que ocorre quando temos acesso a erros do passado e usamos o poder da palavra para invocar o fim de velhos e maus hábitos.

    Òtúúrúpòn traz a doença que cria renascimento na forma de imunidade.
    Os últimos quatro Odù representam o desejo humano de se conectar com o espírito da experiência, a partir do qual viemos e para onde nós vamos.

    Òtúrá nos dá a visão mística do espírito que nos permite imaginar uma vida melhor.

    Ìretè nos dá a determinação para segurar o que irá manifestar na visão de Òtúrá.
    É a morte daquele que não se destina ao crescimento espiritual.

    Ose é a transformação que ocorre quando nossas orações são ouvidas no reino dos Imortais.
    Ela traz a transformação, que ocorre quando entendemos que não estamos sozinhos no Universo.

    Òfún é o renascimento que ocorre quando os Imortais respondem às nossas orações.
    Òtúrá Ìretè Òsé Òfún

    Òtúrá em língua yorùbá significa o espírito da Fonte da visão mística.
    Ele dá vida a novas religiões, novas culturas, novas formas de olhar para si mesmo e o mundo.

    Ìretè literalmente significa trazer boa sorte.
    No sentido positivo de trazer algo que você não vai perder.
    A determinação de uma pessoa melhorar causa a morte de maus hábitos.

    Ose é o princípio da abundância a transformação que ocorre quando entendemos que vivemos em uma realidade de consenso.
    A transformação que experimentamos é a transformação que invocamos e a invocação se fortalece quando é coletiva.

    Òfún significa do Espírito do Branco é uma referência ao alá, a fonte da consciência no universo.
    Ifá ensina que todo problema tem uma solução e Òfún é a fonte da resolução de todos os conflitos, é o nascimento, que vem com a experiência mística de estar conectado com a Fonte.

    Ire


  740. em Março 29, 2014 às 4:32 pm Felipe Rodrigues

    Da Ilha, muitíssimo obrigado pelo texto…
    No momento n posso ler, mas com certeza lerei

    Mas entendo sim que o principio do culto é Ifá.

    O que eu estou buscando entender mesmo, é a estrutura ancestral, pois alguns tidos orixás, tiveram vida terrena, ou seja, foram divinizados e outros como você bem colocou passaram por aqui quando a “morte” ainda não estava estabelecida e conviveram com nossos ancestrais.

    Mais uma vez muitíssimo obrigado pela atenção.


  741. Felipe muitos, a maioria passou, não foram divinizados.
    A resposta está em Òsétúrá.

    Ire


  742. em Março 29, 2014 às 8:06 pm Felipe Rodrigues

    Da Ilha,

    li o texto e estou dando uma olhada no seu blog, e no pouco que olhei já gostei bastante.


  743. Gostaria de saber como fazer para interpretar as lendas as mitologias dos orixás? ler um mito e não saber interpretar e trazer para a realidade fica muito sem sentido.


  744. Diego, você foi no foco do problema.
    Sem alguém para lhe direcionar ou lhe dar as ferramentas para analise tudo ficará mais difícil.
    Por isso, nunca, estudamos sozinhos, sempre precisaremos da ajuda dos mais velhos.
    Procure seu Ojugbonà (professor).

    Ire


  745. boa noite sou filho do orixa dada dana gostaria de saber se a verdade sobre ele é muito confuso uns dizem uma coisa outros dizem outras e leio sempre suas postagem a muito tempo o senhor pode me ajudar


  746. Boa noite! Frequento uma casa de candomblé Ketu. Entretanto, o pai de santo da casa fora raspado em angola e depois mudou de nação. Tenho bservado que as pessoas que são feitas na casa são feitas com fundamentos de angola e ketu. Há algum problema nisso? Sou feito nessa casa, eu poderia fazer minhas obrigações em Angola somente mesmo que meu santo tenha recebido dijina na lingua yoruba, ter dado orunko como em ketu e dançado como em ketu?


  747. Bom dia Dofono, fiquei curioso em saber como vc sabe diferenciar o que são fundamentos de Angola e de Ketu.
    Segundo, para uma casa de santo poder fazer uma pessoa com fundamentos de Angola, ela tem que ter seus assentos e plantações em Angola, não é só saber rezas e cantigas, mas a casa tem que estar fundamentada na nação a qual ela pertence.
    Angola é Angola e Ketu é Ketu. Não se misturam nem se juntam fundamentos.
    Abraços


  748. Boa noite, há 7 anos atrás fui feito na Naçao Angola Bate Folha como Nkosi Mucumbe, porém apos 3 anos de Santo algumas questoes fizeram com que eu não fosse mais na Roça e o pai de Santo desmontou meu assentamento, fiquei sabendo por outros. Deste dia em diante sinto somente irradiação de meu Nkisi. Hoje estou na umbanda e gostaria de saber se esse Nkisi poderia se manifestar nas sessoes? Uma vez feito no santo sempre estará comigo não é isto. Pois o assentamento apenas me liga ao Abaçá?
    Axé.


  749. Denis não é bem assim.
    A energia que foi colocada dentro deste igbà se foi, esvaiu-se no ar.
    O uma vez iniciado, você terá sempre que estar em contato com a energia, se assim não for, não tem como acessar.
    Sua teoria não está correta.

    Ire


  750. em Abril 21, 2014 às 11:14 pm Marcelo vieira

    Bem eu queria marcar um jogo com o senhor da Ilha… mas a distancia é um problema… gostaria de saber se existe casa de confiança pela zona oeste do Rio de janeiro… vizinhos de Campo grande-Rj ou mesmo em Campo grande?! por favor me ajudem, estou sem casa… pode ser candomblé de Ketu. mas queria mesmo era Angola..
    grato desde já..


  751. Marcelo clik na foto do nosso moderador Euandilu.
    Ele tem um post de perguntas e respostas.
    Peça indicação para ele, com certeza ele deve uma dica de Angola para lhe dar.

    Ire


  752. Sou de Vitória/ES. Gostaria de saber se aqui tem algum terrero de candomblé confiável para ir conhecer.

    Obrigada.


  753. Marina eu não tenho contatos no E. Santo, quem sabe algum amigo do blog possa lhe ajudar.

    Ire


  754. Mas senhor Da ilha, não é esse o post de perguntas e respostas??
    de todo modo agradeço..


  755. Marcelo, eu errei. Você está correto, vamos esperar nosso moderador lhe trazer a resposta.

    Ire


  756. =) Ok senhor Da ilha, vamos aguardar…=)
    mais uma vez.. muito obrigado


  757. não conheço muito sobre o candomblé apesar de me sentir tocada toda vez que leio sobre. Gostaria de saber não iniciados(ainda) podem frequentar a casa ou ir para fazer perguntas…obrigada!


  758. Vitória frequentar uma casa é louvável e todos deveriam fazer.
    Quanto as perguntas, depende…
    O que será que você gostaria de saber?
    Nós contamos tudo, somente a profanação do segredo é proibida.

    Ire


  759. As duvidas sao bem gerais, por falta de contato mesmo. Por exemplo, para descobrir seu orixa(usarei o termo pois nao sei a que nacao “seguir”) e preciso se iniciar no segredo? E por que existe um segredo?


  760. Vitória você pode conhecer o seu suposto ou até mesmo seu òrìsà, o que afirmamos é que a certeza sobre quem realmente ele é, somente após a iniciação.
    Antes disso podemos dizer que é uma expectativa que se monta.
    Se iniciar no segredo do òrìsà lhe dará esta prerrogativa sim.
    O segredo (áwo) existe , por que existe o sagrado. O áwo é a chave para se acessar o sagrado, passamos por vários ritos de passagem para podermos acessar o segredo e chegar ao que é divino.
    O profano não tem direito ao divino e nem tampouco ao segredo.
    E o segredo é ordem de Olódùmarè.
    Não profanar o segredo está dentro das escrituras sagradas.
    Veja as leis clicando em minha foto e procure as Leis de Ifá dentro do Odù Ìká’Òfún.

    Ire


  761. muito obrigada!!Foi de grande ajuda!


  762. como faço pra oferecer uma coisa para nkise angoro


  763. em Abril 25, 2014 às 6:04 pm alan barbalho

    qualquer pessoa pode participar de centro espírita? e como fazer pra ser abençoado,ou seja,ser afilhado de um santo?


  764. Geferson você deve procurar uma casa de Angola e pedir ajuda a um sacerdote.
    Nada mais correto. Não se deve mexer com o invisível sem saber o se está fazendo.

    Ire


  765. Alan todos são bem vindo.
    Após sua entrada e conversa com o sacerdote, o rio fluirá normalmente.

    Ire


  766. Marcelo eu não tenho contatos na Zona Oeste.

    Ire


  767. Bem senhor da Ilha… qual casa o senhor me indicaria aqui no Rio de janeiro?
    ou nova Iguaçu ou cabuçu..de culto de asé?! estou desesperado atras de uma casa…


  768. Marcelo eu não tenho indicação na baixada.
    Sempre indico a casa de Bàbá Fernando por conhecer e saber quem ele é e quem são seus filhos.
    Caráter e honestidade, misturado com conhecimento.
    Portanto se você deseja um bom caminho, sem olhar a distancia entre a casa de àse e a sua casa…

    Ire


  769. Senhor da Ilha e onde fica a casa do baba Fernando??
    grato…


  770. Marcelo deixe recado para ele clicando na foto dele e escrevendo em qualquer post que ele tenha escrito.
    A casa dele fica em Guapimirim.

    Ire


  771. Olá Da Ilha,

    O bom e velho amigo, obrigado por suas deferências a mim e a minha casa, Axé!

    Que Orunmilá traga sempre o sol em sua vida.

    Ire


  772. Bàbá Fernando.
    Otìtò, é o que me guia.
    O que eu escrevi, foi apenas o que vi durante estes anos, honestidade e verdade acima de tudo.

    Osalá epá!!!!!!!!!!!!!


  773. Por favor gostaria de saber o que significa sonhar com meu proprio dente quebrado.Obrigada.


  774. Fernanda minha avó dizia que era Morte.
    Eu sei que muita gente confirma esta história.

    Ire


  775. Morte mas ninguém sabe de quem, parente talvez, que os orixás afastem esse mal presagio de ti!


  776. Mukuiu!
    Gostaria de saber o significado da palavra mimô nao sei se palavra se escreve assim mais na pronúncia se fala assim ,gostaria tbm de saber um pouco sobre nkisi ngunzo caminho de kassanguaji
    Vcs podem mme ajudar ?
    Abraços. .


  777. Antônio, como Angoleiro a 30 anos, nunca ouvi essa palavra mimo, nem sei o que significa e quanto a Ngunzo, desconheço esse caminho de kasanguanji ao qual vc se refere, desculpe em não poder ajudálo.


  778. ainda não sou iniciada mas gostaria de fazer uma oferenda para Oxum. Eu posso? Como deve ser feito?


  779. Maria faça um prato descartável com frutas amarelas e avermelhadas, pode ter flores (rosas brancas), leve a um rio (limpo) ou mata, regue com bastante mel e converse com Òsún o que você deseja.
    Faça de joelhos, nunca se coloque de pé para ela.

    Ire


  780. aproveitando a deixa da maria, qual oferenda posso fazer pra Oyá? Vocês tem uma sessão no blog com possíveis oferendas?


  781. Antonia não temos este tipo de informação (post), pois, sempre iremos precisar de mãos de obra especializada para esta finalidade.
    O oferecimento de flores e frutas, parece ser simples, porém, elas tem um grande fundamento.
    Pois as flores exalam o perfume que desejamos para nossas vidas e as frutas representam muita prosperidade, além de alimentar a terra depois de sua decomposição.
    Você pode oferecer flores e frutas nas mesmas cores para Òya, sempre tendo o cuidado com a área que você vai utilizar, que sejam descartáveis e que a terra, ou rio, possam decompor os alimentos.

    Ire


  782. em Maio 22, 2014 às 11:13 pm Sandra Rodrigues

    Da Ilha,

    Quanto as oferendas feitas para Osùn tem der feitas em rios, pois moro em região urbana e não tenho muitas oportunidades para fazer exatamente como você cita em outro comentário(me refiro a realizar em rios ou cachoeiras). Mas sou louca para ofertar a minha mãe, sempre me guiando. Como posso proceder nisso.


  783. Sandra o ideal é buscar um local ligado a natureza.
    Eu não gosto de apartamentos.
    Se você mora em uma casa, pode ofertar no lado de fora, deixe por um dia (24 horas) e leve a um local que tenha mato.

    Ire


  784. eu curso psicologia na faculdade e estou fazendo um trabalho sobre religiao como formadora de identidade, se nao for muito incomodo, o senhor pode responder essas perguntas?
    Nome e religiao
    Ha quanto tempo exerce essa fe?
    Ja sofreu ou exerceu preconceito?
    Qual sua visao sobre nascimento e morte?
    Como a religiao influencia na sua tomada de decisao?
    Como ela influencia seu meio social?
    Como ela influencia nos momentos de crise?
    Como a religiao te transformou?
    Muuito obrigada!!


  785. As perguntas são para qual pessoa do grupo Antonia?


  786. Desculpe,esqueci de indicar! Para qualquer um dos donos da pagina que se voluntarie


  787. Desculpe,esqueci de indicar! Para qualquer um dos “donos” da pagina que se volunta


  788. desculpe, esqueci de especificar! Na verdade pode ser para qualquer dos donos da página que se voluntariar:)


  789. FIQUEI SABENDO POR OUTRO SITE QUE VOC~E ENTENDE MUITO DE ANGOLA, GOSTEI DESTE SITE, AGORA PERGUNTO,… NA NAÇÃO JEJI EXISTE O RUNJEBE , UM FIO DE CONTAS QUE É SÓ DESTA NAÇÃO E NA ANGOLA EXISTE ALGUM FIO DE CONTAS QUE PERTECE A ANGOLA? QUAL SERIA? E SE EXISTE QUAIS SÃO AS CORES E O QUE SIGNIFICA? E O RUNJEBE DOS JEJI PODE A NAÇÃO ANGOLA USAR E O QUE SIGNIFICA A COR?
    OBRIGADO


  790. Olá, é verdade que filhos de Oxumarê não tem sorte e sofrem?


  791. Vanessa isto é mais uma lenda urbana.
    Não podemos ligar nosso òrìsà que está pronto a nos ajudar com as nossas atitudes erradas, com nossos pensamentos negativos e etc.
    Se alguém faz mal a nós, devemos ter a consciência que este alguém pode ser nós mesmos.
    Leia meu último post e medite sobre nossas atitudes e nossas obrigações para com elas.

    Ire


  792. vanessa, cada um colhe o que plantou, voc~e pode ser filha de qualquer orixa, se fizer o bem vai receber o bem , SE FIZER O MAU RECEBERÁ O MAU, ser filha de oxumare, bessem , dan é tão bom quanto ser de qualquer orixa, cuide, ame e bata no peito dizendo sou filha de oxumare. foi OLORUM, ZAMBI, DEUS QUEM ME DEU A OXUMARE.


  793. gostaria de saber como fazer e entregar um oferenda para oxumare


  794. Rodrigo busque ajuda especializada, é o melhor conselho que posso lhe dar.

    ire


  795. ainda não sou iniciado mas gostaria de fazer uma oferenda para Oxumare. Eu posso? Como deve ser feito?


  796. Paulo não faça o que você ainda não pode fazer.
    Ofereça seu amor e suas palavras a ele ou então procure alguém capacitado a fazê-lo.

    ire


  797. Caro Euandilu Muxiki
    tenho 48 anos e estou no espiritismo,há bons tempos,comecei por kardecista,e fui indo para Umbandista e agora Candomblé. Li vários livros e conversei vários pessoas envolvida nesta religião ,tenho alguns ´duvidas e pontos a ser sanado.como poderia enviar está dúvida e Vossa Senhoria com todo seu conhecimento me esclareces está dúvidas
    axé
    aguardando retorno


  798. em Junho 30, 2014 às 6:13 pm angela torezzi

    fiz um buri calçado , e assentei um santo… so que nao quero mais frequentar o candomble. como faço?


  799. Meu caro um Bori é uma obrigação em que se dá comida a cabeça, se assentaram santo para vc com certeza não foi o certo.
    Despacha nas águas.


  800. Vc pode mandar para meu email, ricktenorio@hotmail.com, que vou tentar ajudá-lo. Abraços!


  801. em Julho 7, 2014 às 7:18 pm Wagner Santos

    como deve ser feito uma oferenda a Oxumare?E como devo oferecela?


  802. Wagner não ensinamos isto no blog.
    Procure um sacerdote e fale de suas intenções.
    Se preferir, ofereça orações e elogios ao òrìṣà, com suas próprias palavras.

    ire


  803. Da ilha gostaria de saber se o culto de ifa pode nos ajudar a dar um direcionamento na vida, pois sou uma pessoa que conhece muita coisa , vivencia muita coisa mais não da continuidade de nada. desisti de tudo facilmente.


  804. Diego conhecer o seu Odù é a base para conquistar o destino traçado enquanto espírito.
    Isto acontece na iniciação de Ifá (Itelodù).
    Mais informações em seu blog http://www.orisaifa.blogspot.com

    ire


  805. Boa noite, queria entender porque não devo acender velas diretamente na terra??
    Ase


  806. Boa Tarde, porque não devemos acender velas na direto na terra???


  807. Maria eu não sabia desta novidade.

    ire


  808. Sou de umbanda,minha mae de santo e feita no candomble angola mas toca umbanda. Meu orixa xango confirmado nos buzios sempre veio diferente dos outros da casa, seme veio danc.ando igual aum orixa e nao como orixa de umbanda .. Atraves do meu ere foi falado que meu santo estava cobrando feitura, joguei buzios com o pqi de santo da minha mae de santo e doi confirmado. , a casa dele eata em reforma e na tem toque. Enfim, gostaria de saber se eu posso deitar p o santo apenas pelo buzios ou tenho que ir em outra casa para ver se o santo bola? Moro em guarulhos gostaria de saber tbm se tem alguns terreiros de confianca que eu possa visitar. Muito obrigado a todos que poderem me ajudar


  809. Nadson, vc tem um sacerdote e ela o levou ao seu mais velho. Tudo dentro dos conforme, como manda a lei.
    Não queira mudar o que está dando certo e sendo feito de forma correta.
    Auxilie seu sacerdote com suas duvidas e suas inquietações, o papel dele é lhe ajudar e direcionar sua cabeça para o melhor lugar.

    ire


  810. minha filha sim assim posso chamar com carinho e respeito, vejamos bem, e te pergunto, gosta da casa que frequenta? possui fé e confiança no zelador da casa independente de raiz, nação ou origem? voce sente ajudada nas piores horas e quando precisa recebe ao menos uma palavra de carinho e repouso pra alma? então se todas as respostas é simmm…porque ficar procurando chifre em cabeça de cavalo, antigamente a confiança de um yao ao seu terreiro era muito grande alem do respeito, carinho pelo chão…..posso te dizer isso pois sou zelador em guarulhos com casa aberta e te digo se tudo anda bem pode ficar melhor , se anda ruimconversa com sua zeladora….não bate a cabeça em muitos lugares não, desde que seu templo é um lugar sério e espiritualizado, quanto a casa cheia de gente ou cheia de filhos, é tudo bobagem, jesus escolheu 12 apostolos e não 120, jesus nasceu na manjedora e não num palacio, pregou na natureza e foi expulso das sinagogas.
    espero ter lhe clareado em alguma coisa . ” as vezes quanto mais procuramos mais se distanciamos”
    mukuiu no n’zambi


  811. Muito obrigado pelas respostas,vou confiar nas pessoas que estao ao meu lado. So por curiosidade onde fica seu terreiro aqui em guarulhos


  812. em Agosto 13, 2014 às 10:04 pm Carlos Henrique

    Da Ilha estou querendo dar um bori e gostaria de saber se é preciso fazer um bori varias vezes?Se precisa de quanto em quanto tempo?


  813. Carlos nós não decidimos dar Bori, o oráculo traz a mensagem.
    Borí não pode ser banalizado, ele é o principal ritual que podemos fazer.
    O Borí deveria ser anual, porém, o desequilíbrio pode acontecer a qualquer momento e você perder a conexão com seu Eu Superior.
    Esta ruptura é quem provoca o Bori, é a falta de conexão que provoca o Bori, é a falta de apoio de nosso Orí que provoca o Bori, portanto, você pode perceber que manter o equilíbrio, a calma e ponderação são fundamentais para não nos perdemos de nossa fonte.
    A fonte que nos abastece é Olódùmarè e Orí provem da fonte.

    ire


  814. Mojuba a todos!
    Sou abiã e recentemente joguei búzios com um zelador e ele me mandou não me iniciar no candomblé, e procurar uma linha branca e a umbanda. Mas tenho dois medos, o primeiro que isso não tenha sido dito pelas entidades e o segundo é ue, com o sincretismo da umbanda, eu não possa me dedicar tanto a minha mãe Oya. Isso pode mesmo ocorrer? axé


  815. Vitória se você não acredita, de nada valeu seu jogo.
    Continue do jeito que está e quando a desconfiança/duvida passarem, volte ao tema.

    ire


  816. Boa Noite, fui criado no catocilismo, mas não sou praticamente há muito tempo. Recentemente fui convidado junto a um amigo q é do candomblé a frequentar algumas festas do barracao dele, e em uma dessas era dia de exu, então a Maria Padilha da Mãe de Santo do Barracao me convidou pra ser um de seus “homens” e pra isso eu iria utilizar um anel dourado com um rubi nele.

    Não achei nada na internet em referencia a isso, gostaria de ter mais informações de outras pessoas que nao do barracao.

    Obrigado.


  817. Raphael eu não sei nada a respeito de anel, rubi e etc.
    Infelizmente não poderei lhe ajudar.

    Ire


  818. Olá, boa tarde. Motumbá. tenho duas perguntas:
    1 – Qual a origem mítica dos fios de contas?
    2 – Qual o significado da alafia?

    Obrigado. axé


  819. O Ilékè (fio de contas) nos une ao nosso ancestral divino e serve como defesa espiritual ao seu corpo.
    Aláàfià = paz.

    Ire


  820. em Setembro 1, 2014 às 2:20 pm Erickmaluco@gmail.com Fernandes

    Olá fui visitante de uma casa de omoloko a muito tempo e nunca fiz nada
    Fiz um jogo e xango me pediu feitura fiz a uma semana e não recebi o santo
    no jogo falou que sou rodante por que não recebi


  821. No caso já sou um yao . Há uma semana
    mas não recebi o o rixa na feitura

    porque ? Obrigado .


  822. Erick, se vc não recebeu o seu “Santo” vc certamente não é feito.
    Existem preceitos que só se faz no Santo incorporado e não na pessoa acordada.
    Então sinto lhe dizer que iniciado vc não é.
    Procure uma boa casa de Candomblé para se iniciar, homolocô não é e não tem os fundamentos do candomblé.
    Abraços e boa sorte!


  823. Vlw muito obrigado
    mais o que seria exatamente o que eu fiz .
    e será que o o rixa ficou satisfeito .


  824. O que vc fez eu não sei te dizer, pois não participei.
    Com certeza absoluta seu “Orixá” não ficou satisfeito, se tivesse ficado satisfeito ele incorporaria em vc e receberia sua obrigação e feitura


  825. gostaria muita quem alguem entendedora do candomble e outras religiõs parecidas me responderem pelo meu e-mail uma questão que me deixa muito curioso.. Eu gostaria de saber se um medium incorporado com uma pomba gira pode ter relações com alguma pessoa?? Fico muito grato e acredito profundamente que alguem entendedor responda a minha pergunta, obrigado por lerem.Que Óxala ilumine a todos….


  826. Lucas nosso fórum é este espaço, não temos outro canal.
    Eu acredito que qualquer coisa fora dos padrões normais dentro do culto, resvala na falta de padrão.
    Isto não é padrão, isto não é normal, isto não faz parte do culto, isto é caso de policia.
    Isto beira a doença e a promiscuidade.

    Ire


  827. Oi! Perdão. Não havia visto esse tópico para perguntas e respostas, então postei minha dúvida sob o tópico “Candomblé”. Vou repeti-la então aqui e passarei a usar o tópico correto de agora em diante quando pedir informação.

    Olá! Leio o blog já há alguns anos e aqui li muita coisa, recebi indicações de literatura e tal. Da última vez em que estive no Brasil (abril de 2013) fui com minha mãe, num centro que seu companheiro frequenta e mesmo ela ocasionalmente em uma festa. Foi meu primeiro contato com o candomblé, além dos estudos.
    O babalorixá da casa era de Exu, não me lembro a qualidade e, como fui antes pois meu padrasto tinha obrigações, pude conversar com ele antes de que os serviços se iniciassem. Havia, inclusive feito, através de minha mãe, entes de minha visita ao Brasil, uma consulta aos búzios com esse babalorixá e fui informada de que seria filha de oxum e xango.
    Um homem que me passou uma paz incrível, que me parecera muito sábio, sério e honesto em seu trabalho. Fiquei muito bem impressionada e pensei ter encontrado um local perfeito para iniciar meus estudos pessoais da religião.
    Acontece que, durante a festa, quando os toques e cantos haviam começado, não imediatamente, mas alguns minutos depois, comecei a sentir-me mal. Fiquei tonta, senti uma emoção estranha, uma pressão em minha nuca. Por momentos senti como se os nervos que conectavam meu cérebro à meus membros falhavam e eu me sentia cair. Não me recordo bem qual, mas um de meus ombros pareciam por vontade própria abaixar-se para frente, minha perna dobrar-se. Meu coração acelerou-se pois senti medo, não esperava de forma alguma experimentar algo como aquilo.
    Algumas senhoras se aproximaram de mim, minha mãe perguntou se queria ajuda, mas não podia parar de me concentrar em não sei o que, mas parecia que minha vida dependia de uma concentração hercúlea e meus olhos escorriam. Não demorou muito, as sensações sessaram, as senhoras pararam de me vigiar e quando tocaram novamente após uma pausa tive medo de que a sensação retornasse, mas não o fez.
    Mais tarde, depois de a maioria das pessoas não pertencentes à casa já havia saído, eu continuava devido às obrigações de meu padrasto, o babalorixá da casa, incorporado, ao que pude entender estava desenhando com uma faca quente no braço das pessoas. Eu não pretendia ir, mas me vieram buscar. Fui. Ele fez em mim uma cura, um sinal de um tridente. Ao primeiro contato a dor física me repeliu, a entidade puxou meu braço, me olhou nos olhos e eu deixei que fosse feito e a dor não foi tão insuportável como pensava ser.
    O fato é que nunca soube que cura era aquela pra que servia e porque me buscaram para partilhar também dela.
    Pouco depois retornei à Suécia, mas tenho medo de, ao retornar ao Brasil voltar ao terreiro. Medo dessas sensações voltarem. O que essas coisas podem dizer? O que pode estar errado?
    Desde já agradeço sua resposta.
    Com meus respeitos;
    Monique Freitas


  828. Monique, pelo seu relato vejo que vc tem mediunidade espiritual e com certeza você tem missão dentro do candomblé, ou seja, terá que ser iniciada.
    O que aconteceu contigo, é muito natural.
    Tremores, suores, calafrios e fraqueza, são sintomas comuns de quem tem mediunidade e quando o santo começa a se manifestar e, em uma segunda etapa você poderá até vir a “bolar no santo”, isso acontece quando o santo pede raspagem.
    O conselho que lhe dou é que procure uma casa séria para frequentar ou se cuidar quando vier ao Brasil pois também pelo que você relatou, essa tal de “Kura” que a entidade do tal Pai de Santo fez, foi errado e inconveniente.
    Kuria é uma palavra do dialeto Kimbundo e quer dizer comer, e são as incisões feitas no corpo de um “iniciado” para inserir certos pó para alimentar o corpo.
    Além da cabeça, temos vários pontos determinantes em que o corpo é alimentado, e só pode ser “curado” quem é iniciado.
    As curas não são em formas de desenhos como tridentes ou outro tipo qualquer, são sim feitas com simbologias tribais, e elas também identificam a origem da tribo que a pessoa foi iniciada. oK?
    Abraços e boa sorte!


  829. Obrigada por responder tão prontamente, euandilu. Também achei muito estranho aquele comportamento e preferi não retornar. Vejo que o fato de eu me haver sentido da forma como me senti não está ligado à casa em si, o que me deixou um pouco aliviada.
    Encontrar uma casa séria pra mim que moro fora, não tenho contato algum com o candomblé a não ser via literatura e esse site, não será nada fácil.
    Quando no Brasil fico no Rio de Janeiro e gostaria de pedir que, se possível, me indicassem, mesmo que por e-mail (moniquefreitas29612@hotmail.com) uma casa séria que possa procurar quando de meu retorno. Espero que possam ajudar, mas entenderei caso não o façam por sentir que ultrapassa os limites de sua ética. Obrigada, euandilu, mais uma vez e aos demais que se prontificarem a continuar me ajudando.
    Respeitosamente;
    Monique Freitas


  830. Ola eu gostaria tirar algumas duvidas gerais sobre o candomblé no geral, ketu angola etc…

    Eu nasci em uma família Umbandista minha vó é Zeladora da casa mas eu sei que ela foi iniciada no candomblé mas não sei em qual exatamente. E a pesar de ser iniciada no candomblé ela toma conta de uma casa de Umbanda.

    A mesma coisa aconteceu com minha mãe, ela sempre frequentou o terreiro da minha vó, mas um dia ela foi conhecer um terreiro de candomblé e acabou incorporando uma entidade do candomblé que inclusive confirmou seu “Ilá , grito, qualidade” meu conhecimento é limitado, desculpe se falei besteira.

    Ela ia raspar para o santo mas o senhor da casa acabou falecendo então nada foi feito…

    Não sei como funciona o candomblé se existe ligação Karmica em relação a religião no sentido de minha vó ter sido iniciada no candomblé minha mãe ter virado no santo e como isso se encaixa comigo ou se é apenas coincidência…

    Mas a entidade que se comunica através da minha mãe que reponde pelo nome de “Exu Portão” disse que apesar de eu frequentar o terreiro de umbanda a quase 30 anos minhas entidades nunca se apresentaram pois são do candomblé.

    Como disse antes não tenho praticamente nenhum conhecimento sobre o candomblé, mas de certa forma sem que eu entenda eu tenho um carinho muito grande em relação ao candomblé mesmo sem conhecer, eu amo as cantigas africanas.

    Então eu gostaria de saber como eu faço para conhecer o candomblé e se vocês conseguem me indicar algum lugar, como faço para saber se o lugar é sério e se a pessoa que toma conta da casa sabe oque esta fazendo…

    Eu sou de São Paulo / SP Freguesia do ó.

    Eu estava lendo as perguntas e respostas do pessoal para agregar um pouco de conhecimento e me identifiquei um pouco com as sensações da Monique Freitas, mas no meu caso quando eu senti a tontura e fraqueza eu estava apenas no meu quarto fumando cachimbo, lembro também de sentir calafrios e um pouco de ansiá. A sensação durou por vota de umas 4 horas.

    Me desculpem o texto e dês de já agradeço o esforço de vocês repassarem conhecimento, Axé!


  831. eu só queria tender uma coisa, os orixas ele tras suas naçoes ou vai de acordo com o zelador que voce esta, explicando quem da a nações são os zelador é, e se a pessoa estiver em uma casa que não raspa e o médio tem que raspa oque fazer, e tbm se voces poderem mi responder eu agradeço muito mesmo de coração, e se suas raiz for bahia, exemplo o médio ta em uma casa, mais só que ele nuca vevi bem, sendo que os orixas dele esta tudo serto mais todo dia ele tem pesadelo e sua vida amorosa não vai bem, não tem paz fica vendo coisas e pensa que querem matar ele, o passado não sai de sua cabeça, e muitas pessoa só fala que o santo dele quer firmação, e na hora que ele ta desesperando seu coração fala se voce der, uma obrigação para firma voce vevi em paz, e seu coração tbm pede bahia, isso pode ser que a raiz dele seja dela, tem isso tbm ou não é coisa apenas da cabeça dele mi responde ai por favor se poderem e que eu tenho o colega mano que ta em uma situação que só deus sabe, e oque o zelador da gente tem a fala é que tem que raspa mais, mais ele não raspa e agora tão falando que ele ta doente ta com problemas de nervos eu não axo isso não eu pendo que os orixas dele quer algun, mesmo por que mandaro cuidar dele nos 7 anos pois não cuidaro, e não foi niguem que disse que ele tinha e eles não apareceu pedido nada quando veio foi logo………….. com tudo se voces poderem responder agradeço???


  832. Boa tarde eu precisava muito saber qual qualidade seria no keto bamburucema que é. De angola?


  833. Jéssica o Orixá equivalente a Matamba seria Oyá, agora não saberia lhe dizer a qualidade de Oyá, porque não conheço.


  834. O Santo é “feito” de acordo com sua Nação. Se o Pai/Mãe de Santo for honesto, ele nunca fará um Nkisi como Orixá e vice e versa.
    Quem determina a nação é a essência que nasce em vc.
    Quanto a passar mal para fazer santo, com certeza isso acontece, porque a pessoa perde o equilibrio de sua natureza.
    Não existe raiz Bahia existe raiz de santo, que pode ser feito em qualquer lugar do pais desde que a pessoa tenha conhecimentos para tal.
    Abraços


  835. Eu so queria saber qual seria a qualida de baburucema ou matamba como o senhor disse eu qria saber caso mude d na
    Ç ã o …


  836. Minha nacao é. Angola com muita dor na minha alma sai eu so qria sua opiniao .eu disse p o novo zelador q nasci de bamburucema e vou morrer dela mais agente sabe q nao e bem assim eu qria so sua opiniao d qual seri ou qual qualidade ela seri obrigada pela atencao !
    Haaa o zelador é. Do ketu e eu tumba jussara


  837. Jéssica, quem nasce Angola morrerá Angola, por um simples motivo, seu DNA está ligado aos seus antepassados que no seu caso é Bantu.
    Seu santo nasceu no Angola, com os fundamentos de Angola, rezas, cânticos, cantigas e fundamentos, então como ele vai reconhecer uma outra cultura a não ser o que ele nasceu.
    Um exemplo simples, vc é Brasileira, vc pode morar no exterior e se naturalizar em qualquer outro pais, mas vc não vai deixar de ser Brasileira, e na hora do hino nacional, certamente irá se emocionar.
    Me fiz entender?


  838. Eu me chamo Patricia sempre quiz conheser essa relegião eu acredito que sera a resposta para minha vida. Você consegue me informar a onde eu consego ir em curitiba? MUito obrigada.


  839. A onde tem um centro em curitiba?


  840. Patricia eu não conheço.

    ire


  841. Ricardo veja seu email

    Ire


  842. em Outubro 5, 2014 às 4:10 am Ricardo Lopes

    Oi Da Ilha, eu olhei meu e-mail e não recebi nada…
    Eu confirmei meu e-mail aqui no site e ele está correto.
    Se não for incomodo poderia encaminhar o e-mail para mim novamente?
    Muito obrigado.
    Axé


  843. em Outubro 5, 2014 às 1:54 pm Ricardo Lopes

    Muito obrigado Da ilha pelo carinho e atenção
    Que Deus te ilumine hoje e sempre
    Grande Abraço!


  844. olá, fiz um ebó a 3 dias para limpar meu corpo e desde esse dia venho me sentindo estranha. A noite tenho tido pesadelos e tenho me sentido desalinhada, com mais raiva e medo. Gostaria de saber o pq de estar me sentindo assim, sendo que o ebó foi feito para me ajudar a melhorar e não piorar. Pode ser algum efeito pós ebó? como devo proceder?


  845. R. W. se o ebo não fez o efeito necessário alguns passos podem estar errado:
    O jogo.
    A relação de ingredientes. A mais ou a menos.
    A invocação da energia e etc.
    E sua preparação pessoal.
    Tudo influi e todos tem responsabilidades sobre o que está sendo feito.

    Ire


  846. Mojuba! Bom,minha duvida na verdade e bem comum nesse topico. A primeira vez que eu joguei foi com um ex-zelador que foi pra umbanda,e no jogo dele eu sai como de Oya Bagan. Bom, um mes depois fui num terreiro de candomble e ai deu que eu era de Oxum Opara e no jogo deu para nao perguntar mais. So que,por Oya Bagan nao ser facil de aparecer eu fiquei meio na duvida se nao foi pela dificuldade de faze-la que minha mae deu Oxum.como proceder?


  847. Boa tarde!!!

    Prezados (as),

    Caso possível peço que me axuliem em uma dúvida que anda me atormentando muito.
    Este ano de 2014 joguei 3 vezes para obter a certeza sobre o meu juntó que desde que comecei a frequentar a casa na qual estou hoje fui informada que seria Oxossi Ibualamo e nos outros 2 jogos me passaram Xangô, bom sei que devemos esperar para que os Orixás se mostrem quando assim for a hora e o momento certo, porém há uns dois meses atrás um cliente da casa foi até lá fazer uma obrigação para Xangô e eu que só estava auxiliando e nada tinha “haver” com o ritual e recebi Xangô (dizem que foi logo após a mãe de santo levantar a comida e fazer a reza). Bom ai começa minha dúvida se sou de Oxossi porque recebi Xangô? Isso é realmente possível? A mãe de santo fala que isso é possível desde que ainda não sou raspada e até então sou medium de passagem, ela jogou cinco vezes os búzios e disse que Oxossi é realmente o meu juntó, mas até o momento estou reciosa com essa situação, pois não sei realmente o que fazer e não quero mais abrir os búzios esse ano.
    Por favor e ajudem.

    Desde já muito obrigada pela ajuda…


  848. Luiza uma coisa é certa. Juntó, segundo òrìsà, adjunto e etc., não vira em cabeça de abian ou iniciado.
    Receber a energia de um òrìsà é possível, mas, ‘virar’ com òrìsà é outra história.
    Possessão por parte do òrìsà precisa de iniciação, precisa do Adosù e muitos outros fundamentos.
    Não confunda e não se deixe confundir.
    Você pode vibrar na faixa de energia de vários òrìsà, isto é normal com um abian, mas virar, é outra história.
    E cuidado para seu Orí não enganar você, isto é normal e aceito pelos mais experientes.

    Ire


  849. Vitória para se ter certeza de um òrìsà é bom esperar a iniciação.
    Depois de raspado, com certeza você poderá dizer quem é o seu òrìsà.
    Cuidado com Lei do Silencio!
    Não vivemos na senzala.

    Ire


  850. Muito obrigado e muito axé sr Da Ilha! Aguardarei então!!


  851. Eu queria saber como ovos e feijao fradinho sao quizilas de oxum,se os dois estao no omolocum,nao entendi mt bem:/


  852. Maria Vitória onde vc viu, leu ou ouviu isso?
    Não procede a informação.
    Fradinho é um item importantíssimo na dieta de Òsún.
    Aqui vemos um fragmento de sua reza que diz:

    Eu saúdo minha Mãe, Òsún de Osogbo.
    Minha mãe, a cozinheira maravilhosa.
    Minha mãe, que faz àkàrà suculento, Òlélé e èkuru.
    Aqueles que se recusam a saudar a minha Mãe
    Terão negado pastéis de feijão deliciosos e bolos de milho.
    Minha mãe, que fornece bolo de feijão para o povo Efon.
    (Todos estes pratos são feitos com feijão fradinho).

    Ire


  853. Vi no quadro de preceitos e quizilas aqui no blog. Mas talvez tenha interpretado errado! Muito obrigada! E muito axe!


  854. Maria Vitoria veja com carinho / cuidado, este tipo de informação não tem aqui no blog.

    Ire


  855. Mukuiu.
    Gostaria de uma explicação quanto ao resguardo antes da obrigação de 1 ano. Quem define o que devo ou não fazer? Porque não podemos ir à praia, piscina? Podemos cortar e pintar os cabelos? O que define isso tudo?
    Grata.


  856. Lena o resguardo nada mais é do que um período em que vc mantém seu corpo puro para que sua alma ou espírito (que é o seu santo), ficar mais ativo.
    Não podemos ir a praia, porque é nela onde fazemos a maioria dos nossos ebós, não podemos pintar o cabelo por causa da vaidade da carne e da química que seu ori vai levar, como é vaidade pintar unhas, maquiagem cortar cabelo e etc.
    O resguardo é um período de meditação e um encontro mais profundo com seu santo, então, lazer não faz parte disto.
    Espero que tenha compreendido minhas palavras.
    Makoiu nzambi.
    Abraços e boa sorte!


  857. fui raspado em duas naçoes diferentes, a primeira em angola,deu errado. em vez de um orixa acabou entrando um egun, entao pra consertar fui para a nação ketu, raspei denovo, dessa vez entrou xango agodô de frente com oxum……e agora, os 2 terreiros (q fui não frequento mais), fecharam, será q terei que fazer mais raspagens? no ketu? to perdido e sem orientação…….e pra piorar descobri que meu odu e irusun, to apavorado, e um signo muito negativo, me de uma luz, por favor , amo o camdoble……….mas estou como uma folha ao vento……obrigado. meu e-mail e f-toscano-brito@bol.com.br


  858. Francisco,

    Em primeiro lugar Irosun é um odú importantíssimo e não é negativo, o aspecto apresentado em sua caída é que tem que ser analisado. Se você se iniciou numa casa ketu de raiz e axé,não há com que se preocupar e não terá que raspar novamente. Procure uma boa casa ketu com boas referencia para se consultar e dar prosseguimento a sua vida religiosa.

    Axé.


  859. Mucuiu,
    Sou feito em angola de Lembadile com Ndandalunda, quando foi dada a minha dijina ficou meio confuso… MUSANGINDELE,NZAMBE / Jovem do branco de Deus … A tradução é essa mesmo? Por ser muito diferente dos outros iniciados a Lemba e por parecer feminina esta dijina que pergunto.
    E aproveitando, porque dizem que nao podemos dizer nossas dijinas ja que vivemos nos tratando por ela e sendo que existe o Orunko.

    Hoje estou no Ketu e não sei explicar quando me perguntam isso, por isso a pergunta.

    Agradeço desde ja.
    Mucuiu.


  860. Enrique, sua digina é bastante confusa em que separar ela para se poder fazer uma leitura certa, pois com todas essas palavras juntas, não saberia onde começa uma palavra e onde termina a outra.
    Ao meu ver tem uma mistura de bastante palavras que podem ser;
    MUSANDE ou MUSANDA, quer seriam respectivamente em sua tradição literal, FIGUEIRA e ENGRAVATADOR, e NDELE que quer dizer ALMA PENADA OU DE OUTRO MUNDO.
    Não poderia ser GINDELE, pois o kimbundo não tem palavras começadas por esta letra, ok.
    E a Digina é para ser usada sim, o que não se fala para ninguém é o nome do seu santo ou seja, seu orunkó.
    Espero ter esclarecido.
    Makoiu Nzambi.


  861. Obrigado euandilu pela ajuda e esclarecimento. Aproveitando, a possível tradução que o senhor fez, A DIJINA dada influência na vida da gente ou é mais para tratamento mesmo. Estou indignado com a tradução, parece ser bem negativa.😦


  862. Bom Henrique, realmente é uma pena pois pelo que vejo a pessoa que lhe deu a sua dijina, não estava preparada para isto ou derrepente nem mesmo para ser zelador.
    A dijina é seu nome de batismo quando é iniciado no santo, e com certeza ela diz a que natureza seu santo pertence.

    Sua dijina poderia referir-se a algo ligado a criação, nascimento, ao céu a beleza e/ou as flores, pois são essas as naturezas dos Jinkisi (plural de Nkisi), que vc foi iniciado.

    Pena que saiu do Angola, eu não sou de acordo com troca de águas, acho que vc poderia ter procurado uma casa de angola séria e de tradição para consertar suas coisas, mas vc optou por outro caminho, então espero que seja feliz em suas escolhas.

    Boa sorte!


  863. Bom dia, preciso dá vossa ajuda pro meu filho ele tem seis anos e é perseguido na escola leva diariamente chutes, ponta pés, joelhadas, apertam o pescoço, etc ele não revida a agressão , e novo que está interferindo com a personalidade dele que é criança muita e calma, o que peço um banho ou algo que possa fazer pra ele para amenizar isso. Obrigada


  864. Carolina eu acredito que você deva ser uma pessoa instruída, conhecedora de seus direitos e deveres.
    Se o seu filho passa por tudo isto dentro de uma escola, por que você ainda não denunciou a escola.
    Ela é mantenedora da ordem e segurança física das pessoas que frequentam suas dependências, tanto alunos, como funcionários e pais/mães/responsáveis.
    A resposta para sua angustia está depositada na justiça. Não tenha medo de represálias e nem de cara feia.
    Quando a punição se tornar publica, garanto que as gracinhas e agressões irão cessar.
    Tome uma atitude de leoa, defenda sua prole, com dentes e garras.

    Ire


  865. Um Orixa ou entidade pode “incorporar” no ori da pessoa através de um radio tocando um ponto?
    fui a um centro de umbanda ao qual se colocava um cd com ponto e os guias viam se a necessidade do atabaque, isso pode? é normal?
    e uma pessoa com um tênis pode virar com entidades ou orixa?


  866. Um Orixa ou entidade pode “incorporar” no ori da pessoa através de um radio tocando um ponto?
    fui a um centro de umbanda ao qual se colocava um cd com ponto e os guias viam sem a necessidade do atabaque, isso pode? é normal?
    e uma pessoa com um tênis pode virar com entidades ou orixa?


  867. Silva o estudo do som ultrapassa as barreiras do entendimento humano.
    As grandes rezas, ofò e oriki obedecem a uma sonoridade que pode ser captada pela pessoa que está participando do ritual.
    Um som que vem de forma mecânica pode levar alguém a uma esfera superior, depende da faixa que esta pessoa vai vibrar.
    O uso de instrumentos musicais diferentes do que estamos acostumados a ver e ouvir vem sendo utilizado das formas mais variaveis possíveis.
    Sopro, percussão, cordas e afins são muito utilizados dentro de nossa religião mundo afora.
    Não podemos simplesmente ficar presos a dogmas.
    A Cultura Tradicional sabe que o mundo está em completa evolução e mutação, não vamos ficar presos a uma questão e achar que tudo pode ser uma marmotagem.
    Quanto ao tênis, eu considero falta de educação ficar calçado dentro de uma ambiente sagrado, tem gente que acha normal.
    Qual seria o correto?
    Ainda não li e nem ouvi dos meus mais velhos que é obrigatório estar descalço para que dê uma incorporação.

    Ire


  868. Da ilha, não é algo comum ao qual eu estava acostumado a ver (radio com cd tocando ponto para virar os guias), sempre gostei dos atabaques e acho que se não fosse assim não haveriam real necessidade, penso que um atabaque seja mais que um simples instrumento de percussão tocado em rodas de candomblé ou umbanda de raiz africana.
    E sempre que meus guias pegam minha cabeça vejo muita gente correr para tirar o sapato e o guia acaba por “esperando” isso ai quando o sapato é retirado vir com sua energia e assim firmar.. em todas as casas que fui vi isso…
    Talvez eu esteja julgando uma boa casa só pelo fato dela não ter ogans e colocar musica no cd do radio, bem como o senhor disse não vamos ficar presos a isso e achar que tudo é marnotagem, mas que é diferente é..
    axé e obrigado


  869. Silvia o atabaque nunca foi primordial em uma roda de òrìsà. Fazemos nosso oro sem ele, tranquilamente.
    A energia está no canto e nas palavras, isto não é nenhum demérito para Ogan/Onilu e o próprio tambor.
    Volto a repetir, não é normal, mas não é nenhuma coisa do outro mundo.
    E um òrìsà quando lhe toma, ele vem com/sem sapato/tênis, sandália e etc.

    Ire


  870. Sim, concordo com o senhor, só não me habituei, mas se fosse na voz e nas palmas eu também aceitaria…
    muito obrigado Da ilha por me esclarecer.


  871. Boa Noite. Foi indicado para mim, inicialmente um ebó para Yámi. Qual seria o objetivo, não entendi muito bem. Poderiam me explicar? Obrigada.


  872. Khaly qual o motivo?

    Ire


  873. Ola, tenho uma dúvida e gostaria de saber se alguem poderia me ajudar. Tenho 21 anos de iniciado, mas logo apos eu ter raspado eu abandonei a religiao ainda estando de quele por motivos particulares, e agora eu estou voltando, tendo que fazer a minha obrigação de 1, 3 e 7 para colocar em dia. Minha pergunta é a seguinte, tem um pai de santo que confio, mas ele é mais novo que eu (23 anos) e tem 7 anos de santo, eu poderia tomar as obrigações com ele e ser filho dele, mesmo ele tendo menos tempo de iniciado que eu?


  874. Bom dia Geraldo, o certo seria vc tomar suas obrigações com gente mais velha de santo do que você, mas como você ainda é um yawo, porque mesmo tendo 21 anos de iniciado, você ainda não tomou suas obrigações e não fechou seu ciclo.
    Então desta forma o seu amigo é mais velho no santo do que você.
    Boa sorte!!!


  875. Queria tirar uma dúvida. Tds as pessoas têm já o seu destino. Vai casar, ter filhos, essas coisas. E de repente alguma pessoa faz um trabalho pra afastar vc de seu destino. Se vc desfizer esse trabalho vc consegue reaver oq lhe era destinado? Ou as coisas mudam?


  876. Luciana,

    Não acredito que alguém tenha poder de mudar o destino de uma pessoa, toda e qualquer demanda é volátil, o amor se sobrepõe a tudo, é mais forte que tudo.

    Axé.


  877. Boa tarde
    gostaria de saber qual orissa no angola que se assemelha com ogunja no Keto, e que nação cultua ogun palaxo
    obrigado
    Ogã Edu


  878. Edu,

    Não conheço nenhum Inkísse de Angola que se assemelhe ao Orixá Ogun’Já.

    Axé.


  879. Edu se Ogunjá é um Deus guerreiro, ele se assemelha a Nkosi Mukumbe.


  880. Valeu Euandilu! neste conceito de Deus Guerreiro esta corretíssimo.

    Ressalvo que comparações e semelhanças às vezes são complicadas dada a liturgia individualizada de alguns Orixás, principalmente Ogun’Já. Este Orixá aceita o sacrifício de cachorro e é o único que se veste somente de branco e tem parte de Yemanjá.

    Axé.


  881. Babá, Fernando

    Como funciona está parte de obrigações, li uma pergunta logo acima e achei estranho.

    Por exemplo a pessoa foi iniciada tomou a obrigação de 1 anos e após deixou de frequentar.

    Passados alguns anos esta pessoa retorna para tomar obrigação de 3, 7 e 14.

    Como fica esta historia de tomar as obrigações sem ter o aprendizado? eu me torno um egbomi mesmo tendo somente o aprendizado de um yawo?

    Me parece estranho eu me torna um egbomi e ter menos conhecimento que um yawo, pois no momento de aprendizado eu não estava.

    Como fica? é de casa para casa? existe alguma “regra”?


  882. Thiago,

    Sim você pode se tornar um egbon e não ter aprendizado, daí não passará disso dentro da sua casa, não terá posto e não fará jus a nenhum cargo, apenas terá as obrigações em dia. Muitos fazem isso por não quererem responsabilidade, cuidam somente de seu orí, seus orixás e contribuem financeiramente com o Ilê.

    Axé.


  883. oii eu tenho uma dúvida, qual a finalidade dos cravos nos banhos de defesa ( se é que tem alguma finalidade ) pra mim era só pra deixar cheiroso, mas uma conhecida disse que é bom pro amor daí eu comentei isso com meu porteiro que é da religião ele disse que não tem nada a ver que isso é pra afastar más energias. daí eu fiquei confusa


  884. Brunanica ele é usado em banhos de purificação.
    Retirar a fadiga e dar energia.
    Como as regiões tem nuances diferentes na forma de usar a folha, talvez esta seja apenas mais uma dica para o uso do cravo.

    Ire


  885. Boa tarde!Da Ilha gostaria de saber o que devo comprar para o meu bori pois minha mae de santo me deu a lista mas pessoas me diceram q esta faltando coisas e ela viajou e disse q quando vou tar queria ja as coisa para o meu bori
    Por favor me ajude estou dessesperado!!!


  886. David quem tem autoridade para dizer o que tem a mais ou a menos na sua lista de Bori?
    Quem vestiu o roupa de adivinho e resolveu tomar o lugar de quem viu o que o seu Orí previsa?
    Orí é individual, tem seus meandros e segredos.
    Um Bori serve para alinhar você (Eu Interior) com ele (Eu Superior), se o elo que falta é apenas um Obi e água, então seu Bori terá apenas Obi e água.
    Se for uma infinidade de alimentos e bichos, que seja.
    Somente quem jogou para você pode saber o que seu Orí pediu na hora do jogo.
    É muita gente metida a entender, é muita gente querendo ser sacerdote.
    Se você não acredita em seu sacerdote nem faça o Bori,pois, o que a cabeça rejeita, orisa nenhum abençoa.
    Seu desespero é falta de confiança em quem está cuidando de você e na sua cabeça que está se deixando levar pelos outros.
    Duvida é ausência de fé.
    Se você tem duvidas…

    Ire


  887. o que quer dizer quando aparece um Orixá como herença ?


  888. Carlos,

    É o Orixá que acompanha a família da pessoa eternamente.

    Axé.


  889. Agô,
    Motumbá,kolofe,mukuiu
    Sou totalmente nova no candomble e nao sei muito sobre a religiao,mas sei que ja a amo e que e nela meu caminho. Procurei casas e fui arar em uma ue gosto muito,mas na verdade ainda nao tem barracao,nem funcionamento efetivo ainda. Tem toques de 15 em 15 dias, alternando entre entidades e Orixas. Pensei ue nao ha problema em nao ter barracao ainda,pois pode evoluir e eu quero fazer o possivel para ajudar mas vi ue essa situacao perdura ha muitos anos. Minha qquestao ee, devo procurar outra casa que ja tenha as atividades bem organiozadas? Ou devo ficar,pois fico ewm paz la,so tenho receio de nunca conseguire me iniciar por nao ter casa ainda. Grata desde ja!


  890. Veronica a questão passa pelo seu tempo de se iniciar.
    Se é chagada a hora e esta casa não lhe oferecer o necessário, creio que você deva conversar seriamente com seu sacerdote.
    Ou ele libera você para cuidar de sua vida espiritual sem brigas ou qualquer outro problema.
    Você não deveria ficar marcando passo, o melhor conselheiro agora é o próprio oráculo.

    Ire


  891. MOTUMBÁ, TATA EUANDILU…

    GOSTARIA DE SABER, SE HÁ UM “CORRESPONDENTE” (DIGAMOS ASSIM)
    NA TRADIÇAO DE ANGOLA PARA O BABALAWO? PARA OS ODUS? PARA
    MERINDILOGUN? (YORUBA).

    EX, INKISSE…. ORIXA!

    TATA KAMBONO….OGAN!

    HÁ ESTES CORRESPONDENTES NA TRADIÇAO DE ANGOLA?

    QUEM SAO? E COMO SE CHAMAM?

    DESDE JÁ AGRADEÇO…

    ASÉ, Ô.


  892. Motumbá axé, Makoiu Mauricio.
    Não, não existe um cargo de adivinhador no Angola, isso cabe aos Pais e Mães de Santo da casa.
    Abraços


  893. estou de entrada de obrigaçao no ketu sou vou ser ogan de xango mais a minha mae de santo ainda nao tem Dk ela vai da a abrigaçao dela junto comigo … caso ela vai entra primeiro e quando tive faltando 7 dias pra saida dela eu entro .. pra nossa saida ser junto .. mais dissem que no ketu nao se poder a mae ou o pai de santo fazer ogan para sua casa .. caso o pai dela vai mim fazer para casa dela isso e certo ?


  894. Wellygton,

    Podem entrar juntos sim,sua mãe toma a obrigação dele e o Pai dela lhe confirma para Ogan de Xangô e saem juntos de braços dados, esse é o procedimento correto. O Pai de santo vai lhe confirmar para Ogan de Xangô, então, para sempre você estará ligado a sua Mãe de santo por ser Ogan do orixá dela e da casa e será sua mãe também.

    Obs: BABALORIXÁ/IYALORIXÁ NÃO PODE CONFIRMAR OGAN E EKEDI PARA SEU ORIXÁ, DEVE RECORRER SEMPRE AO SEU ZELADOR OU A UM EGBON DO AXÉ NA FALTA DO ZELADOR.

    Boa sorte e Axé!


  895. Ola sou iniciante ni candomblé de angola, tumba jussara joguei búzios cm. meu pai de santo e deu q eu sou filho de xang ô escravo do orixa. respondeu no jogo como exu caveira sou novo no candomblé e não entendo muita coisa mas ate onde sei exu caveira é de omolu e xangô teme a morte e tudo o qye se relaciona com ela gostaria de saber se é possivel
    grato


  896. Abiã você veio fazer perguntas que por direito você deveria ter perguntado ao sacerdote na mesa do jogo.
    Busque informações com outra pessoa, faça outro jogo.
    Não economize, estamos falando de sua vida.

    Ire


  897. Ok, agradeço a atenção e vou realmente consultar outras pessoas só gostaria de saber se ha algum impeditivo dentro da tradição do candomblé, com relação ao escravo do orixa ser o citado em questão, o candomblé é muito complexo. uma verdadeira ordem iniciatica mas obrigado.


  898. em Março 13, 2015 às 12:47 pm Felipe Tarquínio

    bom dia.
    primeiramente gostaria de parabenizar a todos envolvidos e pela seriedade do site.

    minha dúvida é a seguinte: não sou inciado mas tenho bastante admiração e curiosidade sobre o candomblé e convívio com algumas pessoas que são da religião. acontece que quase todas as vezes que vou cozinhar ovos, um deles estoura na água. um conhecido me falou que teria a ver com Oxum, mas não entrou em detalhes e aí gostaria de saber qual seria a interpretação desse acontecimento.

    obrigado. axé!


  899. Felipe nada a ver.
    O rapaz que disse que era com Osun a história deveria ter terminado o dialogo e explicado tudo a você.
    Ô!


  900. em Março 13, 2015 às 6:41 pm Felipe Tarquínio

    obrigado!
    realmente ele não explicou e percebi que ele não quis entrar em detalhes.. mas enfim, tenho planos de futuramente entrar pra religião e aí obterei minhas próprias respostas.:)


  901. Ouvi dizer que no tumba Jussara não se assenta exu,e fato ou boato?


  902. em Março 31, 2015 às 11:05 am Julio Roberto Santos

    Bom dia e mukuiu!
    Meu santo de cabeça é Kambaranguanje e gostaria de saber tudo o que for possível sobre ele, como seu significado real no candomblé, características, virtudes, defeitos, elemento, cores, etc…
    Perdoe, mas não consegui encontrar nenhuma informação na internet.
    Grato.
    Julio Roberto


  903. Bom dia Julio, Makoiu Nzambi.
    Mano muitos Jinkisi apareceram pela forma errada de pronúncia e Kambaranguaje é um deles, como ANGOROMÉIA tbm que dizem ser a fêmea de Hongorô.
    Este Nkisi ão existe no panteão de Jinkisi Bantu.
    Para compreender: Kamba (amigo), Nguanji: (canibal, antropófogo).
    Na junção das palavras e aportuguesadas, virou “KAMBARANGUANJI”, que é a junção das palavras “KAMBA RIA NGANJI” ou seja, “AMIGO DOS CANIBAIS”.
    Então isso era uma forma de se falar dos canibais,e dos caçadores que comiam seus semelhantes, porque na cultura deles, quem bebia o sangue de seus inimigos, adquiria a força deles.
    Agora, existe cantiga para Ngunzu que fala em Kamba ria Nguanji…
    Desculpa mas não teria como falar de um Nkisi ou Mukixi que não existe.
    Abraços e boa sorte!


  904. Gostaria de pedir indicações BONS terreiros candomblé ou centro umbanda em Portugal em Lisboa ou onde Manuela frequenta.
    Asè


  905. Eliane a Manuela está afastada de Portugal, inclusive, nós não temos contato com nenhum sacerdote de além mar.

    Ire


  906. Tenho uma dúvida enorme

    sou assentar meu orisá , sendo que ainda não sou feita , vou assentar só meu orisá gostaria de saber , se mesmo assim tem o bolonãn ou qualquer coisa do tipo , e queria saber se o meu orisá de cabeça vira ? por favooooor me tirem essa dúvida


  907. Querida Flávia, não acho correto vc assentar santo sem ser feita, tem que existir um elo entre o ibá e vc, se vc não está sendo feita ao assentar seu Orixá, este não terá ligação contigo.
    Bolonã é um ritual antes da feitura, é com este ritual que o Orixá diz se quer ser feito ou não.
    Para dizer se vc é rodante ou não só com seu Pai/Mãe de santo.
    Antes de fazer qualquer coisa, procure se informar melhor para não se arrepender depois, pq no santo não tem volta, fez, está feito.
    Boa sorte!


  908. Euandilu – Não é uma questão de opção , meu santo está me cobrando e não posso fazer “santo” , devido ao meu pai que não aceita, e eu ainda moro na casa dele
    então estou fazendo isso por necessidade , e quando as coisas amenizarem vou para a feitura
    mas , queria saber se meu orisá passa depois do orisá assentado ?


  909. Bom Flávia, essa questão do santo virar ou não depois de assentado eu não saberia te responder, mas provavelmente sim.
    SE o santo está cobrando sua feitura, o mais certo seria vc tomar um bori par esfriar sua cabeça, e prometer fazer feitura assim que puder.
    Eu não concordo em pessoas não iniciadas com santo assentado, uma questão de tradição de minha casa e de meus princípios.


  910. Àtúnwa-reencarnação

    De acordo com as crenças Yorubanas, há diferentes caminhos para os antepassados voltarem à Terra, e um dos mais comuns é que a alma seja reencarnada e nascida como um neto, bisneto, bisneta, etc. de um filho ou filha dos antigos pais. Ou seja, o processo de ida e vinda se dá entre o meio familiar do qual era oriundo. A isto se dá o nome de ÀTÚNWA ( aquele ou aquela que volta novamente ).
    Nesta visão da concepção yorubá sobre a reencarnação devemos salientar que, apesar de uma criança ser chamada de Bàbátúndé ( o pai voltou, ou seja, um ancestral da linha paterna voltou ), o espírito do antepassado ainda continua a viver no mundo espiritual, onde é invocado de tempos em tempos. Em face disso, alguns entendem que, na verdade, há uma reencarnação parcial. Os vivos ficam satisfeitos ao verem parte de seus ancestrais nos filhos recém-nascidos, mas, ao mesmo tempo, são felizes em saberem que eles se acham no plano espiritual, onde têm maior potencialidade no auxílio de seus familiares na Terra.
    A reencarnação de um ancestral é conhecida pelo nome de Yíya omo – ” Voltar a ser criança ou tornar a encarnar “.

    Alguém poderia me explicar como seria esta reencarnação parcial?!.


  911. Mk eu acredito que você deveria pesquisar Ara Orun, para poder entender a força deste egbe.
    Somos um duplo espiritual, o que nasce neste mundo é uma partícula do Ori e assim entendemos dentro de nosso cosmogonia.

    Ire


  912. Existe ODU na tradição Angola?Em caso afirmativo qual seriam os principais?.


  913. Não existe Odu na tradição do candomblé Angola.


  914. O que vem a ser Aiyekuru?!.


  915. Mk quer dizer vida curta.

    Ire


  916. bom dia. gostaria de saber se alguem conheçe ou já ouviu falar sobre a raiz manadeuí. queria saber se é confiável e qual a descendência


  917. Paulo, Axé Manadeuí é o Nanâ de Aracajú, nação angola.
    Quem pode te explicar melhor a respeito é o Pablo Rodrigues Tata Naruexi que tem página no facebook.
    Adicione ele e diga que fui eu quem indicou para vc poder ter explicações a respeito da casa dele.
    Abraços


  918. obrigado sr Euandilu, vou ver se encontro ele de outra forma pois não possuo facebook. Grato!!


  919. Da Ilha,li este texto 8 – Orun Rere – Espaço reservado aos Ara Orun que não irão reencarnar por não terem deixado descendentes no Aiye, porém estarão ligados aos Ara Aiye como “Aiyekuru”; Quer dizer que se alguém não deixa descendente ele não se reencarna mais,então como ele pode ter uma vida curta na terra como Aiyekuru?


  920. Mk a teoria é nigeriana e existem variantes em sua avaliação.
    Dentro do pensamento e crença yorùbá esta é uma vertente, porém, existem outras, livros como Ikunlè Abiyanmó trazem relatos completamente diferentes do exposto.portanto, ficamos a mercê de diversas informações que não se concretizam.
    Meu conselho, absorva, absorva e absorva. Depois de tudo forme a sua verdade.
    Assim funciona.

    Ire


  921. Da Ilha,ninguém recebe egungun ou iyami osoronga,mas em algumas casas se recebe caboclo e preto-velho que são espíritos.Porque no candomblé ao mesmo tempo é impensável incorporar um egungun ou iyami,mas no entanto existe a incorporação de caboclos e até pretos-velhos,ambos não são espíritos?


  922. Mk quem disse que não existe posse por Egun?
    Quem disse que um médium depois de iniciado no culto de Egun não pode vir a ser possuído por ele?
    Caboclo e preto velho não fazem parte de culto de matriz africana, foram introduzidos pelos médiuns que eram oriundos de Umbanda.
    Culto de orisa não tem estes espíritos, são energias que estão ligadas a outra forma de culto, as casas sérias tem dia separado para louvar estas energias.
    Iyaami é um culto que algumas pessoas acham que sabem alguma coisa, por ler em livros, e acabam desgraçando a vida dos outros.
    Esta energia não deve sequer ser saudada, não deve ser sequer lembrada.
    De vem ser deixadas em seu devido lugar e invocada quando o oráculo determinar algum tipo de ebo.
    Seu Festival anual é complexo, no Brasil não existem pessoas que saibam fazê-lo e quem sabia já morreu.
    Energia mortal, forte e somente pessoas preparadas devem proferir seu nome.
    Como este culto está virando moda…
    O câncer provavelmente vai virar moda também.
    Um conselho, Iyaami repele qualquer energia masculina.

    Ire


  923. Da Ilha,por ordem de importância é correto afirmar que primeiro vem Ori,depois Odu e depois Orixá?.


  924. Mk tudo no universo tem alguma forma de consciência (Ori), incluindo Olodumare.
    Orí o principal orisa de todo o universo.
    Nosso culto deve ser voltado para Ori, Ori, Ori e Ori.

    Ire


  925. Da Ilha,existe alguma punição no Orun para pessoas que cometem abortos,assassinatos,roubos,trapaças,vida promíscua,etc?


  926. Mk veja post sobre Ika’fun, as dezesseis leis sagradas, postado por mim.
    Sobre aborto eu não conheço nenhuma restrição ou pena.
    Podemos entrar em Abiku, quem sabe…
    Será que vale a pena arriscar?

    Ire


  927. Da Ilha,vc disse que sobre aborto não conhece nenhuma restrição ou pena,mas é complicado não imaginar que aborto não seja um assassinato já que a vida humana ali se faz presente.


  928. Mk traga-me um ese Ifá ou mesmo um iton que justifique ou que recrimine o aborto.
    Eu me assustei como vc ao saber que não existia algo dentro do Corpus literário de Ifá sobre o assunto.
    Mas, eu não arriscaria.

    Ire


  929. Da Ilha,neste caso podemos usar deduções,os Yoruba condenam o assassinato,acredito que eles tenham consciência de que o feto é uma vida.


  930. Mk,

    Colaborando com o assunto sobre aborto, nas Casas de Candomblé Ketu/Nagô e Nagô/Vodun, o aborto é proibido por Oxun, além disso é um ewó para as filhas deOxun.

    Axé.


  931. Fernando D’Osogiyan,existe algum itan,iton,ese,que fale sobre essa questão dentro do Corpo literário de Ifá?.


  932. O único texto que li dizia que crianças vítimas de aborto se tornam abiku.


  933. Mk não é desta forma que é visto.
    Deve haver valores morais, mas, não podemos falar da sociedade como um todo.
    Seu espanto tem o tamanho do meu.
    Apenas lhe digo que em Ifá não há menção a condenação por aborto.

    Ire


  934. em Maio 5, 2015 às 1:46 pm Alberto Dias

    Fui a uma mesa de jogo para confirmar meus orixás e me informaram que tenho guerra de santo na cabeça e que não é possível saber qual o orixá. Pode ser Ogun, Guian ou Ayrá… me cobraram 1500 reais para fazer um Bori e informaram que com esse Bori é a única forma de descobrir qual o orixá correto. Fiquei na dúvida pelo valor cobrado e principalmente sobre o Bori pois sempre leio aqui no blog que Bori é para o Orixá Ori e não para o orixá que rege o Ori. Devo procurar outra pessoa?


  935. Da Ilha,e sobre a questão dos abiku?Li que as crianças vítimas de aborto se tornam abiku.


  936. MK,

    Evidentemente que são abikús e cada caso é um caso a ser analisado, pois existem estudos sobre as qualidades e formas de abikú e a confraria Kori.

    Existe uma cantiga que Oxun segura o ventre para demonstrar seu domínio e proteção, sua magia afasta e garante vida longa aos Abikús.

    Oxun vai além de qualquer outra divindade, pois não há vida sem a presença de Olodunmare.

    Axé.


  937. Alberto,

    Guerra de santo é uma força de expressão, na verdade isso não existe. O que pode ter acontecido é que mias de um Orixá respondeu como sendo seu pai, isso é absolutamente normal principalmente porque você não é iniciado, sendo assim, a cada jogo que você for, essa configuração de Orixás ou até mesmo outra configuração poderá aparecer. Tomar bori ou não, na minha opinião, não mudará essa configuração de energias que estão respondendo, pois o borí é realizado para o Orí especificamente e se sobrepõe ao Orixá, o Orí tem a primazia sempre. Quanto ao valor, isso varia de Casa para casa.

    Axé.


  938. em Maio 5, 2015 às 6:27 pm Alberto Dias

    Babá Fernando, obrigado pelo retorno. Achei estranho pois ele disse que teria que fazer o Bori e passar uma noite no roncó (chegar sábado a tarde, ser recolhido e no domingo de manhã levanta) sendo que no domingo ele já faria inclusive oferenda para o meu orixá e eu já sairia de lá sabendo precisamente quem seria. Bom, se até ser iniciado não tem como ter certeza do orixá então não adianta nada ficar consultando oráculo pra isso. Além de querer saber o orixá fui buscar conforto e sai com uma única alternativa (bori) e assumir mais uma dívida de 1500 reais sendo que um dos meus problemas é financeiro. O jeito é seguir a vida, trabalhar e esquecer isso por enquanto que eu ganho mais. Abraço e obrigado mais uma vez.


  939. em Maio 30, 2015 às 1:58 am Tharcisi Nandes

    Sou. Homem e meu pai de santo disse. Que sou de iansa oxala e ogum. Como pode fwmino de frente


  940. Tharcisi, vamos deixar as questões de gênero de lado.
    Em nossa religião o que conta é a energia do orisa.
    Orisa não tem e nunca teve gênero, isto é coisa de nomenclatura dada pelos humanos.
    Macho/fêmea – Masc/ Fem.
    Pula esta parte, se agarre com Oya viva sua vida.

    Ire


  941. Bom dia,
    estou entrando em contato porquê me sinto muito perdida no momento.
    Frequento um barracão de candomblé angola muxicongo à quase 2 anos. Não passei pela iniciação ainda.
    Estava planejando ser iniciada no ano que vem, mas à mais ou menos um mês a zeladora do barracão colocou um mural com uma tabela de preços.

    Por exemplo:

    Feitura – R$2.500,00
    Obrigação de 1 ano: R$ 1.000,00
    Obrigação de 3 anos: R$ 2.000,00
    Obrigação de 7 anos: R$ 3.000,00
    *Valores não incluem o material, este é somente o valor da mão-de-obra.
    (Ou seja, tenho que comprar um monte de animais, ibás, tecidos, comidas secas, comidas frias, rancho, tecidos, paramentas e tudo mais que envolve a feitura e ainda pagar R$2.500,00 pra mametu pôr a mão na minha cabeça…)

    Queria saber o que a federação me diz a respeito dessa situação onde ela está “cobrando a mão”.

    Sempre soube que havia um valor simbólico para “chão”, “ogan”, jogo de búzios, dentre outros valores, e sempre achei justo.
    Mas me sinto extorquida vendo definição de preços dessa maneira, com tabela, como se fosse um comércio…
    Perdi a vontade de ser iniciada, pois quero que meu santo seja feito com amor, não quero comprá-lo.

    Desde já agradeço a atenção.
    Um grande abraço e axé a todos.
    Mukuiu.


  942. Bom Mayara vamos em partes, primeiro onde fica localizado o barracão, segundo, o que é Angola Muxikongo?


  943. em Junho 9, 2015 às 4:41 pm Luciana Gonçalves

    Matumba axé aos mais velhos e motumba aos mais novos sou filha de nanã e gostaria de saber se um babalorixá hétero pode me raspar pois já ouvi muitas histórias q nanã tem quizila com mão de homem. Obrigado .


  944. Luciana,

    Nanã não tem quizila com a mão de homem, na verdade Nanã não é iniciada em Homem. Os Guardiãs do Templo de Nanã são homens! Fique tranquila pois Orunmilá quando confirma o posto de Babalorixá para um Homem é para cuidar e iniciar todo e qualquer Orixá.

    Babalorixá interpretando quer diz: Pai que tem conhecimento em Orixá.

    Axé.


  945. E o pai Crioulo de Nanã, foi iniciado pra ela ner..


  946. Rafael,

    É o que dizem…vida que segue.

    Axé.


  947. “Um colar de Nanã”

    Ramiro Barnabó
    Artista Plástico (filho de Carybé)
    Salvador, 30 de março de 2000
    Do Livro: “Mãe Senhora”

    Conheci Mãe Senhora, ainda moleque, levado à roça pelo meu pai que ia sempre lá. Ele gostava de Candomblé, era interessado, pesquisava e desenhava. Eu era pequeno e nem pensava nisso ainda. O que eu me lembro bem de mãe Senhora era o jeito dela andar, bem característico, porque ela era gorda. Naquela época, o candomblé não era como é hoje, era bem mais modesto. Na casa de Xangô tinha um corredorzinho assim estreito; na frente era o lugar onde faziam as coisas, atendiam as pessoas e ela ficava sentada na entrada desse corredor; estava sempre sentada. Ela era séria, sempre com aquela fisionomia séria, um olhar crítico… andava com dificuldade e de um jeito próprio, arrastando aqueles chinelos e vestida com saias largas. Outra coisa marcante nela, era que tinha uns peitos enormes e ela esquentava as mãos, assim me parecia, com os braços cruzados por baixo dos seios. A última vez que a vi, eu devia ter 17 anos.
    Lembro-me de quando fiz meu primeiro bori. Meu pai decidiu e me levou – a gente ia lá muito na influência de Carybé – como fomos criados muito juntos com os filhos de Mario Cravo, os meninos dele, às vezes, iam também com a gente. Então foi feito o jogo e deu que EU ERA DE NANÃ e marcou o dia para fazermos o bori. Ivan era uns 3 anos mais novo que eu. Fizemos ele, eu e Juanita, a mulher de Didi. Nós fizemos na casa de Xangô e Juanita separada, em outra casa mais embaixo. Estávamos vestidos de branco, mãe Senhora amarrou um peixe cozido na minha cabeça e começou a falar em nagô e nós tivemos um acesso de riso incontrolável. A gente não conseguia se conter, ela continuou fazendo as rezas e a gente rindo; ela compreendeu que não conseguíamos nos controlar. Ficamos ali com aquele negócio na cabeça e dormimos a noite, lá sobre uma esteira. De manhã, tomamos um banho de folhas e ELA ME DEU UM COLAR DE NANÃ.
    Eu ia muito no Axé com meu pai e ela estava sempre lá, com aquela cara meio fechada que ela tinha, um olhar irônico. Ia com ele às festas, mas eu ficava no carro dormindo e só acordava quando começava o pipoco do foguetório, já de noite. Lembro-me também daquelas comidas de santo que davam pra gente depois das festas.
    A roça ficava no meio do mato; do outro lado da roça, onde tinha um caminho que dava no Retiro, havia árvores imensas: muitas jaqueiras, mangueiras e uma fonte. Era muito bonito.
    Conheci, ainda jovens, muitas daquelas filhas-de-santo que hoje são velhinhas; algumas devem já ter falecido. Lembro-me de Didi, ele vivia lá na roça, e, também, de Moacyr. Uma vez, acompanhados de Didi, assistimos um Candomblé de eguns, em Itaparica.
    Meu pai me levava também a outros candomblés, desde muito pequeno: conheci a Casa Branca, na Vasco da Gama – são as primeiras lembranças que eu tenho. Morávamos no Rio Vermelho e íamos de bonde, seguindo um caminho no meio do mato. Naquele tempo, tudo por ali era mato. Depois a gente subia a pé, até chegar lá. Na Chapada do Rio Vermelho, onde é hoje o Vale das Pedrinhas, também tinha outro – o de Cosme, um pai-de-santo que não era preto – ficava no Nordeste de Amaralina. A gente subia pela Chapada, atravessava ponte, rio, sempre pelo mato. Como eu era pequeno, meu pai me levava nas costas, montado no seu cangote, pra subir o morro. Hoje aquilo virou um mar de construções, aquela favela meio elitizada.
    Com esta modernização toda que houve e chegou aos candomblés, a invasão de gente estranha, a turma do “show business”, da mídia, eu me afastei. Antigamente era a roça, o barracão era mesmo um barracão rústico, mas era tudo muito mais bonito. Hoje para se ver um candomblé mas autêntico, mais ingênuo, com aquele cheiro de África, tem que se procurar pelo interior, onde há muitos ainda, mais preservados desse assédio de artistas, da política, das mazelas do mundo que já chegaram ao candomblé.
    Eu voltei ao Opô Afonjá, já agora no tempo de mãe Stella. Às vezes, eu vou ainda, porque gosto muito do som do candomblé, gosto daquele cheiro do candomblé. Já não frequento, mas minha cabeça está lá.”


  948. AGO BABÁ, MAS ALÉM DE SER LINDO O TEXTO, ME PARECE PERTINENTE O ASSUNTO… MOTUMBA


  949. Rafael,

    Existe um assunto muito restrito dentro do culto aos Orixás que nunca foi abordado aqui com profundidade e certamente nunca será, ainda mais agora com tanta tecnologia curiosa, porém, esta frase ilustra o assunto: Podemos nascer para um Orixá, amá-lo, cultuá-lo, preponderá-lo sobre qualquer situação, entretanto, pode acontecer devido as circunstâncias de nos iniciarmos para outro, inclusive com consenso e de comum acordo. Ao Orí o que é de aceitação do Orí.

    Mutunbaxé, Mutunbá.


  950. em Junho 22, 2015 às 12:00 am hellenlpereira @gmail.com

    Eu queria saber por gentileza se no candomblé da Bahia se faz trabalho de Magia negra e se faz pacto com o Diabo , pois eu queria entrar para essa religião , pois tenho uma grande admiração por essa religião mas tenho essas duvidas ?
    e se caso a pessoa quiser pedir por um trabalho no candomblé para pedir pela aprovação em um concurso publico , qual trabalho poderia ser feito ?


  951. Bom dia Hellen.
    Nenhuma casa de Candomblé faz pacto com Diabo, isso é prática das Igrejas Evangélicas, afinal evocam o Diabo o tempo todo.
    Não somos feiticeiros ou mágicos, somos cultuadores das forças que se encontram na natureza.
    Boa sorte!


  952. em Junho 22, 2015 às 5:00 pm hellenlpereira@gmail.com

    queria saber por gentileza , se no candomblé faz trabalhos de magia negra ,? e por que eu estou querendo entrar para essa religião que tanto admiro . e respeito. por favor me compreendam , e que eu tenho essas duvidas ?
    logo apos tirar essas duvidas irei procurar um terreiro para ingressar nesta linda religião ?


  953. hellen onde será que existe apenas pessoas do bem?
    Qual o coração que vc conhece intimamente?
    Não existe religião do mal ou somente do bem. Existe o ser humano seu caráter (bom ou ruim).
    O que se deve ter em mente é: O que eu posso fazer para melhorar e mim mesmo e ao mundo que vivo.
    Que tipo de natureza vou ajudar a preservar e reconstruir para as gerações futuras?
    Estes são os princípios que devem ser seguidos.
    Se por acaso vc esbarrar com pessoas deste nível, de meia volta e se afaste.
    Temos pessoas ruins dentro de todas as religiões. Isto é verídico e tem testemunho vivo.
    O que nós como sacerdotes sérios nos propomos a fazer é dar instrução, correção e elevação espiritual.
    Quem quiser seguir tudo bem, quem não quiser seguir a porta da rua é um caminho largo e seguro.
    Pense bem antes de adentrar a qualquer casa, quem faz a religião são as pessoas.
    O Candomblé não é, nunca foi e nunca será um religião para maltratar pessoas, quem age desta forma, presta contas.

    Ire


  954. em Junho 23, 2015 às 12:46 am hellenlpereira@gmail.com

    Queria saber por gentileza se na religião do candomblé da Bahia se faz trabalho de magia negra e se faz pacto com o diabo ? Poderiam me esclarecer por gentileza ?


  955. hellen eu lhe respondi.
    Quanto ao pacto com o diabo em nossa religião não existe.
    Por um pequeno detalhe que muita gente desconhece:
    O Diabo é uma criação Cristã, em nossa religião não existe diabo, demônio, chupa cabra, zoiudo, ziza, amaldiçoado e outros apelidos.
    É por isso que estamos sempre orientando vcs.
    Estudem sua religião, não tenham preguiça de ler.
    Espero que agora vc esteja completamente esclarecida.
    Mas faça um favor a vc mesma:
    Se vc tem duvidas, não entre para a religião, não entre para nenhuma religião.
    Fé é ausência de duvidas, se vc tem tantas duvidas, se prepare melhor.

    Ire


  956. em Junho 23, 2015 às 5:46 pm hellelpereira@gmail.com

    Obrigado pelo esclarecimento, peço desculpas , e por que eu tenho grande paixao pelo candomble , amo essa religiao ! mas tinha essas dvuvidas ! peço desculpas , a minha intençao nao era de magoar , respeito demais os meus irmaos do candomblé, e pretendo fazer parte dessa religiao ja que me foi esclarecido as minhas duvidas !


  957. em Junho 24, 2015 às 3:27 am Divina Aparecida

    Gostaria de saber quem joga búzios…
    Babalarixá, yalorixá somente?
    Sou de Oxumaré com Xangô.
    Vou jogar búzios…mas tenho somente seis anos de iniciação.


  958. Oi eu queria sabe se uma pessoa que não e feita de orixá ela pode se suspensa como eked E se depois ela pode roda de santo ?


  959. Divina,

    Se você tiver cargo de Iyalorixá certamente você terá na sua cuia ou deká o jogo de búzios dado e conferido por Orunmilá com apoio de seu zelador. Converse com seu zelador para lhe orientar quanto aos Odús e configurações, vai aprendendo e para quando ganhar o jogo já ter uma noção. Saiba que os búzios comem e tem preceito.

    Axé.

    Axé.


  960. Gabrielle,

    Pode acontecer até mesmo sendo confirmada, todo cuidado é pouco, pois egun normalmente toma a frente imitando o Orixá.

    Axé.


  961. em Junho 24, 2015 às 7:44 pm hellenlpereira@gmail.com

    queria iniciar na religiao do candomblé, mas queria saber se nessa religiao , faz pacto com o diabo e se faz trabalho de magia negra ?por gentileza me respondam , e que eu fui iniciar e falaram um monte de abrobinha para mim, agora estou com essas duvidas ?


  962. em Junho 28, 2015 às 2:25 am hellenlpereira@gmail.com

    queria iniciar na religião do candomblé , mas queria saber se nessa religião , faz pacto com o diabo e se faz trabalho de magia negra ? Por gentileza me respondam , e que fui iniciar e falaram um monte de abrobrinha para mim , agora estou com duvidas ? por gentileza poderiam me esclarecer ?


  963. hellen,

    Isso não existe na nossa religião, não se faz pacto com diabo e magia negra só existe no folclore brasileiro.

    Axé.


  964. em Junho 30, 2015 às 6:40 pm hellenlpereira@gmail.com

    Eu Hellenl, a uns 2 anos atras eu pedi a Mãe de santo Da Bahia , do candomblé chamada de Mãe Preta Iyalorixá , para que ela fizesse um trabalho pela minha aprovação em um concurso militar, e esse trabalho foi realizado a distancia ,ou seja ela no terreiro e eu na minha casa ela no começo do trabalho pediu uma foto minha, e pediu para que eu acendesse uma vela de 7 dias para o meu anjo da guarda , e que ficasse de resguardo durante 21 dias na minha casa e que eu não poderia sair depois da meia noite . que eu teria que ficar sem comer carne , sem fazer sexo , mas eu nao consegui minha aprovação neste concurso . e queria saber se essa Mãe Preta é uma Mãe de santo seria ?
    e qual o tipo de trabalho que ela fez para pedir pela minha aprovação neste concurso militar ?
    sera que foi feito algum pacto ?
    e sera que essa Mãe preta da Bahia e uma Mãe de Santo séria ?
    Ouvi muitas reclamaçoes dessa Mãe preta ,
    Aguardo respostas ?


  965. hellenipereira eu não conheço a mãe Preta.
    Se vc ouviu reclamações sobre ela, então, podemos ver que algo muito sério está acontecendo.
    Não vá atrás de coisas fáceis. Nossa religião não se presta a este tipo de coisas.
    Nossa religião é séria, exige comprometimento, exige trabalho duro e foco.
    Ajudamos, desde que a pessoa também se ajude e como vc, muitas pessoas estudaram, se comprometeram e focaram.
    Acredite, seriamente, primeiramente em você,em sua capacidade, no seu esforço e nunca desista de seus sonhos.
    Um conselho, faça um jogo e pergunte se esta carreira é realmente o seu caminho, pois, você pode encontrar a desilusão lá na frente e ver todo seu esforço ir por água abaixo.

    Ire


  966. em Julho 8, 2015 às 6:28 pm Alberto Dias

    Olá… fiz uma viagem e visitei um barracão na Praia Grande onde o zelador dessa casa diz ser feito com Pai Raminho lá de Recife, a casa dele se intitula Jeje-Nagô porém toda a ritualística parece Ketu, cantam em yoruba e fazem o xirê normalmente cantando para todos os Orixás. A única coisa Jeje que presenciei foi o cumprimento como Kolofé e chamam as divindades de Vodun mesmo que estejam cantando aparentemente para Orixá. Não estou criticando a casa, achei bonito, porém não entendi. O Jeje-Nagô é isso mesmo? Existem barracões de Jeje-Nagô que aderiram totalmente as divindades e idioma Yoruba? Abraço e agradeço se puderem elucidar essa dúvida. Axé. Alberto.


  967. em Julho 8, 2015 às 10:56 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Euandilu, boa noite!

    No culto aos inkisses, há o ritual do bori, ou existe algo similar, devido a terem, provavelmente, uma compreensão diferenciada do ori?

    Um abraço.


  968. em Julho 8, 2015 às 11:36 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Boa noite, pai Fernando!

    Esse cântico é conhecido?
    Existe uma cantiga que Oxun segura o ventre para demonstrar seu domínio e proteção, sua magia afasta e garante vida longa aos Abikús.

    Um abraço.


  969. Bom dia Carmelo, nós bantus temos sim uma obrigação muito parecido com o Bori, que se chama “Kudia Mutuê” (comida a cabeça), mas direcionamos a obrigação ao “muxima” (coração).
    Lógico que a cabeça come, mas o precedimento é outro.
    Abraços!!!


  970. em Julho 9, 2015 às 1:06 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Bom dia, Euandilu!

    Obrigado pela resposta!

    Fraternalmente.


  971. Alberto,

    De Jêje só tem mesmo o comprimento, entendo que este barracão é Ketu/Nagô. Deveriam passar o comprimento para Mutunbá ou motumbá.

    Axé.


  972. Mário,

    Tem uma cantiga que reporta a sua importância na gestação, muitos cantam e nem sabem deste fundamento.

    Axé.


  973. em Julho 9, 2015 às 6:32 pm Mário Carmelo Barbosa dos Santos

    Pai Fernando, obrigado!


  974. Boa tarde! Já li que um casal quando é iniciado no mesmo barracão existem zeladores que raspam os dois e outros que preferem que um deles seja raspado por um Egbomi. Após a feitura, “tradicionalmente falando”… os assentamentos dos Orixás e do Exu do casal podem ficar no mesmo quarto/lugar ou devem ficar separados? Abraço! Axé.


  975. Boa noite, queria esclarecer uma dúvida, um pai ou mãe de santo pode raspar uma pessoa com a mesma qualidade de santo um ex: uma pai de santo de ogunja pode raspar uma pessoa de ogunja? Queria saber se não gera um conflito na casa uma quizila com o orixar líder que é ogunja.


  976. Victor,

    Não pode de forma alguma, neste caso recorre-se a outra pessoa (egbon) da Casa ou do Axé.

    Axé.


  977. Motumbá
    gostaria de saber se uma pessoa for iniciado de um orixá q não é de seu orí, tem como resolver depois? , digo raspar o orixá certo?


  978. Babalossain,

    Se na iniciação a pessoa não deu incorporação alguma e for confirmado posteriormente que não houve a iniciação, poderá fazer tudo novamente, porém , com a presença do Orixá e confirmado através do Obí.

    Axé.


  979. em Agosto 8, 2015 às 2:09 pm Lucelia francisco de araujo

    Quero perguntar, uma mulher que tem raiva de mim falou pro rapaz que eu amo que estou fazendo macumba pra ele, e pelo jeito ele acreditou oque eu faso?


  980. Lucelia ou ele acredita em você ou nada irá dar certo em suas vidas.
    Converse e seja franca, se ele não acreditar… Paciência.

    Ire


  981. Bom dia, não sei se este blogue ainda está ativo, porém tenho uma pergunta, uma dúvida que está me perturbando, nesta última quinta-feira fui ao terreiro de candomble que já frequento a alguns meses como cliente, fui vestida de branco pela primeira vez pois a quinze dias o seu tiriri encorpado no pai de santo do terreiro me questionou sobre o prq eu não estar de branco, então comprei uma roupa branca e fui mas ainda como cliente peguei uma senha para a consulta com o marinheiro Martins pescador, após os cantos e rituais o marinheiro chegou, obs.. A um tempo fui a outro terreiro um de ketu e um marinheiro desceu e encanou comigo me chamando de sereia… E desta vez não foi diferente o marinheiro encanou comigo denovo no terreiro de angola que frequento agora, novamente com a história da sereia, depois disso os rituais continuaram, quando chegou a hora da consulta e foi minha vez fui até ele, e veio de novo me chamando de sereia chamava os filhos do terreiro pra pegar em minha mão pois ela sempre fica gelada e suando muito nos rituais, ele dizia olhem só ela é uma sereia, depois de um tempo ali me ofereceu bebida e comida e chamou duas pessoas da casa e disse fiquem aqui para segurar ela, de início não entendi nada, ficou um tempo escolhendo o ponto a ser tocado e decidiu por um ponto de iemanjar, bastaram alguns segundos de canto para eu sair do meu corpo e algo entrar, eu senti tremedeira e minhas pernas ficaram ampretecidas, tinha picos de consciência mas não conseguia controlar meu corpo que alternava entre o desequilíbrio e giros e danças, quanto o menino do atabaque mudou o toque para um de pombo gira, eu senti oque estava em mim indo embora e meu corpo como se saísse aos poucos de um formigamento, foi me dado pelo marinheiro uma vela vermelha e mandou eu ir acender na casa da pombo gira e exus. Eu fui um filho de santo que me auxiliava me deu a vela na porta do quartinho e disse ascende onde você quiser, eu nunca tive permissão para entrar naquele quartinho, mas entrei ascendi a vela coloquei de pé em um lugar lá dentro e sai, ainda passando um pouco de mal, da encorporaçao com a boca seca e dor de cabeça é meu corpo meio trêmulo, descansei um pouco e fui embora.
    Agora a pergunta oque aconteceu comigo, achei que tinha de ser iniciada ser filha de santo pra receber algum tipo de encorporaçao. E porque não consegui manter a entidade no meu corpo, mudou o ponto ela foi embora, que entidade será que era, e agora oque eu faço? Tem possibilidade dela voltar pra dentro de mim sem eu estar no terreiro, prq estou me sentindo diferente desde o fato, como se nunca estivesse sozinha, e também um tipo de alívio como se eu tivesse cumprido algo. Me respondam por favor estou muito confusa….
    Desde já agradeço


  982. Bruna todas estas perguntas deveria ter sido feitas no próprio barracão.
    Eles deveriam lhe dar explicações (se você foi embora como uma louca assustada ai não tem como lhe ajudar), eles viram, presenciaram e sabem o que aconteceu.
    Uma coisa é certa, você recebeu a energia de alguma entidade.
    Volte na casa, converse com o sacerdote, faça um jogo e com certeza ele vai explicar tudo.

    Ire


  983. Na visão do candomblé,qual o destino dos animais,vegetais e até minerais?Eles existem apenas para servir ao homem,como alimento,transporte,etc,ou eles evoluem?Vieram de algum mundo inferior?.


  984. Kertley acreditamos que tudo na vida está conectado e que cada elemento tem uam certa forma de consciência.
    Cada um deste elementos tem seu propósito dentro da cadeia espiritual
    Não há evolução da inteligência, uma vez que eles são desprovidos dela.
    Não existe mundo inferior, o que sabemos do mundo espiritual são os seus estágios (Vide o nome de Òya. Iyansan = A mãe dos nove espaço do Òrún).

    Um ensinamento de Ifá no Odù ÌrÓsùn mèjì nos diz:

    Isàsàràfogbesà’yà consultou Ifá para Àkùko adìyè (galo).
    Ele foi aconselhado a oferecer seu boné vermelho (a crista do galo) e 2.200 búzios
    Ele se recusou a oferecer.
    Ele se recusou a oferecer o seu boné vermelho.
    Os bàbáláwo disseram que o galo seria morto.
    O galo disse, “Deixe estar”.

    O galo se recusou oferecer o seu boné vermelho (Crista) porque ele tinha aceitado a morte como uma obrigação da vida.

    Aqui a metáfora nos diz que o Galo enquanto espírito se ofereceu como elemento de ligação entre o céu e a terra quando fosse necessária a sua ajuda.
    Assim veremos vários animais e vegetais cumprindo o seu papel espiritual para nos auxiliar.
    Olodumarè é perfeito.

    Ire


  985. Da Ilha,obrigado pela resposta,eu pensei que os minerais evoluíam para o estado vegetal,posteriormente para o estado animal e depois para o estado humano.Pensei que seres maus de mundos inferiores ou outros mundos começavam a sua jornada na terra na forma mineral iam evoluindo e o sofrimento seria uma forma de evolução.Dizem que o homem sofre ou tem felicidade de acordo com o que fez em vidas passadas e que o sofrimento serve para a evolução.Em relação ao animais por exemplo,como eles não possuem aparentemente nenhum carma para pagar e não evoluem,o sofrimento/sacrifício deles (assim como de vegetais e minerais) não serve pra nada?Não seria uma injustiça sofrimento sem propósito?.Gostaria também de saber se os animais reencarnam.


  986. Kertley eu lhe disse que cada um destes elementos tem sua função espiritual, não há sofrimento dede que o ritual seja feito corretamente.
    Quem disse que eles não tem karma para pagar?
    O galo paga pela sua arrogância, o carneiro pela traição, a tartaruga pela sua mentira e assim outras histórias nasceram para fortalecer o mito.
    A ordem natural das coisas (vida) foi gerada pela sabedoria do Onipotente/Deus/Olodumarè, não podemos nos esquecer que a vida ‘animal’ não tem a mesma aparência no mundo espiritual.
    A literatura de Ifá (Nossa escritura sagrada) está repleta de exemplos destes animais em seu estado espiritual, nos dá uma ideia, mas, não tem precisão de informações.
    Eu gostaria que você deixasse a palavra sofrimento fora desta indagação, não há sofrimento, os vegetarianos e correlatos acham que existe por não comerem carne, mas quem adora um bife, peito de frango, linguiça, hamburger e etc., sabe que a hipocrisia reina quando se toca neste assunto.
    Eu acredito que vc não deu a devida atenção a minha resposta anterior, pois, eu lhe disse que tudo que era ofertado tinha um propósito e uma finalidade especifica.
    Injustiça sem propósito é jogar carne fora, quando a maior parte da população não tem acesso a este tipo de alimento.
    De acordo com a filosofia de Ifá, eles retornam.

    Ire


  987. Por gentileza, gostaria de saber em quais condições uma mulher feita poderia ser raspada de Yewá?


  988. Marcelle,

    Em nenhuma condição já que já é feita.

    Axé.


  989. gostaria de saber o significado da dijina OFÀ LECY


  990. wagner,

    Ofá- arco e flexa

    Lecy- Não sei, talvez “passado”, dando a ideia de antigo


  991. obrigado


  992. em Agosto 27, 2015 às 8:31 pm Marlon Alves novais

    Eu sonhei que estava em uma favela e que eu fiquei irritado com algo e tipo ai por causa de ter ficado irritado um cara queria briga comigo e tipo depois entrei em uma casa toda mau rebocada e lá estava alguns meninos e tipo depois o meu pai de Santo entrou. E tipo os garotos cv com ele é depois eu cv. E quando foi mais tarde um garoto que estava na casa veio quere briga ele pegou o célula que tenho hj é h
    Jogou no chão ai eu quebrei ele no pau e isso nossa …


  993. Marlon,

    Converse com seu zelador sobre esse sonho, me parece que você passa por alguma perturbação.

    Axé.


  994. Ola ha uns dias estou em salvador procurando uma casa pra podet me iniciar, moro em outro estado e la quase nao existe candomble! Alguem pode m indicar um casa pra eu poder ir conhecer ou fala com alguem, ou pra jogar, uma coisa boa d angola de preferencia ou de keto mesmo!


  995. Kayo,

    Terreiro Bate Folha – Angola
    .Travessa de São Jorge 65
    .Mata Escura – Salvador
    .(71) 3261.2354

    Terreiro Casa de Oxumare-Ketu/nagô
    .Travessa Pedro Gama baixo -Federação/Salvador
    .(71) 3331.0922

    Axé.


  996. Motumbá pai Fernando.É possível a gente receber um igbá orixá de um irmão de barco (dofono),aqueles igbás que não despacham.


  997. Nei,

    Se for somente o Igbá ( sem conteúdo) não há problema algum.

    Axé.


  998. Bom dia! Gostaria de saber o endereço/telefone da Asè do inkisse Dandure – bate folha. Sei que fica na Pavuna, mas não sei o local certo. Bom dia!


  999. euandilu, bom dia! Poderia me passar o endereço do Asè de Dandure? Tentei ligar para seu numero que deixou em uma das resposta, mas não consegui. O meu número é 21-997798972. Grato!


  1000. Bom dia mano, o Dandure não é Bate Folha, ele é Tumba Junsara ok. O meu zap é 96408-5150


  1001. Ola alguém poderia me indicar casa d angola no estado de sao paulo( pofr ser na capital, no litoral ou ate mesmo no interior), uma casa de tradicao pode ser bate folha tumba junsara ou tumbenci????


  1002. eu queria conhecer sobre o velo as so com meu santo mais depois q eu conheces eu vou fik dependente a ele


  1003. Boa tarde Alessandra, mas eu não entendi sua pergunta.


  1004. Kayo tem a casa de Maza Kesy em Santos que é tradição Bate Folha.


  1005. Ola vc tem contato ou endereco da mametu maza kesy de santos ?


  1006. Caio o tel do barracão é 13 3232-3688.


  1007. Bom queria sabe qual o meu orixá ou pomba gira?


  1008. Thaynara você deve buscar alguém de confiança e conhecimento do oráculo para responder suas perguntas no jogo de búzios.
    Se você for de S. Paulo ou Rio, podemos indicar alguém nas capitais.

    Ire


  1009. Por favor podem me responder se estas origens são condizentes com a realidade do Congo angola.
    É muito importante mesmo para mim saber sobre isso, os senhores parecem conhecer muito o candomble de angola por favor me digam se isto está certo.
    FILHO DE TÁTA CAJALACY, NETO DE OIÁ ICÊ, BISNETO DE OIÁ MANAUNDÊ E TATARANETO DE MANADEUÍ DE ARACAJÚ SERGIPE ( CONGO ANGOLA ).


  1010. Boa tarde!
    Sou leiga no que diz respeito aos sacrifícios para a iniciação de uma pessoa no Candomblé;mas gostaria de sanar a minha dúvida: a bebida EBÓ é para beber também???Obrigado desde já!!!!


  1011. Camila,

    Temos esse post que diz o que é um Ebó:
    O que é um Ebó?
    São rituais que visam corrigir várias deficiências na vida de um ser humano (saúde, amor, prosperidade, trabalho profissional, equilíbrio, harmonia familiar, etc.) A composição de cada Ebó depende da sua finalidade, e os seus componentes vão desde bebidas a frutas, folhas, velas, adornos, alimentos secos, mel, óleo de palma, louças, artefactos de barro ou ágata., etc..

    O que é uma Oferenda?
    Chamamos oferendas aos rituais compostos de frutas, alimentos, carnes, bebidas, flores, louças e adereços que servem para oferecer aos Orixás, como uma súplica para se alcançar uma graça, bem como para homenagear e cultuar um Orixá, de forma a fortalecer o nosso vínculo com o mesmo.

    Cada Orixá tem os seus respectivos alimentos, as suas flores, as suas cores, as suas bebidas e a sua forma particular de culto, orações e invocações.

    Conselhos: Ao fazer um Trabalho/Ebó, além da fé você deve:
    1. Só utilizar material novo.
    2. Nunca substituir um material por outro.
    3. Usar somente o que a receita pede.
    4. Ao fazer o trabalho, mantenha o pensamento firme no que você realmente deseja.

    Atenção: Nunca faça um Trabalho/Ebó para desejar o mal de alguém, pois um pensamento negativo atrai para si essa má vibração. E, sempre que tiver o seu desejo realizado, lembre-se de agradecer, dessa forma, um universo de boas energias passará a “conspirar” por si.

    Axé.


  1012. Olá por favor alguem pode me ajudar, com uma cantiga que não tenho certeza mas acho que toca nas saídas de santo to com ela na cabeça a muito tempo gostaria se possivel alguém colocasse a letra se der pra identificar ou a tradução, é mais o menos assim

    eee aubóo keoajoo
    eee aubóo keoajo

    obrigado


  1013. Com licença aos mais velhos! Creio que a Camila estava se referindo às ervas quinadas e passadas (perdão pela palavra mas é só para explicar “meio apodrecias”), que chamamos aqui na região de abô, que serve pra banhos e que tem um odor característico. Eu também já ouvi relatos de pessoas já beberam na iniciação, também não sei se procede. Mas é um descarrego e tanto, já tomei varios banhos de abô! Espero ter ajudado, Axe!


  1014. Rafael,

    Perfeito, o abô é uma efusão de ervas.

    Quero apenas chamar a atenção que o Abô deve ser feito com ervas frescas e não deve ser ingerido de forma alguma. O Abô é exclusivamente para banhos de limpeza e purificação. As folhas quando chegam descansam sobre uma esteira, depois são lavadas, rezadas, abre-se um obí sobre elas, etc, etc e só depois então são quinadas e temperadas.

    Obs: Sei que ainda tem casas que conservam o abô em porrões que acabam apodrecendo e causando um odor horrível e desagradável, e isso não é axé é contra-axé, principalmente para pessoas de Oxalá.

    Aprendi que só devemos passar em nosso corpo as folhas frescas ligadas ao nosso orí e nosso Orixá, para propiciar o bem estar, purificar e limpar.

    Axé.


  1015. Dilson,

    “E wá mbò k’e wá jó”

    “Vocês vêm retornando para dançar”

    Axé.


  1016. Obrigado Pai Fernando


  1017. Vi acima, essa resposta do Da Ilha à uma pergunta sobre “bolar no santo”:

    “Beatriz o ato de bolar nada mais é que:
    Receber uma carga de energia muito grande do orisa e desfalecer.
    Depois disto, levantamos o neófito e vida que segue.
    Cabe a ele decidir se quer ou não se inicar, mas, nada é na hora ou para ontem.
    Salvo casos de morte iminente.”

    Na parte do “Salvo casos de morte iminente” fiquei com dúvidas:

    Se iniciar em orisa, pode evitar a morte (que estava iminente)? Ou é só pelo fato de “dar comida ao orisa” antes de morrer?

    Desde já, agradeço a atenção.


  1018. Flávio,

    Isso só quem pode responder é o jogo através de Orunmilá. Há casos de pessoas se iniciarem como única forma de tirar o ikú do caminho daquela pessoa, pois os ebós que se fizeram necessários fazer culminam iminentemente na iniciação, são casos raros.

    Axé.


  1019. Ola, gosto muito deste blog. Gostaria de saber do querido tata Euandilu sobre o inkice mavalutango. Muito obrigada desde ja.


  1020. Olá Fátima,
    Mavilutango é um Nkisi ligado aos caminhos, ruas e encruzilhadas, é o Nkisi que abre os caminhos, o que libera a passagem.
    Ele não é feito na cabeça de ninguém, é um Nkisi de contemplação, ou seja, só o louvamos e pedimos suas bençãos.
    Suas oferendas são Maiaka(padê), galos e bodes, e é louvado nas segundas feiras.


  1021. em Dezembro 28, 2015 às 1:34 pm Eduardo silva neves

    Pergunta tem um juramento que se faz quando vai raspar o santo que juramento e esse?


  1022. Eduardo,

    Cada casa em seu ritual de juramento próprio, e por ser exatamente um juramento não posso aqui expressá-lo, pois estou sob o juramento de não revelar. Quando você se iniciar você saberá.

    Axé.


  1023. Boa noite Eduardo, existe 8m juramento sim, mas vc só vai saber quando for iniciado.


  1024. Oi. Estou escrevendo um livro, e um personagem principal é adepto dos orixás.
    Para melhor compor o personagens, eu agradeceria se fosse possível dar alguns segundos para responder detalhes que me ajudariam a escrever um capitulo que ocorre em um terreiro.
    Afinal, com mais personagens heroicos fictícios dessa crença, acredito que o preconceito tende a diminuir.

    1 – Há no rito alguma prática de falar palavras em línguas desconhecidas? Ainda que não seja predominante na religião, mas é algo frequente? Tal como , por exemplo, igrejas evangélicas em que fiéis falam em ‘línguas’.
    Faria sentido se um pai de santo falasse yorubá entre diálogos por força do orixá?
    2 – Como você descreveria a prática religiosa e a rotina no terreiro?
    3 – Como é a vida apos a morte segundo os orixás?
    4 – O que seria representação do mal nessa religião?


  1025. Olá
    Estava pesquisando o significado do sonho do meu irmão daí apareceu está página de vocês resolve abrir e comentar. Meu irmão teve um sonho muito estranho esta noite , era assim eu e meu irmão estávamos comendo alguma coisa ai ele achou duas agulhas na comida dele e uma na minha ele ainda tirou uma agulha da boca e depois viu que tinha acarajé no sonho tbm . Me ajudem nisso por favor. obg


  1026. Gostaria de saber se existe no candomble “apontar o santo”, que seria um ritual feito antes da feitura. Se positivo como isso é acontece? Gostaria de saber se existe a possibilidade do mesmo zelador de santo iniciar um casal, mesmo que em momentos diferentes. Se negativo como poderia ser iniciado então o casal?


  1027. João,

    Acabei de publicar um post sobre “Ogan no Candomblé Ketu”, leia-o com atenção, pois acho que responde sua pergunta.

    Axé.


  1028. em Janeiro 20, 2016 às 1:35 am Carlos Eduardo

    Gostaria de saber qual o fundamento de uma pessoa dar comida pra cães de rua alimento super bem preparado,desde já agradeço


  1029. Carlos,

    Existem determinados ebós que dentre outras oferendas se oferece comida para 7 cachorros de rua.

    Axé.


  1030. Boa noite,

    Gostaria de saber porque Omulu é tão confundido com Oxalá em jogo?
    Ex: Joguei em Angola saiu Omulu e Oxalá e juntó Oxum
    Joguei no Jeje saiu apenas Oxalá e juntó Oxum, sendo que esse Oxalá tem altas probabilidades de ser Oxalufãn.
    Eles se confundem assim mesmo?


  1031. Lalinha,

    Procure uma Casa de candomblé Ketu para jogar. Certamente este Omolú é um Jagun, Orixá que veste branco muito ligado a Oxalá, é por isso. Muito provavelmente você seja de Jagun.

    Axé.


  1032. em Janeiro 25, 2016 às 4:10 pm Dofonotinha de Xangô

    Fernando, bom dia!
    Deixei numa resposta de e-mail umas perguntas, mas não sei se não viu ainda, porque não obtive resposta!
    Grata!


  1033. Dofonitin de Xangô.

    Que situação complicada, quanto coisa mal entendida e mal resolvida, quanta coisa fora da normalidade de uma casa de candomblé.

    Vou passar um email.

    Axé.


  1034. em Janeiro 25, 2016 às 6:23 pm Dofonotinha de Xangô

    Obrigada mesmo de coração, preciso muito de ajuda, fico no aguardo do seu e-mail.
    Motumbá!


  1035. olá bom dia…. final do ano passado fui em casa de candomble, chegando la a mae de santo nao pode jogar buzios pra mim pq a mesa dela estava coberta, entao de repente o ere dele virou nela, e me disse o meu primeiro (sempre nos jogos da o mesmo) e me disse tb o segundo santo ( sempre varia de jogoe de casa pra casa) ….isso pode ser levado em consideracao um ere fal meu segundo santo?? afinal eu aprendi q so o jogo d buzios pode da o santo! oq me diz???


  1036. Calen7,

    Pode acontecer sim, porém, não é a função do Erê fazer isso, o Erê deve respeito ao jogo da mãe de santo e não passar a frente.

    Axé.


  1037. Prezado Fernando D’Osogiyan, estive lendo seus ensinamentos sobre as folhas, inclusive, vi algumas cantigas de folha. A importância das folhas no nosso culto é enorme, por isso lhe peço a gentileza de postar um pouco mais de cantigas de folhas, com a indicação do Orixá correspondente a elas. Desde já lhe parabenizo e agradeço pela iniciativa em dividir seu conhecimento.


  1038. Vinicius,

    Assim que puder monto um post com as cantigas correspondentes a cada Orixá, lembro que uma folha pode servir para mais de um Orixá.

    Axé.


  1039. Bom dia, pai Fernando!

    O repolho amarelo pode ser ofertado a Oxun, por ocasião de sua festa e o roxo é de Nanã?

    Um abraço.


  1040. Mário,

    Infelizmente não conheço repolho como oferenda de Oxun, (não estou dizendo que não exista). Já ouvi dizer que no Umbandomblé oferecem repolho para Nanã.

    Axé.


  1041. Boa tarde, pai Fernando!

    Obrigado, mas a mulher pode imolar animais, pois há uma discussão sobre isso!!!

    Um abraço.


  1042. Mário,

    Pode amolar caso não tenha ninguém para faze-lo e for necessário a imolação.

    Grande abraço, Axé.


  1043. Tem algum centro que não faz uso de bebida alcoólica ? Tem nome especifico para esse centro ?


  1044. Matheus os centros de Umbanda pura, não fazem uso de bebida alcoólica, pelo menos, eles usam dentro de algumas festividades.
    Porém, saiba que o alcoól é usado, dentro do ritual, como um agente para se atingir dimensões diferentes da nossa.
    Mas, isso é outra história.

    Ire


  1045. Bom dia, Dailha!

    Na Jurema, culto de origem indígena e muito forte onde moro, na Jurema, os senhores Mestres e Mestras do passado ingeriam a bebida jurema para entra em contato com o sagrado e não pra encher a cara. A prática de fumar, a mesma coisa e não por vício e nem era esse cigarro industrializado.


  1046. Continua… Mas, lamentavelmente as coisas mudaram tanto.


  1047. Mário é um prazer poder voltar a trocar ideias com você.
    Eu já ouvi falar da bebida, porém, não podemos misturar bebida de poder (bebida que abre um canal espiritual em uma outra dimensão onde muitas coisas acontecem e outras podem acontecer). O fumo está dentro de Irete mèjì, o único Odù que autoriza seu uso.
    Acredito que o fumo e sua fumaça possam trazer benefícios assim como os defumadores.
    A Umbanda que conheci na década de sessenta tinha o uso de charutos e fumo nos cachimbos, mas a bebida era restrita.

    Ire alaafia


  1048. ola! gostaria de saber qual a quantidade de contas que se intercalam na guia de xangô… 6 ou 7?


  1049. Marcos,

    A conta de Xangô no ketu/nagô são intercaladas alternadamente branca e marrom. Alguns outros cultos intercalam de 6 em 6 ou 12 em 12.

    Xangô súre fún o ( Xangô te abençoe )

    Axé.


  1050. Boa tarde,Ode O’laigbo!

    É sempre um prazer está aqui conversando e aprendendo com o senhor, pai Fernando e todos/as que interagem nesse espaço.
    Então quer dizer que o fuma/ou a fumaça é permitida no culto aos orixás, em determinadas ocasiões?
    Olhe, na década de sessenta, pois agora é uma bebedeira desgraçada. Lamento muito!!!


  1051. Carmelo somente se o Odù Irete mèjì indicar.
    Pois, dentro do Odù Eji Ogbè a fumaça é tabu para nós.
    Retrata o mundo em chamas e por este motivo não usamos do tabagismo.
    Não podemos misturar com a fumaça encantada dos nossos poderosos defumadores e afins.

    Ire


  1052. obrigado pela resposta fernando… a minha é vermelha e branca intercalada de 6 em 6… mas cada um me falava uma coisa… agora sei que esta certa. meu xangô é o velho da pedreira.


  1053. Odé Ợlaigbo,se a fumaça ou tabagismo é tabu para nós,pq tantos pais e mães de santo fumam?.


  1054. Henrique essa é a questão.
    Eu era fumante, parei e sigo ao pé da letra a recomendação.
    Em minha casa e as casas que frequento (são apenas duas) também não se usa bebida alcoólica.
    Porém, essas informações estão em Ifá, poucos sabem e não posso culpar aqueles que não foram educados com essa informação.
    É como uma criança, não pode ser punida por não conhecer ou não saber do que se trata.

    Ire


  1055. Boa noite pai Fernando, sua casa é no Rio? Andei pesquisando umas casas pra jogar e nenhuma pareceu confiável!
    Abs


  1056. Lalinha,

    Minha Casa fica no Rio de Janeiro, enviarei end. por email.

    Axé.


  1057. Bom dia,

    Diz-se que no candomblé, os animais são “sacralizados” nos rituais que exigem o sacrifício dos animais, depois de toda uma preparação etc, para Orixá.
    Fato é, que existe sacrifício de animais para Exú catiço ou seja, entidades que passam looonge de serem divindades como são os Orixás…
    Nesse caso, os candomblecistas dizem estar “sacralizando” os animais tambem??
    Eu até entendo o sacrifício para Orixá, mas passa longe do meu entendimento, uma entidade mundana, como um exú catiço, receber sacrifício de animal, beber sangue do mesmo, inclusive eles próprios (catiços) cortarem esse animal…
    Algum zelador pode tentar me explicar essa questão?


  1058. Camila é difícil explicar sem entrar em detalhes, mas, vamos tentar.
    Nenhum animal é ofertado a qualquer entidade sem o conselho do oráculo, quem assim o faz, está transgredindo e com certeza essa oferta não será aceita.
    Cada animal dentro da cadeia alimentar e espiritual tem sua finalidade, fazemos uso da energia vital desse animal de acordo com a necessidade do suplicante, saúde, amor, doença, paz, perdas, filhos e etc.
    Essa oferta é feita de acordo com o caminho percorrido, pode ser:
    Um ritual para o próprio iniciado dentro de seu rito de passagem, iniciação, tempo de iniciado e finalização de seu ciclo iniciático.
    Pode ser um bori, sendo a pessoa iniciada ou não.
    Como pode ser o sacrifício que o suplicante faz para reverter uma situação negativa ou manutenção de uma posição positiva.
    As forças espirituais que iram ajudar esse suplicante está espalhada por uma gama de entidades, podendo ser: Òrìsà, Egungun ou Èsù (incluindo o Povo das Ruas, que você chama de catiço).
    Nenhuma divindade, entidade das chamadas falanges de Povo das Ruas, está autorizada a sacrificar qualquer tipo de animal, esse ritual é entregue a quem de direito e preparado para executar esse ritual (Asogun). Na falta dele temos outros Ogan e mesmo o sacerdote da casa.
    Esse sacrifício se justifica por essas vias, passando ou não pelo entendimento do ser humano.
    As entidades mundanas, 100% das vezes são o reflexo do mundanismo do médium, pois, se assim não for, então ela é uma energia nefasta que está no ambiente para atrapalhar e prejudicar alguém.
    O entendimento do Povo das Ruas se perdeu dentro da vaidade e egos inflados. Na falta de conhecimento, nos nomes exóticos e fantasiosos e por ai vai.
    Nada justifica se fazer palhaçadas com o nome de Tranca Rua, Veludo, Mangueira, Porteira, Sete Encruzilhadas, Figueira, Padilha, Mulambo e etc. São entidades que trabalham, dão caminho, afastam energias perigosas do caminho de muitas pessoas e trabalham dentro da caridade, chegando inclusive a prejudicar o seu próprio médium, pois, muita vezes a carga negativa deixada deve ser retirada a custa de ebo que pode custar as vezes mais de mil reais.
    E quem banca esse custo, (A CARIDADE?), é o próprio médium ou a famoso listinha entre os irmãos de ‘santo’.
    Esses são detalhes que fogem do conhecimento público, que fogem do entendimento, que fogem da parede que foi levantada entre a visão das pessoas sérias e as pessoas enganadoras.
    Camila, não queira entender o que ninguém consegue entender, trata-se de um mundo invisível, improvável e de muitas camadas (dimensões), onde cada divindade/energia vibra de uma forma diferente da outra.
    Vejo que você é observadora, aproveite esse perfil e preencha a lacuna que falta ser preenchida com conhecimento.
    Você encontrará muitas respostas, que estarão longe dessa sua ótica atual.

    Ire alaafia


  1059. Odé Ợlaigbo,porque charutos apagados são usados nos rituais?.O senhor tbm falou sobre bebidas,mas em seu terreiro e nos outros 2 citados elas não são usadas para consumo ou tbm para rituais?.


  1060. Odé Ợlaigbo,

    No dia anterior à uma festa por exemplo, de Dona 7 Catacumbas (Exu catiço), há a matança para os exus, onde os mesmos cortam e a própria Dona 7 também corta, pois eu já estive e já vi, não em uma só casa, mas em mais de 3 onde já fui e vi isso acontecer. Então esse caso de axogun cortar e catiço não poder cortar me parece que não é “lei”.

    Acho que na pergunta anterior eu não soube expressar bem claro, mas entendi o que falou sobre o sacrifício para um “pedido” do suplicante,
    mas e no caso de festas feitas para homenagear a determinado ou determinados exús catiços?

    Oferecem-se animais a eles, onde eles mesmo cortam e se esbaldam felizes e no dia seguinte, na festa aberta, os mesmo estão lá novamente participando da festa…
    Pergunto: Não seria um sacrifício “sem finalidade”? Visto que esse sacrifício é somente para “agradar” a determinada entidade mundana?

    E digo mundana, pois catiço, não é entidade “boazinha”, visto que se fizermos pedidos para o mal de determinada pessoa, eles executam, contanto que recebam o que pedirem… Sabe-se que há de se ter cuidado ao lidar com catiços e inclusive não se pode cultuá-los dentro de casa, nem mesmo acender uma vela para eles em casa, então, por esse motivo, eu faço a pergunta que fiz no parágrafo anterior.

    Desde já agradeço a resposta.


  1061. Camila a resposta eu já lhe dei.
    Não pode!!!!!!!!
    Oferecer um animal para uma divindade em decorrência de uma festa, festival, agradecimento ou qualquer outro tipo de manifestação é normal.
    A carne é compartilhada com a comunidade do terreiro e o sangue é utilizado para movimentar a energia e alimentar a terra (vou chegar até esse ponto), não vejo nenhuma discrepância.
    Como também existem casas que não com